A seguir, em novembro no cine-teatro de estarreja



Baixar 333.34 Kb.
Página6/14
Encontro12.01.2018
Tamanho333.34 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   14

DAVID FONSECA


DREAMS IN COLOUR LIVE
www.davidfonseca.com

www.myspace.com/davidfonseca

Voz, guitarras: David Fonseca

Guitarras: Ricardo Fiel

Piano, teclado, voz: Rita Redshoes

Teclado, sintetizadores, voz: Paulo Pereira

Baixo: Nuno Simões

Bateria: Sérgio Nascimento

Viaje até ao novo mundo de David Fonseca!


Depois de há cerca de uma dezena de anos ter surgido com o grupo Silence 4, David Fonseca iniciou em 2003 a sua carreira a solo: nesse ano com Sing Me Something New, um disco onde explorou novas facetas de compositor e intérprete; mais tarde, em 2005, editou Our Hearts Will Beat As One, trabalho que o confirmou como uma das vozes mais carismáticas da música produzida em Portugal. Pelo meio, participou no projecto Humanos, dando voz a temas inéditos de António Variações ao lado de Manuela Azevedo e Camané.
Em 2007, surge o seu terceiro disco a solo Dreams In Colour, um disco repleto de grandes canções que reafirmam o talento e que nos transportam para um imaginário novo na obra deste artista.
Será este novo mundo que o público terá oportunidade de conhecer nesta apresentação ao vivo de Dreams In Colour: temas mais recentes como Superstars, o 1º single deste disco, Kiss Me, Oh Kiss Me, 4th Chance ou Silent Void; outros mais antigos, retirados dos discos anteriores, como as baladas Someone That Cannot Love e Who Are U? ou os electrizantes The 80’s ou Our Hearts Will Beat As One; ou ainda canções adaptadas como Rocket Man, um original de Elton John recriado por David Fonseca em Dreams In Colour. A complementar, uma concepção audiovisual original.

David Fonseca - Biografia
O David adora gatos. Tem 2 ou 3 em casa e eles fazem-lhe companhia quando está sozinho. Gosta de ouvir Jeff Buckley, B’52s, Pixies, Roy Orbison e Aphex Twin, isto para mencionar alguns, a lista é gigante. No entanto, estes 5 nomes são bastante representativos...
O David é um músico, embora sempre tenha sonhado em ser um fotógrafo. “Acho que foi o destino”, diz ele num suspiro enquanto olha para o chão, “embora não acredite em nada disso”.
Independentemente da força do destino, o David é um dos mais carismáticos e bem sucedidos artistas portugueses até aos dias de hoje. Fundou a sua primeira banda em meados dos anos noventa e foi com ela que apresentou as suas canções e voz a um público mais vasto. O grupo acabaria por impor-se como um dos maiores fenómenos nos anos recentes da música portuguesa, com o seu álbum de estreia “Silence Becomes It” a atingir as 240.000 cópias vendidas.
Dificilmente David Fonseca esquecerá o ano de 1998... os Silence 4 tocaram nos mais importantes festivais de verão desse ano e fecharam a Expo 98, onde tocaram para 50.000 pessoas. Em Dezembro de 98, fecharam o ano com uma actuação no Pavilhão Atlântico para 18.000 pessoas, tornando-se assim na primeira banda portuguesa a esgotar esta sala de espectáculos.
“Tinha encontrado finalmente uma cura para as minhas insónias...quem é que queria dormir com toda aquela agitação à nossa volta?”, diz-nos David com um sorriso na cara.
“Only Pain Is Real” (2000) foi o 2º álbum dos Silence 4, tendo vendido 100.000 cópias até á data. Seguiu-se uma tournée que culminou em Dezembro de 2000 com dois concertos memoráveis no Coliseu de Lisboa. Estes concertos foram editados posteriormente em forma de DVD e CD com o título “Silence 4 ao vivo no Coliseu”.

Em 2001 os Silence 4 fizeram a sua última digressão e terminaram as suas actividades. Era altura para o David experimentar um novo rumo a solo, algo de diferente...


“Foi como a canção...”First I was afraid, I was petrified”...mas acabou por ser uma experiência libertadora, uma daquelas que aqueles pavorosos livros new age falam. De repente percebi que esta era a única maneira de continuar...”
Em 2003, David Fonseca lança o seu primeiro disco a solo, “Sing Me Something New”, onde explora novas facetas de compositor e intérprete. Toca praticamente todos os instrumentos do disco, que estreia simultaneamente em mais de 150 rádios por todo o país. “Someone That Cannot Love” atinge o #1 do Airplay Nacional e “The 80’s” é escolhido como tema de campanha da Vodafone, catapultando uma digressão de grande sucesso por todo o país. O álbum atinge o #2 da tabela de vendas e atinge o galardão de disco de ouro.
Em 2004 participa no projecto Humanos, dando voz a temas inéditos de António Variações ao lado de Manuela Azevedo e Camané. O sucesso do disco culmina em 3 espectáculos memoráveis nos Coliseus de Lisboa e Porto e uma actuação para 40.000 pessoas no festival Sudoeste.
Em 2005 chega a vez do seu segundo álbum a solo, “Our Hearts Will Beat As One”. Fruto de uma longa temporada de composição, 11 temas são escolhidos entre as dezenas de canções que rodearam a feitura deste disco. O primeiro single do álbum, “Who Are U?”, é o tema descrito por David Fonseca como “aquele que sempre quis escrever” e atinge o #3 na tabela de airplay nacional.
“Our Hearts Will Beat As One” foi aclamado pelos média e foi considerado por muitos o álbum pop do ano mesmo antes do fim de 2005. O disco estreou em #1 na tabela de vendas nacional e chegou ao galardão de ouro na primeira semana de vendas. Foi considerado pelos leitores do Diário de Notícias como o melhor disco de 2005.
“Depois de alguns anos de procura, sinto que encontrei o que queria. As coisas que quero dizer, os sons que quero ouvir, está tudo aqui. E, no entanto, sinto que este é só o princípio, que este disco marca um novo ponto de partida para mim e para a minha música.”
“É verdade que sempre sonhei ser fotógrafo, mas estou feliz por ter seguido este caminho. Mas não tem nada a ver com o destino...Como eu vos disse, não acredito em nada disso.”

QUA 21 NOV ~ SEX 23 NOV 18H30~20H30 | 21H30~23H30

SERVIÇO EDUCATIVO | PARTICIPAÇÃO LIVRE

WORKSHOP ESTARREJAZZ 2007
Estão abertas as inscrições para o Workshop Estarrejazz 2007 (participação livre) pelo tel. 234811300 ou enviando os seguintes dados para o endereço de e-mail cineteatro@cm-estarreja.pt: nome, morada, código postal, contacto telefónico, classe de instrumento e nível de aprendizagem.
O workshop decorre de 21 de Novembro, quarta, a 23 de Novembro, sexta nos seguintes horários:

18H30 ~ 20H30 – aulas de instrumento

21H30 ~ 23H30 – aulas de classe de conjunto
Professores:

Guitarra: Afonso Pais

Saxofones (soprano, alto, tenor): Jorge Reis

Trompete: Gonçalo Marques

Contrabaixo e baixo eléctrico: Hugo Antunes

Bateria: André Sousa Machado

Classe de conjunto: Claus Nymark

SEX 23 NOV 21H30

MÚSICA 5,00€ | 3,50€ [C/DESC. HABITUAIS] | PASSE GERAL ESTARREJAZZ 7,50€ | 5,00€ [C/DESC. HABITUAIS]

ESTARREJAZZ 2007

CONCERTO FINAL WORKSHOP ESTARREJAZZ 2007



1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   14


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal