Cláudio miranda



Baixar 28.05 Kb.
Encontro16.01.2018
Tamanho28.05 Kb.

Claudio Miranda nasceu em São Paulo, Brasil, a 19/04/1977. Músico multi-instrumentista, professor de música, produtor musical, intérprete, compositor, diretor musical, empreendedor social e fundador da banda Poesia Samba Soul e do projeto Poesia Audiovisual. Começou com o samba bem jovem, com 13 anos já era professor de cavaquinho e percussão nas favelas de São Paulo. Músico autodidata, membro de vários grupos de samba e outros ritmos: jazz, soul, maracatu, frevo, baião, enredo... Durante três anos foi diretor oficial de bateria e cavaco da Escola de Samba Boêmio, entre outras atividades. Como professor de música ministrava aulas na Escola de Música “Basic Music”, Projeto Criança Esperança, ADM entre outros. Em 2001 montou a sua própria Escola de Música gratuita no Jardim Ângela. Três anos depois criou o único estúdio de música existente nessa favela, produzindo para muitos grupos de música. Dirige o Projeto Poesia Audiovisual , usando a música, áudio e vídeo como uma alternativa de vida e ferramenta de trabalho para os jovens. Através da banda realizam um importante trabalho de inclusão social com os menores da favela, sendo uma grande referência para milhares de jovens .



Instrumentos: guitarra acústica e elétrica; cavaquinho; baixo; banjo; saxofone; teclado,e diversos instrumentos de percussão.

Nasceu a 29/07/1978 em São Paulo, Brasil. Percussionista, baterista e professor de música. O samba é a história da sua vida. Em 1989 começa a sua carreira musical com diversos instrumentos de samba enredo. Em 1995 participou nos blocos de Carnaval em Cananéia (SP) tocando instrumentos tais como repilique, surdo, contra surdo, tamborim, entre outros. Especializou-se em samba e ritmos afro-brasileiros. Paulinho Cocota, como é conhecido em todas as favelas de São Paulo tocou e realizou espetáculos com bandas muito diversas de estilos diferentes como baterista. , Há 20 anos e professor de música no Projeto Poesia Audiovisual utilizando a música para que crianças, jovens e adultos encontrem uma forma de expressão. Em conjunto com Cláudio Miranda, é um dos pilares de desenvolvimento que a banda Poesia Samba Soul realiza nas favelas de São Paulo.



Instrumentos de percussão: contra-surdo; surdo; caixa; repilique; chocalho; tamborim; agogô; pandeiro; rebolo; tantã; reco-reco; cuíca; repique de mão; bateria; afoxé; congas; timbales; djembé; efeitos.

Nasceu em 12/02/76 em São Paulo. Começou com a música muito cedo, desde criança sonhava em tocar baixo, como na época não tinha condições de ter um se contentou em começar a tocar no grupo Poesia do Samba com um violão que era do seu pai aos 12 anos, quando completou 16 anos teve uma surpresa ganhou do seu pai seu primeiro Baixo. Fabio Miranda fala pouco, mas diz tudo através do seu baixo, fez suas primeiras aulas com Valdecir Moura no Centro de Música Maranata (CMM). Mais tarde aprimorou as suas técnicas com Arthur Maia um dos professores da Universidade Sousa Lima. Já tocou com grandes baixistas da música brasileira, como Serginho Carvalho e Erik Budney. Fábio Miranda traz muita qualidade aos nossos ouvidos. Ao lado de Claudio desde inicio participa das criações de arranjos e produção dos shows, tendo a banda como sua paixão. Dentro do projeto Favela da Paz dá aulas e works shop de baixo, passando todo seu conhecimento a jovens de diversas comunidades.



Instrumentos: violão, baixo elétrico e acústico

Nasceu em 18/04/1986 em Minas Gerais, sempre teve a musica presente em sua vida ao acompanhar seu pai que tocava acordeom e sua mãe que cantava musicas folclórica. Aos 14 anos começou a participar de alguns grupos como Back vocal, agregando diversas influencias tais como MPB, Sertanejo, Samba, Black music entre outros, formando assim um estilo único nas suas interpretações. Em 2003 participou das aulas de cantos que eram ministradas pelo Claudio no Projeto, surgiu assim à oportunidade de participar da banda como back vocal e diz:



“Hoje tenho uma nova família, e acredito que realmente a musica é o caminho mais curto pra chegar ao céu” trecho de umas das musicas da banda, ‘ música é arte’. Alem de criar junto com Claudio os arranjos vocais, Hellem compõe canções que tocam alma , algumas foram gravadas por artistas da própria comunidade , tendo no ultimo álbum da banda uma das suas composições intitulada como “valeu”, desenvolve também os matérias de designe e ministra as oficinas dentro do projeto ensinando jovens a se expressarem através da arte.

Habilidades: Back vocal , violão e designe gráfico.


Pikeno nasceu em 21/09/1981 em São Paulo, percussionista e baterista, começou sua historia com a música aos 11 anos, quando assistia ensaios de grupos de samba na comunidade que vive. Ele conta: “ficava só esperando uma brecha, para tocar alguma coisa”, e foi assim que começou, e em pouco tempo já estava conhecido como “Pikeno do samba”.Desenvolveu suas habilidades estudando na escola de musica Poesia com Claudio, e depois com Cuca Teixeira , China de Castro entre outros.Tocou para vários grupos de pagode .Em 2005 entrou para banda Poesia Samba Soul e desde então transmite seu carinho e amor pela musica e, é também um dos instrutores do Projeto Poesia .
Instrumentos: contra-surdo; surdo; caixa; repilique; chocalho; tamborim; agogô; pandeiro; rebolo; tantã; reco-reco; repique de mão; afoxé; congas; timbales e cajon.



CONTATOS PARA SHOWS

00 55 11 5833 5901

NEXTEL 7753 7536

ID 100 * 52627

WWW.POESIASAMBASOUL.COM.BR

CONTATOS PARA SHOWS

00 55 11 5833 5901

NEXTEL 7753 7536

ID 100 * 52627

WWW.POESIASAMBASOUL.COM.BR

Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal