À caça de: canto de homenagem aos pais



Baixar 474.25 Kb.
Página1/6
Encontro15.04.2018
Tamanho474.25 Kb.
  1   2   3   4   5   6

EM ETERNA CONSTRUÇÃO
À caça de:


  1. CANTO DE HOMENAGEM AOS PAIS

  2. CANTO DOS CONGREGADOS MARIANOS (OH! MARIA IMACULADA – PODEROSA E CARINHOSA MÃE – SERÃO OS FILHOS TEUS DA PÁTRIA BRASILEIRA – SEMPRE FIÉIS A DEUS – À SACROSSANTA LEI – À INCLITA BANDEIRA DE JESUS SEU DIVINO REI

  3. ESTRELA D’ALVA – Paródia feita por Clóvis Baroni

  4. GEN, GEN, GEN

  5. LUAR DO SERTÃO EM LATIM

  6. Ó SANTÍSSIMA

  7. PSALITE SAPIENTE

  8. QUANDO VIRÁ

  9. SERENO EU CAIO, EU CAIO

  10. UM CÍRIO, UM CÍRIO – É A ... PRECE COM – COM QUE ADORMECE – NA PAZ DO SENHOR – Cântico, dito por Corazza, cantado entre um ato e outro de peça teatral pela platéia.

ADORO TE








Adoro Te, o panis coelice,
O Domine, o Deus maxime.
Sanctus, sanctus, sanctus,
sine fine sanctus.
Semper Tibi gloria
sacra sit sub hostia.

Nos famulos, o Deus, respice,
Et gratia nos semper refice.
Sanctus, sanctus, sanctus,
sine fine sanctus.
Semper Tibi gloria
sacra sit sub hostia.












DARCY

CORAZZA
HOMENAGEM

DOS ALUNOS DO IBATÉ QUANDO DE SUA ORDENAÇÃO EM 1960
COMPOS.

Pe.EXPEDITO


Preces, amor, gratidão,

são levitas a cantar,

ao primeiro sacerdote,

que alcançou o santo altar.

 

Eis a paga dos labores,



garimpeiros do Senhor!

Padre Darcy, Padre Darcy,

sacerdote do Senhor!
Uli, uli ,uli ô...

Uli, uli, uli ,ô.

Uli, uli, uli,

ô, ó, u!


LA SANCTA CATERINA




La sancta Caterina

Bim, birim, birim, bi, bi

Era figlia dum ré, é, é, é, é

Era figlia dum ré, é, é, é, é

Era figlia dum ré – Pum
Su padre era pagano

Bim, Birim, birim, bi, bi

Su madre in vece non, on, on, on, on
Su madre in vece non, on, on, on, on

Su madre in vece non. PUM
Un giorno Caterina,

Bim, biririm, biririm, bi, bi

Su padre la culpi, i, i, i, i,

Su padre la culpi. PUM
Ma sancta Caterina

Bim, biririm, biririm, bi, bi.

Su padre perdono, o, o, o, o

Su padre perdono, o, o, o, o

Su padre perdono, PUM.
Adesso Caterina

Bim, biririm, biriri, bi, bi.

In gloria di Dio, é, é, é, é, é.

In gloria di Dio, é, é, é, é, é.

In gloria di Dio é. PUM


TIM TIM QUÉRO




Tim, Tim, quéro

Guadalai tim quero

Tim, tim quero

Tim, tim quero
Ó Nicodemo – ah! Ah! Ah!

O gela uba – ah! ah! Ah!

Ó Nicodemo gela uba – uba ... uba ... uba... uba... uba... uba... (sumindo)

Pim, pim, pim, piririm, pim, pim, pim

Pim, pim, pim, ptririm, pimpom (reptitur rapide)
Mocidade alerta

Mocidade alerta

O gela ubá, ubá, ubá, ubá, ubá (sumindo)
Chiiiiiii Bum (imita foguete) (dicitur ter)

Seminário (ou o nome do homenageado) (dicitur ter)

Ao Seminário nada? – Tudo

Então como é que é?

É pic, é pic, é pic, é pic, é pic

Rá-tim-bu

Seminário, Seminário, Seminário (ou o nome do homenageado)


RATAPLÃ




Ao Seminário – Rataplã

Viemos trazer – Rataplã

Felicidades e bem querer – Rataplã (Dicitur ter)

ANGELUS









Angelus Domini nuntiavit Mariae

Et concept de Spiritu Sancto
Ecce ancilla Domini

Fiat mihi secundum verbum tuum
Et verbum caro factum est

Et habitavit in nobis
Ora pro nobis Sancta Dei Genitrix

Ut digni efficiamur promissionibus Christi

Gratiam tuam, quaesumus Domine,

mentibus nostris infunde;

ut qui Angelo nuntiante,
Christi Filii tui incarnationem cognovimus,
Per passionem ejus et crucem ad ressurrectionis gloriam perducamur.
Per eumdem Christum Dominum nostrum.

Amen.
Angele Dei,

qui custos es mei, me, tibi,

Comissum, pietate superna,

Hodie illumina, custodi,

Rege et guberna.

Amen.


O anjo do Senhor anunciou a Maria

E ela concebeu do Espírito Santo.
Eis aqui a escrava do Senhor

Faça-se em mim segundo a vossa palavra
E o Verbo se fez carne

E habitou entre nós.
Rogai por nós, Santa Mãe de Deus.

Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.
Infundi, Senhor, nós Vos pedimos,

a Vossa graça nas nossas almas,

a fim de que nós,

que pela anunciação do Anjo

Conheçamos a Encarnação de vosso Filho Jesus,

Assim, pela sua Paixão e Morte na Cruz,

Sejamos conduzidos à glória da Ressurreição.

Pelo mesmo Jesus Cristo Nosso Senhor.

Amém.
Santo Anjo do Senhor,

Meu zeloso guardador,

Se a ti me confiou a piedade divina,

Hoje (e sempre) me rege e guarda,

Governa e ilumina.

Amém.





ALECRIM




Alecrim, alecrim doirado

Que nasceu no morro

Sem ser semeado.

Alecrim, alecrim aos mólhos

Por causa de ti, choram os meus olhos
Ó meu amor quem te disse a ti

Que a flor do morro é o alecrim (bis) (dal capo)


RAPSÓDIA (FOLCLORE PORTUGUÊS)
Óh Laurindinha, vem à janela  (bis)
Ver o teu amor, ai ai ai que ele vai p'rá guerra  (bis)


Se ele vai p'rá guerra, deixái-o ir  (bis)
Ele é rapaz novo, ai ai ai ele torna a vir  (bis)


Ele torna a vir, se Deus quizer  (bis)
Ainda vem a tempo, ai ai ai de arranjar mulher  (bis)

Alecrim, alecrim aos molhos
Por causa de ti choram os meus olhos  (bis)


Ai meu amor, quem te disse a ti
Que a flor do campo era o alecrim  (bis)


Se a petinga cái na rede descuidada  (bis)
Vai encher o galeão  (bis)
Ela é viva prateada aos saltinhos pelo chão (bis)


Vai de roda, vai de roda cada qual põe o seu pé
Não há vira mais gabado que o vira da Nazaré  (bis)


Deixem passar esta linda brincadeira
Que a gente vamos bailar o bailinho da Madeira 


Milho verde, milho verde,
ai milho verde, milho verde
ai milho verde miudinho

À sombra do milho verde


ai à sombra do milho verde
ai namorei um rapazinho


Mondadeiras do meu milho
ai mondadeiras do meu milho
ai mondai o meu milho bem


Não olheis par'ó caminho
ai não olheis par'ó caminho
ai que a mondadeira já lá vem


Milho verde, milho verde
ai milho verde milho verde
ai milho verde miudinho



Música Popular




ANIMA CHRISTI
ASPIRAÇÕES DE SANTO INÁCIO


Anima Christi, sanctifica me.

Corpus Christi, salva me.

Sanguis Christi, inebria me.

Aqua lateris Christi, lava me.

Passio Christi, conforta me.

O bone Jesu, exaudi me.

Intra tua vulnera, absconde me.

Ne permittas me separari a Te.

Ab hoste maligno, defende me.

In fora mortis meae, voca me.

Et jube me venire ad te.

Ut cum Sanctis tuis laudem

In saecula saeculorum. Amen.



Alma de Cristo, santificai-me.

Corpo de Cristo, salvai-me.

Sangue de Cristo, inebriai-me

Água do lado de Cristo, lavai-me.

Paixão de Cristo, confortai-me.

Ó bom Jesus, atendei-me.

Dentro das vossas chagas, escondei-me.

Não permitais que me separe de vós.

Do mau inimigo, defendei-me

Na hora da morte, chamai-me.

E mandai-me ir para Vós,

Para que Vos louve com os Vossos Santos

Nos séculos dos séculos. Amém.


Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal