Blico federal universidade federal de santa catarina



Baixar 348.11 Kb.
Página1/5
Encontro30.12.2017
Tamanho348.11 Kb.
  1   2   3   4   5

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA
CAMPUS UNIVERSITÁRIO - TRINDADE CEP: 88040-900 - FLORIANÓPOLIS - SC

Edital CAPES/DEB no. 033/2010

Programa Novos Talentos

Projeto Institucional

SUB-PROJETO 1

Título


Contribuições da pesquisa em Ensino de Ciências e Matemática para a formação de professores e alunos do ensino básico

Coordenador

Méricles Thadeu Moretti; CFM/MTM/UFSC; mthmoretti@gmail.com; F. 48.3721.9221



Sub-Coordenadores

Carlos Alberto Marques; PPGECT/CED/MEN/UFSC; bebeto@ced.ufsc.br

José de Pinho Alves Filho; PPGECT/CFM/FSC/UFSC; Jopinho@fsc.ufsc.br

Sônia E. Palomino Bean; CFM/MTM/UFSC; palomino_bean@hotmail.com

Vivian Leyser da Rosa; PPGECT/CCB/BLG/UFSC; vivian@ced.ufsc.br

Equipe

Anaximandro Dalri Merizio; PPGECT/UFSC; anaximandro@sc.senai.br

Daiani Lodete Pirola; PPGECT/UFSC; daianipirola@gmail.com

Elizandro Mauricio Brick; PPGECT/UFSC; elizandromb@gmail.com

Fábio André Sangiogo; PPGECT/UFSC; fabiosangiogo@yahoo.com.br

Francisco Fernandes Soares Neto; PPGECT/UFSC; ticofisica@gmail.com

Gabriela Kaiana Ferreira; PPGECT/UFSC; gabikaiana@gmail.com

Germano Ramos Viegas; PPGECT/UFSC; germano.viegas@gmail.com

Karlinne Lisandra Devegili; PPGECT/UFSC; karlinnedevegili@ibest.com.br

Ketlin Weiss; PPGECT/UFSC; ketlin.weiss@gmail.com

Leandro Duso; PPGECT/UFSC; leandroduso@yahoo.com.br

Luiz Clement; PPGECT/UFSC; lclementfi@yahoo.com.br

Maria Carolina Machado Magnus; PPGECT/UFSC; maria.carolina87@hotmail.com

Marilisa Bialvo Hoffmann; PPGECT/UFSC; mhoffbio@yahoo.com.br

Nicélio José Gesser; PPGECT/UFSC; niceliogesser@gmail.com

Escolas parceiras

Escola de Educação Básica Presidente Juscelino Kubitschek

Rua Jacob Sens s/n,

Areias – São José – SC

Fone: (48) 3258-6457

Diretora: Margarete Inácio da Silva


Escola de Educação Básica Cristo Rei

Rua Alceu Amoroso Lima s/n

Real Parque – São José – SC

Fone: (48) 3258-6456

Diretor: André Marcelino
Escola de Educação Básica Maria do Carmo Lopes

Rua Caxambu, s/n

Serraria – São José – SC

Fone: (48) 3258-2210

Diretor: Carlos Cunha
Escola de Educação Básica Bela Vista

Rua Antônio Schoerder s/n

Bairro Bela Vista II – São José – SC

Fone: (48) 3246-2925

Diretora: Vera Lúcia Lostada
Escola de Educação Básica Wanderley Jr.

Rua Otto Júlio Malina 438

Bairro Ipiranga – São José – SC

Fone: (48) 3246-0658

Diretora: Noeli Freierberger
Escola de Educação Básica Aderbal Ramos da Silva

Rua Coronel Pedro de Mouro, n 1998

Bairro Estreito – Florianópolis – SC

Fone: (48) 3348-6089

Diretora: Suely Souza de Brum
EEB Profª Laura Lima

Rua do Louro, nº 143

Bairro Monte Verde – Florianópolis

Fone: (48) 32386212/FAX: 048-32386212

Diretor: Alairton Alberton
O sub-projeto

Contribuições da pesquisa em Ensino de Ciências e Matemática para a formação de professores e alunos do ensino básico

Introdução

A produção das dissertações e teses do programa de Pós-Graduação em Educação Científica e Tecnológica – PPGECT se dá prioritariamente em seis linhas pesquisa que descrevemos de forma resumida a seguir:

- formação de professores que procura investigar a formação de professores no enfoque da educação científica e tecnológica e sob as perspectivas de suas práticas, teorias e epistemologias em diferentes ambientes de ensino e aprendizagem e níveis de escolaridade. Abrange investigações tanto da formação inicial quanto continuada de professores;

- ensino e Aprendizagem das Ciências que agrupa investigações que dizem respeito aos processos de ensino e aprendizagem nas diversas áreas das Ciências (Biologia, Química e Física) e da Matemática;

- implicações Sociais da Ciência e da Tecnologia na Educação que procura investigar, nos três níveis de ensino, aspectos da educação científica e tecnológica, relacionados às percepções das relações entre ciência, tecnologia e sociedade, e ambiente, oriundas dos estudos de Ciência, Tecnologia e Sociedade (ECTS) e dos estudos ambientais, em suas diversas vertentes e orientações teóricas e metodológicas (latinoamericanas, européias e norteamericanas);

- epistemologia e História da Ciência e da Matemática que procura, a partir da produção oriunda da área de História da Ciência e da Matemática e de um aprofundamento das compreensões epistemológicas surgidas após o empirismo-lógico, considerar aspectos sócio-histórico-culturais envolvidos no surgimento, desenvolvimento e disseminação de teorias, modelos e conceitos da Biologia, da Física, da Matemática e da Química. Categorias epistemológicas, bem como textos produzidos por historiadores da Ciência, subsidiam análises histórico-epistemológicas de episódios da História das Ciências com o objetivo de explorar as suas potenciais contribuições para o enfrentamento de problemas de investigação em Educação em Ciências e Matemática nos três níveis de ensino;

- mídias e Ensino de Ciências procura destacar os limites e as possibilidades para socialização dos conhecimentos da educação científica e tecnologia, consideradas as perturbações e os desafios que as Tecnologias de Informação e Comunicação têm provocado em todos os níveis de ensino. Estuda o contexto da educação articulado a mediações tecnológicas, em particular os ambientes virtuais de aprendizagem que hospedam hipermídias: texto, imagem, movimento, som, simulações com variações de escala;

- linguagens e Ensino enfatiza a importância do funcionamento da linguagem, não apenas como mero instrumento de comunicação, visando estabelecer relações menos ingênuas e naturalizadas sobre os discursos dominantes da ciência e da tecnologia. A linguagem è vista como "jogos de linguagem" que são estabelecidos por regras, convenções, na cultura e na história, produtores de sentidos da tecnociência e da educação, centrados nos aspectos culturais e sócio-históricos. A linguagem é investigada como forma de representação em diferentes lugares: da arte, da educação científica e tecnológica, da matemática, da história, da arquitetura. e Tecnologia.

Há uma crítica constante da comunidade de pesquisadores de que os resultados das pesquisas em geral ficam confinados às universidades. O caso das pesquisas na linha de Ensino de Ciências e Matemática não é muito diferente.

Este subprojeto tem por finalidade possibilitar que os trabalhos que estão sendo desenvolvidas ou que ainda estão em desenvolvimento possam se transformar em elementos de ensino e com isso chegar aos alunos e professores das escolas do ensino básico. Uma maneira pensada para que isto possa ser concretizada é por meio de minicursos, oficinas e encontros de divulgação entre pesquisadores (mestrandos e doutorandos) e alunos e professores das escolas. A seguir apresentamos as várias propostas de minicurso, oficina e encontro de divulgação.

As oficinas e minicursos serão trabalhados nos laboratórios de demonstração de Centro e Ciências Físicas e Matemáticas que possuem tradição de intercâmbios com alunos e professores das escolas do ensino básico. São eles: LEMAT – Laboratório de Estudos de Matemática e Tecnologia; LABIDEX – Laboratório de Instrumentação, Demonstração e Exploração. O encontro de divulgação será organizado utilizando esses laboratórios de demonstração e o espaço de salas do PPGECT/UFSC.



Resumo das Atividades

Apresentamos a seguir quadros que dão o título e o objetivo de cada das atividades propostas. Mais adiante cada atividade será detalhada.

I – Atividades minicurso


Título

Objetivo

1 - Possibilidades de Inserção dos Estudos da Geometria

Fractal na Educação Básica



Apresentar a professores da educação básica, da rede pública de ensino, conceitos básicos da geometria fractal, aplicações desses conceitos em diferentes ramos da ciência e possibilidades de utilização em práticas pedagógicas da educação básica.

2 - Analogias e Metáforas no Ensino de Ciências

Possibilitar aos professores a compreensão da linguagem analógica e metafórica, como recurso didático potencializador de aprendizagens nas diferentes áreas das ciências exatas e naturais.

3 - Ambiente informático de análise de dados com base nos registros de representação semiótica

Contribuir para a aprendizagem da análise de dados em um ambiente informático tendo por base os registros de representação semiótica.

4 - Metodologia de Projetos Interdisciplinares e possibilidades

pedagógicas no Ensino de Ciências Naturais



Construir propostas de ensino tomando por base a abordagem metodológica de projetos de trabalho.

5 - Histórias em quadrinhos e imagens problematizadoras


Auxiliar os professores do ensino médio a potencializar o uso de imagens problematizadoras e histórias em quadrinhos nas aulas de ciências propondo a estruturação de práticas pedagógicas utilizando a metodologia dos momentos pedagógicos.

- Duração dos minicursos

Cada minicurso terá a duração de 20 horas, aí incluído 4 horas para a preparação de material para a atividade “Feira Estudantil”.

- Orçamento da atividade minicurso.



Código

Descrição

Valor unitário

Quantidade

Valor total

33.30.30

Mat. Consumo










Fita crepe

4,80

5

24,00

Fita Durex

2,90

5

14,50

Folhas A4 branca

13,50 - 500folhas

20

270,00

Folhas A4 colorida

2,60 -100 folhas

40

104,00

Cartolina branca

0,90

300

270,00

Cartolina colorida

0,80

300

240,00

Lápis de cor

34,70 caixa com 36

4

138,80

Caneta hidrocor

29,90 faber c/ 12 a cx

4

119,60

Toner preto

189,20 HP

3

567,60

Toner colorido

190,00HP

3

570,00

Papel cartão

0,83

100

83,00

Canetas

0,70

100

70,00

Lápis preto

0,50

100

50,00

Borracha

1,10 três unidades

100

110,00

Régua

1,30 de 30cm

100

130,00

Tesoura

3,60

40

144,00

cola

2,20 tenaz branca

40

88,00

Pacote Production Premium CS5

-

1

6.165,00




Softwartes: Office, Win7 e MatLab

-

-

1.000,00

Subtotal__10.158,50__33.30.39__Serv._Terc._PJ'>Subtotal

10.158,50

33.30.39

Serv. Terc. PJ










Serv. de Sonoplastia.

-

-

1.000,00

Fotocópias

0,80

2.000

1.600,00

Transporte de alunos e professores em ônibus e micro-ônibus

320,00

7

2.240,00



Subtotal

4.840,00

Total

14.998,50

II - Atividade oficina

Título

Objetivo

1 - Possibilidades de Inserção dos Estudos da Geometria

Fractal na Educação Básica



Apresentar a professores da educação básica, da rede pública de ensino, conceitos básicos da geometria fractal, aplicações desses conceitos em diferentes ramos da ciência e possibilidades de utilização em práticas pedagógicas da educação básica.

2 - Analogias e Metáforas no Ensino de Ciências

Possibilitar aos professores a compreensão da linguagem analógica e metafórica, como recurso didático potencializador de aprendizagens nas diferentes áreas das ciências exatas e naturais.

3 - O uso da visualização para a aprendizagem em geometria nas séries iniciais

Contribuir para a aprendizagem em geometria dos alunos da 4ª série através da integração das apreensões em geometria com as categorias de capacidades espaciais.

4 - Eletricidade e Magnetismo: influência e importância em nossa vida

Contribuir para a formação dos estudantes, auxiliando-os na formação das capacidades requeridas, bem como promover a contextualização dos conceitos físicos relacionados à eletricidade e magnetismo.

5 - Histórias em quadrinhos e imagens problematizadoras


Auxiliar os professores do ensino médio a potencializar o uso de imagens problematizadoras e histórias em quadrinhos nas aulas de ciências propondo a estruturação de práticas pedagógicas utilizando a metodologia dos momentos pedagógicos.

6 - Afinal, sobre o que falamos nas aulas de Química?

Estudar situações e materiais do contexto cotidiano dos estudantes, de modo a desenvolver discussões sobre à linguagem usada em aulas de ciências/química.

7 - Ambiente informático de análise de dados com base nos registros de representação semiótica

Contribuir para a aprendizagem da análise de dados em um ambiente informático tendo por base os registros de representação semiótica.


Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal