Centro de ensino superior de juiz de fora



Baixar 0.49 Mb.
Página1/6
Encontro02.12.2017
Tamanho0.49 Mb.
  1   2   3   4   5   6

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE JUIZ DE FORA

GERALDINA ANTONIA EVANGELINA DE OLIVEIRA

INTERPRETAÇÃO DA MORTE NA POÉTICA MINEIRA DE ADÉLIA PRADO E DE CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE.

Juiz de Fora

2013
Geraldina Antonia Evangelina de Oliveira

INTERPRETAÇÃO DA MORTE NA POÉTICA MINEIRA DE ADÉLIA PRADO E DE CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE.

Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação do Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora, como requisito parcial para a obtenção do título de Mestre. Área de Concentração: Literatura Brasileira. Linha de Pesquisa: Literatura de Minas: o regional e o universal.

Orientador: Prof. Dr. Marcos Vinícius Ferreira de Oliveira.

Juiz de Fora

2013

Oliveira, Geraldina Antonia Evangelina de.

Interpretação da morte na poética mineira de Adélia Prado

e de Carlos Drummond de Andrade / Geraldina Antonia Evangelina de Oliveira. – 2013.

93 f. .Dissertação (Mestrado em Letras)-Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora, Juiz de Fora, 2013.
1. Prado, Adélia – Crítica e interpretação 2. Morte. 3. Velhice.

4. Melancolia. I. Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora.

II. Título.

CDD B869.1




Ao Paulo,

Leslie, Sui, Laís e Luma!

AGRADECIMENTO
Concluída uma etapa única e particularmente importante da minha vida, não poderia deixar de expressar o mais profundo agradecimento a todos aqueles que me apoiaram nesta longa caminhada e contribuíram para a realização deste trabalho.

Agradeço primeiramente a Deus - a inteligência suprema causa primeira de todas as coisas. Pela atual reencarnação e por esta oportunidade de estar aqui estudando e trabalhando não só pelo meu desenvolvimento intelectual, mas também pela minha transformação moral e espiritual.

Ao Professor Doutor Marcos Vinícius Ferreira de Oliveira, meu orientador.

À Professora Doutora Moema Rodrigues Brandão Mendes, agradeço pelo apoio incondicional e pela amizade ao longo do curso de Mestrado.

Ao meu esposo e minhas quatro filhas pelas minhas ausências ao longo do curso.

A toda minha família, a qual sempre acreditou em minhas escolhas, cada um ao seu modo, mas sempre com um olhar de respeito e admiração que me ajudava a continuar. À minha mãe e Mana (saudades eternas). Águida, obrigada por confiar e acreditar em mim!

Pelo apoio institucional, agradeço à Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) pelo suporte financeiro oferecido como apoio e incentivo à qualificação.

À Patrícia Ribeiro e Vânia Pinheiro de Sousa, agradeço pela amizade e o apoio.

Agradeço aos meus amigos, colegas de curso e a todos os professores que comigo partilharam do seu saber.

A todos muito obrigada.



O próprio viver é morrer, porque não temos um dia a mais na nossa vida que não tenhamos, nisso, um dia a menos nela. (Fernando Pessoa)

"A morte significa apenas uma nova modalidade de existência, que continua, sem milagres, e sem saltos." (Emmanuel)

RESUMO


Oliveira, Geraldina Antonia Evangelina de. Interpretação da Morte na Poética Mineira de Adélia Prado e de Carlos Drummond de Andrade. 2013. 93 f. Dissertação (Mestrado em Letras). Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora. Juiz de Fora, 2013.
Esta dissertação, inserida na linha de pesquisa, “Literatura de Minas: o regional e o universal”, do programa de Mestrado em Letras: Literatura Brasileira, do Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora – CES/JF, analisa a temática da morte na poética dos escritores Adélia Prado e Carlos Drummond de Andrade. Tem-se como foco comum da literatura brasileira, especificamente a mineira, e o ser poético que aborda este fenômeno, constituído de sentimentos e experiências. Para tanto, busca-se analisar alguns poemas em uma tentativa de extrair aspectos tais como espaço, família, cotidiano, velhice, perdas, morte e melancolia em alguns poemas de tais escritores. A presença da melancolia na poética desses poetas nos transporta para uma análise de ordem externa, assim como questões pessoais e sociais, refletidas metaforicamente nas produções poéticas do Romantismo até as mais contemporâneas.
Palavras-chave: Morte. Velhice. Melancolia. Adélia Prado. Carlos Drummond de Andrade.

ABSTRACT
Oliveira, Geraldina Antonia Evangelina de. Interpretação da Morte na Poética Mineira de Adélia Prado e de Carlos Drummond de Andrade. 2013. 93 f. Dissertação (Mestrado em Letras). Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora. Juiz de Fora, 2013.

This dissertation inserted in the search line, "Literature Mining: regional and universal," the Master's program in Literature: Brazilian Literature, the Center for Higher Education of Juiz de Fora - CES / JF, examines the theme of death the poetic writers Adelia Prado and Carlos Drummond de Andrade. Has as a common focus of Brazilian literature, specifically the mining, and the poetic be addressing this phenomenon, consisting of feelings and experiences. To this end, we seek to analyze some poems in an attempt to extract aspects such as space, family, daily life, old age, loss, death and melancholy in some poems by such writers. The presence of these poets in the poetic melancholy transports us to an analysis of external order, as well as personal and social issues, metaphorically reflected in the poetic productions of Romanticism to the most contemporary.


Keywords: Death. Old age. Melancholy. Adélia Prado. Carlos Drummond de Andrade.




  1   2   3   4   5   6


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal