Ano/semestre: 012. Curso: História fase



Baixar 36.88 Kb.
Encontro31.12.2018
Tamanho36.88 Kb.

Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC

Centro de Ciências Humanas e da Educação – FAED




PLANO DE ENSINO




DEPARTAMENTO:


História

ANO/SEMESTRE:

2012.1

CURSO:


História

FASE:

2a

DISCIPLINA:

Teoria da História I

TURNO:

Noturno

CARGA HORÁRIA:

72 h/a

CRÉDITOS:

4

PROFESSOR(A):

Rogério Rosa Rodrigues



1 EMENTA


Discurso sobre o tempo e as temporalidades. Mito, memória e história da Antiguidade Clássica ao advento da modernidade



2 HORÁRIO DAS AULAS

DIA DA SEMANA

HORÁRIO

CRÉDITOS

Quarta-feira

20:50 – 22:30

2

Sexta-feira

20:00 – 21:40

2

3 OBJETIVOS


3.1 OBJETIVO GERAL

Por meio do estudo de textos, discutir as relações entre História e memória, mito e historicidade na Antiguidade e Idade Média ocidental.


3.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Estimular a reflexão sobre a prática histórica e os principais conceitos que configuram o saber historiográfico; em um segundo momento, estudar questões relacionadas à oralidade e escritura e, por fim, problematizar a memória histórica e as relações entre tempo e história.

4 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO



Unidade I – Do nascimento ao batismo de clio

Hartog, François. Evidência da história: o que os historiadores veem. Belo Horizonte: Autêntica, 2011.

HARTOG, François (org.). A história de Homero a Santo Agostinho. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2001 [prefácios das obras de Homero, Heródoto, Tucídides, Polibios, Cícero, Tácito, Luciano, Flavio Josefo, Eusébio de Cesareia e Santo Agostinho).

CARBONELL, Charles-Olivier. La historiografia. México: Fondo de Cultura Económica, 1986 [capítulo II – Nacimento de Clio; capítulo III – La Historia en Roma].

BOURDÉ, Guy e MARTIN, Hervé. As escolas históricas. Lisboa: Euro-América, 1990 [capítulo I e II – A história na Idade Média].

Palestra com Dra. Aline Dias da Silveira, professora de história medieval da UFSC sobre a crônica ibérica e a escrita da história na Idade Média.
Unidade II– Mito e Memória

GAGNEBIN, Jeanne-Marie. Verdade e memória do Passado. In: Lembrar, escrever, esquecer. São Paulo: Ed. 34, 2006, p. 39-47

HALBWACHS, Maurice. A memória coletiva. São Paulo: Centauro, 2004.

PORTELLI, Alessandro. O massacre de Civitella Val Di Chiana. In: FERREIRA, Marieta Moraes e AMADO, Janaína (orgs.). Usos e abusos da história oral. Rio de Janeiro: FGV, 1998. Disponível em: http://www.cholonautas.edu.pe/memoria/portelli1.pdf

POLLAK, Michael. Memória, esquecimento, silêncio. Revista Estudos Históricos. Rio de Janeiro, v.2, n. 3, 1989, p. 3-15. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/reh/article/view/2278/1417

TODOROV, Tzvetan. Memória do mal, tentação do bem. São Paulo: Arx, 2002.

NORA, Pierre. Entre memória e história: a problemática dos lugares. In: Projeto História. São Paulo: n 10, dez,1993, p. 7-28.

Realização da oficina O teatro clássico: a tragédia grega ministrada pela Dra. Luciene Lages, professora de Grego da UFBA
Unidade III – Tempo, temporalidades

PROST, Antoine. Os tempos da História. In: Doze lições sobre a História. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.

BRAUDEL, Fernand. A longa duração. In: História e Ciências Sociais. Lisboa: Editorial Presença, 1986, p. 7-39

POMIAN, Temporalidades.



SCHMIDT, Maria Auxiliadora M. S.; CAINELLI, Marlene. Ensinar história. São Paulo: Scipione, 2004
História e conceitos

FLORESCANO, Enrique. A função social do historiador. Revista Tempo. Niterói, RJ, v. 4, 1997, p. 65-79. Disponível em: http://www.historia.uff.br/tempo/artigos_livres/artg4-4.pdf

Hobsbawm, Eric. O que a história tem a dizer-nos sobre a sociedade contemporânea? In: Sobre história. São Paulo:Companhia das Letras, 1998.

PROST, Antoine. Verdade e função social da história. In: Doze lições sobre a História. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.







5 METODOLOGIA


Aulas expositivas dialogadas, leitura de textos selecionados, discussões e oficinas em sala de aula. Será privilegiada a leitura de textos clássicos da Antiguidade e da Idade Média, particularmente os prefácios das obras de autores como Heródoto, Tucídides, Tácito, Flavio Josefo e Santo Agostinho. Os debates serão mediados por roteiro de leitura elaborado pelo professor e complementados com apresentações em grupo a partir de pesquisa sobre vida e obra do autor estudado e com apresentação de uma leitura complementar com perspectiva crítica da produção do autor.

Palestra com Dra. Aline Dias da Silveira, professora de história medieval da UFSC sobre a crônica ibérica e a escrita da história na Idade Média.

Realização da oficina O teatro clássico: a tragédia grega ministrada pela Dra. Luciene Lages, professora de Grego da UFBA.




6 CRONOGRAMA DAS AULA (opcional)

MÊS

DIAS

Fevereiro

15, 17, 22, 24 e 29

Março

02, 07, 09, 14, 21, 28 e 30

Abril

04, 11, 13, 18, 20,25, 27

Maio

02, 04, 09, 11, 16, 18, 23, 25, 30

Junho

01, 06, 13, 15, 20, 22, 27, 29






7 AVALIAÇÃO


ATIVIDADE

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

PESO

Prova individual sem consulta 1

Pertinência e clareza nas respostas

30%

Prova individual sem consuta 2

Pertinência e clareza nas respostas

30%

Atividades em aula: fichamentos, roteiro leitura e apresentações em grupo.

Participação junto ao grupo, domínio do contéudo, clareza na apresentação das idéias

40%



8 BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR




ARENDT, Hannah. Entre o passado e o futuro. Perspectiva, 1980

ARIÈS, Philippe. O tempo da história. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1989

CARDOSO, Ciro Flamarion. Um historiador fala de teoria e metodologia. Ensaios. Bauru/SP: Edusc, 2005.

CHARTIER, Roger. A história ou a leitura do tempo. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

FONTANA, Josep. A história dos homens. Bauru/SP: Edusc, 2004.

KOSELLECK, Reinhart. Futuro Passado: contribuição à uma semântica dos tempos históricos. Rio de Janeiro: Contraponto, 2006.

LE GOFF, J.História e memória. Campinas: Unicamp, 1994.

POLÍBIOS. História. Brasília: Ed. da UnB, 1985

RICOUER, Paul. A memória, a história, o esquecimento. Campinas: Editora Unicamp, 2007.

TUCIDIDES. História da guerra do Peloponeso. Livro I / Tucídides. São Paulo: Martin Fontes, 1999

VERNANT, Jean-Pierre.Mito e pensamento entre os gregos. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1990



WHITROW, G. J. O tempo na História. Rj: Jorge Zahar, 1993.




Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal