Corpo de bombeiros militar



Baixar 93.26 Kb.
Encontro11.01.2018
Tamanho93.26 Kb.


ESTADO DE MATO GROSSO

SECRETARIA DE ESTADO E SEGURANÇA PÚBLICA

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR

DIRETORIA DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO

NORMA TÉCNICA DO CORPO DE BOMBEIROS Nº 18/2016

_______________________________________________________________________


SISTEMA DE PROTEÇÃO POR EXTINTORES DE INCÊNDIO

SUMÁRIO

1 Objetivo

2 Aplicação

3 Referências Normativas e Bibliográficas

4 Definições

5 Procedimentos

6 Prescrições diversas






1 OBJETIVO
Estabelecer critérios para proteção contra incêndio em edificações e áreas de risco por meio de extintores de incêndio (portáteis ou sobre rodas), para o combate a princípios de incêndios, atendendo às exigências da Lei de Segurança Contra Incêndio e Pânico do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso.
2 APLICAÇÃO
Esta Norma Técnica aplica-se a todas as edificações, instalações e áreas de risco em conformidade com o disposto na Lei de Segurança Contra Incêndio e Pânico do CBMMT.
3 REFERÊNCIAS NORMATIVAS E BIBLIOGRÁFICAS


  1. Instrução Técnica nº 21/2011 – Sistema de proteção por extintores de incêndio do CBPMESP;

  2. Norma de procedimento Técnico nº 021/2012- Sistema de proteção por extintores de incêndio do CBMPR;

  3. Norma Técnica nº 003/2015 – Sistema de Proteção por Extintores de Incêndio do CBMDF;

  4. Norma Técnica nº 021/2014- Sistema de proteção por extintores de incêndio do CBMGO;

  5. NBR 12693 - Sistema de Proteção por Extintores de Incêndio;

  6. NBR 12962 - Inspeção, manutenção e recarga em extintores de incêndio;

  7. NBR 13434 – Sinalização de segurança contra incêndio e pânico;

  8. NBR 13485 - Manutenção de terceiro nível (vistorias em extintores de incêndio);

  9. NBR 15808 - Extintores de incêndio portáteis;

  10. NBR 15809 - Extintores de incêndio sobre rodas.


4 DEFINIÇÕES
Para entendimento desta NTCB, aplicam-se as definições abaixo, além daquelas contidas nas referências normativas e na Norma Técnica nº 04 – Terminologia e Siglas de Proteção Contra Incêndio e Pânico:


  1. Capacidade extintora: Medida do poder de extinção de fogo de um extintor, obtida em ensaio prático normalizado.




  1. Classe A: Fogo em materiais combustíveis sólidos, que queimam em superfície e profundidade através do processo de pirólise, deixando resíduos.




  1. Classe B: Fogo em combustíveis líquidos e gases inflamáveis que queimam somente em superfície, podendo ou não deixar resíduos. Pode ocorrer também em combustíveis sólidos que se liquefazem por ação do calor, como graxas.




  1. Classe C: Fogo em materiais, equipamentos e instalações elétricas energizadas.




  1. Classe D: Fogo em materiais combustíveis pirofóricos, como magnésio, titânio, alumínio, zircônio, sódio, potássio e lítio.




  1. Distância máxima a ser percorrida: Distância máxima real, em metros, a ser percorrida pelo operador, do ponto de fixação do extintor a qualquer ponto da área protegida por ele.




  1. Extintor de incêndio: aparelho de acionamento manual, constituído de recipiente e acessórios, contendo o agente extintor destinado a combater princípios de incêndio.




  1. Extintor portátil: Extintor de incêndio que pode ser transportado manualmente, sendo que sua massa total não pode ultrapassar 20 kg.




  1. Extintor sobre rodas (carreta): Extintor de incêndio, montado sobre rodas, cuja massa total não pode ultrapassar 250 kg.




  1. Unidade extintora: extintor que atende à capacidade extintora mínima prevista nesta Norma, em função do risco e da natureza do fogo.

5 PROCEDIMENTOS
5.1 Capacidade extintora
5.1.1 A capacidade extintora mínima de cada tipo de extintor portátil, para que se constitua uma unidade extintora, deve ser (Tabela 1):
TABELA 1

Agente extintor

Capacidade

Carga mínima de agente extintor

Água

2A

10 litros

Espuma mecânica

2A : 10B

9 litros

Dióxido de carbono

2B : C

4 kg

Pó BC

10B : C

4 kg

Pó ABC

2A : 10B : C

4 kg

Compostos halogenados

5B : C

2 kg

Nota: As unidades extintoras devem ser as correspondentes a um só extintor, não sendo aceitas combinações de 2 ou mais extintores, à exceção do extintor de espuma mecânica, onde se pode utilizar o somatório de até dois extintores.


5.1.2 O dimensionamento da proteção por extintores para a classe D deve ser baseado no metal combustível específico, no tamanho de suas partículas e na área a ser protegida, bem como nas recomendações do fabricante do agente extintor.
5.1.3 A capacidade extintora de cada tipo de extintor sobre rodas, para que se constitua uma unidade extintora, deve ser (Tabela 2):
TABELA 2


Agente extintor

Capacidade

Carga mínima de agente extintor

Água

10A

75 litros

Espuma mecânica

6A :10B

75 litros

Dióxido de carbono

10B : C

25 kg

Pó BC

20B : C

20 kg

Pó ABC

10A : 20B : C

20 kg



5.2 Instalação
5.2.1 Generalidades
5.2.1.1 Os extintores de incêndio devem ser adequados à classe de incêndio predominante dentro da área de risco a ser protegida (vide Anexo B).
5.2.1.2 Os extintores devem estar em locais facilmente acessíveis e prontamente disponíveis em uma ocorrência de incêndio. Preferencialmente, devem estar localizados nos caminhos normais e passagem, incluindo saídas das áreas, não podendo ser instalados em escadas.
5.2.1.3 Os extintores não podem estar obstruídos, devendo estar visíveis e sinalizados conforme o item 5.3 desta Norma.
5.2.1.4 Os extintores devem ser mantidos com sua carga completa, em condições de operação e instalados nos locais designados conforme projeto aprovado.
5.2.4.1.1 Em caso de PTS (Processo Técnico Simplificado), a indicação da localização da instalação poderá ser feita pelos vistoriantes.
5.2.1.5 Deve ser instalado, pelo menos, um extintor de incêndio a não mais de 5 m da entrada principal da edificação e das escadas nos demais pavimentos.
5.2.2 Abrigos
5.2.2.1 Os extintores devem ser instalados dentro de abrigos quando estiverem sujeitos a danos físicos ou intempéries.
5.2.2.2 Quando os extintores de incêndio forem instalados em abrigo embutido na parede ou divisória, além da sinalização, deve existir uma superfície transparente que possibilite a visualização do extintor no interior do abrigo.
5.2.2.3 Os abrigos de extintores não podem estar fechados à chave e devem estar sinalizados conforme o item 5.3 desta Norma.

5.2.3 Extintores portáteis (vide Anexo A)
5.2.3.1 Cada pavimento deve possuir no mínimo duas unidades extintoras, sendo uma para incêndio classe A e outra para incêndio classe B e classe C. É permitida a instalação de uma unidade extintora de pó ABC com capacidade extintora de no mínimo 2-A : 10-B : C.
5.2.3.2 O extintor de pó ABC poderá substituir qualquer tipo de extintor de classes específicas A, B e C dentro de uma edificação ou área de risco.
5.2.3.2 Quando o extintor for instalado em parede ou divisória, a sua parte inferior deve estar a uma altura de no mínimo 0,10 m do piso acabado e a altura de fixação do suporte deve estar a no máximo 1,60 m, também do piso acabado, conforme Figura 1. Em hipótese alguma o extintor poderá estar acomodado diretamente sobre o piso acabado.



5.2.3.3 Os extintores portáteis devem ser distribuídos de tal forma que o operador não percorra distância maior do que a estabelecida na Tabela 3:
TABELA 3

Classe de risco

Distância máxima a ser percorrida (m)

Baixo

25

Médio

20

Alto

15

5.2.3.4 Nos locais de riscos específicos abaixo discriminados devem ser instalados extintores de incêndio independente dos existentes para a proteção geral da edificação ou risco:
a) casa de caldeira;

b) casa de bombas;

c) casa de força elétrica;

d) casa de máquinas;

e) galeria de transmissão;

f) incinerador;

g) quadro de redução para baixa tensão;

h) transformadores;

i) contêineres de telefonia;

j) gases ou líquidos combustíveis ou inflamáveis;

k) outros que necessitam de proteção adequada.
5.2.3.4.1 Os extintores devem ser localizados no lado externo desses locais e a sua instalação deve obedecer ao item 5.2.1.5.

5.2.3.4.1.1 Caso a distância máxima a ser percorrida de dentro do local fechado não ultrapasse os valores estabelecidos na Tabela 3, não haverá a necessidade de se instalar extintores de incêndio internamente.
5.2.3.5 Em locais de abastecimentos e/ou postos de abastecimento e serviços onde os tanques de combustíveis são enterrados, além dos extintores instalados por percurso máximo e riscos específicos, devem ser instaladas mais duas unidades extintoras portáteis de pó químico seco (pó ABC ou BC), ou espuma mecânica, em local de fácil acesso e ao lado de cada bomba de abastecimento.
5.2.7.13 Para proteção de reservatórios de alimentação exclusiva de grupo motogerador, com capacidade a partir de 200 litros, serão necessárias no mínimo duas unidades extintoras (pó ABC, pó BC ou espuma mecânica).

5.2.4 Extintores sobre rodas (vide Anexo A)
5.2.4.1 A proteção por extintores sobre rodas deve ser obrigatória nos seguintes casos:


  1. Nas áreas onde houver produção, manipulação e/ou armazenamento de explosivos;

  2. Nas áreas onde houver produção, manipulação e/ou armazenamento e líquidos inflamáveis ou combustíveis;

c) Nas edificações enquadradas no Grupo G;

d) Nas edificações enquadradas nas Divisões I-3 e J-4.
5.2.4.2 Não é permitida a proteção de edificações ou áreas de risco unicamente por extintores sobre rodas.
5.2.4.3 Os extintores sobre rodas devem ser distribuídos de tal forma que o operador não percorra distância maior do que a estabelecida na Tabela 4:
TABELA 4


Classe de risco

Distância máxima a ser percorrida (m)

Baixo

35

Médio

30

Alto

20



5.3 Sinalização
5.3.1 Os extintores devem ser sinalizados conforme prescrições abaixo:
a) A sinalização deve estar a uma altura mínima de 1,80 m medida do piso acabado à base da sinalização e imediatamente acima do equipamento sinalizado (Figura 2);




b) Quando o equipamento se encontrar instalado em uma das faces de um pilar, todas as faces visíveis do pilar devem ser sinalizadas;

c) Quando a visualização da sinalização não seja possível apenas com a instalação da placa acima do equipamento deve-se adotar uma das seguintes opções:

c.1) posicionar uma placa adicional em dupla face perpendicularmente à superfície da placa já instalada (Figura 3);


c.2) instalar uma placa angular acima do equipamento (Figura 4).



5.3.2 Em qualquer caso será obrigatória a sinalização de piso conforme a Figura 5.




5.3.3 As dimensões, formatos e pictogramas devem ser conforme a NTCB nº 15 Sinalização de Emergência ou outra norma adotada pelo CBMMT.

5.4 Certificação e validade/garantia
5.4.1 Os extintores devem estar lacrados, com a pressão adequada e possuir selo de conformidade concedido por órgão credenciado pelo INMETRO.
5.4.2 Para efeito de vistoria do Corpo de Bombeiros, o prazo de validade da carga e a garantia de funcionamento dos extintores deve ser aquele estabelecido pelo fabricante, se novo, ou pela empresa de manutenção certificada pelo INMETRO, se recarregado.

6 PRESCRIÇÕES DIVERSAS
6.1 Para proteção por extintores de incêndio em instalações de líquidos inflamáveis e combustíveis, gás liquefeito de petróleo, gás natural, pátio de contêineres, heliponto, heliportos, comércios de fogos de artifícios e outras instalações específicas devem ser observadas, adicionalmente, as NTCBs pertinentes.

ANEXO A

(Informativo)
Classificação dos extintores segundo o agente extintor, carga nominal e capacidade extintora equivalente


Extintor portátil

Agente extintor

Carga

Capacidade extintora equivalente

Água

10 L

2A

Espuma mecânica

9 L

2A:10B

Gás carbônico (CO2)

4 kg

6 kg


2B

2B


Pó à base de bicarbonato de sódio

1 kg

2 kg


4 kg

6 kg


8 kg

12 kg


2B

2B

10B



10B

10B


20B

Hidrocarbonetos halogenados

1 kg

2 kg


2,5 kg

4 kg


2B

5B

10B



10B




Extintor sobre rodas

Agente extintor

Carga

Capacidade extintora equivalente

Água

75 L

150 L


10A

20A


Gás carbônico (CO2)

10 kg

25 kg


30 kg

50 kg


5B

10B


10B

10B


Pó à base de bicarbonato de sódio

20 kg

50 kg


100 kg

20B

30B


40B


ANEXO B

(Informativo)
Uso do agente extintor conforme classe de incêndio


Agente extintor

Classe de incêndio

A

B

C

Água

Sim

Não

Não

Espuma mecânica

Sim

Sim

Não

Gás carbônico (CO2)

Não

Sim

Sim

Pó BC

Não

Sim

Sim

Pó ABC

Sim

Sim

Sim

Hidrocarbonetos halogenados

Não

Sim

Sim




Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal