Compasso e Esquadro



Baixar 197.59 Kb.
Encontro20.05.2018
Tamanho197.59 Kb.

P




Painel , Quadro ...........................................................................................................................2.








Pálio..............................................................................................................................................6

.





Palavras, Sinais, Toques ............................................................................................................7








Paramentos ................................................................................................................................13







Compasso e Esquadro ..........................................................................................................13







Estrela Flamejante ................................................................................................................15







Livro da Lei ..........................................................................................................................17








Pavimento, Mosaico ....................... (veja Ornamentos)......................................................









Pedra Bruta, Pedra Polida................ (veja Jóias da Loja)...................................................








Pentalfa ..........................................(veja Estrela) ............................................................








Perpendicular ...................................(veja Jóias da Loja)..................................................








Pilar ................................................ (veja Colunas).........................................................








Pitágoras, Escola Pitagórica .....................................................................................................22








Pomba ............................................ (veja Símbolo)......................................................








Potência ......................................... (veja Obediência)..................................................








Postura em Loja .........................................................................................................................23








Porta - Bandeira .............................. (veja Oficiais).......................................................








Porta - Espada ...............................(veja Oficiais) .....................................................








Porta - Estandarte ........................... (veja Oficiais) .....................................................








Prancha ............................................(veja Jóias da Loja)..............................................








Profano, Candidato , Recipiendário, Visitante ........................................................................24.








Prumo .................................................(veja Jóias da Loja).............................................








Painel , Quadro


BORGES, Alcides et al. Os painéis do grau de aprendiz no Rito Escocês Antigo e Aceito. A Trolha, Londrina, v.28, n.139, p.30-32, 1998.


________ Os painéis do grau de aprendiz no Rito Escocês Antigo e Aceito. A Trolha, Londrina, v.28, n.140, p.28-29, 1998
BORSARI, Silvio. O painel do grau 19. Boletim do Supremo Conselho do Brasil para o Rito Escocês Antigo e Aceito, Rio de Janeiro, V.24, n.150, p.8-10, 1987.
BOTELHO, Heitor. O painel da loja de Companheiro. In: ___ O Companheiro Maçom. O vigilante e seu pupilo. Londrina: A Trolha, 1995 p.137-151. ( Biblioteca do Maçom, 45 ).
BOUCHER, Jules. O quadro do Aprendiz. In: ___ A Simbólica maçônica. 4 ed. São Paulo : Pensamento, 1992. p.149-204.
________ O “Quadro” do Companheiro. In: ___ A Simbólica maçônica, 4.ed. São Paulo: Pensamento, 1992. p.260-262.
________ O “quadro” do mestre. In: ___ A simbólica maçônica. 4 ed. São Paulo : Pensamento, 1992. p.300-310.
CAMINO, Rizzardo da. Painel da Loja. In: ___ Simbolismo do terceiro grau - Mestre - 4.ed. Rio de Janeiro: Aurora. [19--]. p.285-289.
________. O painel da Loja. In: ___ Introdução à maçonaria III. Parte filosófica. 2 ed. Rio de Janeiro : Aurora, 1972. p.100-101.
________ O painel da Loja. In: ___ O aprendizado maçônico. Londrina : A Trolha, 1993, p.135-140 (Biblioteca do Maçom, 24).
________ Os painéis da loja de Aprendiz. Londrina: A Trolha, 1994. 210 p. (Biblioteca do Maçom, 32).
________ O painel do grau de Aprendiz. In: ___ Os painéis da loja de Aprendiz. Londrina : A Trolha, 1994. p.33-37. (Biblioteca do Maçom, 32).
________ O painel de Oswald Wirth. In: ___ Os painéis da loja de Aprendiz. Londrina : A Trolha, 1994. p.39-43. (Biblioteca do Maçom, 32).
________ O painel de Willian Dight. In: ___ Os painéis da loja de Aprendiz. Londrina : A Trolha, 1994. p.109-113. (Biblioteca do Maçom, 32).
________ Os diversos painéis. In: ___ Os painéis da loja de Aprendiz. Londrina : A Trolha, 1994. p.165-189. (Biblioteca do Maçom, 32).
CARVALHO, Francisco de Assis. O painel. In: ___ Símbolos maçônicos e suas origens. Londrina : A Trolha, 1990. p.67-72. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 8).
CARVALHO, Francisco de Assis. Os painéis atuais. In: ___ Símbolos maçônicos e suas origens. Londrina : A Trolha, 1990. p.91-94. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 8).
________ Os painéis. In: ___ Companheiro Maçom. Londrina: A Trolha, 1992. p.43-50. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 17).
CASTELLANI, José. Painéis do grau e da loja. In: ___ Consultório maçônico no 4. Londrina: A Trolha, 1994. p.73-75. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 22).
________ Qual o painel correto? In: ___ Consultório maçônico no 4. Londrina: A Trolha, 1994. p.107-108. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 22).
________ A tábua de delinear. In: ___ Consultório maçônico no 4. Londrina: A Trolha, 1994. p.177-179. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 22).
________ O painel do Aprendiz. In: ___ Consultório maçônico VIII. Londrina: A Trolha 2002 p.111-112.
CASTELLANI, José, FERREIRA, Cláudio Roque Buono. Painéis dos graus do rito Escocês. In: ___ Manual heráldico do Rito Escocês Antigo e Aceito. São Paulo, A Gazeta Maçônica, 1995 p.117-169.
CASTELLANI, José, RODRIGUES, Raimundo. Os painéis. In: ___ Cartilha do Companheiro. Londrina: a Trolha, 1998 p.75-81.
CHARLIER, René Joseph. O quadro ou painel de aprendiz. In: ___ Pequeno ensaio de simbólica maçônica. 2 ed. Ribeirão Preto : E.D.O., 1966, p.139-148.
________ O quadro de companheiro. In : _____ Pequeno ensaio de simbólica maçônica. 2 ed. Ribeirão Preto : E.D.O., 1966, p.160-162.
________ O quadro de mestre. In : _____ Pequeno ensaio de simbólica maçônica. 2 ed. Ribeirão Preto : E.D.O., 1966, p.184-186.
CÍBILIZ, Índio Charrua Escariz. O painel da loja de Aprendiz. O Prumo, Florianópolis, v.26, n.113, p.35, 1997.
COSTA, Frederico Guilherme. O painel do Mestre. In: ___ Questões controvertidas da Arte Real. 2 ed. Londrina: A Trolha, 1997 v.1, p.61-66.
COSTA JUNIOR, Hamilton Luiz. Painel da loja de Aprendiz. A Verdade, São Paulo, v.46, n.409, p.28-29, 1999.
CRUZ, Almir Sant ‘Anna. Os painéis. In: ___ Simbologia maçônica dos painéis. Londrina: A Trolha, 1999 p.61-68.
_______ O painel da loja de Aprendiz. In: ___ Simbologia maçônica dos painéis. Londrina: A Trolha, 1999 p.69-136.
________ Os três degraus. In: ___ Simbologia maçônica dos painéis. Londrina: A Trolha, 1999 p.133.
CRUZ, Almir Sant’Anna. O painel da loja de Companheiro. In: ___ Simbologia maçônica dos painéis. Londrina; A Trolha, 1999 p.137-197.
________ Os degraus. In: ___ Simbologia maçônica dos painéis.. Londrina: A Trolha, 1999 p.158.
________ O painel da loja de Mestre. In: __ Simbologia maçônica dos painéis. Londrina; A Trolha, 1999 p.199-241.
________ As inscrições em caracteres maçônicos. In: __ Simbologia maçônica dos painéis. Londrina: A Trolha, 1999 p.209-215.
________ O ataúde. In: ___ Simbologia maçônica dos painéis. Londrina: A Trolha, 1999 p.205-206.
_______ O crânio com as três tíbias em aspas. In: ___ Simbologia maçônica dos painéis. Londrina: A Trolha, 1999 p.216-217.
________ O pórtico e as inscrições em hebraico In: ___ Simbologia maçônica dos painéis. Londrina; A Trolha, 1999 . p.219-220
________ A lâmpada mística. In: ___ Simbologia maçônica dos painéis. Londrina: A Trolha, 1999 p.222-224.
_______ O Sancto Sanctorum e os degraus. In: ___ Simbologia maçônica dos painéis. Londrina: A Trolha, 1999 p.227-228.
________ A mortalha. In: ___ Simbologia maçônica dos painéis. Londrina: A Trolha, l999 p.236.
_______ As lágrimas. In: ___ Simbologia maçônica dos painéis. Londrina: A Trolha, 19999 p.237.
GUIMARÃES, Dangler Travassos. Painéis. In: ___ Maçonaria e alta espiritualidade. São Paulo: A Gazeta Maçônica, 1995. p.89-91.
________ Painel da loja de Aprendiz. In: ___ Maçonaria e alta espiritualidade. São Paulo: A Gazeta Maçônica, 1995. p.91-92.
________ Painel da loja de Companheiro. In: ___ Maçonaria e alta espiritualidade. São Paulo: A Gazeta Maçônica, 1995. p.92-
________ Painel da loja de Mestre. In: ___ Maçonaria e alta espiritualidade. São Paulo: A Gazeta Maçônica, 1995. p.94.
JORGE. O painel de Aprendiz - Rito de York. A Trolha, Londrina, v.25, n.111, p.35, 1996.
MAGA;HÃES, Augusto F.R. de. Os painéis. In: ___ Simbologia maçônica. Rio de Janeiro: s/e, 1976 v.2, p.322-327.
ORTEGA, Oswaldo. Os painéis das GGr:. Lloj:. Brasileiras. A Trolha, Londrina, v.27, n.129, p. 26-28, 1997.
________ . Os painéis da Grandes Lojas Brasileiras. A Trolha, Londrina, v.31, n.181, p.33 – 34, 2001.
________ Os painéis das GGr:. Lloj:. Brasileiras. A Trolha, Londrina, v.27, n.128, p.33-34, 1997.
PAINEL do grau de Aprendiz. A Gazeta Maçônica, Sãso Paulo, v.34, n.236, p.9, 2001.
PEREIRA FILHO, Alcides. A simbologia do painel Aprendiz. A Trolha, Londrina. v.32, n.192, p.38-41, 2002.
PINHEIRO, Carlos Alberto Aquino. Quadro ou painel do aprendiz. A Trolha, Londrina, v. , n.11, p.22-23, 1980.
________ Quadro ou painel do Aprendiz. Coletânea A Trolha,. A Trolha, Londrina, v.2, p.109-116, 1994.
PREITOS, Germano de, TANNURI, Arivaldo. Painel da Loja de Mestre – interpretação. A Gazeta Maçônica, São Paulo, v.34, n.236, p.8, 2001.
RIGHETTO, Armando. O painel do Aprendiz. A Trolha, Londrina, v.18, n.37, p.60-61, 1988.
RIGHETTO, Armando. O painel do grau de Aprendiz: um estudo esotérico. In: ___ Maçonaria, uma esperança. Londrina: A Trolha, 1992. p.152-159. (Biblioteca do Maçom, 20).
________ Painel do Aprendiz no Rito Emulação. A Trolha, Londrina, v.23, n.81, p.30-31, 1993
RODRIGUES, Raimundo. O painel do Oriente. In: CASTELLANI, José, RODRIGUES, Raimundo. Cartilha do Aprendiz. Londrina: A Trolha, 1998 p.159-162.
SOARES, Sebastião da Rocha. Painel da loja de Aprendiz. O Avental, Jandaia do Sul, v,4, n/.39, p.3-5, 2.000.
SOUZA, José Augusto de. Os painéis do grau de Aprendiz. A Trolha, Londrina, v.8, n.18, p.53, 1994.
VAROLI FILHO, Theobaldo. Os painéis da Loja de mestre-maçom. In: ___ Curso de maçonaria simbólica – mestre. São Paulo : A Gazeta Maçônica, 1993. p.85-91.
________ Os painéis não se confundem com o pavimento mosaico. In: ___ Simbologia e simbolismo da maçonaria. Londrina: A Trolha, 2.000 p.39-42 9 Caderno de Bolso ).
________ Os painéis de Mestre – suas variações. In: __ Simbologia e simbolismo da maçonaria. Londrina: A Trolha, 2.000 p.43-44. ( Caderno de Bolso ).
________ A tradição dos painéis. In: ___ Simbologia e simbolismo da maçonaria. Londrina: A Trolha, 2.000 p.47-48. ( Cadernos de Bolso ).
ZELDIS, León. Quadros ou painéis de loja. In: ___ As pedreiras de Salomão. Londrina: A Trolha, 2001 p.107 – 122.


P á l i o

CASTELLANI, José. O pálio. In: ___ Consultório maçônico no 4. Londrina: A Trolha, 1994. p.57. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 22).


________ O dossel. In: ___ Consultório maçônico IV. Londrina: A Trolha, 1994. p.101-102. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 22).
________ O pálio. In: ___ Consultório maçônico V. Londrina: A Trolha, 1995. p.147-148. ( Cadernos de Estudos Maçônicos, 30 ).
________ As cerimônias. In ___ Consultório maçônico VII. Londrina: A Trolha, 2000 p.29 – 30.
CASTRO, Erly de A. Reflexões ao pálio. A Verdade, São Paulo, v.45, n.393, p,.22-25, 1996.
NUNES, Marco Antônio. Sob o pálio. Voz do dia, Santos, v.12, n.58, p.17, 2001.
RIBEIRO, Wilson. Pálio. In: ___ Maçonaria para leigos e maçons. São Paulo: Master Book, 2000 p.70-71.
SCHLORKE, Harro. O pálio. A Trolha, Londrina, v. , n.14, p.15, 1982.


Palavras, Sinais e Toques
Generalidades
ALMEIDA, Agnaldo Ranieri de. M.I.C.T.M.R. A Verdade, São Paulo, 49, 418, p.32-33, 2.000.
ASLAN, Nicola. Os meios de reconhecimento. In: ___ Comentários ao Ritual de Aprendiz: Vade Mecum Iniciático. Londrina: A Trolha, 1995. V.3. p.246-248.
ALVES, Derly Halfeld. A palavra Kadosh. In: ___ Peças de Arquitetura. Londrina: a Trolha, 2002. p.85-89
BLAZ, Walker. Saúde, Força e União. Grande Loja em Destaque, São Paulo, v.5, n.27, p.6-8, 2002
CARVALHO, Franciso de Assis. Sinais, toques e palavras. Londrina : A Trolha., 1991.
________ Sinais, toques e palavras. In: ___ A Maçonaria : usos & costumes. Londrina : A Trolha, 1994. p.27-42. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 23).
CASTELLANI, José. Sinais, toques e palavras (procedimentos). In: ___ Cartilha do Aprendiz. Londrina : A Trolha, 1992. p.107-109 (Biblioteca do Maçom, 21).
KLOPPENBRUG, Boaventura. Os sinais de reconhecimento dos maçons no Brasil. In: ___ Igreja & Maçonaria, conciliação possível? 2 ed. Petrópolis: Vozes, 1995. p.102-105.
VAROLI FILHO, Theobaldo. Sinais, toques e palavras. In: ___ Curso de maçonaria simbólica - Mestre - São Paulo : A Gazeta Maçônica, 1993. p.127-131.

Palavra

ASLAN, Nicola. Palavras sagradas e o seu significado. In: ___ Instruções para Lojas de Perfeição (O 4o Grau). Rio de Janeiro: Maçônica, 1979. p.46-48.


________ A palavra de passe. In: ___ Instruções para Lojas de Perfeição (O 4o Grau). Rio de Janeiro: Maçônica, 1979. p.80-82.
________ A transmissão da palavra sagrada. In: ___ Comentários ao ritual de Aprendiz: Vade-Mecum Iniciático. Londrina: A Trolha, 1995. v.2. p.189-191.
________ Palavras aos Aprendizes. In: ___ Comentários ao ritual de Aprendiz: Vade Mecum Iniciático. Londrina: A Trolha, 1995. v.3. p.237-238.
________ A palavra sagrada. In: ___ Comentários ao ritual de Aprendiz: Vade Mecum Iniciático. Londrina: A Trolha, 1995. v.3. p.251-252.
BERENCHTEIN, Nilson. A palavra I.N.R.I. Boletim do Supremo Conselho do Brasil para o Rito Escocês Antigo e Aceito, Rio de Janeiro, v.25, n.153, p.31-32, 1988.
BOUCHER, Jules. As palavras. In : _____ A simbólica maçônica. 4 ed. São Paulo : Pensamento, 1992. p.364-369.
CAMINO, Rizzardo da. A palavra semestral. In: ___ A cadeia de união. 3 ed. Rio de Janeiro : Aurora., [198-] p.71-76.
________ A palavra sagrada. In: ___ Simbolismo do segundo grau - Companheiro - Rio de Janeiro: Aurora, [19--]. p.155-156.
________ A palavra de passe. In: ___ Simbolismo do segundo grau - Companheiro - Rio de Janeiro: Aurora, [19--]. p.159-163.
________ A palavra sagrada. In: ___ Simbolismo do terceiro grau - Mestre - 4.ed. Rio de Janeiro: Aurora [19--]. p.271-274.
________-.A palavra de passe. In: ___ Simbolismo do terceiro grau - Mestre - 4.ed. Rio de Janeiro: Aurora [19--]. p.277-281.
________ A palavra semestral. A Trolha, Londrina, v.21, n.63, p.32, 1992.
________ A palavra semestral. In: ___ A corrente da fraternidade. São Paulo: Ïcone, 1993 p.89-94.
CARVALHO, Francisco de Assis. As palavras do mestre maçom. In: ___ O Mestre maçom. 2.ed. Londrina: A Trolha, 1994. p.129-156. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 11).
CASSIMIRO, Vicente. Palavra, mantra e verbo. Consciência, Campo Grande, v.9, n.43, p.21-22, 2.000
CASTELLANI, José. A palavra sagrada. In: ___ Consultório maçônico II. Londrina : A Trolha. 1989. p.40-41. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 7).
________ O uso da palavra. In: ___ Consultório maçônico II.. Londrina : A Trolha. 1989. p.106-107. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 7).
________ O uso da palavra em loja. In: ___ Consultório maçônico III.. Londrina: A Trolha, 1992. p.79-80 (Cadernos de Estudos Maçônicos, 16).
________ A transmissão da palavra. In: ___ Consultório maçônico III.. Londrina: A Trolha, 1992. p.184-185 (Cadernos de Estudos Maçônicos, 16).
________ A palavra sagrada I. In: ___ Consultório maçônico IV. Londrina: A Trolha, 1994. p.32-33. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 22).
________ A palavra sagrada II. In: ___ Consultório maçônico IV. Londrina: A Trolha, 1994. p.67. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 22).
________ A palavra semestral. In: ___ Consultório maçônico IV. Londrina: A Trolha, 1994. p.164-165. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 22).
CASTELLANI, José. Palavra semestral única. In: ___ Consultório Maçônico V. Londrina: A Trolha, 1997. p.179-180.
________ A palavra sagrada. In: ___ Consultório maçônico VI. Londrina: A Trolha, 1998 p.163-165. ( Cadernos de Estudos Maçônicos ).
________ A palavra sagrada. A Trolha, Londrina, v.27, n.135, p.18, 1998.
________ Kadosh ou Kadosch? Instituto Brasileiro de Pesquisas e Estudos Maçônico, Londrina, v.1, p.73-76, 2.000
_______ A palavra sagrada. Consultório maçônico VIII. Londrina: A Trolha, 2002. p.28-29
________ O uso da palavra. In: ___ Consultório maçônico VIII. Londrina: a Trolha, 2002 p.125.
CASTELLANI, José, RODRIGUES, Raimundo. Cobridor do grau. In: ___ Cartilha do Companheiro. Londrina: A Trolha, 1998 p.67-70.
CHARLIER, René Joseph. Divisas, aclamações, palavras. In: ___ Pequeno ensaio de simbólica maçônica. 2 ed. Ribeirão Preto : E.D.O. , 1966. p.210-221.
COSTA, Frederico Guilherme. A palavra de passe. In: ___ O grau de companheiro por um companheiro. 2 ed. Rio de Janeiro : Aurora, [19--] p.71-73.
________ A palavra sagrada. In: ___ O grau de companheiro por um companheiro. 2 ed. Rio de Janeiro : Aurora, [19--] p.75-76.
________ A idade, a marcha, o sinal, as palavras e o toque de mestre. In: ___ O Grau de mestre por um mestre. Rio de Janeiro : Aurora, [19--]. p.57-59.
DONÁDIO, Cézar Augusto et al. A palavra sagrada do grau de Aprendiz. A Gazeta Maçônica, São Paulo,v.32, n.227, p.9, 1999
FERREIRA SOBRINHO, José Wilson. Palavra semestral. In: ___ Maçonaria e Direito. Londrina: A Trlha 2001. p.137-146.
________ Saúde, saúde, saúde ( a questão dos três S ). O Prumo, Florianópolis, v.31, n.141, p.14-15, 2002
________ Saúde, Saúde, Saúde. In: ___ Legislação maçônica. Londrina: A Trolha, 2002 p.77-88.
FREITAS, Diógenes Pinheiro. Romagem. O Aprendiz, São Vicente, v.36, n.350, p.7, 2.000.
GOBBO, Amauri. Significado da palavra bíblia, testamento. A Verdade, São Paulo, v.47, n.417, p.34-35, 2.000
GUÉNON, René. Heredom. A Verdade, São Paulo, v.47, n.417, p.30-31, 2.000
JURADO, José Martins. Palavras “Entre Colunas”. A Trolha, Londrina, v. , n.13, p.64-66, 1981.
MIRANDA, Vilmar Rodrigues. A palavra perdida. Chico da Bodega, Porto Alegre, v.4, n.12, p.1-4, 2.000.
NUNES, Marco Antônio. A palavra perdida. O Vigilante, Florianópolis, v.3, n.24, p.3, 1999.
LOPES, José. Palavra sagrada. In: ___ Coletânea maçônica. Londrina: A Trolha, 1997 p.137-144. (Bi blioteca do Maçom, 59 ).
________ Palavra perdida. In: ___ Coletânea maçônica. Londrina: A Trolha, 1997 p.145-149. ( Biblio teca do Maçom, 59 ).
OLIVEIRA, Walter Dias de. Palavra semestral. In: ___ A maçonaria e seus conceitos. Londrina: A Trolha, 1999 p.172-174. ( Biblioteca do Maçom ).
PACHECO JUNIOR, Walter. As palavras, as divisas e as aclamações. In: ___ Entre o esquadro e o compasso. 2 ed. Londrina: A Trolha, 1997. p.91-93. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 9).
PERAU, Gabriel Luiz Calabre. Sinais, toques e palavras dos franco-maçons. In: ___ A Ordem traída e seus segredos revelados. Londrina: a Trolha, 2001 p.301-309.
PETERS, Ambrósio. Freemason. O Prumo, Florianópolis, v.30, n.128, p.3-4, 1999
PRADO, Luiz. A palavra sagrada do companheiro maçom. In: ___ Fanal do companheiro maçom. Rio de Janeiro : Mandarino [19--] p.25-29.
________ A palavra “de passe” do Companheiro - maçom. In : _____ Fanal do companheiro maçom. Rio de Janeiro : Mandarino [19--] p.30-34.
RAGON, Joseph Marie. Observações sobre as palavras do Aprendiz e do Companheiro. In: ___ Ritual do Grau de Companheiro. 3 ed. São Paulo : Pensamento, 1991. p.40-41.
RIGHETTO, Armando. A palavra semestral e a Cadeia de União. A Trolha, Londrina, v.25, n.104, p.19-21, 1995.
SILVA SOBRINHO, Haniel. A palavra perdida. Boletim do Supremo Conselho do Brasil para o Rito Escocês Antigo e Aceito, Rio de Janeiro, v.31, n.196, p.47-48, 1995.
VAROLI Filho, Theobaldo. Sinais, toque e palavras profissionais. In: ___ Simbologia e simbolismo da maçonaria. Londrina: A Trolha, 2.000 p.87-88.
ZACOLLI, Luiz Hiram. P:. S:. In: ___ A iniciação maçônica. Londrina: A Trolha, 1988. p.45-48 (Cadernos de Estudos Maçônicos, 6).
ZELDIS, León. A palavra. In: ___ As pedreiras de Salomão. Londrina: A trolha, 2001 p.149-151.


Sinais

ASLAN, Nicola. O Sinal de Ordem. In: ___ Comentários ao Ritual de Aprendiz: Vade Mecum Iniciático. Londrina: A Trolha, 1995. V.3. p.248-249.


BOUCHER, Jules. Os sinais. In: ___ A simbólica maçônica. 4 ed. São Paulo : Pensamento, 1992. p.342-348.
CAMINO, Rizzardo da. O sinal do grau. In: ___ Simbolismo do segundo grau - Companheiro - Rio de Janeiro: Aurora, [19--]. p.167-171.
________ O “sinal”. In: ___ Simbolismo do terceiro grau - Mestre - 4.ed. Rio de Janeiro: Aurora [19--]. p.257-260.
CARVALHO, Francisco de Assis. Os sinais do Mestre. In: ___ O Mestre maçom. Londrina: A Trolha, 1994. p.163-168. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 11).
CASTELLANI, José. O sinal em loja. In: ___ Consultório maçônico II.. Londrina : A Trolha, 1989. p.87. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 7).
________ Sinal de Socorro. In: ___ Consultório maçônico II. Londrina : A Trolha, 1989. p.128-125. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 7).
________ O sinal de ordem. In: ___ Consultório maçônico III.. Londrina: A Trolha, 1992. p.85-86 (Cadernos de Estudos Maçônicos, 16).
________ Sinal de ordem. In: ___ Consultório maçônico III. Londrina: A trolha, 1992. p.152-154 (Cadernos de Estudos Maçônicos, 16).
________ O sinal de ordem. In: ___ Consultório maçônico V. Londrina: A Trolha, 1997. p.19-21.
________ O sinal penal. In: ___ Consultório maçônico V. Londrina: A Trolha, 1997. p.55-56.
________ O sinal e a marcha. In: ___ Consultório maçônico V. Londrina: A Trolha, 1997. p.142.
_______ Mudanças de sinais. In: ___ Consultório maçônico VI. Londrina: A Trolha, 1998 p.54-56.
________ Existem onze sinais de Aprendiz. In: ___ Consultório maçônico VII. Londrina: A Trolha, 2.000 p.36-37.
________ Sinal de respeito. In: ___ Consultório maçônico VI. Londrina: A Trolha, 1998 p.69-72. ( Cadernos de Estudos Maçônicos ).
CHARLIER, René Joseph. Os sinais. In: ___ Pequeno ensaio de simbólica maçônica. 2 ed. Ribeirão Preto: E.D.O., 1966, p.201-204.
COSTA, Frederico Guilherme. A marcha, o sinal, o toque, a idade. In : _____ O Grau de companheiro por um companheiro. 2 ed. Rio de Janeiro : Aurora, [19--] p.67-69.
KLOPPENBURG, Boaventura. Os sinais de reconhecimento dos maçons no Brasil. In: ____ A maçonaria no Brasil. Petrópolis : Vozes, 1961. p.106-109.
________ Os sinais de reconhecimento dos maçons no Brasil. In: ___ Igreja & maçonaria, conciliação possível ? 2.ed. Petrópolis: Vozes, 1995. p.102-105.
KOIYAMA, Isao. A expressão por sinais. O Avental, Jandaia do Sul, v.4, n.33, p.3-6, 1999.
LOPES, José. Sinal. In: ___ Coletânea maçônica. Londrina: A Trolha, 1997. p.119-120.
OLIVEIRA, Wellington Bueno de. O sinal de ordem. In: ___ Um conceito de maçonaria. Londrina : A Trolha, 1994. p.95-108. (Biblioteca do Maçom, 36).
Perau, Gabriel Luiz Calabre. Sinais , toques e palavras dos franco maçons. In: ___ A Ordem maçônica traída e seus segredos revelados. Londrina: A Trolha, 2001. p.301-309.
PUSCH, Jaime. A expressão por sinais. In: ___ ABC do aprendiz. 3 ed. rev. aum. Tubarão : Dehon, 1994. p.51-54.
VIEIRA, Júlio Doin. O sinal do Aprendiz. In: ___ Maçonaria: um estudo completo. Londrina: A Trolha, 1997. p.133-144. (Biblioteca do Maçom, ).


Toques

ASLAN, Nicola. O toque. In: ___ Comentários ao ritual de Aprendiz: Vade Mecum Iniciático. Londrina: A Trolha, 1995. v.3. .249-250.


BOUCHER, Jules. Os toques. In : _____ A simbólica maçônica. 4 ed. São Paulo : Pensamento, 1992. p.349-350.
CHARLIER, René Joseph. Os toques. In: ___ Pequeno ensaio de simbólica maçônica. 2 ed. Ribeirão Preto : E.D.O, 1966. p.204-205.
COSTA, Frederico Guilherme. A marcha, o sinal, o toque, a idade. In : _____ O grau de Companheiro por um Companheiro. 2 ed. Rio de Janeiro : Aurora, [19--]. p.67-69.
PERAU, Gabriel Luiz Calabre. Sinais, toques e palavras dos franco maçons. In: ___ A Ordem maçônica traída e seus segredos revelados. Londrina: A Trolha, 2001. p.301-309.
VIEIRA, Júlio Doin. Um toque de Mestre. In: ___ Maçonaria: um estudo completo. Londrina: A Trolha, 1997. p.67-69. (Biblioteca do Maçom, )..


Paramentos




Generalidades

CAMINO, Rizzardo da. Os utensílios. In : _____ O aprendizado maçônico. Londrina : A Trolha, 1993. p.129-134 (Biblioteca do Maçom, 24).


CHARLIER, René Joseph. Instrumentos e ferramentas. In: ___ Pequeno ensaio de simbólica maçônica. 2 ed. Ribeirão Preto : E.D.O., 1966, p.45-48.
CASTELLASNI, José ________ As cerimônias. IN: ___ Consultório maçônico VII. Londrina: A Trolha, 2000. p,.29-30
________ Paramentos I. In: ___ Consultório maçônico VII. Londrina: A Trolha, 2000. p.40-41.

CASTELLANI, José, RODRIGUES, Raimundo. Decoração do templo e paramentos. In: ___ Cartilha do companheiro. Londrina: A Trolha, 2.000. p.71-72


CRUZ, Almir Sant ‘Anna. Os paramentos. In: ___ Simbologia maçônica dos painéis. Londrina: A Trolha, 1999 p.81-101.
LIMA, Maurício Fonseca. Os paramentos. In: ACADEMIA SETELAGOANA MAÇÔNICA DE LETRAS. Espargindo Luzes, Sete Lagoas: JG Gráfica, 1997. p.89 –
MAGALHÃES, Augusto, F.R.de. Simbologia dos paramentos. . In: ___ Simbologia maçônica. Rio de Janeiro: s/e, v.2, p.442-451.

Compasso e Esquadro

ALMEIDA, Olyntho de. O compasso e o esquadro. A Trolha, Londrina, v. , n.8/9/10, p.17-18, 1979.


________ O esquadro. Boletim do Supremo Conselho do Brasil para o Rito Escocês Antigo e Aceito, Rio de Janeiro, v.24, n.150, p.11-14, 1987.
________ O compasso e o esquadro sobre o livro da lei. Boletim do Supremo Conselho do Brasil para o Rito Escocês Antigo e Aceito, Rio de Janeiro, v.29, n.187, p.45-50, 1993.
ALVES, Derly Halfeld. As três grandes luzes emblemáticas da maçonaria. In : Peças de arquitetura. Londrina: A Trolha, 2002. p.35-54
ASLAN, Nicola. O esquadro. In: ___ Comentários ao ritual de Aprendiz: Vade Mécum Iniciático. Londrina: A Trolha, 1995. v.2. p.155-158.
ASLAN, Nicola,. O compasso. In: ___ Comentários ao ritual de Aprendiz: Vade Mécum Iniciático. Londrina: A Trolha, 1995. v.2. p.158-159.
BOUCHER, Jules. Esquadro e compasso. In: ___ A Simbólica maçônica. 4 ed. São Paulo : Pensamento, 1992, p.19-27.
CAMINO, Rizzardo da. O esquadro. In: ___ Introdução à Maçonaria III. Parte filosófica. 2 ed. Rio de Janeiro : Aurora, 1972, p.45-46.
CAMINO, Rizzardo da. O compasso. In: ___ Introdução à Maçonaria III. Parte filosófica. 2 ed. Rio de Janeiro : Aurora, 1972, p.47-54.
________ O compasso e o esquadro. In: ___ Os painéis da Loja de Aprendiz. Londrina : A Trolha, 1994. p.149-155 (Biblioteca do Maçom, 32).
CARVALHO, Francisco de Assis. Esquadro. In : _____ Símbolos maçônicos e suas origens. Londrina : A Trolha, 1990. p.49-51. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 8).
________ O compasso. In: ___ Símbolos maçônicos e suas origens. Londrina : A Trolha, 1990. p.139-144. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 8).
CASSITA, Silvio Duran et al. O compasso e o esquadro. A Trolha, Londrina, v.8, n.18, p.31, 1984.
CASTELLANI, José. O esquadro e o compasso nos tres graus simbólicos. In: ___ Liturgia e ritualística do grau de mestre maçom. São Paulo : Gazeta Maçônica, 1987. p.23-25.
________ O esquadro e o compasso nos três Graus Simbólicos. In: ___ O Rito Escocês Antigo e Aceito. Londrina: A Trolha, 1988. p.285-286. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 4).
________ O compasso e o esquadro sobre o Livro da Lei. In: ___ Consultório maçônico III. Londrina: A Trolha, 1992. p.61-62 (Cadernos de Estudos Maçônicos, 16).
_______ As pontas do Compasso. A Trolha, Londrina, v.30, n.169, p.28, 2.000
CASTELLANI, José, ROFRIGUES, Raimundo. Conjunto esquadro-compasso. In: ___ Cartilha do Companheiro. Londrina: A Trolha, 1998 p.73-74.
CH’AN, Isa. Qual a posição certa do ESQ/COMP. no grau de Companheiro? Coletânea A Bigorna, Rio de Janeiro, v.4, n.135, p.136, 1992.
CHARLIER, Rene Joseph. Esquadro e compasso. In: ___ Pequeno ensaio de simbólica maçônica. 2 ed. Ribeirão Preto : E.D.O, 1966. p.73-75.
________ O esquadro e o compasso sobre o altar. In: ___ Pequeno ensaio de simbólica maçônica. 2 ed. Ribeirão Preto : E.D.O, 1966. p.109.
CRUZ, Almir Sant ‘Anna. O esquadro e o compasso na posição do grau.. In: ___ Simbologia maçônica dos painéis. Londrina: A Trolha, 1999 p.156.
________ O esquadro e o compasso na posição do grau. In: ___ Simbologia maçônica dos painéis. Lon drina: a Trolha, 1999 p.240-241.
LOPES, José. Compasso. In: ___ Coletânea maçônica. Londrina: A Trolha, 1997 p.59-60.
________ Simbologia dos paramentos. In ___ Coletânea maçônica. Londrina: A Trolha 1997 p.103-105
MAGALHÃES, Augusto, F. R. de. Companheiro: nível, régua e compasso. In: ___ Simbologia maçônica. Rio de Janeiro: s/e, 1976 v.2, p.374-377.
MEDEIROS, William Reis. As três luzes emblemáticas. O Prumo, Florianópolis, v.31, n.141, p.176-23, 2002
MUZILLI, Osmar. A régua e o esquadro : instrumentos básicos de conduta maçônica. A Trolha, Londrina, v.19, n.40, p.82, 1989.
NERY, Ilden da Silva. O compasso na simbologia maçônica. Coluna Livre, Belo Horizonte, v.7, n.41. p.11. 1995.
PACHECO JUNIOR, Walter. Entre o compasso e o esquadro. Londrina : A Trolha, 1990. p. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 9).
PASCHOAL, Antônio Augusto Salles. O compasso e a conduta maçônica. A Trolha, Londrina, v.21, n.52, p.25, 1991.
PINTO, Gilgson da Silveira. Orientação com relação à Bíblia, do esquadro e compasso. Cadernos de Pesquisas Maçônicas, Londrina, n.10, p.65-70, 1995.
REIS, Luiz Castro. Esquadro e compasso. O Aprendiz, São Vicente, v.35, n.334, p.12, 1999.
RODRIGUES, Raimundo. Esquadro e compasso. In: ___ A filosofia da maçonaria simbólica. Londrina: A Trolha, 1999 p.94-98.
_______ Esquadro e compasso. O Aprendiz, Sào Vicente, v.37, n.356, p.10-11, 2001.
SALLES, Lázaro Emmanuel Franco. No reino do esquadro e do compasso. O Timoneiro, Poços de Caldas,v.5, n.9, p.123, 1994.
TOURINHO, Marcos de Almeida et al. As três grandes luzes da maçonaria. A Gazeta Maçônica, São Paulo, v.29, n.212, p.9, 1997
Estrela Flamejante

AGUIAR, Demostenes N. Vieira. A estrela flamejante. In: ___ O Pedreiro livre. Rio de Janeiro : Aurora, [19--] v.1. p.131-134.


BOUCHER, Jules. A estrela flamejante. In: ___ A Simbólica maçônica. 4.ed. São Paulo: Pensamento, 1992. p.239-253.
BUBNIAK, Júlio Cesar. A estrela de cinco pontas. A Trolha, Londrina, v.29, n.156, p.28-30, 1999.
CAMINO, Rizzardo da. A estrela flamígera. In: ___ Simbolismo do segundo grau - Companheiro - Rio de Janeiro: Aurora, [19--]. p.193-194.
________. A estrela flamígera. In: ___ Introdução à maçonaria III. Parte filosófica. 2ed. Rio de Janeiro: Aurora, 1972. p.66-67.
________ A estrela flamejante. In: ___ Príncipe Rasa-Cruz e seus mistérios. 3.ed. Rio de Janeiro: Aurora [19--]. p.83-85.
CARVALHO, Francisco de Assis. Estrela. In: ___ Símbolos maçônicos e suas origens. Londrina : A Trolha, 1990. p.53-54. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 8).

________ A estrela flamejante (Blazing Star) - As duas estrelas. In: ___ Companheiro Maçom. Londrina: A Trolha, 1992. p.108-114. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 17).


CASTELLANI, José. A estrela pentagonal. In: ___ Liturgia e ritualística do grau de companheiro maçom, São Paulo. A Gazeta Maçônica, 1987, p.47-50.
________ Estrela pentagonal. In: ___ Consultório maçônico 2 ed. Londrina : A Trolha, 1990. p.23-25.
________ A estrela pentagonal. In: ___ Origens históricas e místicas do templo maçônico. São Paulo : A Gazeta Maçônica, 1991. p.65-66.
________ A estrela flamejante e a letra G. A Trolha, Londrina, v.21, n.51, p.29-32, 1991.
________ A estrela. In: ___ Curso básico de liturgia e ritualística. 2 ed. Londrina : A Trolha, 1994. p.117-123.
________ A estrela flamejante e a letra “G”. Cadernos de Pesquisas Maçônicas, Londrina, n.6, p.97-102, 1994.
________ Posição da estrela flamejante. In: ___ Consultório maçônico no 4. Londrina: A Trolha, 1994. p.175-176. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 22).
________ A estrela flamejante. In: ___ Consultório maçônico VI. Londrina: a Trolha, 1998 p.100-101 ( Cadernos de Estudos Maçônicos.).
CHARLIER, René Joseph. A estrela flamejante. In: ___ Pequeno ensaio de simbólica maçônica. 2 ed. Ribeirão Preto: E.D.O., 1966. p.155-158.
CIPOLLATTI, Orestes Lima. O triângulo, a estrela flamejante, o selo de Salomão e os seus mistérios. Cadernos de Pesquisa Maçônica, Londrina, n.14, p.91-99, 1997.
COSTA, Frederico Guilherme. A estrela flamigera. In: ___ O Grau de companheiro por um companheiro. 2 ed. Rio de Janeiro : Aurora, [19--]. p.83-89.
CRUZ, Almir Sant ‘Anna. A estrela flamígera e a letra G. In: ___ Simbologia maçônica dos painéis. Londrina: A Trolha, 1999 p.165-177. ( Biblioteca do Maçom ).
A ESTRELA flamejante. A Trolha, Londrina, v.19, n.43, p.18, 1989
LIMA. Ëlcio Caetano. A estrela flamígera. Ampulheta, Ferraz de Vasconcelos, v.6, n.30, p.8, 2001.
LOPES, José. Estrela flamígera. In: ___ Coletânea maçônica. Londrina: a Trolha, 1997 p.93-96. ( Biblioteca do Maçom , 59 ).
MAGALHÃES, Augusto F. R. de. A estrela flamejante. In: ___ simbologia maçônica. Rio de Janeiro: s/e. 1976 v.2, p.342-351.
MOTTA, João Nogueira. A estrela flamígera (flamejante). A Trolha, Londrina, v.26, n.114, p.76-77, 1996.
PANSERA, Flávio Luiz. A estrela flamígera. A Trolha, Londrina, v.8, n.18, p.39, 1984.
PRADO, Luiz. A estrela flamejante. In: ___ Fanal do companheiro maçom. Rio de Janeiro : Mandarino [19--] p.70-74.
PINHEIRO, Nilson Wilfred Ivanhoé. A estrela flamejante. A Verdade, São Paulo, v.47, n.397, p.35, 1997.
RODRIGUES, Raimundo. Estrela flamejante. In: CASTELLANI, José, RODRIGUES, Raimundo. Cartilha do Aprendiz. Londrina: A Trolha, 1998 p.153-157.
SELEME FILHO, Emiliano A. A estrela flamígera. A Trolha, Londrina, v.17, n.31. p.55, 1987.
ZEFERINO, Augusto Cesar. A estrela falmígera e a letra G. O Prumo, Florianópolis, v.28, n.124, p.36-37, 1999.


Livro da Lei

ARTIOLI, Adilson Luiz et al. O livro da lei. A Gazeta Maç6onica, São Paulo, v.34, n.236, p.7, 2001.


ASLAN, Nicola. O Livro da lei. In: ___ Comentários ao ritual de Aprendiz: Vade-Mécum Iniciático. Londrina: A Trolha, 1995. v.2. p.154-155.
________ A abertura do Livro da Lei. In: ___ Comentários ao ritual de Aprendiz: Vade-Mécum Iniciático. Londrina: A Trolha, 1995. v.2. p.192-193.
AZEVEDO, Gelson Jesus de at al. O livro da lei. A Trolha, Londrina, v.32, n.187, p.35-37, 2002.
BARROS, Zilmar de Paula. A maçonaria e o livro sagrado. Rio de Janeiro : Mandarino, [19--]. 122p.
________ A maçonaria e o livro sagrado. In _____ A maçonaria e o livro sagrado. Rio de Janeiro : Mandarino [19--]. p.25-26.
BARROS,

BARROS, Zilmar de Paula. A bíblia nas lojas maçônicas. In _____ A maçonaria e o livro sagrado. Rio de Janeiro : Mandarino [19--]. p.36-56.


BOUCHER, Jules. O livro sobre o altar. In: ___ A Simbólica maçônica. 4 ed. São Paulo : Pensamento, 1992. p.134-139.
CAMINO, Rizzardo da. Abertura do livro da lei. In: ___ Simbolismo do primeiro grau - Aprendiz - 2.ed. Rio de Janeiro: Aurora, [19--]. p.105-110.
CAMINO, Rizzardo da. O livro sagrado. In: ___ Simbolismo do terceiro grau - Mestre - 4.ed. Rio de Janeiro: Aurora [19--]. p.239-242.
O livro sagrado. In: ___ Introdução à Maçonaria III. Parte filosófica. 2 ed. Rio de Janeiro : Aurora, 1972. p.27-42.
________ O livro sagrado. In: ___ A cadeia de União. Rio de Janeiro : Aurora, [19--].p.117-121.
________ O livro sagrado ou o livro da lei. In: ___ Os Painéis da loja de Aprendiz. Londrina : A Trolha, 1993. p.121-128. (Biblioteca do Maçom, 32).
________ A abertura do Livro Sagrado nos Graus Simbólicos. In: ___ Maçonaria mística. São Paulo: Madras, 1996. p.289-2
________ A abertura do livro sagrado nos graus filosóficos do Rito Escocês Antigo e Aceito. In: ___ Maçonaria mística. São Paulo: Madras, 1996. p.295-328.
CARVALHO, Francisco de Assis. A Bíblia. In: ___ Símbolos maçônicos e suas origens. Londrina : A Trolha, 1990. p.35-38. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 8).
________ Abertura do livro da lei. Salmo 133 ou o Evangelho segundo São João? In: ___ Maçonaria : usos & costumes. Londrina : A Trolha, 1994. p.75-80. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 23).
CARVALHO, João Alberto de. A Bíblia. A Trolha, Londrina, v.22, n.77, p.25-26, 1993.
CARVALHO, Paulo Sérgio Rodrigues. Bíblia sagrada. In: ___ Torre do silêncio. Londrina: A Trolha, 1998 p.17-28. ( Biblioteca do Maçom ).
CARVALHO, Victor. Curiosidades bíblicas. O Timoneiro, Poços de Caldas, v.5, n.9, p.5, 1994.
CASALS, Pedro Henrique Lopes. O livro da lei moral. In: ___ Arcano da maçonaria. Rio de Janeiro: Mandarino [19--]. p.57-62.
________ O livro sobre o altar. In: ___ Casos de maçonaria. Rio de Janeiro: Mandarino, [19--]. p.134-141.
CASTELLANI, José. A abertura do livro da lei. A Trolha, Londrina, v. , n.24, p.55-56, 1986.
CASTELLANI, José. A abertura do livro da lei. In: ___ Consultório maçônico II.. Londrina : A Trolha, 1989. p.15-16.
________ Abertura da Bíblia no Rito Escocês. In: ___ Consultório maçônico. 2 ed. Londrina : A Trolha, 1990. p.119-120.
________ Abertura do livro sagrado. In: ___ Consultório maçônico III. Londrina: A Trolha, 1992. p.65-67. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 16).
________ A leitura da Bíblia. In: ___ Consultório maçônico IV. Londrina: A Trolha, 1994. p.59-60. (Cadernos de Estudso Máçônicos, 22).
________ Livro da lei. In: ___ Consultório maçônico IV. Londrina: A Trolha, 1994. p.76. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 22).
________ Por que a Bíblia? In: ___ Consultório maçônico IV. Londrina: A Trolha, 1994. p.127-135. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 22).
________ Assim seja. In: ___ Consultório maçônico IV. Londrina: A Trolha, 1994. p.168-169. (Cader - nos de Estudos Maçônicos, 22).
________ O livro da lei. In: ___ Consultório maçônico V. Londrina: A Trolha, 1997. p.28-29.
________ O livro da lei II. In: ___ Consultório maçônico V. Londrina: A Trolha, 1997. p.163-164.
________ . O livro da lei. In: ___ Consultório maçônico VI. Londrina: A Trolha, 1998 p.39-40. ( Ca dernos de Estudos Maçônicos )
________ O livro da lei II. In: ___ Consultório maçônico VI. Londrina: A Trolha, 1998 p.145-147 ( Cadernos de Estudos Maçônicos ).
________ O livro da lei IV. In: ___ Consultório maçônico VI. Londrina: A Trolha, 1998. p.172-173.
_______ A abertura do livro da lei. In: ___ Consultório maçônico VI. Londrina: A Trolha, 1998 p.190-191. ( Cadernos de Estudos Maçônicos).
________ O livro da lei. In: ___ Consultório maçônico VII. Londrina: A Trolha, 2.000 p.181.
________ Fechar o livro da lei. In: ___ Consultório maçônico VIII Londrina: A Trolha, 2002 p.76-77
________ O livro da lei. In: ___ Consultório maçônico VIII. Londrina: a Trolha, 2002 p.134-136.
CHARLIER, René Joséph. O livro sobre o altar. In: ___ Pequeno ensaio de simbólica maçônica. 2 ed. Ribeirão Preto : E.D.O., 1966. p.62-65.
________ O livro sobre o altar. In: ___ Pequeno ensaio de simbólica maçônica. 2 ed. Ribeirão Preto : E.D.O., 1966. p.108-09.
CH ‘AN, Isa. Onde abrir o livro da lei no Rito de York ? A Bigorna, Rio de Janeiro, n.99, p.8, 1989.
COSTA, Frederico Guilherme. A questão do uso da Bíblia na maçonaria francesa. In: ___ Maçonaria concreta. Londrina : A Trolha, 1992. p.87-95. (Biblioteca do Maçom, 14).
________A bíblia na maçonaria francesa. A Trolha, Londrina, v.13, n.87. p.27-29, 1994.
CRUZ, Almir Sant ‘Anna. A abertura do livro da lei no grau1. A Trolha, Londrina, v.27, n.135, p.38, 1998.
________ A abertura do L:.L:. no grau 2. In: ___ Simbologia maçônica dos painéis. Londrina: a Trolha, 1999 p.160-164.
DURÃO, João Ferreira. A presença de Salomão na Bíblia. Boletim do Supremo Conselho do Brasil para o Rito Escocês Antigo e Aceito, Rio de Janeiro, v.30,n.191, p.32-38. 1994.
FERNANDES, Umberto. A Bíblia sagrada. A Trolha, Londrina, v.22, n.68, p.22-23, 1992.
FERREIRA SOBRINHO, José Wilson. Sobre o livro da lei (1o parte ) O Prumo, Florianópolis, v.131, n.133, p.9-12, 2000
________ Sobre o livro da lei. O Prumo, Florianópolis, v.131, n.134, p. 12-15 2000
________ Sobre o livro da lei . O Prumo, Florianópolis, v.131, n.135, p.10-13, 2001.
________ Sobre o livro da lei. O Prumo, Florianópolis, v.131, n. 136, p.10-11, 2001
________ Sobre o livro da lei. In: ___ Maçonaria e Direito. Londrina: A Trolha, 2001 p.31-74
GUIMARÃES, Dangler Travassos. Livro da Lei. Consciência, Campo Grande, v.11, n.50, p.25, 2002
HORA, Luiz Carlos da. O L:.da L:. Ampulheta, Ferraz de Vasconcelos, v.6, n.33, p.2, 2001.
LOPES, José. Livro da lei. In: ___ Coletânea maçônica. Londrina, A Trolha, 1997 p.107-109.
LOPES, Valdomiro Valpradinhos et al. O livro da lei. A Gazeta Maçônica, São Paulo, v.32, n.227, p.5, 1999.
MADEIRA, Arlei Arnaldo. A Bíblia - I. A Trolha, Londrina, v.17, n.31, p.47, 1987.
________ A Bíblia - II. A Trolha, Londrina, v.17, n.32, p.75-77, 1987.
________ A Bíblia - III. A Trolha, Londrina, v.17, n.33, p.78, 1988.
MAIA, Carlos Roberto. Livro da lei. A Trolha, Londrina, v.29, n.158, p.24-25, 1999.
MAGALHÃES, Rqaimundo Antônio de Oliveira. O livro da lei: interpretação do Salmo 133. Mosáico, Fortaleza, v.13, n.69, p.18, 1999.
MARTIMBIANCO, Nilton. O que é a Bíblia. A Trolha, Londrina, v.24, n.92, p.30, 1994.
MEDEIROS, Wilson Libório de. Diálogo com o Avental de Aprendiz II. O livro da lei e sua leitura. O Prumo, Florianópolis, v.31, n.142, p.15-16, 2002

MELO, Jovelino Dias de. Onde deve ser aberto o livro sagrado? No Grau de Aprendiz? A Trolha, Londrina, v.26, n.117, p.38, 1996.


MORAES, Waldemar. O livro da lei e o Salmo 133 no grau de Aprendiz. A Trolha, Londrina, v.27, n.130, p.30-31, 1997.
NAME, Mário. As tradições bíblicas na maçonaria. A Trolha, Londrina, v.19, n.44, p.56-58, 1989.
PACHECO JUNIOR, Walter. O cerimonial de abertura do livro da lei. In: ___ Entre o esquadro e o compasso. 2 ed. Londrina: A Trolha, 1997. p.49-57. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 9).
PASSOS, Alexandre Rodrigues et al. O livro da lei. A gazeta Maçonica, Sào Paulo, v.34, n.233, p.4, 2001.
SANTOS, José Antônio dos. Fragmentos, o ternário no livro da lei. A Trolha, Londrina, v. , n.25, p.47-48, 1986.
SILVA, João Alves da. O livro da lei. A Trolha, Londrina, v.25, n.102, p.17-18. 1995.
________ O livro da lei. In: ___ Vamos ler maçonaria. Londrina: A Trolha, 1996. p.149-154. (Biblioteca do Maçom, 52).
SILVA, Rui Ferreira. O livro da lei e Moises, “o sanitarista”. Minerva Maçônica, Brasília, v.1, n.0, p.23-25, 1997.
SOBREIRA FILHO, Artur de Araújo. Considerações bíblicas relativas à criação. A Trolha, Londrina, v.24, n.91, p.24-25, 1994.
SOUZA, Valfredo Melo e. O livro da lei. In: ___ Construção do pensamento maçônico. Brasília: Santa Terezinha, 1999 p.55-56.
TRAUTWEIN, Bruno. A Bíblia sagrada ou profana. In: ___ Dogmas e preconceitos maçônicos. Londrina: A Trolha, 1997. p.79-88. (Biblioteca do Maçom).
VASCONCELLOS, Jayro Boy de. A Bíblia numa reunião maçônica. In: ___ A fantástica história da maçonaria. Belo Horizonte: Imprensa Oficial, 1999 p.163-169.
VENEGAS, Merary Castilho. A Bíblia nas lojas maçônicas. A Gazeta Maçônica, São Paulo, v.20, n.164, p.8, 1986.

Pitágoras, Escolas Pitagóricas


ALMEIDA, Olyntho. Pitágoras e suas doutrinas. Boletim do Supremo Conselho do Brasil para o Rito Escocês Antigo e Aceito, Rio de Janeiro, v.23, n.144, p.9-12, 1986.


BACHL, Hans. Pythagoras. Nos bastidores da maçonaria. 2 ed. Rio de Janeiro: Aurora, [19—]. p.51-53.
BARROS, Pnataleão Soares de. A escola de Pitágoras e a doutrina teogônica. Minerva Maçônica, Brasília, v.1, n.2, p.35-37, 1977/1998.
CAMINO, Rizzardo da. Pitágoras. In: ___ Os painéis da loja de Aprendiz. Londrina : A Trolha, 1994, p.191-202. (Biblioteca do Maçom, 32).
CASTELLANI, José. Os mistérios Eleusis, o pitagorismo e a maçonaria. A Trolha, Londrina, v. , n.25, p.69-70, 1986.
________ Os mistérios de Eleusis, o pitagorismo e a maçonaria. Londrina: A Trolha, 1987. p.41-46.
________ Os mistérios de Elêusis, o pitagorismo e a maçonaria. In: ___ Consultório maçônico II. Londrina : A Trolha, 1989. p.162-166. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 7).
CASTELLANI, José, RODRIGUES, Raimundo. Os mistérios do grau. I. O pitagorismo e os mistérios de Elêusis. In: ___ Cartilha do Companheiro. Londrina: A Trolha, 1998 p.23-28
CASTRO, Boanerges Barbosa. Teorema de Pitágoras. In: ___ O Simbolismo dos números na maçonaria. 3 ed. Rio de Janeiro : Aurora [19--] p.37-38.
CH ‘ AN , Isa. Incêndio no Instituto Neo-Pitagórico, de Curitiba, PR. A Bigorna, Rio de Janeiro, n.77, p.2, 1987
FERNANDES, Umberto. Pitágoras. A Trolha, Londrina, v.21, n.54, p.36-37, 1991.
GORMAN, Peter. Pitágoras: uma vida. São Paulo: Cultrix / Pensamento, 1989. 239p.
MARQUES, Djalma. A escola de Pitágoras. O encanto e a tocante beleza da Maçonaria. A Gazeta Maçônica, São Paulo, v.29, n.208, p.9. 1997.
MARTINS, Bráulio Ramos. Pitágoras. O Avental, Jandaia do Sul, v.3, n.27, p.7-8, 1998.
OLIVEIRA, Daniel. Pitágoras. O Pensador, Porto Alegre, v.1, n.1, p.5-6, 1998.
NOVARETTI, Pedro Trevisan. A sabedoria pitagórica. A Verdade, São Paulo, v.45, n.391, p.18-21, 1996.
RAMOS, Raimundo. Pitágoras e maçonaria. Boletim do Supremo Conselho do Brasil para o Rito Escocês Antigo e Aceito, Rio de Janeiro: v.34, n.204, p.28-33, 1996.
RIGHETTO, Armando. Pitágoras. In: ___ Maçonaria, ontem e hoje. Londrina: A Trolha, 1994. p.69-80. (Biblioteca do Maçom, 31).
RIGHETTO, Armando. Iniciações pitagóricas. In: ___ Maçonaria, ontem e hoje. Londrina: A Trolha, 1994. p.81-96. (Biblioteca do Maçom, 31).
VAL, Marcelo Ribeiro. Palestra: Pitágoras e Aristóteles. Acácia, Natal, v.11, n.26, p.5-6, 1999
________ Pitágoras e Aristoteles ( continuação). Acácia, Natal, v.11, n.27, p.9, 1999.

Postura em Loja

CAMINO, Rizzardo da. As posturas. In: ___ Introdução à maçonaria III. Parte filosófica. 2 ed. Rio de Janeiro : Aurora, 1972. p.163-164.


GUIMARÃES, Dangler Travassos. Postura. A Trolha, Londrina, v.31, n.176, p.30-31, 2001.

Profano , Candidato , Recipiendário

ASLAN, Nicola. O recrutamento dos candidatos. In: ___ Comentários ao ritual de Aprendiz: Vade - Mécum Iniciático. Londrina: A Trolha, 1995. p.36-39.


________ O exame filosófico do candidato. In: ___ Comentários ao ritual de Aprendiz: Vade - Mécum Iniciático. Londrina: A Trolha, 1995. p.74-78.
BARROS, Zilmar de Paula. Maçonaria para profanos e neófitos. Rio de Janeiro : Mandarino, [19--]
________ A admissão do profano. In: ___ Maçonaria para profanos e neófitos. Rio de Janeiro: Mandarino, [19--]. p.16-17.
CAMINO, Rizzardo da. Como o profano se torna maçom. A Trolha, Londrina, v.21, n.51, p.36, 1991.
________ O profano. In: ___ O aprendizado maçônico. Londrina : A Trolha, 1993. p.23-29. (Biblioteca do Maçom, 24).
________ A condição para ingressar na maçonaria. In: ___ O aprendizado maçônico. Londrina : A Trolha, 1993. p.31-48. (Biblioteca do Maçom, 24).
CARVALHO, Francisco de Assis. Cowan - “Goteira”. In: ___ Símbolos maçônicos e suas origens. Londrina : A Trolha, 1990, p.169-182. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 8).
CASTELLANI, José. O candidato budista. In: ___ Consultório maçônico II. Londrina: A Trolha, 1989, p.80-85. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 7).
________ O emprego das palavras neófito e aprendiz. In : _____ Consultório maçônico II. Londrina: A Trolha, 1989, p.88-89. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 7).
________ Admissão de candidato. In: ___ Consultório maçônico. 2 ed. Londrina : A Trolha, 1990. p.129-131.
________. Visitantes. In: ___ Consultório Maçônico V. Londrina: A Trolha, 1997. p.191-192.
________ Candidatos. In: ___ Consultório maçônico VI. Londrina: A Trolha, 1998 p.126-128. ( Cadernos de Estudos Maçônicos ).
________ Ingresso na Ordem. In: ___ Consultório maçônico VII. Londrina: A Trolha, 2000 p. 125-126.
________ Juscelino, Geisel, Clinton ... maçons? In: ___ Consultório maçônico VIII. Londrina: A Trolha, 2002 p.152-154.
CLÁUDIO, Sylvio. Como ingressar na maçonaria. In: ___ Como ser maçom. Rio de Janeiro: Essinger, 1987, p.21-25.
DUTRA, Jacyntho Fernandes. A maçonaria para o não maçom. A Trolha, Londrina, v.26, n.117, p.26-28, 1996.
DUTRA, Jacintho Fernandes. A maçonaria para o não maçom (continuação). A Trolha, Londrina, v.26, n.118, p.24-25, 1996.
FERNANDES, Umberto. Candidato. O Aprendiz, São Vicente, v.35, n.340, p.13, 1999.
FIGUEIREDO, E. ...Entrando na maçonaria. Voz do Dia, Santos, v.10, n.53, p.2, 2.000
FRANÇA, Carlos Alberto de Almeida et al. Como escolher um candidato. A Gazeta Maçônica, São Paulo, v.33, n.229, p.7, 2.000.
GONÇALVES, Alsio de Jesus Garcia. Reflexões sobre propostas e escrutínio. O Prumo, Florianópolis, v.23, n.92, p.8, 1993.
GUIMARÃES, Dangler Travassos. Formação da maçonaria. In: ___ Maçonaria e alta espiritualidade. São Paulo: A Gazeta Maçônica, 1995. p.22-24.
________ Alguns esclarecimentos aos que aspiram ingressar na maçonaria. In: ___ Maçonaria e alta espiritualidade. São Paulo: A Gazeta Maçônica, 1995. p. 39-43.
________ Ingresso na maçonaria. In: ___ Maçonaria e alta espiritualidade. São Paulo: A Gazeta Maçônica, 1995. p. 46-47.
________ Goteira. In: ___ Maçonaria e alta espiritualidade. São Paulo: A Gazeta Maçônica, 1995. p. 47-48.
________ Condições exigidas para ser maçom. In: ___ Maçonaria á luz dos evangelhos. Três Corações: Exelsior Gráfica, 1998 p.104.
________ Candidato a ingresso na Ordem. O Aprendiz, São Vicente, v.38, n.367, p.3, 2002
GUIMARÃES, João Neri. Os visitantes nas sessões magnas. In: ___ A maçonaria e a liturgia: uma poliantéia maçônica. Londrina: A Trolha, 1998 p.109-110. ( Biblioteca do Maçom ).
HAUSER, Kurt Max. Fisicamente incapacitado. O Prumo, Florianópolis, v.32, n.138, 10-11, 2001.
KAWAMOTO, Takakai. A escolha do candidato a proponente. A Trolha, Londrina, v.30, n.173, p.27, 2001.
ORNELAS, João Eduardo. Por seus frutos os conhecereis. Cadernos de Pesquisas Maçônicas, Londrina, v.17, p.115-118, 2.000
ORTEGA, Oswaldo. São João – visitantes e trolhamento. O Aprendiz, São Vicente, v.33, n.317, p.10-12, 1998
RIGHETTO, Armando. Maçonaria de resultados: seleção de candidatos. Consciência: Campo Grande, v.9, n.43, p.26-27, 2000.

SANTIAGO, Marcos Henrique de Almeida. Três pontos a observar quando da preparação do candidato. In: ___ A formação do maçom na Loja Simbólica. 2.ed. Londrina: A Trolha, 1993. p.69-71. (Cadernos de Estudos Maçônicos, 10).


SIMÕES, Raimundo Andrade. Atividades e trabalhos maçônicos. O Aprendiz, São Vicente, v.36, n.343, p.18, 2.000.
SOBRAL, José Marcelo Braga. Digno postulante. Acácia, Natal, v.9, n.23, p.5, 1997.
SOLCI, Hélio. Seleção maçônica e seleção de neófitos. A Trolha, Londrina, v. , n.16, p.16-18, 1983.
SOUZA, Marconi Edson de. O profano e o maçom. Coluna Livre, Belo Horizonte, v.7, n.43, p.2, 1995.
UBALDO, Édson. Profanos e perjuros. O Prumo, Florianópolis, v.31, n.140, p.4o, 2002.
WONGHORN, Thomas. Carta a um profano. Engenho & Artes, Rio de Janeiro, n.6, p.39-41, 2.000.
ZANARDO, Antôni o Francisco. A cegueira do candidato. A Gazeta Maçônica, São Paulo, v.32, n.227, p.6, 1999.







Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal