1 nome em portuguêS cx



Baixar 24.38 Kb.
Encontro28.12.2017
Tamanho24.38 Kb.

CLORETO DE CÁLCIO DIDRATADO

Calcii chloridum dihydricum


CaCl2.2H2O

147,01

02370




CaCl2

110,98

02369

Cloreto de cálcio diidratado

Cloreto de cálcio

Contém, no mínimo, 97,0% e, no máximo, 103,0% de CaCl2.2H2O.


DESCRIÇÃO



Características físicas.cristalino branco, higroscópico.

Solubilidade. Facilmente solúvel em água, solúvel em etanol.

IDENTIFICAÇÃO



A. Dissolver 1,0 g da amostra em água isenta de dióxido de carbono e completar para 10 ml com o mesmo solvente. A solução obtida em responde às reações do íon cálcio (V.3.1.1).

B. A solução preparada de maneira idêntica à solução do item A do teste de identificação responde às reações do íon cloreto (V.3.1.1).

ENSAIOS DE PUREZA



Aspecto da solução. Dissolver 10,0 g da amostra em água isenta de dióxido de carbono e completar para 100 ml com o mesmo solvente. A solução obtida é límpida e apresenta coloração menos intensa que a mistura de 5 ml da solução padrão F (SC) (V.2.12) e 95 ml de ácido clorídrico a 1% (p/V).

Acidez ou alcalinidade. A 10 ml da solução obtida em Aspecto da solução, recentemente preparada, adicionar 0,1 ml de fenolftaleína SI. Se a solução adquirir coloração rosa, deve tornar-se incolor pela adição de, no máximo, 0,2 ml de ácido clorídrico 0,01 M SV. Se nenhuma coloração aparecer, deve tornar-se rosa pela adição de, no máximo, 0,2 ml de hidróxido de sódio 0,01 M SV.

pH (V.2.19). 4,5 a 9,2. Determinar em solução aquosa a 5%.

Bário. A 10 ml da solução obtida em Aspecto da solução adicionar 1 ml de sulfato de cálcio SR. Após 15 minutos, qualquer opalescência observada não é mais intensa do que a mistura de 10 ml da solução obtida em Aspecto da solução e 1 ml de água.

Ferro, alumínio e fosfato. Dissolver 1 g da amostra em 20 ml de água. Adicionar 2 gotas de ácido clorídrico 3 M e 1 gota de fenolftaleína SI. Adicionar, gota a gota, cloreto de amônio-hidróxido de amônio SR, até leve coloração rósea. Adicionar 2 gotas em excesso e aquecer à ebulição. Não ocorre turvação ou precipitação.

Magnésio e metais alcalinos. Misturar 20 ml da solução obtida em Aspecto da solução e 80 ml de água. Adicionar 2 g de cloreto de amônio e 2 ml de amônia SR. Aquecer à ebulição e adicionar solução quente de 5 g de oxalato de amônio em 75 ml de água. Deixar em repouso por 4 horas, completar para 200 ml com água e filtrar. A 100 ml do filtrado, adicionar 0,5 ml de ácido sulfúrico. Evaporar à secura em banho-maria e incinerar a 600 °C até peso constante. O peso do resíduo não deve ser superior a 5 mg. No máximo 0,5%.

Alumínio (V.3.2.10). A 10 ml da solução obtida em Aspecto da solução, adicionar 2 ml de cloreto de amônio SR, 1 ml de amônia SR e ferver a solução. Não ocorre turvação ou precipitação. Se utilizado para a preparação de soluções para diálise, dissolver 4 g da amostra em 100 ml de água. Adicionar 10 ml de solução tampão acetato pH 6,0 e proceder conforme descrito em Ensaio-limite para alumínio. Utilizar como solução padrão mistura de 2 ml de solução padrão de alumínio
(2 ppm), 10 ml de solução tampão acetato pH 6,0 e 98 ml de água. Para o branco utilizar mistura de 10 ml de solução tampão acetato pH 6,0 e 100 ml de água. No máximo 0,0001% (1 ppm).

Arsênio (V.3.2.5 - Método I). Determinar em 1 g da amostra e proceder conforme descrito em Ensaio-limite para arsênio. No máximo 0,0003% (3 ppm).

Ferro (V.3.2.4 - Método I). Utilizar 10 ml da solução obtida em Aspecto da solução e proceder conforme descrito em Ensaio-limite para ferro. Utilizar solução padrão de ferro (1 ppm). No máximo 0,001% (10 ppm).

Sulfatos (V.3.2.2). Determinar em 4 g da amostra e proceder conforme descrito em Ensaio-limite para sulfatos. No máximo 0,03% (300 ppm).

Metais pesados (V.3.2.3 - Método I). Utilizar 10 ml da solução obtida em Aspecto da solução e proceder conforme descrito em Ensaio-limite para metais pesados. Preparar a solução padrão utilizando solução padrão de chumbo (2 ppm). No máximo 0,002% (20 ppm).

DOSEAMENTO

Pesar, exatamente, cerca de 0,28 g da amostra, dissolver em 100 ml de água e proceder conforme descrito em Titulação complexométrica para cálcio (V.3.4.4), utilizando 4 mL de NaOH 2 M. Cada ml de edetato dissódico 0,1 M SV equivale a 14,702 mg de CaCl2.2H2O.

EMBALAGEM E ARMAZENAMENTO

Em recipientes bem fechados.

ROTULAGEM

Observar a legislação vigente. O rótulo deve indicar se pode ser utilizado na preparação de soluções para diálise.

CLASSE TERAPÊUTICA



Repositor eletrolítico. Pode ser usado como diurético, acidificante urinário e antialérgico.

XII.2. REAGENTES E SOLUÇÕES REAGENTES

Ácido clorídrico 0,01 M SV

Especificação - Contém 0,85 ml de ácido clorídrico em água a 1000 ml.

Padronização - Pesar exatamente cerca de 0,015 g de carbonato de sódio anidro. Juntar 100 ml de água e duas gotas de vermelho de metila SI. Adicionar o ácido lentamente, a partir de bureta, até coloração rósea fraca. Aquecer a solução até ebulição; esfriar e continuar a titulação. Repetir esta seqüência de operações até que o aquecimento não afete a coloração rósea. Calcular a molaridade. Cada 0,5299 mg de carbonato de sódio anidro equivale a 1 ml de ácido clorídrico 0,01 M.

Conservação - Recipientes herméticos.

Armazenagem - Proteger do calor.

Cloreto de amônio-hidróxido de amônio SR

Preparação - Misturar volumes iguais de hidróxido de amônio e água e saturar com cloreto de amônio.

Edetato dissódico 0,1 M SV

Sinonímia - EDTA dissódico 0,1 M, etilenodiaminotetraacetato dissódico 0,1 M.

Especificação - Contém 37,2 g de edetato dissódico diidratado em água a 1000 ml.

Padronização - Pesar exatamente cerca de 400 mg de carbonato de cálcio. Transferir para copo de béquer de 400 ml e adicionar 10 ml de água. Agitar e cobrir o copo com vidro de relógio. Juntar 2 ml de ácido clorídrico diluído e agitar até dissolução do carbonato de cálcio. Lavar as paredes do copo de béquer e o vidro de relógio com água até cerca de 100 ml. Continuar agitando, magneticamente. Adicionar 30 ml da solução de edetato dissódico a partir de bureta de 50,0 ml. Juntar 15 ml de hidróxido de sódio SR e 300 mg do indicador azul de hidroxinaftol. Continuar a titulação da solução de edetato dissódico até cor azul. Calcular a molaridade.

Conservação - Recipientes bem fechados.

Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal