Ácido úrico-pp



Baixar 39.87 Kb.
Encontro11.03.2018
Tamanho39.87 Kb.

Inserir o nome do Laboratório

Procedimento Operacional Padrão

HBsAg-EIC

Página de

POPBIO 041

Revisão: 00




HBsAg-EIC
FUNDAMENTO

Teste Positivo: Os antígenos de superfície HBsAg presentes na amostra ligam-se no conjugado gamaglobulina-corante formando um complexo antígeno-anticorpo. Este complexo flui pela área absorvente da placa-teste indo se ligar aos anticorpos anti-HBsAg na área da reação positiva (T), determinando o surgimento de uma banda colorida rosa-clara.

Teste Negativo: Na ausência dos antígenos de superfície HBsAg não haverá o aparecimento da banda colorida na área T. A mistura da reação continua a fluir atingindo a área controle (C). O conjugado não ligado ao antígeno une-se aos reagentes desta área produzindo uma banda colorida rosa-clara, demonstrando que os reagentes estão funcionando corretamente.
APLICAÇÃO CLÍNICA

A hepatite B é definida como inflamação do fígado causada por uma infecção pelo vírus da hepatite B (HBV), que é um vírus do tipo DNA, da família Hepadnaviridae.

O HBV, inicialmente denominado antígeno Austrália, é resumidamente composto de uma região central (core), que contém o material genético do vírus e é recoberta por uma glicoproteína, o antígeno de superfície do vírus da hepatite B ou HBsAg.

O HBV é a causa mais comum de infecção viral crônica. Estima-se que cerca de 350 milhões de pessoas estejam cronicamente infectados pelo HBV e que aproximadamente um terço da população mundial tenha tido exposição ao vírus HBV.

No Brasil, existem áreas de alta prevalência (região da Amazônia Ocidental, com cerca de 12% de portadores crônicos em algumas faixas etárias), prevalência intermediária (região Nordeste) e baixa prevalência (região Sul). Dentro destas áreas, entretanto, alguns grupos apresentam prevalências diferenciadas: politransfundidos, renais crônicos hemodialisados, usuários de drogas ilícitas injetáveis, prostitutas, homossexuais masculinos, profissionais da área de saúde, filhos de mães HBsAg positivas. Estes grupos são considerados de risco e merecem atenção especial no tocante ao diagnóstico e principalmente à profilaxia da doença.

O HBV é transmitido através de secreções corporais, principalmente por contato sexual ou por via parenteral. A transmissão vertical, de mãe para filho, também pode ocorrer durante ou após o parto.

O HBsAg é produzido em excesso pelo vírus, sendo amplamente empregado como teste para detectar a infecção por HBV em curso. É o primeiro marcador sorológico a surgir na hepatite B, geralmente entre 7 a 20 dias antes da sintomatologia e a sua presença sempre indica presença de infecção. Se persistir positivo por mais de 6 meses indica infecção crônica. A presença de HBsAg pode corresponder a portador inativo do HBV, os pacientes terão níveis de transaminases persistentemente normais e níveis baixos de DNA viral. Quando o HBsAg for positivo deve-se fazer a pesquisa de DNA viral.

O desaparecimento do HBsAg indica resolução da infecção.

Por outro lado, o anticorpo superficial da hepatite B (Anti-HBs) pode aparecer tardiamente na fase convalescente e sua presença indica imunidade.

A concentração de HBsAg em pacientes crônicos raramente apresenta-se menores que 20 UI/mL.


AMOSTRA

Preparo do Paciente

Colher sangue pela manhã após jejum de 8 horas, salvo orientações médicas.


Amostras utilizadas


Soro.

Usar amostras livres de hemólise, lipemia e contaminação.

Usar amostras recém-coletadas. Caso não seja possível, conservá-la em geladeira (2-8ºC) por um período máximo de 3 dias ou no freezer (-20ºC).

Evitar repetidos congelamentos e descongelamentos, pois isto causará falsos resultados.


Atenção

Se a amostra foi mantida no freezer, ela deverá ser descongelada e homogeneizada completamente. Posteriormente, mantê-la em posição vertical para permitir que qualquer partícula que possa existir em suspensão seja sedimentada.

Não utilizar amostras de plasma e sangue total. O anticoagulante utilizado nestas amostras poderá interferir na partícula de ouro coloidal, prejudicando a qualidade do teste.
Volume ideal utilizado para análise

(Definir o volume ideal a ser encaminhado para análise).



Volume mínimo utilizado para análise

(Definir o volume mínimo a ser encaminhado para análise).



Fazer referência ao manual ou POP de coleta, separação e distribuição de material.
REAGENTE UTILIZADO

HBsAg-EIC CAT. 532 MS 80022230166


GOLD ANALISA DIAGNÓSTICA LTDA

CNPJ – 03.142.794/0001-16

Av. Nossa Senhora de Fátima, 2363

Belo Horizonte – MG – Brasil

Farmacêutico Responsável: José Gilmar Pereira Berto - CRF-MG 13421
Componentes do kit

Conservar entre 2-30 ºC. Não congelar.



1. Placa Teste: Composta por uma base plástica onde é acondicionado o filtro de amostra (fibra de vidro), uma base conjugada (fibra de vidro) contendo uma combinação de anticorpos monoclonais e policlonais de fase sólida em forma de sanduíche, duas áreas para detecção seletiva de níveis elevados do antígeno de superfície da hepatite B e uma base absorvente. Todo material montado nesta base plástica é acondicionado em um cassete plástico embalado em sachê de alumínio contendo sílica. Pronta para uso.
Estabilidade

Os reagentes são estáveis até o vencimento da data de validade impressa no rótulo e na caixa quando conservados na temperatura recomendada, bem vedados e se evite a contaminação durante o uso.


Precauções e Cuidados Especiais

  1. Aplicar os cuidados habituais de segurança na manipulação dos reagentes e amostra biológica.

  2. Recomendamos o uso das Boas Práticas de Laboratórios Clínicos para a execução do teste.

  3. Descartar os reagentes e as amostras de acordo com as resoluções normativas locais, federais e estaduais de preservação do meio ambiente.



PROCEDIMENTO


Procedimento Técnico Manual

1. Deixar a placa teste (1) atingir a temperatura ambiente antes de retirá-la do envelope laminado. A placa teste e a amostra devem estar na temperatura ambiente antes do uso.

2. Retirar a placa teste (1) da embalagem e usar imediatamente.

3. Pipetar 100 µL da amostra na cavidade de amostra (►) da placa teste.

4. Fazer a leitura dos resultados entre 10 e 20 minutos.

Notas

1- Não considerar resultados após o tempo determinado para leitura.

2- O HBsAg-EIC detecta amostra de soro com concentrações do vírus da hepatite B a partir de 10 UI/mL.
CÁLCULOS

Não aplicável.




RESULTADOS


Leitura do Teste

Verificar a presença de bandas coloridas nas tiras reativas, linhas de Teste e de Controle.




Resultado Positivo


Aparecerão duas Bandas rosa-claras, uma na área teste (T) e outra na área do controle (C).

Podem ocorrer diferenças na intensidade de cor entre a banda do teste e a banda controle, mas isso não afeta a interpretação dos resultados.

Essa diferença é devido aos níveis de antígeno na amostra do paciente.

Nota

Qualquer intensidade de cor rosa na área teste deve ser considerada como positivo.



Resultado Negativo


Somente uma banda rosa-clara aparecerá na área do controle (C).

Resultado Inválido


Se não surgir nenhuma banda visível na área teste (T) e do controle (C) ou se não surgir banda na área do controle (C).

LIMITAÇÕES DO MÉTODO


1. O HBsAg - EIC é um teste indicado para determinar fase aguda da hepatite B e indivíduos portadores do vírus.

2. É um teste de triagem para caracterizar a presença de antígenos da hepatite B, portanto, um resultado repetidamente positivo com este teste é uma presumível evidência da presença do vírus na amostra.

3. Resultados positivos deverão sempre ser confirmados por outro teste.

4. Podem ocorrer resultados falso-positivos e falso-negativos com este teste, cuja proporção dependerá da prevalência da doença na população ensaiada.

5. Como em qualquer procedimento diagnóstico, o resultado deste teste deve ser sempre interpretado com outras informações clínicas disponíveis.

CONTROLE DA QUALIDADE

Materiais

Identificar os materiais de controle interno e externo da qualidade, citando fabricante e número de catálogo.

Referenciar POP para limpeza e secagem dos materiais utilizados.

Controle Interno

Descrever a calibração periódica de pipetas, equipamentos utilizados, controle de temperatura ambiente e geladeiras para armazenamento dos kits.

Citar a utilização de amostras controles (nível normal –código --------- e patológico –código -------) nas análises realizadas juntamente com a freqüência da utilização dos mesmos. Descrever o procedimento de verificação de novos lotes de controles e reagentes.

Citar POP para controle interno.



Controle Externo

Descrever os procedimentos utilizados nas avaliações de qualidade feitas por programas de comparação entre laboratórios ou outros controles de qualidade: PNCQ-SBAC e/ou PELM-SBPC



Gerenciamento dos dados obtidos no Controle Interno e Externo

Definir como os dados de controle são arquivados e gerenciados.

Fazer referência ao manual ou POP de garantia da qualidade.

VALORES DE REFERÊNCIA


Não Aplicável.
SENSIBILIDADE E ESPECIFICIDADE

O produto HBsAg-EIC identificou corretamente amostras positivas e negativas de um painel comercial em ensaios realizados comparativamente com um método de eletroquimioluminescência disponível no mercado.

Os resultados dos ensaios realizados demonstraram uma sensibilidade clínica de 100% e uma especificidade clínica de 99%.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS


1. Burtis CA, Ashwood ER, Bruns DE. Tietz-Fundamentos de Química Clínica. 6a. Edição. Elsevier Editora Ltda. São Paulo, 2008.

2. Sjogren, M.H.: Serologic diagnostics of viral hepatitis. Gatroenterol Clin North Am, 23(3): 457-77, 1994.

3. Strauss, E.; Saez-Alquezar, A.; Takeda, A. et al.: Acute hepatitis B in a patient previously positive for antibody to surface antigen (anti-HBs) determined by radioimmunoassay. Case report and review of the literature. Rev. Med. Trop. São Paulo, 27(5):258-63, 1985.

4. Clement, F.; Dewint, P.; Leroux-Roels, G. Evaluation of a new rapid test for the combined detection of hepatitis B virus surface antigen and hepatitis B virus e antigen. Journal of Clinical Microbiology 40(12): 4603-4606. 2002.



5. GOLD ANALISA: Informe Técnico do Produto.





Nome

Assinatura

Data

Elaborado por:







___/___/___

Aprovado por:







___/___/___

Implantado por:







___/___/___

Substitui POP:




Revisado por:







___/___/___

Revisado por:







___/___/___

Revisado por:







___/___/___

Desativado por:







___/___/___

Razão:







Número

Destino

Cópias








Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal