Ata de reunião do comitê de métodos, especificaçÕes e erros máximos



Baixar 16.9 Kb.
Encontro20.05.2018
Tamanho16.9 Kb.


ATA DE REUNIÃO DO COMITÊ DE MÉTODOS,

ESPECIFICAÇÕES E ERROS MÁXIMOS







Identificação da Reunião Página: 01/02


Número/Ano: 02/2004
Data: 27 e 28.07.2004

Início: 9h
Término: 16h30min / 12h

Local: INMETRO/Xerém – Prédio 11 – Sala de Reunião da Dimel



Presentes



Anilson Jardelino de Souza Conteratto – Inmetro-RS

Joetis Martins Peixoto – Super-GO

Terenzio Pepe – Dimel/Disma

Franz Fernandes de Oliveira – Ipem-MG




Assuntos Tratados


1. Instrumentos de pesagem não automáticos com identificação em local de difícil acesso e Plano de selagem em local restrito
Objetivo: Definir um local de fácil acesso e que melhor proteja a identificação e selagem dos IPNAs.
Justificativa: Evitar manuseio desnecessário e prejudicial ao IPNA e facilitar a identificação. Alguns IPNAs prevêem o lacre embaixo da plataforma o que dificulta a execução da selagem e possibilita desregulagem e desnivelamento do instrumento - Ex.: Gehaka, Filizola e Urano. A placa de identificação está fixada embaixo do instrumento - Ex.: Gehaka.
Propostas:

1. Não aprovar modelos com previsão de selagem embaixo da plataforma.

2. Sugerimos que a selagem seja lateral ou sob o prato.

3. Sugerimos que na aprovação de modelo seja previsto um local para fixação da marca de verificação.

4. Determinar ao fabricante a adequação ao regulamento e à portaria de aprovação de modelo.

5. Qualquer irregularidade constatada nas verificações inicial ou subseqüentes deverá ser comunicada à Dimel para as providências cabíveis.


2. Identificação do número de série em caráter permanente. Exemplo: Balanças Urano – modelos US 15kg/5g e US 25kg/5g, com identificação em papel
Objetivo: Adotar medidas para que a identificação das características seja permanente.
Proposta: Levantar os fabricantes que usam papel para identificação e adotar providências para sanar o problema.



Página: 02/02


3. Em face das dificuldades de utilização de vias de ensaio de comando linear de taxímetros, adotar sistema de roletes fixos (que atendam os ditames de erros máximos permitidos conforme legislação vigente) que permita os ensaio taximétricos
Objetivo: Definir um novo método para verificação de taxímetros, substituindo a pista física.
Justificativa: Não existe disponibilidade de vias com dimensões e segurança necessárias para a execução das verificações
Propostas: 1. Utilização de um conjunto de rolos que simula um deslocamento dentro de especificações definidas pela legislação.

2. Sugerimos alteração na NORMA NIE-009 inserindo método de verificação executada pelo sistema de roletes.


Nota: Existe um conjunto em funcionamento no IBAMETRO, no IPEM-PR e um conjunto em fase de teste no Inmetro-RS.

4. Verificação de Instrumentos Medidores de Velocidade
Objetivos: Programar inspeções sistemáticas em medidores de velocidade.
Justificativa: Monitorar o uso dos instrumentos identificando se existe manutenção sem comunicação ao órgão metrológico.
Propostas: 1. A execução de inspeção deve seguir a uma programação da diretoria do órgão no estado.

2. Sugerimos que a DIMEL elabore e execute um programa anual de exame de conformidade ao modelo.


Nota: Este assunto não precisa ser tratado no comitê.
Comentários na plenária:
Sugeriu-se que a Dimel emita orientação para o arredondamento dos resultados da verificação de medidores de velocidade, pois os órgão não estão tendo procedimento uniforme na elaboração dos Laudos de Exame.



Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal