Boletim nº 20 15/maio /2016



Baixar 23.72 Kb.
Encontro19.02.2018
Tamanho23.72 Kb.

BOLETIM Nº 20

15/MAIO /2016

ESTUDO DAS CÉLULAS
Uma mãe exemplar: (1 Samuel 1:1-5 e 9-20;25-28)
Estamos diante de um texto que nos remete a uma mensagem que traz verdades que direcionam não só as mães, já que estamos no mês do Dia das Mães, mas a todos nós. A história de Ana é, de fato, muito inspiradora. Ela foi a mãe de Samuel, o último juiz, o homem que foi usado, também, como profeta para reconduzir a nação aos pés do Senhor. A vida desse homem aponta para Cristo, como um “tipo” de Cristo, pelos ofícios que exerceu. Pois bem, Deus levantou essa mulher, convertãeendo sua vergonha em honra, não só por ter concebido, mas, acima de tudo, por quem concebeu. Sua vida influenciou tremendamente seu filho Samuel. Nos dias em que temos vivido, a figura das mães, e de qualquer que seja a autoridade ou liderança espiritual, é ainda mais importante, sobretudo, quando vemos pais que não conseguem construir princípios na vida de seus filhos, criando-os sem amor, sem cuidado, sem zelo, sem disciplina, sem correção e, por consequência, sem limites.
Para refletir, ainda, a título de introdução:
1) Você, pai, gostaria que seu filho fosse um pai como você é? Ou, gostaria que sua filha se casasse com um marido como você?

2) E você, mãe, gostaria que seu filho se casasse com uma mulher igual a você?

Por que Ana é para nós essa mulher exemplar?
1º) Pois era uma mulher de oração:

Ana, por conta de sua situação de infertilidade, sofria vergonha e diversas preocupações, pois não poderia conceber descendentes. Na cultura da época, um homem próspero tinha terras, posses e filhos (sobretudo homens) para cuidarem disso tudo. Como naquele época não havia nenhum tipo de tratamento contra a infertilidade, conceber nessa condição era só por um milagre divino. Por isso Ana, naquele ano, foi à Siló, ao Templo, com seu coração quebrantado e totalmente desejosa por um filho. Ali, ela de fato orou, derramou sua alma, deixou seu choro misturar-se com as palavras, e Deus ouviu a sua oração. Quando se levantou, seu semblante já não era triste. Deus cumprira sua promessa e ela concebeu.


Para reflexão em grupo:
a) Será que como pais e servos de Deus cremos no valor da oração e usamos esse recurso como nossa primeira escolha e prioridade? Até que ponto entemos (Não consegui definir o que seria dito aqui! Talvez pudesse ser “impomos”. Verificar com quem escreveu.) nossa autoridade espiritual sobre a vida de nossos filhos?

b) O que podemos entender da seguinte frase usada pelo pastor Jéferson: “Quando acaba a pauta, é aí que a oração começa.”?
2º) Pois era uma mulher de fé: (Hebreus 11:1-3):

Ana creu na palavra do profeta, que representava a palavra de Deus. A prova disso é que ela se levantou já como uma mulher grávida, ela se apropriou da promessa de Deus para sua vida. A Bíblia diz que ela se levantou e seu semblante já não era triste. Para pensar: será que quando as pessoas olham para nós elas conseguem ver as promessas de Deus em nosso viver, ainda que a bênção esperada não tenha chegado?


3º) Pois não abriu mão do sonho e do projeto de Deus para sua vida:

Por anos ela perseverou clamando ao Senhor. Queridos, Deus honra a fidelidade e a perseverança de seu povo. Mesmo aguardando, mesmo sofrendo vergonha, ela não murmurou contra Deus. É fato que ela não estava bem emocionalmente, seu casamento não vinha bem, mas sua perseverança lhe trouxe a cura emocional e a restauração familiar. Deus lhe deu muito mais que pedira: ela pediu um filho, o Senhor lhe deu seis. Bendito seja esse Deus que cumpre sua palavra.


CONCLUSÃO
Nós também temos situações suspensas, possíveis hiatos em nossa vida, expectativas que ainda não aconteceram, orações que, aparentemente, não foram respondidas. A exemplo de Ana, devemos ser perseverantes na oração e na confiança, sabendo que Deus tem o melhor para nossa vida.

VIDA COMUNITÁRIA
Santa Ceia

A ministração será domingo, dia 15 de maio, no Culto das 10h, no Templo da Rua Benjamin. A próxima ministração será no dia 22 de maio, no Culto das 19h, no Centro de Adoração.


Quilo do Amor

Atenção, Líderes! Hoje, no culto das 19h, faremos a consagração dos alimentos arrecadados nas reuniões das células.


Congresso Regional – Gideões da Oração

Vem aí o Congresso Regional dos Gideões da Oração, dos dias 24 a 6 de junho. Tema: Hora Final e Avivamento. Aberto para a participação de todos da Igreja. Você, Gideão, não pode ficar de fora! Aguardamos a presença da Pastora Ângela Valadão e equipe. Na ocasião, será inaugurada a Torre de Oração, com muita gratidão e adoração ao nosso Deus.

Faça sua inscrição (R$30,00) na Livraria da Igreja (3328-1578/9916-6843) ou na recepção da Igreja com a Geny (3233-1100).
Ministério Família - Formaturas

O Ministério Família convida para as formaturas de seus cursos conforme segue. Os interessados em participar desses cursos, nas próximas turmas, devem comparecer para fazer sua pré-inscrição, sendo necessário confirmar presença com os respectivos responsáveis.



- Mulher Única – 25 de maio, quarta-feira, às 20h, no Hangar. Responsável: Jussara Santos (3326-1768);

- Homem ao Máximo – 26 de maio, quinta-feira, às 20h, no Hangar. Responsável: Waldir Santos (3326-1768).
Coral

Convidamos você, que é membro da Igreja, está inserido em uma célula e tem o desejo de louvar ao Senhor com sua voz, que venha participar do Ministério Coral da Igreja Presbiteriana Central de Londrina, que se apresenta nos cultos das 18h, todos os domingos, no Templo. Atenção: Já estamos elaborando a Cantata de Natal! Os ensaios acontecem todas as quintas-feiras, no horário das 19h30, e aos domingos, às 9h30, ambos no Templo. Para participar, procure o maestro Eron Loureiro (cel. 9675.1848) que lhe dará mais informações. "Servi ao Senhor com alegria e apresentai-vos a Ele com canto." Sl 100:02.


Projeto Oportunidade

O projeto é uma parceria entre a IPCL e a UniFil, direcionado para a população de Londrina e região, tendo como objetivo a inserção de pessoas no mercado de trabalho. O projeto é realizado aos sábados, das 8h às 12h, na sala 18.


Você já orou por Londrina hoje?

Todos nós queremos uma cidade transformada. Junte-se a nós e assuma o compromisso de orar por Londrina, todos os dias, para que possamos ver o cumprimento da Palavra, como está escrito em 2Cr 7:14: “Se o meu povo que se chama pelo meu nome, se humilhar, orar e me buscar, e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra.”.


Ore pela Igreja Perseguida (www.portasabertas.org.br)
15/05 - TUNÍSIA (32º) – Ore por Mounir*, um jovem cristão que anseia ajudar seus amigos a encontrar Cristo. Regras culturais os impedem de estudar a Bíblia. Peça que o Espírito Santo o capacite a evangelizar da melhor forma.

16/05 - UZBEQUISTÃO (15º) – A irmã Janagul* teve sua casa invadida pela polícia secreta, que encontrou literatura cristã e abriu um processo contra ela por posse de literatura proibida. O tribunal a condenou com uma multa de 600 dólares. Ore por ela.

17/05 - SRI LANKA – O pastor Dinesh pede oração para que a autorização do edifício de sua igreja seja renovada. Os vizinhos estão contra ele, tentando fechar a igreja. Um inquérito policial e uma aparição no tribunal se seguiram (Não consegui entender o que se quis dizer com essa expressão. Verificar com quem escreveu.). Clame conosco.

18/05 - LAOS (29º) – A tribo Khmu é a maior tribo cristã no Laos, com quase 200 mil cristãos, mas a Bíblia ainda não foi traduzida para a língua deles. Interceda para que o Senhor abra caminho para que Sua Palavra alcance a tribo.

19/05 - INDONÉSIA (43º) – Ore pela pesquisa sobre islamização realizada em todo o país. Peça por sabedoria na obtenção dos dados. Que os resultados melhorem o trabalho da Portas Abertas e beneficiem as igrejas locais.

20/05 - BRUNEI (25º) – A perseguição é o que mais atrapalha os cristãos no país. As igrejas enfrentam dificuldades em encontrar candidatos para sua próxima geração de pastores e líderes. Dois terços dos jovens vão para o exterior para estudar e não voltam. Ore por isso.

21/05 - MALDIVAS (13º) – Ore por um avanço do evangelho nas Maldivas. Líderes cristãos dizem que as pessoas só podem ser alcançadas uma de cada vez e que isso requer palavras vindas de Deus. Que Deus guie seus servos para evangelizarem com as palavras certas.



Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal