1-Introdução 2-Plano de gestão 2001-2004



Baixar 0.92 Mb.
Página2/11
Encontro12.01.2018
Tamanho0.92 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11

Valorização do trabalho interdisciplinar;


  • Inventário dos serviços da UNESP à disposição da sociedade;

  • Estabelecimento de parcerias para a competitividade empresarial;
  • ACQUAUNESP – Rede UNESP de gestão de qualidade de água;


  • Projeto Incra;

  • Reunião com empresários;

  • Congresso de extensão universitária.

Educação Aberta, Continuada e a Distância

-PEACD-

  1. Educação a distância;

  2. Educação continuada;

  3. Universidade virtual;

  4. Canal universitário;

  5. Portal PROEX.

  • Núcleo de educação a distância;

  • Núcleo de editoração eletrônica;

  • Curso de treinamento de tutores em EAD;

  • Cursos de atualização, de extensão, temáticos, e de difusão cultural;

  • Parceria Rádio UNESP;

  • Banco de Dados de Extensão;

  • Projeto “TV na Escola”.

Integração Social Comunitária


-PISC-

  1. Comunidade solidária;

  2. Universidade aberta à 3ª Idade - UNATI;

  3. Educação de jovens e adultos;

  4. Associação de ex-alunos;

  5. Núcleo negro da UNESP para pesquisa e extensão - NUPE

  • Participação nos Programas “Universidade Solidária” e Alfabetização Solidária”;

  • Boletim informativo da UNATI;

  • Curso de capacitação de alfabetizadores de jovens e adultos;

  • Revista ETHNOS Brasil.

  • Revista Ciência em Extensão

Divulgação, Orientação e Informação Profissional

-PIP-

  1. Orientação e informação profissional;

  2. Venha nos conhecer;

  3. Divulgação dos cursos e profissões;

  4. Portal Universia;

  5. Informativo eletrônico PROEX

  6. Cursinhos Pré-vestibulares

  • Encontros e feiras de informação profissional, CD-Rom institucional;

  • Visita nas Unidades;

  • Seminário sobre problemas da educação e requalificação profissional.

Universidade Saudável

-UniSau-

  1. Profilaxia de doenças infecciosas;

  2. Prevenção de câncer bucal e de pele;

  3. Projeto Viver Bem;

  4. Recepção aos calouros.

  • Campanhas educativas;

  • Diagnóstico precoce;

  • Prevenção de doenças;

  • Qualidade de vida.



3-PROGRAMA UNESP DE APOIO INSTITUCIONAL AO ESTUDANTE (PAE)



CONSIDERAÇÕES GERAIS:
As atividades do Programa UNESP de Apoio ao Estudante desenvolvem-se dentro das políticas e objetivos traçados pela Pró-Reitoria de Extensão Universitária e visa assegurar a inclusão definitiva de alunos de graduação da UNESP, provenientes de famílias de baixa renda, possibilitando-lhes uma inserção qualificada no mundo do conhecimento e no mercado de trabalho.

As ações do Programa visam também o aprimoramento e a qualificação profissional dos estudantes. Os trabalhos vem sendo desenvolvidos por meio de três projetos:



  1. Bolsas e auxílios;

  2. Intercâmbio de estudantes;

  3. Apoio a eventos acadêmicos.

A seguir apresenta-se, descritiva e numericamente as ações do Programa referentes a:

3.1. Bolsas e auxílios

As normas do Projeto de Bolsas e Auxílios estão estabelecidas na Resolução UNESP 63/97, compreendendo três modalidades de bolsas e duas de auxílios:



  • Bolsa de apoio ao estudante: destina-se ao aluno com comprovada carência sócio-econômica;

  • Auxílio-estágio: destina-se ao aluno que desenvolve estágio, não remunerado, exigido pelo currículo de graduação;

  • Bolsa de extensão universitária: destina-se incentivar o aluno que atua em programas, projetos ou atividades de extensão dos departamentos, aprovados pelas Unidades Universitárias, bem como os desenvolvidos pela universidade;

  • Bolsa de incentivo técnico-acadêmico: destina-se incentivar o aluno que atua em projetos ou atividades de caráter técnico-acadêmico e de interesse da universidade, não incluídos nas outras modalidades de bolsa;

  • Auxílio de aprimoramento: destina-se ao aluno que apresente trabalho em evento científico e ao que desenvolva atividades de curta duração, consideradas relevantes para a sua formação profissional.

3.2. Intercâmbio da UNESP com universidades do exterior (Resolução UNESP nº 43/99)

O projeto de intercâmbio da UNESP com universidades do exterior, é especificamente destinado ao atendimento dos estudantes de graduação provenientes de Universidades que mantenham convênio com a UNESP. Ele prevê o aspecto da reciprocidade em que, para cada estudante estrangeiro recebido, um aluno da UNESP irá para o exterior. Os estudantes recebem uma bolsa para auxiliar a manutenção, durante o período estágio.



3.3. Apoio a eventos acadêmicos

O Projeto vem apoiando cada vez mais os eventos acadêmicos, científicos e culturais realizados pelas Unidades Universitárias da UNESP. Esses eventos, já institucionalizados, são organizados e realizados, tendo como co-responsável o segmento discente, desde que aprovados pelas CPEUs. Tais eventos dizem respeito a congressos, simpósios, jornadas, semanas, ciclo de palestra, reuniões com entidades estudantis. Em 2.003, o número de atendimento cresceu 52% em relação ao ano de 2002.



CONSIDERAÇÕES ESPECÍFICAS:

Bolsas de apoio ao estudante

A avaliação global da demanda ocorrida no exercício de 2003 demonstra a necessidade de se aumentar o número de bolsas a serem destinadas a cada Unidade Universitária. Atualmente é oferecida uma quota fixa de 1.015 bolsas. A criação, em algumas Unidades, de cursos noturnos, cursos novos, bem como a implantação das Unidades Diferenciadas e a realização de dois vestibulares por ano, são alguns dos fatores que contribuíram para aumentar essa demanda. Com o objetivo de minimizar essa situação, foi proposto pelo Conselho Universitário um aumento considerável no número de bolsas, desde que existam recursos orçamentários.



Bolsas de extensão universitária

Levando-se em consideração o aumento significativo que vem ocorrendo ano a ano, dos Projetos de Extensão apresentados à PROEX, pelas Unidades Universitárias da UNESP, bem como do número de bolsas e auxílios solicitados, conforme demonstrado no quadro abaixo, foi proposto pelo Conselho Universitário um aumento considerável no número dessas bolsas, para atendimento da demanda existente.


Ano


Nº de Projetos encaminhados

Nº de Projetos aprovados

Nº de Bolsas solicitadas

Nº de Bolsas concedidas

Auxílios

solicitados



Auxílios

concedidos



2003

442

267

1.535

441

1.034.495,67

101.000,00

2004

596

a definir

1.932

a definir

2.198.182,34

a definir

Como conseqüência do aumento do número de projetos de extensão cadastrados por meio do Sistema On line de Extensão Universitária foi necessário ampliar o quadro de docentes que compõem a Comissão de Análise e Avaliação de Projetos de Extensão, encarregada de analisar o mérito e emitir pareceres.

Auxílio de aprimoramento

Vem sendo beneficiado com esse auxílio, um número cada vez maior de alunos, possibilitando sua participação em atividades culturais e acadêmicas, contribuindo de forma definitiva para sua formação profissional. Em 2.003 o número de atendimento cresceu 27% em relação ao ano de 2002. A seguir descrevemos os benefícios concedidos em 2003.



MODALIDADES DE BENEFÍCIO - 2003

NÚMERO CONCEDIDO

Bolsas de apoio ao estudante

1.250

Bolsas de extensão universitária

441

Bolsas de incentivo técnico-acadêmico

270

Bolsas especiais

06

Auxílio-estágio

45

Auxílio-aprimoramento

892

Apoio a eventos acadêmicos

260
DISTRIBUIÇÃO DOS BENEFÍCIOS DE ACORDO COM AS UNIDADES UNIVERSITÁRIAS - 2003




UNIDADE

CÂMPUS

BOLSA/PAE

AUXÌLIO

ESTAGIO

BOLSA ESPECIAL

BOLSA DE EXTENSÃO

AUXÍLIO APRIMORAMENTO

APOIO A EVENTOS ACADÊMICOS

FO/Araç

12

-

08

-

06

06

04

FCF/Ar

08

-

02

-

10

06

07

FCL/Ar

100(20)

-

-

-

28

46

21

FO/Ar

11

-

-

-

09

08

02

IQ/Ar

21(6)

-

03

-

20

45

09

FCL/AS

110(15)

02(*)

-

-

41

72

03

FAAC/Ba

65(15)

-

06

-

18

11

09

FC/Ba

42(10)

-

-

-

25

47

21

FET/Ba

17(04)

05(*)

-

-

04

11

06

FCA/B

20

-

01

-

04

07

07

FM/B

11(03)

-

-

-

18

03

24

FMVZ/B

09(04)

-

14

-

05

10

15

IB/B

08(01)

04(*)

09

-

09

37

12

FHDSS/F

92(09)

-

-

-

15

38

14

FE/G

43

-




-

04

32

07

FE/IS

60(16)

05(*)

-

-

10

121

12

FCAV/J

22(03)

11(*)

-

-

01

53

09

FFC/M

90(20)

19(*)

-

05

45

66

09

FCT/PP

103(25)

10(*)

-

-

77

108

20

IB/RC

35

-

-

01

40

50

05

IGCE/RC

46(05)

-

-

-

09

09

21

FO/SJC

07(08)

-

-

-

-

05

03

IBILCE/RP

71

10(*)

02

-

12

90

17

IA/SP

12

-

-

-

31

11

01

CSV/S.Vicente

05

-

-

-

-

-

-

CERAT

-

-

-

-

-

-

02

TOTAL

1.015(169)

66(*)

45

06

441

892

260

O número colocado entre parênteses corresponde ao número de bolsas concedidas em caráter excepcional, em 2003.

(*) Bolsas de apoio aos estudantes concedidas aos alunos dos cursos novos (2º semestre de 2003).


4-PROGRAMA UNESP DE APOIO NÃO INSTITUCIONAL AO ESTUDANTE (PNI)
Este programa tem procurado estabelecer parcerias com empresas e órgãos públicos na tentativa de captação de recursos extra-institucionais para permitir a viabilização de um maior número de atividades desenvolvidas dentro dos vários programas que integram as ações da PROEX, principalmente a ampliação do número de bolsas e auxílios destinados a alunos de graduação, residentes e aprimorandos.

4.1. PARCERIA ENTRE A COORDENADORIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA (CDA) DA SECRETARIA DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Esta parceria iniciou-se em 2002 com a assinatura do Termo de Cooperação em 08/10/02 entre as duas instituições. A finalidade da parceria era dar condições para que a Residência em Medicina Veterinária do Campus de Araçatuba iniciasse seu programa, contando os estagiários com bolsas provenientes da Secretaria da Agricultura e Abastecimento. Em contrapartida, a Faculdade de Odontologia do campus de Araçatuba ministraria cursos para técnicos da CDA.



  1. Desenvolvimento da parceria em 2003

Em 2003 foram mantidas as 12 bolsas oferecidas em 2002, no valor R$ 550,00 (Quinhentos e cinqüenta reais) por residente por mês, no total de R$ 56.800,00 (Cinqüenta e seis mil e oitocentos reais) por ano. Também solicitamos a extensão do auxílio moradia para os doze novos residentes de 2003, perfazendo no total, auxílio moradia para 24 residentes.

  1. Proposta de ampliação de bolsas

Em 2003 fizemos proposta de ampliação de 12 bolsas, de modo a contemplar também os novos residentes, o que corresponderia a 24 bolsas anuais, em 2003. Com a mudança de governo e de responsáveis pelo projeto a ampliação, acordada anteriormente, não se concretizou.

c) Medidas efetuadas para a obtenção de acréscimo de mais doze bolsas

Em abril de 2003 tivemos reunião na Secretaria de Agricultura e Abastecimento com a presença do Secretário, do Reitor, do Assessor chefe da AREX. Nesta ocasião foi entregue ao Senhor Secretário o projeto e a solicitação de ampliação das bolsas para 24 residentes, sendo doze de primeiro ano e doze de segundo ano. Apesar das doze bolsas de ampliação terem sido concedidas, as mesmas não foram liberadas porque havia a necessidade de fazer retificação no convênio, com relação à forma de repasse dos valores para a UNESP. Este processo foi demorado pelas dificuldades de comunicação com a CDA. Em junho tivemos reunião na Reitoria com o senhor Orlando Prieto da CDA, para definir a nova forma de contrato, tendo sido encaminhado termo de reti-ratificação. Em novembro, após reunião em Campinas com membros da CDA, foi proposto novo termo de parceria sob a forma de convênio que está sendo elaborado em conjunto com Araçatuba, PROEX e AREX, para ser encaminhado ainda em 2003. Portanto, acreditamos que em 2004 teremos finalmente 24 bolsas de residentes para o Programa de Residência em Medicina Veterinária da Faculdade de Odontologia de Araçatuba.


4.2 BOLSA DE APRIMORAMENTO PARA OS PROGRAMAS DE APRIMORAMENTO EM FONOAUDIOLOGIA E TERAPIA OCUPACIONAL APLICADA ÀS NECESSIDADES DE EDUCAÇÃO ESPECIAL

O Reitor e professores da Faculdade de Medicina de Botucatu reuniram-se com o Secretário de Estado de Saúde em dezembro de 2003, para solicitar duas bolsas de aprimoramento, para os programas de Fonoaudiologia e de Terapia Ocupacional aplicada às necessidades da Educação Especial, da Faculdade de Filosofia e Ciências de Marilia. Estes dois projetos foram aprovados quanto ao mérito pelos técnicos da FUNDAP. A viabilização do mesmo dependerá de recursos a serem liberados pelo governo do Estado à FUNDAP. Há grande expectativa na viabilização dos projetos.



4.3. PROJETO ADOTE UM ALUNO DA UNESP

O Projeto surgiu da necessidade de se buscar alternativas que contribuíssem para amenizar a questão de carência financeira dos alunos na UNESP. Mantido há dois anos pela Pró-Reitoria de Extensão Universitária, é uma das ferramentas que contribui para o avanço do ensino, da pesquisa e da extensão, já que possibilita a manutenção de projetos de extensão e o desenvolvimento de ações comunitárias, além de diminuir a evasão escolar dos nossos alunos.

Tal iniciativa possibilitou a concessão de 130 bolsas, em 2003, no valor de R$ 200,00 cada. Essas bolsas são concedidas em conformidade com as normas estabelecidas pela Resolução UNESP 63/97 (Projeto de Bolsas e Auxílios).

A seguir, são apresentados os dados referentes aos vários benefícios captados e disponibilizados até o momento.


DESEMPENHO DO PROJETO DESDE SUA IMPLANTAÇÃO EM NOVEMBRO DE 2001


ANO BASE

No. de bolsas concedidas

Valor dos recursos liberados em reais

2002

79

121.652,60

2003

130

297.480,00

2004

237(*)

543.809,00

(*)Destas bolsas, 110 estarão disponíveis para Projetos gerais de Extensão e 127 para específicos tais como Portal Universia, Projeto Meio Ambiente de Rio Claro, Projeto Hortaliças de Jaboticabal, Projeto de Cursinho e Educação de Jovens e Adultos em Gavião Peixoto, etc.


Deve ser salientado que até o momento o Projeto captou R$ 962.941,60 reais o que corresponde cerca de 450 bolsas.


Empresas que também adotaram alunos: Bibnet Bibliotecas Digitais, Construtora Carnelossi, Demafla, Embraer, Maritrad, Qualitécnica, Socec, Sociedade Brasileira de Imunizações e Zalaf Engenharia

Total de empresas que já adotaram alunos: 36

Empresas visitadas aguardando resposta para adoção: 25

Empresas visitadas que não adotaram alunos: 28



5-PROGRAMA UNESP DE ATIVIDADES ARTÍSTICAS E CULTURAIS (PAC)

O Programa tem como pilares os seguintes objetivos:



  • Consolidar o PAC como um órgão provocador, incentivador, mediador e divulgador da cultura brasileira;

  • Inserir o PAC no meio artístico e cultural da Cidade e Estado de São Paulo.

  • Fomentar iniciativas de integração de ações culturais da região e Universidade;

  • Avaliar, implementar e consolidar projetos e atividades em desenvolvimento e propor outros novos;

  • Assessorar as Unidades Universitárias na elaboração e realização de novos projetos e no desenvolvimento de outros já existentes;

  • Implantar e incentivar o intercâmbio e registro de informações e experiências culturais no próprio Campus e na UNESP;

5.1- São estratégias de ação cultural do PAC:

  • Grupos Artísticos Institucionalizados e Projetos Permanentes

  • Projeto Coral da UNESP;

  • Apoio à Produção Cultural de Atividades de Extensão e Eventos propostos pelos Campus da UNESP;

  • Projetos promovidos pelo Programa:

    • Rede de Agentes Culturais da UNESP;

    • Projeto Educativo: Visitas Culturais, Concerto Didático, Curso de Capacitação, Pesquisa Transformada em Exposição;

    • Circuito de Exposições;

    • Espaço Cultural da Reitoria da UNESP;

    • Memória Cultural.

5.1.1 Grupos Artísticos Institucionalizados/Projetos Permanentes. Denominados Projetos de Extensão Universitária, são coordenados por docentes e funcionam como laboratório para os alunos bolsistas, proporcionando-lhes experimentação e aprimoramento pessoal, resultando num melhor desempenho nas atividades acadêmicas e na qualificação profissional. Os textos sobre os Grupos integram o link do PAC www.unesp.br/proex/pac

Estes Projetos foram contemplados em 2003, com 53 bolsas da PROEX, realizaram 289 apresentações artísticas, atingindo um público de 61.950 pessoas descritas abaixo:




Projeto de Extensão Universitária

Nº de Bolsas

N° de Apresentações

Público Atingido


-Projeto Alquimia

5

15*

16.992

-Movimento de Artes Plásticas da UNESP

5

-

-

-Projeto Perspectiva

2

33**(eventos)

Observação**

-Companhia de Dança Éxciton

10

21

2.713

-Grupo de Danças e Ritmos Brasileiros

4

12

3.080

-Projeto Barroco Memória Viva

1

1

-

-Coral Infanto-Juvenil do Instituto de Artes- CantovIA e CantorIA

2

6

1.375

-Projeto Movimento Nacional Rítmo e Som da UNESP:

”Encontro Universitário de Música Contemporânea do IA/UNESP “.



1

1

900

-Teatro Didático: Grupo Atrás do Grito

5

4***

420

-Grupo de Percussão do Instituto de Artes

10

70****

15.000

-Trio UNESP de Violões

3

6

570

-Projeto Alegria: Circo Teatro Rosa dos Ventos

1

-

-

-Coral Boca Santa

1

13

1.670

-Projeto Coral da UNESP: Supervisão Artística Profª Drª Marisa Trench de Oliveira Fonterrada

. Coral do Campus de Araçatuba

. Coral do Campus de Botucatu

. Coral do Campus de Bauru

. Coral do Campus de Rio Claro e Coral do Campus

de Araraquara

. Coral do Campus de Guaratinguetá

. Coral do Campus de São José dos Campos

. Coral do Campus de Jaboticabal

. Coral do Campus de Franca

. Coral UNATI do Campus de Franca

. “19° Encontro Coral UNESP”



3

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-


-

-

8

12

10

-

21

15

15

12

11

3

-

-

-

1.365

2.850

2.025

-

3.360

2.450

2.830

1.350

1.100

400

1.500

TOTAL

53

289

61.950

*Destaca-se a apresentação da “Peça Comemorativa dos 15 Anos do Grupo Alquimia”, no SESC de Araraquara.

**Destaca-se o evento em comemoração aos “10 Anos de Perspectiva” na FE/Bauru. Com relação ao público, a freqüência foi variada e incerta, e as atividades foram dirigidas aos docentes, discentes, funcionários e comunidade.

***Evento comemorativo dos “10 Anos do Teatro Didático: Grupo Atrás do Grito”, na FUNARTE/SP.

****Realizada homenagem aos 25 anos do Grupo PIAP, no evento “9° Encontro Universitário de Música Contemporânea do IA/UNESP”.

Foram enviadas à PROEX e atendidas, 24 solicitações para participação dos grupos artísticos, como convidados, em eventos da UNESP e de fora dela, a saber:


UNESP

Fora da UNESP

IGCE-IB/Rio Claro

Departamento de Música da UNICAMP

IB/FCA/Botucatu

“10º Festival de Inverno de Cunha: Acordes na Serra-2003” - (SMC)

FE/Ilha Solteira

“VIII Expotin - Exposição Técnica Industrial” da ETE. Prof. José Sant’Ana de Castro (Cruzeiro)

FCL/Araraquara

Colégio Puríssimo Coração de Maria

FFC/Marília

Prefeitura Municipal de Rio Claro.

IA/São Paulo

Secretaria Municipal de Cultura de Ourinhos

Reitoria da UNESP-

-

FE/Guaratinguetá

-

FE/Bauru/Sindicato dos Funcionários da UNESP

-

5.1.2. “19º Encontro Coral da UNESP”, temática “Será que Vale?”, com a participação de 700 coralistas mesclados entre funcionários, alunos e docentes da UNESP-20 Corais-, foi realizado o “19º Encontro Coral da UNESP”, no dia oito de novembro, no Ginásio de Esportes da Faculdade de Engenharia da UNESP (“Fegão”), Campus de Guaratinguetá, sob a Supervisão Artística da Profª Drª Marisa Trench de Oliveira Fonterrada contando com um público de 800 pessoas. Esse evento é realizado anualmente e engloba 18 Conjuntos Corais, distribuídos nos Campus de Araçatuba, Assis, Araraquara, Bauru, Botucatu, Franca, Guaratinguetá, Ilha Solteira, Jaboticabal, Presidente Prudente, Rio Claro, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo: Reitoria, Instituto de Artes e São Vicente.

Em relação ao Projeto Coral da UNESP, o PAC se envolveu ainda com:



  • Encaminhou o Processo de Regulamentação da Função de Regente de Coral (Regime Jurídico, Jornada de Trabalho, Sistema Retribuitório, Normas de Contratação de Regente de Coral), aprovado, de acordo com a Portaria UNESP Nº 655, de 21/11/2003.

  • Encaminhou providências posteriores à Portaria UNESP Nº 655, para cumprimento imediato da mesma;

  • Efetivou o Início das atividades da Regente do Campus de Franca e Jaboticabal;

  • Apoiou o aprimoramento técnico dos regentes: participação no “III Fórum Rio Acapella de Música Vocal”, realizado no Rio de Janeiro, no mês de junho de 2003;

  • Apoiou ao “II Encontro Anual de Corais da UNESP”: Campus de Guaratinguetá e Campus de São José dos Campos - junho de 2003;

  • Apoiou à participação do “Coral Boca Santa” - FFC/ Marília no evento ”Encontro de Corais de Poços de Caldas-MG” - julho de 2003;

  • Apoiou à atuação do especialista em Técnica Vocal, junto ao Coral Boca Santa – FFC/ Marília;

  • Apoiou a realização do “V Musical de Natal”, promovido pelo Coral UNESP do Campus de SJRP;

  • Apoiou à realização do “6° Musical de Natal”, promovido pelo Coral UNESP do Campus de Ilha Solteira;

  • Realizou estudos sobre a adequação da Portaria UNESP n°21 de 16/02/1998, que “Altera a Portaria UNESP 178, de 07/11/1980, que Criou e Regulamentou o Coral da UNESP”, juntamente com a Sra. Supervisora Artística do Projeto, Profª. Drª Marisa T. de Oliveira Fonterrada.

  • Apoiou a compra dos uniformes para os Corais dos Campus de SJRP e Ilha Solteira;

  • Elaborou e enviou o Projeto do “19º Encontro Coral da UNESP” ao BANESPA - Grupo Santander, com a finalidade de solicitação de recursos.

5.1.3.Produção Cultural de Atividades e Eventos Propostos pelos Campus da UNESP. Foram concedidos recursos, para a realização de 155 atividades relacionadas a seguir, onde constam os números de eventos apoiados por Unidade/Campus.

Quadro de Eventos Realizados com o Apoio do PAC/PROEX




Campus

Numero de Eventos Apoiados

Araçatuba/FO

03

Araraquara/ FCF

03

Araraquara/ FCL

07

Araraquara/ FO

05

Araraquara/ IQ

06

Assis/FCL

04

Bauru /FAAC

06

Bauru/ FC

05

Bauru/ FE

05

Botucatu/FCA

05

Botucatu/FM

06

Botucatu/FMVZ

06

Botucatu/IB

08

Franca/ FHDSS

03

Guaratinguetá/FE

03

Ilha Solteira/FE

08

Jaboticabal/FCAV

04

Marilia/FFC

06

Presidente Prudente/FCT

05

Rio Claro/IB

08

Rio Claro/IGCE

05

São José dos Campos/FO

03

São José do Rio Preto/IBILCE

10

São Paulo/IA

18

Reitoria

09

São Vicente

03

Tupã/UD

01

TOTAL

155 EVENTOS


1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal