Citações e indicações de fontes consultadas no trabalho científico



Baixar 11.49 Kb.
Encontro20.01.2018
Tamanho11.49 Kb.


LEITURA DE TEXTOS E FICHAMENTO

Orientações para estudo
Profa. Martha Ulhôa (UNIRIO)

LEITURA DE TEXTOS:


  1. Anotar referência bibliográfica seguindo normas da ABNT

  2. Ler a primeira vez observando as várias partes do texto e anotando ao lado as idéias básicas ou palavras chave. Marque também partes do texto que acha importante transcrever.

  3. Ler a segunda vez e escrever um resumo contendo os pontos principais do texto.

  4. Ler a terceira vez e fazer seu fichamento.


RESUMO:
Segundo a ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) o resumo deve fazer uma apresentação breve dos pontos principais do texto completo. O resumo indicativo com um sumário das partes principais e o resumo informativo expondo finalidades, metodologia, resultados e conclusões. O resumo serve para o leitor avaliar se deve ler o texto completo.
Segundo as instruções para colaboradores da Bibliografia Musical Brasileira (http://www.abmusica.org.br) o resumo deve ter no máximo 120 palavras e conter nomes próprios (de colaboradores, obras musicais ou literárias, locais) sempre completos e no idioma original; incluir termos pertinentes como datas e nomes completos e, quando for o caso, nome do tradutor; devendo, ainda, evitar frases supérfluas, como "o artigo explica, o autor conclui, etc."
A primeira frase do resumo explica o tema principal e o tipo de tratamento dado ao documento (análise musical, ensaio histórico, artigo jornalístico, etc.). Em seguida e num único parágrafo se informa as fontes consultadas, os tipos de análise desenvolvidos e as conclusões.
FICHAMENTO: Na sua ficha completa você deve ter:
1) a referência bibliográfica;

2) um resumo do texto;

3) o fichamento em sí, onde você anota as idéias básicas e transcreve partes do texto que achou importantes.

(NÃO SE ESQUEÇA DE SEMPRE ANOTAR A PÁGINA DE ONDE SAIU A INFORMAÇÃO PARA REFERÊNCIAS FUTURAS).




REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:
Livros:

MORAES, José Geraldo Vinci de. Metrópole em sinfonia: história, cultura e música popular na São Paulo dos anos 30. São Paulo: Estação Liberdade, 2000.

TAGG, Philip. Kojak – 50 Seconds of Television Music: toward the understanding of affect in popular music. New York: The Mass Media Music Scholars’ Press, 2001.
Capítulos de livros: destaque para “In:” e o nº de pg. inicial e final do capítulo.

ABREU, Martha. “Nos requebros do Divino”: Lundus e festas populares no Rio de Janeiro do século XIX. In: CUNHA, Maria Clementina (org.). Carnavais e outras frestas – ensaio de história social da cultura. Campinas, SP: Editora da UNICAMP, CECULT, 2002, p. 247-280.



Artigos

TURINO, Thomas. A coerência do estilo social e da criação musical entre os Aimará no sul do Peru. Música Hoje 7, p. 49-93, 2000.

MÁXIMO, João. O samba de Vila Isabel sob a luz das estrelas. O Globo. Caderno Rio. Rio de Janeiro, 28 jul. 2002, p.29.

Anais de congresso.

FERRAZ, Silvio. Composição e Pesquisa. In: ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EM MÚSICA. 1996. Rio de Janeiro. Anais do IX Encontro Anual da ANPPOM. Rio de Janeiro: UNIRIO, 1995, p. 69-73.



Discos e gravações:

GIL, Gilberto, VELOSO, Caetano. Bat Macumba. In: Gilberto Gil - História da Música Popular Brasileira. São Paulo: Abril Cultural, 1982. Gravação original LP Tropicália. Intérpretes: Gilberto Gil, Gal Costa, Caetano Veloso, Os Mutantes. Orquestração e regência: Rogério Duprat. Philips 6436303, p1968.

NOEL ROSA. Com que roupa?. Com o Bando Regional. [S.l.] Parlophon 13245 A, Matriz 4007, 1930. In: Noel Rosa – Feitiço da Vila. Curitiba: Revivendo RVCD-052. AAD, faixa 21 (2 min 39 s).

Verbetes de dicionário:

CHORO. In: CÂMARA CASCUDO, Luis da. Dicionário do Folclore Brasileiro. Rio de Janeiro: Ministério da Educação e Cultura, 1954, p. 275-276.

Texto da internet:

CALADO, Carlos. Choro - Uma música sentimental, sofisticada e muito brasileira. Disponível em: Acesso em: 06 nov. 2002.







©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal