Aconteceu ontem o primeiro ensaio conjunto da ópera “Pagliacci”, de Ruggero Leoncacallo, que será o espetáculo de estréia do F



Baixar 7.99 Kb.
Encontro23.03.2018
Tamanho7.99 Kb.

Ensaio conjunto emociona os

147 artistas da ópera “Pagliacci”
Ontem aconteceu o momento mais esperado pelos 147 artistas que trabalham na ópera “Pagliacci”, de Ruggero Leoncavallo, o espetáculo de estréia do Festival de Ópera 2003 do Theatro da Paz, no dia 7 de agosto. A expectativa por esse momento tem uma explicação: há meses os grupos que compõem o espetáculo ensaiam sozinhos; ontem, pela primeira vez, todos se reuniram para ensaiar juntos.

Segundo o maestro Abel Rocha, que dividirá a regência da Orquestra Sinfônica do TP com o titular Barry Ford, a noite de ontem foi uma mistura de expectativa e ansiedade. “Este é um momento crucial porque todas as partes que foram ensaiadas têm que dar certo juntas”, explicou o regente, momentos antes de o ensaio começar.

A montagem de uma ópera é muito trabalhosa. Para se entender o significado deste primeiro ensaio conjunto, é necessário conhecer as diferentes etapas que envolvem a realização deste grande espetáculo.

Primeiro, os solistas e cantores do coro ensaiam sozinhos em suas casas. Depois, o coro se reúne e ensaia com o maestro. Com a chegada dos solistas, o coro passa a ensaiar com eles. A orquestra, no entanto, continua ensaiando sozinha.

O próximo passo são os ensaios de cena, quando, já com os cenários montados, os cantores ensaiam no palco, fazendo marcações de cena e as expressões corporais. Nessa fase, os personagens que não cantam (figurantes e convidados especiais, como o grupo “Palhaços Trovadores”) também participam. Mas tudo é feito sem a orquesta – apenas com o acompanhamento de um pianista, chamado “correpetidor”.

Finalmente, chega o momento da primeira vez em que todas as partes se encontram – foi o ensaio que aconteceu ontem à noite, quando a ansiedade era geral.

A Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz, por exemplo, estudou a partitura e ensaiou desde junho passado. Assim também aconteceu com os integrantes do coral Marina Monarcha, do conservatório Carlos Gomes. O diretor cênico da ópera, Iacov Hillel, diz ter se dedicado ao espetáculo desde fevereiro, mesma época em que o maestro Abel Rocha também começou a estudar a ópera.

“O ensaio conjunto é muito importante porque mudam as referências auditivas e visuais de todos que estão no palco. Até então, os cantores ensaiavam com o acompanhamento do piano e agora muda tudo. Os cantores tem que se acostumar a ter como referência os instrumentos da orquestra, e não mais o piano, como antes. Este é o desafio. Os sentidos de todos que se reúnem hoje têm que ser readestrados. Ao todo são 147 artistas que devem estar em plena sincronia”, explicou Abel que já regeu mais de dez óperas entre repertórios antigos, barrocos e contemporâneos pelo Brasil.



Mesmo os tenores mais acostumados se emocionam com o primeiro ensaio conjunto, como foi o caso de Juan Tarpinian, um tenor argentino radicado na Itália. “Estou acostumado a cantar em toda a Europa e a emoção do primeiro ensaio conjunto é sempre muito grande. No caso do Theatro da Paz, a emoção é maior ainda porque a acústica da sala de espetáculo é perfeita e nós nos sentimos ainda mais próximos do dia da estréia”, concluiu.
Serviço:

Festival de Ópera do Theatro da Paz 2003. De 7 de agosto a 4 de setembro.Ópera “Pagliacci, de Leoncavallo, dias 7, 9 e 10 de agosto; À Couer Ouvert (recital de piano a 8 mãos), dia 14; palestra sobre Gama Malcher, dia 15; ópera“Bug Jargal”, de Gama Malcher, dia 16; “Os Amores”, de Schumann, dia 23; recital de Alpha de Oliveira, dia 26; lançamento do livro “A Ópera Clássica Italiana”, dia 28; ópera “A Flauta Mágica”, de Mozart, dias 29, 31 de agosto e 2 de setembro; recital de Ira Levin, dia 30 de agosto; Concerto de Encerramento, 4 de setembro. Ingressos à venda na bilheteria do Theatro da Paz, de segunda a sexta, das 13h às 18h, sábado das 9h às 13h. Preços: de R$ 4 a R$ 30; estudante paga meia. Realização: Governo do Pará / Secult.

Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal