Corpo Docente



Baixar 1.08 Mb.
Página1/9
Encontro20.05.2018
Tamanho1.08 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9


3333333333333333




MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS

INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS

COLEGIADO DOS CURSOS DE HISTÓRIA




CURSO DE LICENCIATURA EM HISTÓRIA

PROJETO PEDAGÓGICO
NÚCLEO ESTRUTURANTE:

Edgar Ávila Gandra

José Plinio Guimarães Fachel

Lorena Almeida Gill

Márcia Janete Espig

Paulo César Possamai

Sebastião Peres

Pelotas, outubro de 2010



ÍNDICE

1. IDENTIFICAÇÃO 3

2. JUSTIFICATIVAS DA OFERTA DO CURSO 3

3. OBJETIVOS GERAIS 4

4. COMPETÊNCIAS E HABILIDADES 4

5. PERFIL DO CURSO 5

6. ATIVIDADES DO CURSO 7

6.1- Estrutura curricular 7

6.2 - Fluxograma Curricular do Curso de Licenciatura em História 11

6.3 - Caracterização das Disciplinas Obrigatórias 12

6.4 - Atividades Complementares 122

7. PERFIL DO EGRESSO 123

8. FORMAS DE ACESSO AO CURSO 124

9. SISTEMA DE AVALIAÇÃO DO PROJETO DO CURSO 125

10. SISTEMA DE AVALIAÇÃO DO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM 126

11. TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) 127

12. ESTÁGIO CURRICULAR (OBRIGATÓRIO E NÃO OBRIGATÓRIO) 128

13. TRANSIÇÃO CURRICULAR 130

13.1 - Quadro de Equivalências da Estrutura Curricular 2011 131

14. REFERÊNCIAS LEGAIS E BIBLIOGRAFIA 132
1 - IDENTIFICAÇÃO:

  1. Denominação: Curso de Licenciatura em História

  2. Modalidade: Licenciatura

  3. Titulação conferida: Licenciado em História

  4. Área: Ciências Humanas

  5. Duração do curso: 08 (oito) semestres (4 anos)

  6. Carga horária total: 2.809 horas

  7. Turno: Noturno

  8. Número de vagas oferecidas: 50 vagas anuais

  9. Regime acadêmico e forma de ingresso: semestral, com ingresso no primeiro semestre do ano, através do Processo Seletivo geral realizado pela UFPel.


2 - JUSTIFICATIVAS DA OFERTA DO CURSO:

O Curso de Licenciatura Plena em História da UFPel surgiu em dezembro de 1980. Tinha duração de dois anos e era complementar à Licenciatura em Estudos Sociais, também com duração de dois anos (Licenciatura Curta). Esta estrutura do curso entrou em extinção a partir de 1990, dando lugar à modalidade de Curso de Licenciatura em História, com duração de quatro anos. A necessidade de adequar-se às determinações da Resolução CNE/CP 1/2002, de 18 de fevereiro de 2002, e da Resolução CNE/CP 2/2002, de 19 de fevereiro de 2002, levou a uma reestruturação curricular que estabeleceu, a partir de março de 2004, a duração de cinco anos para o Curso. Apesar do ganho qualitativo resultante da adoção daquela estrutura curricular, com o tempo a duração de cinco anos apresentou sinais de constituir-se em um fator capaz de desestimular a permanência de alguns alunos no curso. Frente a isso, e após intensos debates dos quais participaram docentes e discentes, optou-se pela elaboração deste novo Projeto Pedagógico, que consolida ajustes anteriormente feitos e estabelece nova organização curricular para o Curso de Licenciatura em História, que passará a ter a duração de quatro anos.

O profissional da área de Historia é, em princípio, alguém habilitado a atuar no processo definição, preservação e difusão dos conteúdos históricos da cultura. A importância atribuída a esses conteúdos implica na eleição das instituições escolares como ambiente privilegiado para o desenvolvimento desse processo. Daí a necessidade do cuidado na constante formação do profissional que vai assumir a condição de professor de História.

A necessidade de formação de professores em nível superior em nosso país pode ser medida a partir dos dados do Censo Escolar 2009, que apontam que apenas 68% dos docentes da Educação Básica no país têm curso superior (no RS, 78%). No que se refere aos anos finais do Ensino Fundamental, cerca de 10% dos professores gaúchos carecem, ainda, de formação superior. No Ensino Médio, esse índice é de cerca de 7%. Há que se considerar, ainda, as necessidades de substituição dos docentes retirados e ampliação de quadros nas redes públicas, bem como o expressivo número de docentes que atuam na área de História, mas têm formação em outras áreas.


3 - OBJETIVOS GERAIS:

Formar professores habilitados para o trabalho em equipe (interação entre pessoas) e inter/transdisciplinar (interação entre saberes), buscando a maior aproximação possível com o universo do exercício profissional, colocando os licenciandos em contato direto com as escolas - no intuito de aprimorar sua formação como docentes - e com as fontes de informações históricas (documentos, pessoas, objetos) necessárias à produção do conhecimento histórico – no intuito de aprimorar sua formação como pesquisadores.


4 - COMPETÊNCIAS E HABILIDADES:

O licenciado em História formado pelo Curso de Licenciatura em História da UFPel deverá caracterizar-se pelas seguintes competências e habilidades:

a) ser capaz de aliar o saber-fazer da docência ao domínio dos fundamentos teóricos e metodológicos específicos do historiador;

b) ser criativo para se apropriar de seus aprendizados ao longo do curso e para conseguir traduzi-los aos seus futuros alunos;

c) ter domínio da utilização de recursos audio-visuais e outros recursos tecnológicos e artísticos disponíveis;

d) saber trabalhar em equipe;

e) ser sensível às distintas realidades sociais em que deverá atuar como professor;

f) estar apto a lidar com as diversidades de ordem sócio-econômica, cultural e de personalidade do conjunto dos alunos, atuando de forma a garantir a inclusão e integração dos mesmos;

g) ser comprometido com a liberdade intelectual e científica, entendendo que o conhecimento não pode ser subordinado por convicções obscurantistas e preconceitos;

h) ser comprometido com a liberdade de pensamento, devendo sempre lutar contra o cerceamento ideológico sob qualquer forma e manifestação.

i) ser incentivador da consciência social e comprometido com a valorização da preservação da memória e patrimônio cultural coletivos;

j) saber estimular o interesse pela compreensão do processo histórico e a capacidade de refletir sobre questões atuais na história, fazendo o vínculo entre passado e presente;

k) deverá ser capaz de agir e refletir de forma interdisciplinar, enriquecendo a reflexão sobre a História, para incentivar os seus alunos a acharem no conhecimento histórico um instrumental para alimentar uma visão crítica da realidade social e uma postura cidadã diante da sociedade.
5 - PERFIL DO CURSO:

O Curso de Licenciatura em História caracteriza-se por:

a) referenciar-se pelas regulamentações e recomendações emitidas pelas autoridades normatizadoras, em nível Federal (MEC e CNE), e pelas instâncias superiores da UFPel. Desse modo, a Lei 9.394/96 – Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, a Lei 10.639/03 (obrigatoriedade do ensino da História e da Cultura Afro-Brasileira), a Resolução CNE/CP 01/2002, o Parecer CNE/CP 02/2002, a Resolução CNE/CP 01/2004, e o Regulamento do Ensino de Graduação da UFPel, constituem as bases legais e políticas fundamentais da organização curricular e pedagógica desse Curso;

b) manter intenso diálogo e interação com outras áreas de conhecimento e cursos presentes no ICH/UFPel, ISP/UFPel e FaE/UFPel, ainda que guardando a sua especificidade curricular;

c) estar aberto a interações com outras áreas de conhecimento, permitindo, assim, aos seus discentes, a possibilidade de experimentar oportunidades de trabalho acadêmico integrado e interdisciplinar;

d) incentivar a participação em programas como o PIBID, PET e PIBIC;

e) reconhecer o professor de História como um profissional em que as condições de docente e pesquisador estão inextrincavelmente presentes;

f) permitir ao aluno personalizar a sua grade curricular, incluindo disciplinas de sua opção, nas condições e limites deste PPC (flexibilização curricular).


Além dos tópicos acima, no que se refere à sua integralização curricular, o Curso de Licenciatura em História é organizado em semestres, com a duração mínima de oito semestres e máxima de quatorze semestres. Em casos individuais, a integralização do Curso em período maior ou menor, bem como a dispensa de cumprimento de pré-requisitos, dependerá de autorização específica do Colegiado do Curso. O Curso será oferecido integralmente, mas não exclusivamente, no turno da noite, classificando-se, portanto, como noturno, ou seja: aos que ingressarem no Curso será garantida a possibilidade de cursarem-no integralmente à noite; entretanto, poderão ser oferecidas disciplinas e outras atividades em outros turnos, com caráter alternativo ou opcional.

6 - ATIVIDADES DO CURSO:


    1. Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal