Anexo 07 AÇÃO 16



Baixar 40.44 Kb.
Encontro10.07.2018
Tamanho40.44 Kb.




ANEXO - III


ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DOS BENS A SEREM ADQUIRIDOS:

ITEM

QUANTIDADE

DESCRIÇÃO

1

01

AR CONDICIONADO

  • Tipo - Janeleiro;

  • Capacidade Nominal (Btu/h) – 18.000;

  • Controle – Mecânico;

  • Tensão (V) - 220;

  • Consumo (W) - 1.800;

  • Corrente (A) - 6,9;

  • Disjuntor (A) - 15;

  • Velocidades mínimas - 2;

  • Desumidificação (l/h) - 1,0;

  • Vazão mínima do ar (m3/h) – 650;

  • Compressor rotativo;

  • Gabinete em plástico;

  • Cor: Gelo

Esteja em conformidade com o INMETRO e atenda ao Programa Brasileiro de Etiquetagem - PBE, dando-lhe o direito de utilizar a Etiqueta Nacional de Conservação de Energia – ENCE.

GARANTIA:

O aparelho de Ar Condicionado terá garantia mínima de 01 ano, a contar da data da nota fiscal da instalação, contra montagem, qualidade e defeitos de fabricação.




ITEM

QUANTIDADE

DESCRIÇÃO

2

10

MESA PARA COMPUTADOR

Mesa para computador com estrutura metálica, tampo de suporte ao monitor e tampo de suporte ao teclado em madeira compensada.

DIMENSÕES E CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS:

A parte estrutural da massa deverá ser construída em metal. Os tampos deverão ser feitos de madeira compensada. As madeiras utilizadas devem ser oriundas de áreas de florestas nativas com Projetos de Manejo Florestal aprovados pelo IBAMA ou de áreas de reflorestamento.

Todas as partes que possam entrar em contato direto com o usuário deverão ser construídas de tal forma que evitem ferimentos ou mesmo danos a suas roupas.

Quinas, bordas e partes projetadas devem ser arredondadas e as superfícies aplainadas e lisas.

Partes móveis e ajustáveis também deverão ser construídas de forma a evitar ferimentos ao usuário e de modo a não poderem ser removidas inadvertidamente.

As extremidades dos componentes de tubos metálicos devem ser protegidas com ponteiras de material plástico ou similar e bem acabadas.



A mesa para microcomputador deverá ser projetada e construída de forma a garantir a estabilidade do usuário, nas diferentes posições ou posturas que ele possa assumir durante o período de utilização, assim como possuir resistência para atender suas respectivas funções.

DIMENSÕES: As dimensões deverão ser as especificadas pela norma ABNT NBR 13.965 / 97 – Móveis para escritório – Móveis para informação – Classificação e características físicas e dimensionais, que são apresentadas na tabela a seguir:

Símbolo

Característica dimensional

Valor (mm)

Hm

Altura do tampo para monitor

810 ± 170

ht

Altura do tampo ou suporte do teclado

695 ± 55

l

Largura do tampo da mesa

780

lt

Largura do tampo para teclado

500

p

Profundidade do tampo da mesa

750

pm

Profundidade do tampo da mesa para monitor

460

pt

Profundidade do tampo para teclado

220

d

Distância para visualização do monitor

450

a

Altura livre para os joelhos

610 ± 50

b

Profundidade livre para os joelhos

450

c

Profundidade livre para os pés

570

e

Largura livre das pernas

600

r

Raio da borda de contato com o usuário

2,5

Nota: as alturas hm, ht e a, apresentadas nesta tabela, referem-se a massa com tampos reguláveis. Os intervalos de regulagem poderão ser excedidos pelo fabricante, desde que os valores mínimo e máximo sejam incluídos na faixa de regulagem. Para mesas com tampo fixo, as alturas dos tampos hm e ht deverão estar entre 720 mm e 750 mm e a altura livre mínima para as pernas deverá ser de 660 mm.

CARACTERÍSTICAS DOS CONSTITUINTES:

  1. Tampo: Madeira compensada:

  • Espessura: (25 ± 1) mm, composta de no mínimo 7 lâminas;

  • Revestimento e acabamento:

      • Face superior: acabamento em laminado melamínico texturizado fosco de alta pressão, com no mínimo 0,8 mm de espessura e na cor especificada pelo comprador;

      • Face inferior: lâmina de madeira, com no mínimo 0,7 mm de espessura.

        1. Estrutura: Estrutura Metálica:

A estrutura da mesa deverá ser confeccionada em perfil tubular de seção quadrada ou retangular, com ou sem costura, e espessura de parede de 1,5 mm (chapa 16). As tolerâncias dimensionais quanto a espessura da parede dos tubos devem ser aquelas recomendadas pela norma ABR 11.888 : 1992 – Bobinas finas e chapas finas de aço carbono e de aço de baixa liga e alta resistência – Requisitos gerais.

ESPECIFICAÇÕES DOS MATERIAS EMPREGADOS:

Madeira compensada:

A madeira compensada empregadas deverá possuir as seguintes características gerais:



a) Coloração: cor clara e homogênea, apresentando compatibilidade com as madeiras empregadas na confecção da estrutura;

b) Tipo: IM – intermediária, de acordo com a norma ABNT NBR 9.531 / 86 – Compensado/Classificação;

c) Qualidade de Colagem: o compensado deve apresentar falha na madeira de no mínimo 60% quando submetido ao ensaio de cisalhamento, de acordo com a norma ABNT NBR 9.534 / 86 – Compensado – Determinação da Resistência da Colagem ao Cisalhamento;

d) Integridade: isenta de deterioração por fungos e/ou insetos xilófagos (cupins e brocas);

e) Revestimento e Acabamento: acabamento com lâminas de madeira com 0,7 mm de espessura na face inferior ou contra face, com as seguintes características:

  • Madeira de coloração clara, tal como cerejeira;

  • Superfícies lisas, uniformes, sem manchas, sem farpas;

  • Bordas lixadas, sem arestas cortantes;

  • Cantos arredondados;

  • Cor natural de madeira, sem emprego de corretivos;

  • Proteção com verniz resistente a água e álcool. (Método de ensaio EN 12.720 / 97 – Furniture Assessment of Surface Resistence to Cold Liquids).

Aço: O aço empregado nas diversas partes da mesa deve ser do tipo ABNT 1010 a ABNT 1020, segundo a norma ABNT NBR 6006/80 (NB 82/80) – Aços para a construção mecânica – Composição química.

As partes metálicas não podem ter rebarbas, pontas ou partes afiadas e respingos de solda.

As regiões de solda não devem apresentar falha de soldagem.

Fosfatização: O material deve ser fosfatizado em banho a base de fosfato de zinco, fosfato de ferro ou fosfatização orgânica.

Acabamento: O material deve ser pintado com tinta em pó epóxi, poliéster, ou híbrida, as cores encomendadas pelo comprador.

Requisitos da pintura: A camada de tinta deve possuir acabamento liso e livre de defeitos. Não será aceito acabamento texturizado.

a) espessura da camada:


  • Valor médio de 10 medidas – 40 µm

  • Valor mínimo – 30 µm

(Norma ABNT MB 1.333/87 – Determinação da espessura da película seca)

b) aderência mínima da camada de tinta – X1/Y1

(Norma ABNT NBR 11.003/90 – Tintas – Determinação da aderência)



c) resistência à corrosão:

Após 300 horas de ensaio em câmara de névoa salina segundo a Norma ABNT NBR 8.094/83 – Material metálico revestido e não-revestido. Corrosão por exposição à névoa salina e avaliação segundo as normas ASTM D 610/1995 – Evaluating Degree of Rusting on Painted Steel Surfaces e ASTM D 714/2000 – Evaluating Degree of Blistering of Paints.



  • Grau de enferrujamento : 10

  • Grau de empolamento : 10

Após 300 horas de ensaio em câmara de umidade saturada de acordo com a Norma ABNT NBR – Material metálico revestido. Corrosão por exposição à umidade saturada e avaliação segundo as normas ASTM D 610/1995 – Evaluating Degree of Rusting on Painted Steel Surfaces e ASTM D 714/2000 – Evaluating Degree of Blistering of Paints.

  • Grau de enferrujamento : 10

  • Grau de empolamento : 10

Nota: O tratamento anti-corrosivo só deve ser feito após as operações de dobramento e de soldagem dos materiais.

FABRICAÇÃO:

  1. Madeira compensada: deverão ser utilizados os processos tradicionais de marcenaria;

  2. Revestimentos: colocados com adesivos sintéticos adequados;

  3. Estrutura metálica: componentes unidos por solda, sem imperfeições ou respingos; acessórios como deslizadores e terminais fabricados em poliamida (nylon) não recuperado, fixados aos tubos por sistemas de auto-travamento.

MONTAGEM:

Estrutura Metálica: O tampo deverá ser fixado à estrutura através de rebites cegos, parafusos autoatarrachantes, porca-garra, ou outro sistema de fixação que garanta a resistência mecânica conforme especificado.

EMBALAGEM:

A mesa deve ser envolvida em papel tipo “Kraft”, ou em filme plástico de polietileno liso ou com bolhas, fechado com fita crepe ou fita adesiva.

A estrutura deve ser envolvida em papelão ondulado ou com filme plástico liso ou com bolhas, fixado com fita plástica adesiva ou fita crepe.

A embalagem deve ser etiquetada e conter os seguintes dados:



  • Nome e código do móvel;

  • Nome e endereço do fornecedor/fabricante;

  • Número e data da fabricação do lote;

  • Garantia do produto em anos.

TRANSPORTE E ARMAZENAMENTO:

Para evitar danos durante o transporte:



  • Manipular cuidadosamente o volume;

  • Utilizar cordas para amarração;

  • Proteger com encerado;

  • A carga deve ser transportada coberta.

O ambiente de armazenamento dos móveis deve ser coberto, ventilado e livre de insolação direta, chuva e infiltração de umidade (formação de poças d´água ou goteiras).

ITEM

QUANTIDADE

DESCRIÇÃO

3

20

CADEIRA PARA DIGITADOR

Cadeira giratória, sem braços. Assento e encosto moldados anatomicamente, em chapa de aço 16 estampado, fosfatizado em epóxi na cor preto, pelo sistema eletrostático e curado em estufa, com parte frontal estofada com espuma de poliuretana flexível expandido, injetado e frio, indeformável, com 30mm de espessura, revestido na parte frontal em tecido 100% poliéster na cor azul, com bordas protetoras do assento e encosto em perfil de PVC semi-rígido na cor preto. Assento e encosto ligados por coluna de aço curvado pneumaticamente, com acabamento em poliestireno injetado sanfonado na cor preto. Encosto flexível, feito através de dobradiça metálica e presilhas de nylon. Base giratória, com tubo central de sustentação em aço tubular de 1,5mm de espessura, com 50,8mm de diâmetro, com capa protetora telescópica tipo guarda-pó em polipropileno, com 03 estágios. Regulagem de altura mecânica e borracha amortecedora de final do curso. Mecanismo de giro feito por rolamento auto-lubrificante. Com uma alavanca sob o assento para regulagem de altura base com 05 hastes em nylon 6 reforçado com fibras de vidro, injetado na cor preto e 05 rodízios de nylon de duplo giro.

EMBALAGEM:

A cadeira deve ser envolta em papel Kraft, ou em filme de plástico de polietileno liso ou com bolhas, fechados com fita crepe ou fita plástica adesiva. A estrutura deve ser envolvida de papelão ondulado com filme plástico isso ou com bolhas, fixados com fita plástica adesiva ou fita crepe.

A embalagem deve ser etiquetada e conter os seguintes dados:

a) nome e código do móvel;

b) nome e endereço do fornecedor / fabricante;

c) número e data da fabricação do lote;



d) garantia do produto, em anos.



Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal