Confederação Brasileira de Tiro Esportivo Carabina, Pistola e Rifle Regulamento de nra sporting Rifle



Baixar 101.3 Kb.
Encontro27.07.2018
Tamanho101.3 Kb.

Confederação Brasileira de Tiro Esportivo

Carabina, Pistola e Rifle
Regulamento de NRA Sporting Rifle

Atualizado em 23/04/2010





O presente regulamento foi traduzido e adaptado pela CBTE da regra internacional oficial NRA High Power Sporting Rifle. Caberá à CBTE, quando necessário ou indicado, revisar ou alterar este regulamento, em conformidade com a regra oficial da NRA.
A prova NRA Sporting Rifle de tiro de rifle é uma modalidade internacional de Tiro Esportivo, regulada pela NRA (National Rifle Association) e é baseada na Rifle 3 Posições NRA, visando à formação de base para o tiro esportivo utilizando armas longas raiadas com munição de fogo central e regras que permitam aos atletas participem com modelos de armas menos sofisticadas e mais disponíveis ao atirador em geral, fato este especialmente relevante no Brasil. Cabe salientar também que esta prova é normalmente efetuada na distância de 100 metros (embora seja possível até 200 metros), o que permite maior número de clubes abraçarem a modalidade.
O grau de especialização do conjunto arma, acessórios e destreza, é menos exigente e a competição é praticada com as diversas armas normalmente utilizadas nas atividades de tiro esportivo e caça esportiva amadora, permitindo a divulgação e incremento do esporte do tiro esportivo, com a promoção da congregação dos atiradores esportivos.
As armas que podem ser utilizadas, são, por exemplo: carabinas Rossi Puma, as carabinas, mosquetões, rifles e fuzis de repetição ou ação manual do ferrolho (Mauser, Springfield, Remington, Winchester, Ruger, Steyer, etc), as carabinas monotiro CBC Pomba, Thompson Contender, dentre outras, que possuem o potencial necessário e peso máximo dentro do limite (4,31 Kg) para participar com sucesso dessa competição. As regras oficiais criam limitações destinadas especificamente a não permitir o uso de armas muito sofisticadas e pesadas, para promover o nivelamento e incrementar a competitividade entre os atiradores de NRA Sporting Rifle.
A exigência desta prova está pautada na prática dos fundamentos básicos do tiro esportivo (visada, puxada de gatilho, respiração etc), conjugada com um alvo de razoáveis dimensões (ex.: o anel do 10 possui 8,51 cm). Isso permite que os resultados alcançados sejam mais elevados, servindo como fonte de entusiasmo para o praticante, mas mesmo assim, exigindo um alto grau de dedicação e treinamento. Essa visão fundamenta a razão de não serem permitidos equipamentos sofisticados e acessórios usados especialmente nas provas da ISSF (ex.: champignon e palm rest). Isso torna a competição mais acessível e nivelada.
Como não há restrição quanto ao calibre, os mais diversos calibre podem ser usados nesta modalidade, sendo aqueles mais comuns, os seguintes calibres: .22 Hornet, 22 PPC, 22BR, .222 Remington, .223 Remington, 22-250 Remington, .243Winchester, 6mm PPC, 6mmBR, 25-06 Remington,, 260 Remington, 6,5x55mm Mauser, 6,5x47 Lapua, 7-30 Waters, 7mmTCU, 270 Winchester, 7-08 Remington, 7x57 Mauser, 7mmBR, 30BR, .308 Winchester, 30-30 Winchester, 30-06 Springflield, 7.62 x 54R, 7.65 x 53 Mauser, 303 British, 8mm Mauser, 32-20, 25-20, 38Smith & Wesson Special, .357 Remington Mag, 44-40 Winchester, 44 Remington Mag, 444 Marlin, 45 Long Colt, dentre outros.
1. Divisões, Sub-divisões e Equipamentos
Rifle Esporte

todos os rifles usados nesta modalidade deverão obedecer as seguintes características: rifle de fogo central, de qualquer calibre, não equipado com um palm rest (champignon) ou solelira do tipo Schuetzen (gancho), com peso não superior a 4,31 kgs (9,5 libras), incluindo eventual carregador destacável e miras, mas não incluída a bandoleira.


1.1 Divisões

Oficial

Rifle que se enquadre exatamente na especificação descrita no item 1 deste regulamento.


Ilimitado

Rifle que não se enquadre exatamente na especificação descrita no item 1 acima por qualquer quesito, como peso superior a 4,31 Kg, dimensões, coronha, apoio, tenha chanpingnon ou gancho, ou seja equipamento especializado para competição ISSF (330 metros 3 posições, 300 metros deitado, 300 metros Standard, 300 metros Rápido Militar).


1.2 Sub-divisões

Miras Metálicas

Rifle que utilize mira aberta do tipo alça e massa, peep sight, dióptro e outras que não possuem lentes corretivas e/ou que não projetem qualquer tipo de luz ou imagem.


Mira Óptica

Rifle que utilize mira óptica de qualquer aumento e que inclua uma lente ou sistema de lentes de referência com o objetivo ou no retículo


Equipamentos de Tiro
1.3 Qualquer tipo e calibre de munição poderá ser usado, desde que possa ser disparada em segurança para o atirador, demais competidores e pessoal da organização. Munição traçante ou incendiária é proibida. O clube ou entidade organizadora do evento pode colocar outras restrições referente à munição no tocante à segurança e características do estande.
1.4 É permitido ao atirador usar luneta de observação e estas poderão ser posiconada à frente do ombro do atirador
1.5 O atirador poderá usar tapete ou placa sintética, desde que não sejam construidas ou utilizadas de forma a proporcionar descanço artificial ou apoio adicional no posto de tiro (por exemplo, tapete feito de lona/borracha/material sintético específico para o tiro ao alvo, ou placas finas de borracha para apoiar e proteger o cotovelo).
1.6 O rifle não poderá ser disparado com qualquer apoio que não seja o próprio corpo do atirador, obedecendo as regras específicas de cada posição. Entretanto, é permitido que o atirador use um apoio para o rifle entre os disparos, desde que o mesmo esteja a atrás dos ombros do atirador.
1.7 Luvas poderão ser usadas, mas sua construção, estilo e peso devem ser iguais ou semelhantes às luvas usadas com roupas comuns de vestuário. Luvas específicas de tiro e projetadas para competição (como, por exemplo, as da ISSF) não são permitidas.
1.8 Cotoveleiras e ombreiras (acolchoamento no ombro) podem ser utilizados desde que sejam constuidos de forma que não forneçam qualquer suporte.
1.9 Não é permitido o uso de casacos, calças ou sapatos de tiro.
1.10 Bandoleiras do tipo alça ou correias de couro ou material sintético podem ser usadas com seus respectivos ganchos, fivelas e fixações ao rifle podem ser utilizadas nas posições deitado, ajoelhado ou sentado, podendo ser usada em conexão com um braço para segurar a arma.
1.11 Champignon (Palm Rest): qualquer acessório ou prolongamento que ajude na pegada normal da mão e no suporte do rifle, pela mão que não aciona o gatilho, que estenda mais do que 8,23 cm (3,25 polegadas) abaixo da linha central do cano é considerado um Champigon ou Palm Rest. O acessório champingnon somente poderá ser utilizado na subdivisão Qualquer. O carregador padrão dos rifles de dotação e seus clones não são considerados como Champignon ou Palm Rest.
1.12 É vedado o uso de soleiras no estilo Schuetzen ou gancho:: uma soleira tendo uma curva em que a profundidade desta exceda em 0,5 polegadas (1,27 cm) quando medido com uma linha reta das pontas da soleira, ou qualquer soleira tendo um gancho ou apêndice prolongado para trás mais do que 0,5 polegadas (1,27 cm) da ponta da soleira. .
1.13 Gatilhos com qualquer peso, desde que seguros e acionados manualmente pelo dedo do atirador, são permitidos.
1.14 Compensadores ou quebra-chamas são proibidos
1.15 Proteções dos Olhos são de responsabilidade e dever de cada atirador e demais pessoas na linha de tiro, que devem utilizar óculos de proteção.
1.16 Proteções auriculares são de responsabilidade e dever de cada atirador e demais pessoas na linha de tiro, que devem utilizar proteção auricular.
1.17 Todos os equipamentos ou dispositivos que facilitarem o disparo e a precisão que não são mencionados nestas regras, ou que são contrários ao espírito destas regras, são proibidos. O Diretor de Prova, Juíz ou Entidade Organizadora da Competição, possuem o direito e o dever de examinar o equipamento do atirador. É responsabilidade do atirador, em caso de dúvida sobre o equipamento, requerer a inspeção e eventual aprovação em tempo hábil antes do início da competição ou de sua série de tiro, de forma a não ser ou criar algum inconveniente para outros competidores, organização ou da competição.
1.18 O Árbitro da Prova é a autoridade máxima no estande para decidir sobre todas as questões de segurança, equipamentos, escores e regras, devendo suas decisões ser acatadas por todos na linha de tiro, trincheira e demais áreas no estande.
1.19 Eventuais questões surgidas durantes a competição poderão ser submetidas posteriormente à CBTE para análise e parecer, e se for o caso, tornando-se parte das regras.
2. Série de Tiro
2.1 A prova de NRA Sporting Rifle é composta das seguintes séries de tiro, no total de 32 disparos de prova e ensaios livres, nesta ordem:


Posição

Nº disparos

Tempo
(minutos)

Observação

Livre - Ensaio

ilimitados

10




Deitado

8

8

tiro lento

de Pé

8

8

tiro lento

Sentado ou Ajoelhado

8

1

tiro rápido - 2 séries de 30s cada

Deitado

8

1

tiro rápido - 2 séries de 30s cada


2.2 Será dado tempo de preparação de 5 minutos antes do início de cada série de tiro.
2.3 O tempo é corrido e válido para cada a série de disparo, com exceção das séries de tiro rápido.
2.4 Na série de tiro rápido, serão efetuadas duas sub-séries de 4 disparos em 30 segundos, totalizando 8 disparos em 1 minuto.
2.5 No tiro lento são 8 minutos para serem dados os 8 disparos.
2.6 O Diretor de Prova ou Árbitro da Prova poderá terminar qualquer série lenta de tiro antes de transcorrido o tempo total permitido se todos os competidores da turma já tiverem realizados seus disparos.
2.7 Na série de tiro rápido, os competidores poderão estar na posição prescrita para o estágio, com o rifle municiado, quando autorizado o início da série de disparos.
2.8 A organização da prova não irá voluntariamente avisar aos competidores da passagem do tempo, embora responderão o tempo restante se perguntados, em um tom de voz que não atrapalhe os demais atiradores.
3. Empate
3.1 Em todas as provas, os empates serão decididos da seguinte forma:

a) Pelo maior número de X na prova.


b) Se o empate não for decidido no critério anterior:
b.1 - Pelo maior escore da série de pé;
b.2 - Pelo maior escore da série sentado ou ajoelhado na série de tiro rápido;
b.3 - Pelo maior escore da série deitado no tiro rápido;
b.4 - Pelo maior escore da série deitado no tiro lento.
3.2 Desempate de escores perfeitos: se dois ou mais competidores alcançarem um escore perfeito na prova (todos os disparos no “X” no mesmo alvo), será dado uma oportunidade para novos disparos de forma a promover o desempate (“morte súbita”), no mesmo tipo de série em que este foi alcançado. A continuação dos disparos poderá ocorrer imediatamente após a prova ou posteriormente, a critério da organização da prova.
4. Alvo
Os alvos utilizados serão os oficiais de NRA/CBTE Sporting Rifle, que possuirão as seguintes dimensões:
4.1 Alvo NRA/CBTE SR-1M Sporting Rifle (Concertido de 100 jardas para 100 metros), com o aro 8 até o centro-centro em preto.


Anéis de pontuação

(preto)


Diâmetro

(polegada)



Diâmetro
(cm)

X

1,48

3,55

10

3,68

9,35

9

6,98

17,72

8

10,27

26,10

7

13,57

34,47

6

16,87

42,85

5

20,16

51,22



4.2 Em provas locais ou de clubes, poderão ser usados os alvos de Pistola Fogo Central – Duelo. Nesse caso, não serão considerados os resultados como oficiais e tampouco valerão para recordes.
5. Posições de Tiro
São as posições para uso nas provas.
5.1 Suporte Artificial

Qualquer suporte, exceto o solo, que não especificamente autorizado para uso nas Regras para a posição descrita. Enterrar o cotovelo ou pés na linha de tiro (quando chão de terra, areia etc) que ajude a formar um suporte artificial para cotovelos, braços ou pernas é proibido. O uso de suporte artificial é proibido, exceto quando individualmente autorizado pela NRA/CBTE para um atirador com necessidades especiais.


5.2 Posição da soleira do rifle

Em todas as posições, a soleira do rifle deve estar em contato com a parte frontal do ombro do atirador, por cima do casaco ou camisa e não deve tocar o solo.


5.3 Carregador do Rifle

O carregador do rifle pode tocar o atirador ou sua roupa, mas não pode tocar o solo ou prover um suporte adicional (palm rest), exceto, neste último caso, quando se tratar de arma de dotação original ou clone.


5.4 Prone / Deitado

Corpo estendido no solo, cabeça voltada para o alvo. O rifle deve ser suportado somente por ambas as mãos e pelo ombro. Nenhuma parte dos braços abaixo do cotovelo podem encostar no solo ou outro suporte artificial. Nenhuma outra parte do rifle ou corpo pode apoiar-se em qualquer outro suporte artificial. O carregador não pode comprimir o casaco de forma a prover um suporte artificial.


5.5 Joelhos

As nádegas não poderão tocar o solo, mas podem ser apoiadas sobre um dos pés. O rifle somente será suportado por ambas as mãos e um ombro. O braço que suporta o rifle é apoiado no joelho ou coxa. O cotovelo do braço que aciona o gatilho deverá estar livre de qualquer apoio. Um dos joelhos deverá tocar o solo.


5.6 Sentado

O peso do corpo é suportado pelas nádegas, pés ou tornozelos, nenhuma outra parte do corpo pode tocar o solo. O rifle será suportado por ambas as mãos e um ombro somente. Os braços poderão se apoiar nas pernas em qualquer ponto acima dos tornozelos.


5.7 De Pé

Ereto sobre os dois pés, nenhuma outra parte do corpo pode tocar o solo ou qualquer outra superfície de suporte. O rifle será suportado somente por ambas as mãos e um ombro. O cotovelo ou qualquer parte do braço do ombro ao cotovelo poderá ser colocada contra o corpo ou se apoiar na cintura.


6. Regras Gerais da Prova
6.1 Nenhum competidor poderá trocar sua arma durante a prova, exceto se a mesma se tornou defeituosa ou dessa forma foi designada pela organização da prova.
6.1.1 Para efeitos dessa regra, uma série de tiro começa quando o competidor efetua o primeiro disparo com seu rifle.

6.1.2 Todos os disparos feitos até o momento contarão para a prova.
6.1.3 Uma munição é defeituosa quando

a. Possui uma evidente falha na estrutura no cartucho de forma a causar uma nega de fogo ou causar uma pane no rifle;


b. Mostra uma marca do percussor na espoleta, embora o cartucho não tenha sido deflagrado;
c. Provém de um cartucho em que o projétil não deixou o cano após disparado.
6.1.4 Um rifle defeituoso é aquele que

a. Não pode ser apontado ou disparado de forma segura;


b. Sofreu um dano de forma que não pode disparar ou funcione de forma imprópria;
c. Sofreu a perda da mira ou danos a ela.
6.1.5 As miras quando não ajustadas corretamente não constituem um rifle defeituoso.
6.1.6 Um rifle, uma vez declarado como defeituoso pela organização de prova não pode ser usado novamente na competição até que o defeito seja corrigido e o rifle seja liberado e declarado seguro pela organização da prova.
6.1.7 Um rifle semi-auto que dispare de forma automática devido a um defeito mecânico deve ser considerado como um rifle defeituoso.
6.1.8 Quando um rifle é declarado como defeituoso, ao competidor será dado um período máximo de 20 minutos para reparar ou substituir o rifle antes de ser chamado novamente para a linha de tiro.
6.1.9 Se um cartucho falha, ou o rifle falha no seu funcionamento na estágio de tiro rápido, o competidor não poderá repetir a série de disparos. O competidor poderá terminar a série se operar manualmente o ferrolho (no caso de rifles semi-auto), mas assim procedendo, ele deve manter o rifle apontado em direção à linha dos alvos durante todo o tempo.
6.2 Proibição de Ajuda Técnica (N.T. Coaching) nas provas individuais

Ajuda técnica é proibida nas provas individuais. Nas provas por equipes, é permitido ao Capitão da Equipe ou ao Técnico, assistir o competidor.


6.3 Conduta Desordeira

A conduta desordeira é estritamente proibida no estande e qualquer pessoa culpada de tal ato será expulsa do estande. Competidores expulsos serão desclassificados da competição sem direito a reembolso de valores da inscrição.


6.4 Recusa em Obedecer

Nenhuma pessoa poderá se recusar a obedecer as instruções do Diretor de Prova, Árbitro da Prova ou outras pessoas da organização do evento se as instruções tiverem sido dadas de forma clara sobre a conduta no estande e demais instalações do evento.


6.5 Desclassificação

O Diretor de Prova, Árbitro ou a Entidade Organizadora do Evento, após a apresentação da evidência, podem desclassificar qualquer competidor ou ordenar sua expulsão do estande por violação destas regras ou por qualquer conduta considerada insegura. Na hipótese de conflito de opiniões entre os membros citados, a decisão do Diretor do Evento deve prevalecer.


7. Andamento da Prova
Recomenda-se o uso de sistema de alto falantes para as comunicações aos atiradores pelo Árbitro da Prova, Diretor de Prova ou Organização do Evento.
Procedimentos na Linha de Tiro
7.1 Começo da Prova:

quando tudo estiver pronto para o início da prova, o Árbitro da Prova irá dar os comandos:

Prova NRA SPORTING RIFLE, Turma nº (se houver), SÉRIE DE TIRO (posição/lento ou rápido).

Srs. ATIRADORES, TOMEM SUAS POSIÇÕES NA LINHA DE TIRO”.
7.2 Em seguida, dirá:

SEU PERÍODO DE PREPARAÇÃO INICIARÁ EM 2 MINUTOS”.

Os competidores então tomarão suas posições nos seus respectivos postos de tiro.
7.3O PERÍODO DE PREPARAÇÃO DE 5 MINUTOS COMEÇA AGORA”.

Todos os alvos deverão estar visíveis neste período, podendo o atirador efetuar disparos em seco.


7.4 Após os 5 minutos terem transcorridos:

O PERÍODO DE PREPARAÇÃO ESTÀ ENCERRADO”.


a) Para a Série de Ensaio:

ESTA SÉRIE CONSISTE EM 10 MINUTOS DE TEMPO, COM QUANTIDADE DE TIROS DE ENSAIO E POSIÇÃO LIVRE”.


b) Para a Série de Prova:

ESTA SÉRIE CONSISTE EM 8 MINUTOS DE TEMPO, COM QUANTIDADE DE 8 TIROS NA POSIÇÃO (dizer a posição)”.


7.5PRONTO Á DIREITA?”.
7.6PRONTO Á ESQUERDA?”.
7.7 Não ouvindo qualquer negativa:

A LINHA DE TIRO ESTÁ PRONTA”.


7.8 Em seguida dirá:

CARREGAR ARMAS PARA A SÉRIE DE (ensaio ou prova de X disparos na posição).

Somente neste momento os competidores poderão municiar seus rifles.
a) Procedimento de municiamento em Tiro Lento: ao comando de “CARREGAR”, o competidor irá municiar seu rifle com 1 ou mais cartuchos e fechar o ferrolho.
b) Procedimento de municiamento em Tiro Rápido: ao comando de “CARREGAR”, o competidor irá municiar seu rifle com no máximo 4 cartuchos e fechar o ferrolho.
7.9 Verificando que não há qualquer impedimento, ordenará:

Srs. ATIRADORES: COMEÇAR

A partir deste momento os competidores poderão disparar seus rifles.
Para o caso de não haver trincheira para que seja efetuado o içamento dos alvos no momento do início da série de tiro rápido, o árbitro fará a contagem regressiva “5..., 4..., 3..., 2..., 1” e a série será iniciado na pronúncia para o número “UM” para os 30 segundos previstos para a série.
7.10 Ao final do tempo permitido:

CESSAR!- TEMPO ENCERRADO”.


7.11 Ao terminar a série de disparos ou prova, ordenará:

“Srs. ATIRADORES: DESCARREGUEM SEUS RIFLES, ABRAM OS FERROLHOS E DEIXEM A LINHA DE TIRO”.


Os atiradores deveram assim proceder, retirando seu equipamento para que a próxima turma de atiradores ocupem seus postos.
7.12 O Árbitro da prova não precisará avisar voluntariamente aos competidores da passagem do tempo. Os atiradores poderão perguntar aos juízes de prova sobre o tempo restante. A pergunta e a resposta deverão ser feitas em um tom que não perturbe outros competidores.
7.13 Os competidores poderão ser requisitados a atuar como marcadores dos alvos pelo Diretor de Prova ou Árbitro. O competidor não poderá marcar seu próprio alvo.
7.14 O comando “ULTIMA FORMA” significa desconsiderar o comando recém dado (independente do que pode ter sido) e retornar ao status imediatamente anterior ou obedecer ao comando seguinte.
7.15 O Árbitro da Prova poderá dar outros comandos não previstos nesta regra.
8. Disciplina e Segurança no Estande
8.1 Disciplina

A segurança de todos os competidores, pessoal de apoio, espectadores e do estande requer contínua atenção para todos os detalhes no manuseio de armas de fogo e cautela na movimentação no estande. Auto disciplina de todos é requerida. Onde houver falta de auto disciplina, é dever do pessoal de apoio do estande reforçá-la e dever de todos os competidores de colaborar com esse reforço.


8.2 Ferrolhos Abertos

A não ser que o rifle esteja em sua maleta ou estojo de transporte, os ferrolhos deverão estar na posição aberta e se houver carregadores destacáveis, estes deverão estar removidos da arma durante todo o tempo, com exceção do momento em que o atirador estiver na posição de tiro em seu posto de tiro e o comando – “O PERÍODO DE PREPARAÇÃO DE 10 MINUTOS COMEÇA AGORA” – for dado. Em nenhuma circunstância os atiradores deverão disparar se a linha de tiro não estiver “PRONTO” e/ou não existir uma condição de segurança para o disparo.


8.3 Rifles Descarregados

Um rifle está descarregado quando não contém um cartucho na câmara ou no carregador, quando inserido no rifle.


8.4 Rifles Carregados

Um rifle está carregado quando contém um cartucho na câmara, ou no carregador inserido no rifle. Nenhum rifle deve ser carregado até que o comando “CARREGAR” seja dado. Um rifle carregado deve apontar em uma direção segura a todo tempo. O ferrolho do rifle só deve ser fechado enquanto este estiver apontado na direção da linha de alvos, com a boca do cano afastada do corpo do atirador.


8.5 Cessar Fogo

Todos os competidores devem parar de atirar imediatamente ao ouvir o comando CESSAR. Todos os rifles devem ser descarregados, os carregadores destacáveis removidos e as ações abertas ao ouvir este comando.


Os atiradores devem também se levantar e dar pelo menos um passo atrás, liberando seu posto de tiro, de forma a permitir que o Árbitro da Prova verifique rapidamente que nenhum atirador está em contato com sua arma.
8.6 Não Pronto

É dever do competidor notificar o Juiz de Prova que não estiver pronto para disparar ao tempo em que este pergunta “PRONTO Á (DIREITA OU ESQUERDA)?” ou posteriormente, até o início da série de disparos.
8.7 Caso o Árbitro da Prova decida continuar o comando para início de prova, ao competidor que notificou-o, será dada nova oportunidade para disparar sua série de tiros na turma seguinte (ou caso não seja possível, na primeira oportunidade que surgir) ou então, lhe será dado tempo extra para completar sua série na sua turma original.
Se o competidor falhar em notificar o Árbitro da Prova, não lhe será dado qualquer benefício para efetuar seus disparos.
8.8 É proibido na linha de tiro produzir barulhos, conversas em altos brados e/ou linguajar inapropriado que perturbem a operação e o andamento da competição ou o competidor durante sua série de disparos. Competidores e pessoal de apoio no estande deverão limitar suas conversas diretamente atrás da linha de tiro a assuntos pertinentes a competição. Abusos verbais por competidores podem levar à desclassificação.
8.9 Não será permitido fumar na linha de tiro ou nos postos de tiro
8.10 É proibido a ajuda de terceiros (coaching) em competições inviduais. Porém, se a competição for por equipes, somente o técnico (ou se não houver, o capitão) da equipe poderá orientar e ajudar o atirador.
8.11 Procedimento em caso de cartucho defeituoso ou mal funcionamento no Tiro Lento

Se um cartucho falhar ou o rifle falhar no tiro lento, o competidor irá chamar o Árbitro da Prova, que verificará e poderá permitir que o competidor substitua o cartucho defeituoso ou resolva a pane e continue a série de tiros.


Tempo adicional pode se dado a este competidor, igual ao tempo perdido em decorrência do cartucho defeituoso ou da pane. Não é necessário que o Árbitro da Prova tente disparar o cartucho antes de declará-lo defeituoso.
9. Marcação e Apuração do alvo
9.1 O Calibrador .30 será utilizado para todos os calibres Os impactos serão computados baseados no diâmetro do projétil disparado naquele alvo, computando-se o anel de maior valor em contato com a borda do furo deixado pelo projétil. O calibrador deverá ser sempre utilizado como forma de estabelecer o valor correto de cada impacto.
O calibrador tem o seguinte diametro de flang: .308/7.62mm . . . . . . . . .308” +/- .001 polegada
9.2 Nos caos de impactos não visíveis ou grupamentos muito próximos, como regra geral, apenas os impactos visíveis serão computados. Uma exceção será feita no grupamentos de três ou mais tiros que estejam tão próximos que seja possível verificar a ampliação do orifício com o calibrador.
9.3 Discos de Marcação: Quando o alvo é operado da trincheira, um disco de observação pode deve ser usado para mostrar a localização do impacto do disparo, preferencialmente com 6 centímetros de diâmetro. Disco de observação branco ou colorido laranja fluorescente para impactos na área preta do alvo e disco de observação preto ou colorido laranja fluorescente para impactos na área branca do alvo para facilitar o contraste poderão ser utilizados.
9.4 Uso dos discos de observação: o disco é colocado no primeiro impacto no alvo, então o alvo é exposto ao competidor para o próximo disparo. A cada disparo o alvo é abaixado, o disco é removido e o impacto é obreado. O disco então é colocado no impacto mais recente e assim sucessivamente.
9.5 Os impactos serão mostrados a cada disparo efetuado no estágio de tiro lento e todos de uma só vez, no estágio de tiro rápido.
9.6 Impactos fora dos anéis de escores serão computados como zero (miss). O mesmo ocorrendo caso o atirador efetue um número menor de disparos do que o requerido, ou se disparar em alvo errado.
10. Situações de Prova
10.1 Disparos antes ou depois do tempo permitido

Serão computados como zero e valerão para o número de disparos feitos em prova (ou ensaio). Nesse caso será aplicada uma penalidade de -10 (menos dez) pontos no cômputo geral da prova, independente de outras penalidades disciplinares que se mostrarem necessárias, a critério do Árbitro da Prova.


10.2 Todos os disparos efetuados pelo atirador contam e serão computados para seu escore geral, ainda que o rifle dispare acidentalmente.
10.3 Disparo em alvo errado

Não será computado para o atirador do alvo atingido, mas será computado como um zero para o competidor que efetuou o disparo, caso este acuse o erro assim que detectado. Se não o fizer, terá uma penalidade de -10 (menos dez) pontos.


10.4 Disparos em excesso

É definido quando há um número acima do permitido de impactos no alvo do competidor. Neste caso, se houver a possibilidade de identificar qual atirador efetuou o disparo, o disparo incorreto será desconsiderado e o competidor que disparou em excesso não terá o disparo computado, além de sofrer penalidade de -10 (menos dez) pontos no cômputo geral.


10.5 Quando os alvos estiverem sendo marcados na trincheira, se mais de um impacto aparecer no alvo do competidor, será considerado o de maior valor, caso não tenha sido o próprio que tenha disparado em excesso.
10.6 No caso de disparos em excesso, quando o atirador identificar o fato em seu alvo, deverá avisar imediatamente ao Árbitro da Prova, para, se possível identificar qual disparo é excedente ou anote os pontos até aquele momento para que os posteriores não sejam afetados.
10.7 Caso não seja possível proceder da forma da regra anterior, será eliminado o disparo de maior valor.
10.8 Atiradores com necessidades especiais físicas poderão requerer uma flexibilização desta regra para poderem participar em condições de igualdade com os demais atiradores, a critério do Diretor de Prova, especialmente no tocante às posições de tiro.
10.9 Os casos omissos ou dúvidas suscitadas, nas prova, serão resolvidos pelo Árbitro da Prova, que deverá informar a questão e a solução dada à Diretoria da CBTE responsável pela modalidade para análise e parecer nas situações iguais ou semelhantes que porventura venham a ocorrer no futuro.
11. Casos de Divergência ou Dúvida neste regulamento

Em qualquer caso, sempre terá prevalência as regras no formato original e que podem ser encontradas em: http://www.nrahq.org/compete/RuleBooks/HPSR/hpsr-index.pdf





Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal