Bingo beneficente celebra aniversário do padre Pedro Rubens



Baixar 56.19 Kb.
Encontro09.08.2018
Tamanho56.19 Kb.

Recife, 25 de setembro de 2008 Ano 7
Católica tem novo Pró-reitor Comunitário

Por Daniel França
E:\Redacao_Assecom\Fotos_Assecom\Fotos_Assecom_2008\SETEMBRO 2008\Novo Pró-reitor Comunitário Pe. Miguel/ DSCF1747.JPG
A partir desta sexta-feira (26), a Universidade Católica de Pernambuco conta com um novo Pró-reitor Comunitário. Quem assume o cargo é o Padre Miguel Oliveira Martins Filho, de 48 anos. Ele chegou há pouco mais de dois meses de Salvador onde, nos últimos oito anos, fez parte da diretoria do Colégio Antônio Vieira e exerceu a função de Superior da Comunidade Jesuíta da instituição baiana. Além da Procom, o Padre Miguel também ficará à frente da residência dos jesuítas aqui no Recife.
Nascido na cidade de Paulistana, divisa do Sertão do Piauí com Pernambuco, o Padre Miguel tem 15 irmãos. Ele entrou para a Companhia de Jesus em 1982 e, doze anos mais tarde, foi ordenado. Formou-se em Letras pela Universidade Federal do Piauí (1985) e em Filosofia e Teologia pela Faculdade dos Jesuítas (FAJ), em Belo Horizonte (1988). Atualmente, está concluindo a especialização em Estudos Literários pela Universidade Federal da Bahia com trabalho de conclusão de curso sobre a escritora mineira Adélia Prado.
O Padre Miguel conciliará a Pró-reitoria com outras atividades. Ele será o responsável pelo santuário de Nossa Senhora de Fátima do Complexo Nóbrega; continuará sendo editor da Presente!, revista de educação do Centro de Estudos e Assessoria Pedagógica dos Jesuítas (Ceap); e consultor da Província Brasil Nordeste. Ele destaca o seu interesse pelo social, pelo esporte e pela educação. Valores que ficaram ainda mais presentes no seu perfil quando foi diretor do Centro Inaciano de Espiritualidade (2000-2003).
Sobre a sua futura gestão na Católica, o novo Pró-reitor garante que a perspectiva é bastante promissora. “Sempre vi a Unicap dialogando com a comunidade na qual está inserida. Vamos investir ainda mais em cultura, dando mais visibilidade e consistência aos nossos projetos, com base nos valores inacianos, cristãos”, afirma. A relação do Padre Miguel com a Católica vem de muitos anos, mais precisamente entre os anos de 1997 e 2000, quando era professor de Literatura e diretor Acadêmico do Juniorado de João Pessoa, o centro de formação acadêmica dos jesuítas. “Foi aí que conheci a professora Fátima (Breckenfeld). Eu enviava jesuítas para participar dos cursos do Univerão”, relembra.

Professora Fátima Breckenfeld comemora 30 anos de Católica

Por Daniel França
E:\Redacao_Assecom\Fotos_Assecom\Fotos_Assecom_2008\SETEMBRO 2008\Fotos Fátima Breckenfeld/ DSCF1866.JPG
A história da Universidade Católica de Pernambuco nos últimos 30 anos se confunde com a vida profissional da professora Fátima Breckenfeld. E se depender do entusiasmo dela, esta trajetória está bem longe do fim. A professora Fátima está deixando a Pró-reitoria Comunitária para se dedicar exclusivamente à Coordenação do 1º Ciclo. O novo local de trabalho já é bem familiar. Foi neste setor que ela ampliou a sua presença nas salas de aula da Unicap, ensinando a disciplina de Introdução à Economia em 1986.
Mas a relação entre a professora Fátima e a Católica teve início oito anos antes, em abril de 1978, quando ela começou a lecionar nos cursos de Química e Engenharia Civil. “Eu era conhecida como a professora da ‘batinha’ cor-de-rosa”, relembra ela ao mencionar que, naquela época, a presença das mulheres nessas áreas era bem pequena.
Formada em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Pernambuco e pós-graduada em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas, a professora Fátima atuou como coordenadora e professora de matemática do Colégio Santa Maria até 1985, quando passou a se dedicar exclusivamente à Católica. No ano seguinte, ela começou a ensinar também nas turmas dos cursos de Economia e Administração.
A ascensão vitoriosa teve um novo impulso com a nomeação para a assessoria do então Departamento de Economia e Administração (DEA), em agosto de 1987. O seu desempenho foi reconhecido com outro convite: desta vez, o desafio era atuar na assessoria da Pró-reitoria Acadêmica (Prac), ao lado do então Pró-reitor Erhard Cholewa. A idéia era estimular as ações na área de Extensão. “Este foi o momento em que a Universidade começou a se abrir para a sociedade, realizando vários encontros internacionais sobre Mercosul e América Latina. Ganhei uma grande experiência no planejamento e execução de eventos, além de ter feito ótimos contatos”.
Para a professora Fátima, um dos acontecimentos mais marcantes desta fase foi o Fórum Mundial dos Decanos de Administração das Universidades Jesuítas, que teve a sua primeira edição realizada na Unicap em 1994. “Lembro de um belo espetáculo da Coordenação Geral Comunitária, que reuniu todos os grupos artísticos da Universidade. A apresentação foi muito elogiada”, comenta. Dois anos depois, em julho de 1996, a professora Fátima se tornou a Vice-presidente da Internacional Association of Jesuit Business.
Mas o maior desafio estava por vir. Depois de passar pela Coordenação Geral de Extensão, a professora Fátima assumiu a Pró-reitoria Comunitária (Procom), em caráter temporário, em setembro de 1996. Ela mal podia imaginar que seria efetivada com sucessivos mandatos renovados pelos próximos doze anos. À frente da Procom, ela desempenhou várias atividades. Em janeiro de 2002, passou a integrar a diretoria do Fórum Nacional de Extensão e Ação Comunitária das Universidades e Instituições de Ensino Superior Comunitárias, com representação na Câmara Nordeste.
Ao fazer um balanço da gestão na Procom, a professora Fátima Breckenfeld elege dois projetos como suas “maiores paixões”: o Unicriança e o Unicap para a Terceira Idade. O primeiro era uma colônia de férias para os filhos de professores e funcionários. As brincadeiras aconteciam no campus, sempre no mês de janeiro. O segundo trazia para a Católica, os maiores de 65 anos. “A integração com os alunos, a intergeracionalidade em busca de melhor qualidade de vida me deixavam muito feliz”. O destino lhe reservou uma outra surpresa. O fim dos trabalhos na Procom está sendo marcado justamente pela Jornada da Terceira Idade, que traz, num formato diferente, a mesma proposta do projeto anterior.
Nascida na cidade de Fafe, ao norte de Portugal, a professora Fátima Breckenfeld é filha de uma dona-de-casa brasileira, Albertina Isabel Pinto Bastos, e do industriário lusitano José Pereira da Rocha. A família chegou ao Brasil em 1950, quando ela tinha apenas cinco anos de idade, e foi morar no estado do Paraná. A menina que sonhava em ser engenheira se tornou a mãe de Hermano e Eduardo e se realizou na sala de aula. “Estou encerrando esta etapa da minha vida com uma paz muito grande. Saio daqui (da Procom) com mais aprendizado, mais terna, mais compreensiva com as coisas do mundo e, principalmente, agradecida”.

Capes aprova primeiro Doutorado da Católica

Por Anne Mendes
Às vésperas de completar 57 anos de fundação, a Universidade Católica de Pernambuco recebeu uma grande notícia: a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior do Ministério da Educação (Capes/ MEC) aprovou a criação do Doutorado em Psicologia Clínica, o primeiro da Unicap.
A coordenadora do Mestrado em Psicologia da Católica, professora Cristina Amazonas comemorou a aprovação. “A aprovação tem um grande significado para a Católica, além de preservar a condição de Universidade, comprovamos a qualidade de nosso programa de pós-graduação.”
Entre os fatores de aprovação está o conceito 4 do Mestrado em Psicologia Clínica, o primeiro e único curso do Nordeste nessa área, conquistado em avaliação no ano de 2006/2007. “Provavelmente, o nosso bom conceito colaborou para a aprovação. Resultados positivos como esse funcionam também como impulso e incentivo aos demais mestrados para que eles alcancem esse alto nível de reconhecimento”, ressaltou.
A decisão da Capes será oficializada dentro de alguns dias, quando acontecer a divulgação em sua página na Internet. Os interessados em fazer parte do Doutorado ainda terão que aguardar um pouco. O processo seletivo para a primeira turma deverá acontecer no primeiro ou segundo semestre do próximo ano. A professora Cristina adiantou que serão três as linhas de pesquisas: “Psicopatologia fundamental e psicanálise”; “Família e interação social” e “Práticas psicológicas em instituições”.

Conversando sobre arquitetura” é tema de palestra na Católica



Por Lucélia Brito
Dentro do programa de palestras mensais do curso de Arquitetura, a Católica realiza nesta sexta-feira, às 9h30, um evento no auditório G4, com a participação do arquiteto e professor José Luís da Mota Menezes. A palestra tem como tema “Conversando sobre Arquitetura” e fala sobre a arquitetura desde a antiguidade até os dias de hoje.
Professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) no Programa de Pós-Graduação em Arqueologia e Conservação do Patrimônio, José Luiz da Mota Menezes tem vários livros publicados no Brasil e no exterior, entre eles se destaca o Atlas Histórico e Cartográfico do Recife. Além disso, ele é especialista na história arquitetônica do Recife e vice-presidente do Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico Pernambucano.

Coral de crianças se apresenta no encerramento da Jornada da Terceira Idade

Por Anne Mendes


COM FOTOS

E:\Redacao_Assecom\Fotos_Assecom\Fotos_Assecom_2008\SETEMBRO 2008\APRES. CORAL JORNADA
No último dia de atividades da Jornada da Terceira Idade, quinta-feira (25), a Católica recebeu uma visita especial. As 15 crianças do Coral Dom da Paz, que também são alunos da Escola Municipal Dom Helder Câmara, realizaram uma apresentação na tarde de hoje.
Embalados pelos ritmos do forró, xote e maracatu, eles cantaram grandes sucessos, como Asa Branca e Leão do Norte, e composições próprias, que traziam a natureza e o meio ambiente como temática. “Desenvolvemos um trabalho pautado na interação social, algo que além de entreter as crianças, desenvolve sua criatividade e estímulo para o estudo. Representamos uma oportunidade para esses meninos”, explicou o professor de música e regente do Coral, Ephren Ross.
Sobre a apresentação do grupo na Católica, Ephren afirmou ser um momento histórico, pois além de ser a primeira vez que estavam num campus acadêmico, foi uma oportunidade de mostrar a eles que quando se amadurece pode-se continuar ativo.
O trabalho já é desenvolvido com os alunos há seis anos e colhe bons frutos. As crianças participaram da gravação de um CD e já se apresentaram em vários eventos.
Durante a noite, o encerramento da Jornada da Terceira Idade ainda teve uma celebração eucarística, realizada pelo Padre Antônio Mota, na Capela da Unicap. Idosos que participaram dos eventos durante a semana estiveram presentes na missa.

Católica prepara a Semana Estadual de Ciência e Tecnologia

Por Jaime Mitchell
COM FOTOS

E:\Redacao_Assecom\Fotos_Assecom\Fotos_Assecom_2008\SETEMBRO 2008\Reunião sobre Semana Estadual de Ciência e Tecnologia


A Unicap vai sediar a Semana Estadual de Ciência e Tecnologia. Na manhã desta quinta-feira (25) na sala 203 do bloco G, houve uma reunião entre os organizadores do evento, o professor do curso de História Luiz Carlos Marques, a professora do curso de Biologia Maria do Carmo Costa e alunos dos cursos de História, Biologia, Física, Informática e Jornalismo, que estão os envolvidos na Semana.
A Semana Estadual de Ciência e Tecnologia está prevista para acontecer de 20 a 24 de outubro. A Semana faz parte da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia que envolve várias cidades, e tem como tema “Evolução e Diversidade”. A Unicap, que é o pólo da Semana Nacional no Recife, vai montar o Túnel da Evolução, que começa com o Big Bang e termina na Tecnologia Moderna. “É a primeira vez que está sendo feito um evento envolvendo várias áreas diferentes”, ressaltou o professor Luiz Carlos Marques.
O professor Francisco Luiz dos Santos, do curso de Física e da Asseplan, também está na organização.


Conferência aborda religião na mídia


Por Cecília Pinho
(COM FOTO)

\\Assecom3\ra\Fotos_Assecom\Fotos_Assecom_2008\SETEMBRO 2008\RELIGIAO NA MIDIA


Nesta quarta-feira (24), a Católica recebeu a visita do professor e mestre em Comunicação Lauro Teixeira, gerente de programação da TV Aparecida (São Paulo), para participar da conferência Religião na mídia televisiva: uma experiência de TV Católica. O evento teve a colaboração do debatedor Padre Hugo Ara, assessor de cultura da Católica, e do mediador prof. dr. Alexandre Figueiroa, do curso de Jornalismo.
Inicialmente, Lauro Teixeira fez um panorama sobre a TV Aparecida, criada há três anos, e falou de sua atuação em todo o país, em 12 estados, atingindo cerca de 90 milhões de pessoas. A estrutura técnica e o quadro profissional também foram pautas do professor, inclusive a administração da televisão que fica a cargo de cinco padres.
“Educação, entretenimento e fé, esses são os três pilares da programação da TV Aparecida. O conteúdo não é somente religioso, é uma grade generalista que pretende ter boa programação e a estratégia é ter todo tipo de público”, afirmou o gerente de programação sobre o conteúdo contemplar vários segmentos. A grade contém 50% de conteúdo religioso e 50% entre educativo e entretenimento.
Programas religiosos se misturam com programas infantis, para a terceira idade, educativos, jornalismo, musicais, debates, filmes, enfim, há uma verdadeira fusão, que na opinião de Lauro Teixeira é uma forma inteligente de “passar o conteúdo que as pessoas querem ver e estão acostumadas a procurarem em uma TV comum e junto repassar o conteúdo religioso que a emissora deseja que elas absorvam”.
Os programas religiosos recebem uma grande atenção de produção para atrair os telespectadores. “A gente produz uma missa como um programa comum, sem descaracterizar, tratando de uma forma interessante, para que quem está em casa tenha o prazer de assistir”, afirmou.
O Padre Hugo Ara entrou no debate elogiando a forma como a TV Aparecida veicula seu conteúdo, mas ressaltou a dificuldade das emissoras religiosas conseguirem um bom resultado ao transmitirem uma missa, por exemplo. Segundo o Padre “é um desafio. É muito importante que haja uma cooperativa e não somente um religioso à frente da emissora como costumava acontecer, mas os programas precisam ser desenvolvidos e pensados não só pelos mediadores como também pelos teólogos”.
O professor Lauro concordou com o Padre Hugo afirmando o diferencial da TV Aparecida em relação às outras emissoras religiosas. “A programação é muito parecida com a de emissoras comuns. A gente não tem parâmetro de linguagem nas emissoras católicas, para fazer TV a gente olha para quem sabe fazer TV no Brasil”.
A concessão da TV Aparecida é educativa sem fins lucrativos. Essa foi uma das questões surgidas da platéia, solicitando que o professor explicasse a relação com a publicidade, que não há na programação, por isso a TV recebe apoio cultural para manter-se no ar. Outra questão levantada foi a censura a alguns temas nos noticiários e cenas de filmes. “Nessa de falar de tudo a gente tem que selecionar bem o que dizer, temos que lapidar o conteúdo. Falamos de tudo impondo os limites que consideramos necessários. Tentamos agradar aos troianos também”, explicou o professor.

Circuito Literário chega ao fim

Por Lucélia Brito
Na última quarta-feira (24), chegou ao fim o Circuito Literário da Universidade Católica de Pernambuco. O evento teve a participação do poeta Miró, o homenageado da noite.
O Circuito Literário teve início com o professor Janilto Andrade falando da Universidade como um espaço para a sistematização do conhecimento. Ele lembrou o histórico da poesia marginal em Pernambuco e questionou o por quê de poetas como Miró não serem incluídos nos livros de literatura.
Em seguida, a ex-aluna da Católica Janaína Gonçalves Santos, apresentou um artigo científico feito para a conclusão da sua especialização em Língua Portuguesa II, na Unicap. Ela discutiu a literatura marginal em diversos aspectos, como estética, temática, forma e linguagem. Segundo ela, “Miro não é um poeta marginal. Ele é um poeta. A literatura é que é marginal”.
Miró deu um verdadeiro espetáculo durante o evento, com performances nas quais recitou diversos poemas. Ele falou sobre a poesia marginal dos anos 70, mostrando as diferenças com relação a seu trabalho. “Sou um cronista urbano com a imagem de um poeta”, afirmou.


Alunos aprendem cidadania com a repórter Bianka Carvalho


Por Vanessa Cortez
(COM FOTO)

\\Assecom3\ra\Fotos_Assecom\Fotos_Assecom_2008\SETEMBRO 2008\Bianka Carvalho
De forma descontraída e animada, mas com um propósito sério, nesta quarta-feira (24), a jornalista da TV Globo Bianka Carvalho foi a convidada para debater com os alunos do 6º período de jornalismo sobre cidadania na televisão.
O convite foi feito pela professora Ana Veloso, que ministra nesta turma a disciplina de "Comunicação e Cidadania". Jornalista há 14 anos, Bianka falou sobre o papel do repórter, e destacou que apesar de muitas vezes o jornalista precisar fazer matérias de interesse da emissora, também faz matérias muito gratificantes e de caráter comunitário, que vêm atender o público de maneira geral.
A jornalista exibiu 3 reportagens para ilustrar a conversa e frisou a importância de o profissional ter a sensibilidade e saber o que está fazendo e o porque que está fazendo. "Se eu não for direta e extremamente clara, então estou falhando na minha cidadania na medida em que eu nivelo o telespectador por cima. Cidadania também é ser simples e claro", concluiu.

Família e interação social será tema de seminário na Católica

Por Anne Mendes
Na próxima quinta-feira (2) o Mestrado em Psicologia Clínica da Católica promoverá o seminário “Produção Científica em Psicologia”. Das 8h às 12h e das 14h às 18h, até o dia 3 de outubro, na sala 002, do bloco G4 (atrás do Unibanco), os alunos do mestrado terão um encontro marcado com a Prof ª Drª da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRS) Silvia Helena Koller. A família e a interação social será o tema do seminário, que é aberto à participação do público.
Informações: (81) 2119.4399


Católica sedia IV Mostra de Arte e Cultura Previdenciária

Entre os dias 30 de setembro e 10 de outubro, a Católica sedia a IV Mostra de Arte e Cultura Previdenciária. A programação terá artes visuais, música, cinema, teatro, dança, literatura e conferências. O evento é aberto ao público e será realizado sempre das 16h às 22h. Mais informações pelo site www.cppeweb.org.br.




Madrigal fará apresentações em comemoração ao aniversário da Católica


Por Anne Mendes
A Católica vai completar 57 anos de fundação em 27 de setembro e, para celebrar a data, o Madrigal Marlos Nobre fará apresentação especial neste sábado, dia 27, na Igreja São Pedro Mártir, em Olinda. O recital “Tributo à Maria, Mãe do Salvador” trará desde clássicos da época da renascença até o romantismo. A regência fica a cargo do Irmão Lindbergh Pires, responsável pelo coral. Cornelius Verdom CK, Bona Ventura Somma; Antoni Tvorak e Rossini serão alguns dos autores interpretados.
Começa nesta sexta-feira curso de Catequese Bíblico-Simbólica

Por Cecília Pinho
Durante os próximos dois meses, o Pe. Cláudio Sartori, ex-professor da Universidade Católica de Pernambuco, estará ministrando o Curso de Catequese Bíblico-Simbólica. As aulas estão marcadas para as sextas-feiras, no período de 26 de setembro a 28 de novembro, no auditório CTCH da Católica. O curso se divide em módulo I (14h-16h) e II (16h-18h), cada um com 20 horas/aula. O objetivo é promover um retorno à Bíblia como livro fundamental da catequese e atualizar a metodologia de leitura dos padres da igreja. O público-alvo são animadores de catequese de comunidades e paróquias e os demais interessados. Outras informações pelo telefone 2119.4171.

Pesquisadores e acadêmicos podem se inscrever ao Prêmio Bolsa Família


Com informações da Assessoria de Comunicação do Ministério do Desenvolvimento Social
Dia 27 de outubro é o prazo final para inscrições ao 1º Prêmio Nacional de Estudos sobre o Bolsa Família e à 1º Mostra Nacional de Estudos sobre o Bolsa Família, ambos promovidos pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e destinados a trabalhos de especialistas, acadêmicos, pesquisadores e estudiosos que tenham como foco o programa de transferência de renda do governo federal. No caso do prêmio, os trabalhos inscritos devem ser inéditos, mas a mostra permitirá a inclusão de trabalhos que já tenham sido apresentados.
As regras foram publicadas em edital, disponível na página do MDS – www.mds.gov.br. Podem ser inscritos trabalhos em português e espanhol, pelo endereço eletrônico: estudospbf@mds.gov.br. Os autores dos 10 melhores trabalhos apresentarão seus temas num evento que será realizado nos dias 24 e 25 de novembro, em Brasília (DF). Os três melhores avaliados participarão de missões internacionais para conhecer programas de transferência de renda no México, Chile e Colômbia
O MDS realiza o prêmio e a mostra nacional de estudos em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), o Centro Internacional de Pobreza (IPC), o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), o Banco Mundial e a Caixa Econômica Federal.

Boas Práticas – O 1º Prêmio e a 1º Mostra Nacional de Estudos sobre o Bolsa Família ocorrem simultaneamente ao Prêmio de Práticas Inovadoras de Gestão do programa, que surgiu para identificar e reunir as contribuições positivas que Estados e municípios dão à gestão do Bolsa Família.

Ao todo, o MDS recebeu 600 propostas válidas (as inscrições se encerraram na última sexta-feira – 19). A categoria com o maior número de proposições é a de articulação de programas complementares, com cerca de um terço das inscrições. Os Estados com o maior número de iniciativas enviadas por municípios foram Minas Gerais, com 132 ações, Rio Grande do Sul, com 73 propostas, e São Paulo, com 67. Das 28 práticas estaduais, quatro foram inscritas pelo Acre. Os Estados de Alagoas, Pará e Bahia apresentaram três práticas, cada.

Atualmente, já existem mais de 160 práticas publicadas e disponíveis para acesso público no Observatório de Boas Práticas do Bolsa Família (http://www.mds.gov.br/bolsafamilia/observatorio).

O Observatório é um espaço virtual para identificação e reunião de experiências na gestão do programa, e ter a prática publicada nele é condição essencial para concorrer ao prêmio. Nem todas as iniciativas recebidas pela Secretaria Nacional de Renda de Cidadania (SENARC), área do MDS responsável pelo prêmio, entrarão no páreo. Depois de passarem por análise, elas serão classificadas como regulares, boas ou muito boas. Apenas as boas e muito boas serão publicadas no Observatório e, conseqüentemente, consideradas concorrentes.

Os 27 vencedores (20 municipais e sete estaduais) - que participarão de missões internacionais para conhecer programas de transferência de renda no México, Chile e Colômbia - serão anunciados nos dias 24 e 25 de novembro, num evento em Brasília (DF), quando também serão conhecidos os vencedores do 1º Prêmio e da 1º Mostra Nacional de Estudos sobre o Bolsa Família.

Católica promove Projeto Jovens Aprendizes em parceria com ONG


Por Cecília Pinho
Em parceria com a ONG Umbu-Ganzá, a Universidade Católica de Pernambuco, através da Coordenação Geral de Extensão, realiza a partir de outubro o Projeto de Formação de Jovens Aprendizes. A qualificação profissional é o principal objetivo do projeto que vai atender a 50 jovens, entre 18 e 24 anos, das comunidades de Entra a Pulso, Pina e Rio Doce.
Durante 12 meses, de outubro de 2008 a setembro de 2009, os jovens irão participar do curso em Técnica Administrativa em Serviços de Saúde. Assim, o conteúdo envolve amplamente as áreas de português, matemática, informática, administração, direito, serviço social e biologia, em aulas ministradas no campus da Católica por professores da Universidade e estudantes exercendo uma espécie de monitoria.
Além de contribuir com o aumento do nível de escolaridade e a inserção no mercado de trabalho, a iniciativa vai estimular a participação social e política dos jovens de baixa renda, já que promove uma formação cidadã, fortalecendo a inclusão social. Os participantes selecionados para o Projeto Jovens Aprendizes estão devidamente matriculados na rede pública de ensino ou já concluíram o ensino médio.

Mestrado em Direito irá promover palestra com professor francês
O Mestrado em Direito da Católica irá promover, no dia 2 de outubro, às 14h30, no anfiteatro do bloco G4, palestra com o professor Alioune Badara Fall, titular da Universidade Montesquieu Bordeaux 4. Ele irá falar sobre “Os Direitos Fundamentais em uma Perspectiva Européia”. O evento é aberto à comunidade acadêmica.

Católica promove palestra sobre cidadania para comunidade de Santo Amaro

Por Cecília Pinho
No dia 30 de setembro, o Núcleo de Prática Jurídica da Universidade Católica de Pernambuco, promove uma palestra sobre cidadania, voltada para as pessoas da terceira idade da comunidade de Santo Amaro. A intenção é esclarecer os direitos do cidadão previstos na Constituição Federal de 1988, no Estatuto do Idoso e no Código de Defesa do Consumidor. Os participantes vão poder aprender mais sobre as leis brasileiras através de exemplos práticos e socializar o conhecimento com os demais. A professora Maura Gomes de Souza vai falar sobre o tema junto com alunos do curso de Direito da Católica. A palestra será das 14h às 16h, no Salão Paroquial da Igreja São Sebastião, na Avenida Norte, 1153, Santo Amaro.

Abertas inscrições para minicurso de Cuidadores de Idosos


Por Cecília Pinho
De 6 a 17 de outubro, a Católica irá promover o minicurso ‘Cuidadores de Idosos’. É uma oportunidade de estudantes, parentes e cuidadores de idosos aprenderem a lidar com todos os aspectos do envelhecimento, seja saudável ou com disfunções.
O conteúdo é multidisciplinar e reúne profissionais das áreas de Terapia Ocupacional, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Psicologia, Nutrição e Geriatria. As aulas vão abordar os cuidados básicos para prevenção de quedas, a nutrição nos idosos, cuidados em relação ao manuseio dos dependentes funcionais, adequação postural dos que dependem de cadeira de rodas, crises convulsivas, alterações comportamentais e declínio cognitivo.

Com orientação das diversas áreas, os assuntos serão abordados de forma prática. Para a coordenadora do minicurso e professora de Terapia Ocupacional da Católica, Ana Luíza Rodrigues, esse é o diferencial das aulas. “O diferencial desse curso é que vão estar presentes profissionais de todas as áreas que cuidam do idoso, e são profissionais de longa data. O participante vai sair com uma boa noção de tudo, tanto da parte prática como da teórica”.


Com carga horária de 30 horas, o minicurso será ministrado de segunda a sexta, das 18h30 às 21h30. Estão abertas 30 vagas e o investimento é de R$ 110. As inscrições podem ser feitas até o dia 3 de outubro, na Coordenação Geral de Extensão, na sala 302 do bloco G4.


Católica vai sediar o I Congresso Brasileiro de Fisioterapia das Universidades Católicas

Por Lucélia Brito
Entre os dias 10 e 14 de outubro, a Universidade Católica de Pernambuco sedia o I Congresso Brasileiro de Fisioterapia das Universidades Católicas.
Com o tema “Da prevenção à reabilitação – uma proposta terapêutica baseada em evidências”, o evento terá cursos, palestras, conferências e mesas-redondas. Entre os destaques, estão os cursos de fisioterapia em queimados, FNP em paralisia facial, massagem ayurvédica, drenagem linfática manual, fisioterapia neurológica no paciente crítico, pilates na gestação e atuação da fisioterapia respiratória no hospital geral.
As conferências também abordam assuntos diversos ligados à saúde, como a padronização de recursos avaliativos em pacientes neurológicos, a atuação da fisioterapia na prevenção de atraso no desenvolvimento de crianças em creches públicas do Recife, a fisioterapia em geriatria com uma terapêutica integrativa e a qualidade dos recursos termofototerapêuticos e seus efeitos nas diversas afecções.
Quem quiser conferir a programação completa do I Congresso Brasileiro de Fisioterapia das Universidades Católicas ou se inscrever para participar do evento deve acessar o site http://www.unicap.br/eventos/fisio/. As normas para a inscrição de trabalhos científicos no congresso também estão na página virtual.

Católica promoverá curso sobre Simone de Beauvoir


A Universidade Católica de Pernambuco irá promover entre os dias 21, 22 e 23 de outubro curso de introdução ao pensamento de Simone de Beauvoir. A atividade faz parte da divulgação das pesquisas realizadas pelo Núcleo de Estudos para América Latina (Nela-Unicap) no âmbito da Filosofia através do Grupo Hegel Unicap. O curso será ministrado pela pesquisadora Juliana de Albuquerque.

As aulas abordarão os seguintes temas: a) Para compreender Simone de Beauvoir (uma investigação da gênese do seu pensamento através do debate com a Filosofia Moral e a Fenomenologia, da parceria filosófica com Jean-Paul Sartre, da fundamentação da moral existencialista, dos conceitos chaves do pensamento de Beauvoir e da sua marca de originalidade); b) A existência enquanto experiência trágica (análise dos primeiros ensaios filosóficos de Beauvoir, da formação do romance metafísico; análise do conteúdo filosófico dos seus textos literários, diários e correspondências); c) Compreendendo a questão de gênero: O Segundo-Sexo (discussão de Simone de Beauvoir com as abordagens de Levinás e Teihard-Chardin; a proposição da pergunta 'o que é a Mulher?'; A mulher como outro; e o tópico final do curso em formato de conferência em apartado: Simone de Beauvoir – a mulher, a velhice e a morte: retrato de uma intelectual engajada.


As inscrições estão abertas e podem ser feitas no Núcleo de Estudos para América Latina, Bbloco G4, 7º andar, na Universidade Católica de Pernambuco. Para mais informações, ligar para (81)2119-4067, enviar e-mail para neal@unicap.br, ou acessar o site www.simonedebeauvoir.wordpress.com






Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal