Centro educacional sesi – 125 – salto data: / / Nome: Nº Série ef em



Baixar 24.38 Kb.
Encontro31.01.2018
Tamanho24.38 Kb.




1. (SARESP) “Apesar de a mutação poder ser aleatória, toda a essência da seleção natural consiste justamente no fato do processo não acontecer ao acaso. De todos os lobos que podem sobreviver, apenas uma amostra que não surgiu ao acaso – formada por aqueles que tenham as patas mais ligeiras, a mente mais perspicaz, os sentidos mais aguçados e os dentes mais afiados – de fato sobrevive e passa seus genes adiante. Conseqüentemente, os genes que vemos no presente são a cópia de uma amostra dos genes que existiram no passado, selecionada não aleatoriamente”.

Fonte: DAWKINS, Richard. A escalada do monte improvável. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.


Qual é o argumento presente no texto que refuta o caráter casual e aleatório da explicação para a sobrevivência das espécies, segundo a teoria da evolução?
a) o resultado da seleção natural é a preservação de genes responsáveis pela produção de características desfavoráveis à sobrevivência.

b) o resultado da seleção natural é a preservação de genes responsáveis pela produção de características favoráveis à sobrevivência.

c) os genes que existiram no passado correspondem integralmente aos genes que existem no presente, o que garante a sobrevivência.

d) o resultado da seleção natural é determinado pelas forças do acaso que agem sobre parte dos genes do presente das espécies.

e) nenhuma das anteriores.
2. (SARESP) “Em outubro de 1838, isto é, quinze meses depois de ter iniciado minha investigação sistemática, aconteceu-me estar lendo, por entretenimento, o ensaio de Malthus sobre a população, e, a partir da observação longa e continuada dos hábitos dos animais e das plantas – para avaliar a luta pela existência, que continua em toda parte –, repentinamente ocorreu-me que, sob essas circunstâncias, as variações favoráveis tenderiam a ser preservadas, e as desfavoráveis, destruídas. O resultado disso seria a formação de novas espécies. Aqui, então, tinha conseguido finalmente uma teoria pela qual trabalhar”.

Fonte: GOULD, S.J. O polegar do Panda. São Paulo, Martins Fontes, 2004, p. 53.


O trecho foi extraído da autobiografia de um importante cientista. Assinale a alternativa que registra o nome deste cientista e o principal conceito expresso neste parágrafo.


a) Jean-Baptiste Lamarck; seleção natural.

b) Lavoisier; comportamento animal.

c) Charles Darwin; seleção natural.

d) Jean-Baptiste Lamarck; lei do uso e desuso.

e) n.d.a.



3. (SARESP) O hormônio folículo estimulante (FSH) é produzido pela glândula hipófise e atua respectivamente na transformação de meninas e meninos em mulheres e homens. Porém, a ação deste hormônio é diferente em cada sexo. Nos sexos feminino e masculino, o FSH atua, respectivamente:





Sexo Feminino

Sexo Masculino

A

Acelerando o metabolismo

Aumentando a massa muscular

B

Amadurecendo os óvulos

Promovendo a formação de espermatozóides

C

Estimulando a produção de leite

Acelerando o metabolismo

D

Induzindo a produção de testosterona

Induzindo a produção de estrogênio

E

Induzindo a produção de estrogênio

Acelerando o metabolismo

4. (SARESP) Muitos sofrem com a azia. Ela acontece graças ao refluxo do suco estomacal para o esôfago, o que causa uma sensação desagradável de queimação, pela presença do ácido clorídrico (HCℓ) produzido pelo estômago. Para aliviar a sensação de queimação, muitas pessoas, erroneamente, tomam leite, o que reduz temporariamente o desconforto. Após algum tempo, entretanto, a sensação desagradável volta, muitas vezes até mais intensa que antes.

Isso ocorre porque o leite:

a) contém açúcares que são digeridos no estômago, o que estimula a produção de ácido clorídrico.

b) contém proteínas que são digeridas no estômago, o que estimula a produção de ácido clorídrico.

c) contém minerais que se combinam com o ácido, reduzindo ainda mais o pH do suco estomacal.

d) é uma substância ácida que agrava a sensação de queimação no esôfago.


e) n.d.a.

Gabarito: 1-b, 2-c, 3-b, 4-b, 5-a, 6-c, 7-c, 8-e, 9-c, 10-e.

5. (Unicamp) O gráfico a seguir representa as atividades de duas enzimas do sistema digestório humano, avaliadas a 37°C (condições normais de temperatura corpórea).


As enzimas A e B agem respectivamente:

a) estômago e intestino

b) intestino delgado e grosso

c) boca e estômago

d) intestino delgado e estômago

e) boca e intestino grosso

6. (FUVEST) O esquema ao lado representa o sistema digestório humano e os números indicam alguns dos seus componentes, respectivamente:

a) boca, estômago, fígado, vesícula biliar, duodeno

b) intestino, estômago, boca, vesícula biliar, fígado

c) pâncreas, estômago, fígado, vesícula biliar, duodeno

d) esôfago, estômago, pâncreas, reto, intestino grosso

e) pâncreas, estômago, fígado, intestino grosso, vesícula biliar

7. (ENEM) Para que todos os órgãos do corpo humano funcionem em boas condições, é necessário que a temperatura do corpo fique sempre entre 36 ºC e 37 ºC. Para manter-se dentro dessa faixa, em dias de muito calor ou durante intensos exercícios físicos, uma série de mecanismos fisiológicos é acionada. Pode-se citar como o principal responsável pela manutenção da temperatura corporal humana o sistema:

a) digestório, pois produz enzimas que atuam na quebra de alimentos calóricos.

b) imunológico, pois suas células agem no sangue, diminuindo a condução do calor.

c) nervoso, pois promove a sudorese, que permite perda de calor por meio da evaporação da água.

d) reprodutor, pois secreta hormônios que alteram a temperatura, principalmente durante a menopausa.

e) endócrino, pois fabrica anticorpos que, por sua vez, atuam na variação do diâmetro dos vasos periféricos.

8. (Fatec) Vinte pessoas normais beberam, cada uma, 2 litros de água num intervalo de 2 horas. A seguir temos os gráficos que registram as médias das variações dos volumes urinários e das concentrações do hormônio antidiurético (ADH) no sangue em função do tempo.


A análise dos gráficos ao lado permite concluir que:

a) o hormônio ADH tem efeito diurético, o que faz aumentar o volume urinário.

b) o volume urinário não tem nenhuma relação com a secreção do hormônio ADH.

c) há uma relação diretamente proporcional entre a concentração do hormônio ADH e o volume urinário.

d) o aumento do volume urinário influi sobre os rins, inibindo a secreção do hormônio ADH.

e) há uma relação inversamente proporcional entre a concentração do hormônio ADH e o volume urinário.


9. (UNESP) Nos testes de gravidez, a substância cuja presença é pesquisada na urina é:

a) o hormônio folículo estimulante;

b) o hormônio luteinizante;

c) a gonadotrofina coriônica;

d) o estrógeno;

e) a progesterona.

10. (FUVEST) Se uma mulher tiver seus ovários removidos por cirurgia, quais dos seguintes hormônios deixarão de ser produzidos?

a) Hormônio folículo-estimulante (FSH) e hormônio luteinizante (LH).

b) Hormônio folículo-estimulante (FSH) e estrógeno.

c) Hormônio folículo-estimulante (FSH) e progesterona.

d) Hormônio luteinizante (LH) e estrógeno.



e) Estrógeno e progesterona.






©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal