ApresentaçÀo da proposta curricular



Baixar 1.08 Mb.
Página1/10
Encontro03.01.2018
Tamanho1.08 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   10


COLÉGIO ESTADUAL BELA VISTA – ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO

Comunidade de Bela Vista - Distrito de Mato Rico

(42) 3633-1163 - Mato Rico - Paraná
PROPOSTA CURRICULAR ENSINO FUNDAMENTAL E ENSINO MÉDIO




APRESENTAÇÀO DA PROPOSTA CURRICULAR

A presente Proposta destina-se ao Colégio Estadual Bela Vista EFM, distrito de Mato Rico.

De acordo com estudos realizados para a organização da Proposta Pedagógica, este Projeto procurará desenvolver um trabalho voltado para uma realidade já detectada com suas mudanças, renovações e respectivas características.

Portanto, a Proposta Pedagógica Curricular visa um trabalho educacional que abranja diferentes aspectos da educação, respeitando a pluralidade, suas diferentes etnias e a religiosidade de nossos alunos.

Nesse ponto de vista, busca-se que o processo de inclusão educacional seja efetivo, assegurando o direito à igualdade com equidade de oportunidades. Isso não significa um modo igual de educar a todos, mas uma forma de garantir os apoios e serviços especializados para que cada um se desenvolva, respeitando suas singularidades.

Desse modo, ao se considerar a escola como espaço democratizador do conhecimento, a contextualização dos conteúdos e a sua transmissão com garantia de aprendizagem, deve ser primordial no dia a dia da escola e diante de oportunizar os alunos em apreender com significado os conteúdos socialmente construídos, priorizamos assegurar a assimilação dos mesmos visando oportunizar os educandos em interagir na sua realidade social com vistas a transformá-la e efetivar na prática o exercício da cidadania.


CONTEÚDOS POR SÉRIE/ANO

Levando-se em conta a realidade do seu público alvo, e as exigências da sociedade atual que requer um ser pensante, crítico e capaz de se adequar à realidade, transformando-a de forma a proporcionar melhor qualidade de vida, os conteúdos programáticos serão desenvolvidos sempre contemplando a contextualização e seguindo os direcionamentos propostos pelas Diretrizes Curriculares Estaduais do Paraná. Sendo assim, para elaborarmos a presente Proposta Pedagógica Curricular, tomamos como parâmetros o Regimento Escolar, o Projeto Político- Pedagógico do Colégio Estadual Bela Vista- EFM, contemplando a diversidade cultural, história e cultura afro-brasileira, cultura e história dos povos indígenas e educação ambiental.


PROPOSTA PEDAGÓGICA DA DISCIPLINA DE ARTE
APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA
O enfoque dado ao ensino de Arte funda-se nos nexos históricos entre arte e sociedade. Nesse sentido, são abordadas as concepções arte como ideologia, arte como forma de conhecimento e arte como trabalho criador.

A educação, no Brasil, é resultado de um processo histórico que teve origem na colonização do país. Nessa época, o ensino de Arte utilizado pelos jesuítas da Companhia de Jesus no Brasil tinha como função atrair, para os padrões de comportamento estabelecidos pela Igreja Católica, os grupos de origem portuguesa, africana e indígena. Cite-se, como exemplo, o fato dos jesuítas não considerarem como importante a própria música cantada pelos nativos e, por isso, lhes ensinavam o canto gregoriano e outros cantos religiosos. O trabalho com teatro era realizado a partir de peças trazidas da Europa e somente mais tarde é que foram exploradas as formas primitivas de teatro popular (PARANÁ, 2008). Neste sentido, a Arte servia pedagogicamente aos propósitos dos jesuítas, que era auxiliar na catequização.

Com a vinda da Família Real ao Brasil inicia-se um período de mudanças culturais. Chega ao Brasil, por volta de 1816, um grupo de artistas que ficou conhecido como “Missão Artística Francesa”. Esse grupo influenciou pintores brasileiros a seguirem as concepções de arte dentro do estilo neoclássico (PARANÁ,2008).

Na década de 70, o ensino da Arte teve uma importante vitória, tendo sido introduzida como disciplina nos currículos da Educação Básica pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, a LDB n°. 5692/71. A disciplina foi denominada Educação Artística e era tratada mais como atividade do que como disciplina propriamente dita.

No Paraná, houve reflexos desses vários processos pelos quais passou o ensino da Arte, assim como no final do século XIX, com a chegada dos imigrantes e,entre eles, artistas, vieram novas ideias e experiências culturais diversas, como a aplicação da Arte aos meios produtivos e o estudo sobre a importância da Arte para o desenvolvimento da sociedade. As características da nova sociedade em formação e a necessária valorização da realidade local estimularam movimentos a favor da Arte se tornar disciplina escolar.



Assim, a manifestação da capacidade humana criadora, no ensino da Arte deve interferir e expandir os sentidos, a visão de mundo, aguçar o espírito crítico, para que o aluno possa situar-se como sujeito de sua realidade histórica.

Os conteúdos abordados no ensino de Arte e Artes, são consequências de diferentes momentos históricos, pelo qual, a sociedade vem passando no decorrer da História, suas relações sócio-culturais, econômicas e políticas.

A Arte também pode estar ligada à ética, à política, à religião, à ideologia, ser utilitária ou mágica e transformar-se em mercadoria ou meramente proporcionar prazer.

Em Arte a prática pedagógica contemplará as quatro áreas:

• Música;

• Artes visuais;

• Dança;

• Teatro.

Arte na Educação enfatiza: a arte como cultura e a arte como linguagem. Dessa forma o aluno de ensino fundamental e médio, terá acesso ao conhecimento, tendo como objeto de estudo conhecimentos artísticos, estéticos e contextualizadores, servindo como embasamento para as reflexões sobre a diversidade cultural e as produções e manifestações culturais que dela decorrem, sendo a escola um espaço democrático para o aluno refletir e discutir a realidade, de modo que a prática social seja o ponto de partida para as problematizações do cotidiano.
OBJETIVO GERAL:

Oportunizar o aluno com um conjunto de saberes em Arte que permitam compreensão das diversas manifestações culturais, possibilitando ao educando a leitura e a interpretação das produções/ manifestações, a elaboração de trabalhos artísticos e o estabelecimento de relações entre esses conhecimentos e o seu dia-a-dia, possibilitando-lhes um novo olhar, um ouvir mais crítico,um interpretar da realidade das aparências, com a criação de uma nova realidade, bem como, a ampliação das possibilidades de fruição. Formando e ampliando os sentidos necessários à compreensão da Arte no conhecimento de diferentes formas artísticas de interpretar e expressar a realidade humana e no desenvolvimento de atividades de produção e apreciação artística.




METODOLOGIA DA DISCIPLINA

As aulas de Arte, podem se dar através de reflexões sobre a diversidade cultural e as produções/manifestações culturais, também como, um espaço no qual, se reflete e se discute a realidade, propiciando aos alunos, identificar-se como sujeitos críticos e participantes da sociedade em que estão inseridos.

Ampliar a visão de mundo e compreender as diversas realidades culturais, serão utilizados recursos como: obras de arte, vídeos, TV multimídia, cds, transparências, visitas a museu, exposições, materiais artísticos diversos.

A seleção dos conteúdos poderá partir dos repertórios dos alunos, estabelecendo relações com os conteúdos presentes nas produções/manifestações/locais/regionais/globais das diversas linguagens artísticas, contemplando três momentos:

- Teorizar: fundamenta e possibilita ao aluno que perceba e aproprie a obra artística, bem como, desenvolva um trabalho artístico para formar conceitos artísticos.

- Sentir e perceber: são as formas de apreciação, fruição, leitura e acesso à obra de arte.

- Trabalho artístico: é a prática criativa, o exercício com os elementos que compõe uma obra de arte.

De modo a formar no aluno os conceitos artísticos, que poderão ser trabalhados simultaneamente ou individualmente.

Neste sentido, o trabalho na 5° série é direcionado para a estrutura e organização da Arte em suas origens e outros períodos históricos; nas séries seguintes prossegue o aprofundamento dos conteúdos, sendo que na 6° série é importante relacionar o conhecimento com formas artísticas populares e o cotidiano do aluno; na 7° série o trabalho poderá enfocar o significado da arte na sociedade contemporânea e em outras épocas, abordando a mídia e os recursos tecnológicos na arte; na 8° série, tendo em vista o caráter criativo da arte, a ênfase é na arte como ideologia e fator de transformação social. No Ensino Médio é proposto uma retomada dos conteúdos de 5° a 8° série e aprofundamento destes e outros conteúdos de acordo com a experiência escolar e cultural dos alunos do Ensino Médio.




  1   2   3   4   5   6   7   8   9   10


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal