Curso de ciências biologógicas – creupi



Baixar 0.71 Mb.
Página3/7
Encontro15.04.2018
Tamanho0.71 Mb.
1   2   3   4   5   6   7

HABILIDADES E COMPETÊNCIAS GERAIS
O Curso de Bioquímica formará profissionais qualificados para atuar nos setores de ensino, pesquisa e desenvolvimento de produtos e processos na indústria que envolva conhecimentos na área de bioquímica e biologia molecular.

O curso de Bioquímica deverá dar as condições necessárias para que seus graduandos possam adquirir as habilidades e competências gerais apresentadas a seguir:



Tomada de decisões: o trabalho deve estar fundamentado na capacidade de tomar decisões visando o uso apropriado, eficácia e custo-efetividade, da força de trabalho, de insumos, de equipamentos, de procedimentos e de práticas. Para este fim, os mesmos devem possuir competências e habilidades para avaliar, sistematizar e decidir as condutas mais adequadas, baseadas em evidências científicas.

Administração e gerenciamento: os profissionais devem estar aptos a tomar iniciativas, fazer o gerenciamento e administração tanto da força de trabalho, dos recursos físicos e materiais e de informação, da mesma forma que devem estar aptos a serem empreendedores, gestores, empregadores ou lideranças na equipe de saúde.

Liderança: no trabalho em equipe multiprofissional deverão estar aptos a assumirem posições de liderança, sempre tendo em vista o bem estar da comunidade. A liderança envolve compromisso, responsabilidade, empatia, habilidade para tomada de decisões, comunicação e gerenciamento de forma efetiva e eficaz.

Educação permanente: os profissionais devem ser capazes de aprender continuamente, tanto na sua formação, quanto na sua prática. Desta forma, devem aprender a aprender e ter responsabilidade e compromisso com a sua educação e o treinamento/estágios das futuras gerações de profissionais, mas proporcionando condições para que haja benefício mútuo entre os futuros profissionais e os profissionais dos serviços, inclusive, estimulando e desenvolvendo a mobilidade acadêmico-profissional, a formação e a cooperação através de redes nacionais e internacionais.
HABILIDADES E COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS
a) identificar a importância da bioquímica para a sociedade e relacioná-la a fatos, tendências, fenômenos ou movimentos da atualidade, como base para delinear o contexto e as relações em que a sua pratica profissional estará inserida,

b) reconhecer problemas relevantes para investigação; formular e justificar perguntas a partir desses problemas; levantar hipóteses para respondê-las; planejar procedimentos adequados para testar tais hipóteses; conduzir a coleta de dados e a sua análise de acordo com o planejamento feito e as condições objetivas de realização; utilizar recursos matemáticos/estatísticos/ computacionais e outros para análise e apresentação dos resultados da pesquisa; produzir e divulgar o relato em veículos adequados,

c) aplicar, de forma autônoma, os conhecimentos científicos e tecnológicos já existentes, relacionados à bioquímica, após exame crítico deles e seleção por critérios de relevância, rigor e ética,

d) produzir / aprimorar / divulgar processos e produtos bioquímicos,

e) monitorar integralmente as operações de pesquisa e desenvolvimento, bem como o processo de produção, garantindo boas práticas, observação dos procedimentos-padrão, respeito ao ambiente,

f) aplicar metodologia científica no planejamento, gerenciamento e execução de processos e técnica na emissão de laudos, perícias e pareceres, relacionados ao desenvolvimento de atividades de auditoria, assessoria, consultoria na área bioquímica,

g) avaliar o impacto potencial ou real de novos conhecimentos/tecnologias/ serviços e produtos resultantes de sua atividade profissional, do ponto de vista ético, social, ambiental, econômico, epistemológico,

h) buscar maturidade, sensibilidade e equilíbrio ao agir profissionalmente,

i) administrar a sua própria formação contínua, mantendo atualizada a sua cultura geral, cientifica e técnica especifica,

j) utilizar a informática e a tecnologia para o seu próprio aperfeiçoamento e o dos profissionais sob sua coordenação,

k) organizar, coordenar e participar de equipes de trabalho, inclusive multiprofissionais, destinadas a planejar, coordenar, supervisionar, implementar, executar e avaliar atividades no desenvolvimento de processos e produtos,

l) desenvolver formas de expressão e comunicação compatíveis com o exercício profissional, inclusive nos processos de negociação e nos relacionamentos interpessoais e intergrupais,

m) enfrentar os deveres e dilemas da profissão, pautando sua conduta por princípios de ética democrática, responsabilidade social e ambiental, dignidade humana, direito à vida, justiça, respeito mútuo, participação, diálogo e solidariedade,

n) adotar condutas compatíveis com as legislações reguladoras do exercício profissional e do direito a propriedade intelectual, bem como com a legislação ambiental, e regulamentações federais, estaduais e municipais aplicadas a empresas/instituições,

o) analisar o cumprimento da legislação ambiental em determinadas situações específicas,

p) avaliar as possibilidades atuais e futuras da profissão; comprometer-se com o desenvolvimento profissional constante, assumindo uma postura de flexibilidade e disponibilidade para mudanças contínuas, bem como esclarecendo-se quanto as opções sindicais e corporativas inerentes ao exercício profissional; empreender ações estratégicas capazes de ampliar ou aperfeiçoar as formas de atuação profissional,


OBJETIVOS DO CURSO
O Curso de Bioquímica da UFSJ deverá garantir uma ampla fundamentação teórico-prática sobre as diversas áreas da bioquímica e suas relações com o meio ambiente, a sociedade, o cotidiano e a vida. Assim, o curso tem como objetivos:

- Formar profissionais capazes de atuar em ciência, tecnologia e inovação;

- Formar profissionais reflexivos e aptos para o exercício profissional, conforme as atribuições e competências já destacadas anteriormente;

- Formar, com competência e qualidade, profissionais articulados com os problemas atuais da sociedade;

- Desenvolver o espírito científico, reflexivo e ético do aluno, estimulando o profissional para a reflexão sobre os problemas sociais e ambientais de abrangência local, regional e mundial;

- Oferecer uma sólida formação teórica e prática de conceitos fundamentais da profissão, propiciando uma atuação crítica e inovadora; e

- Fornecer subsídios para que os estudantes se tornem também capazes de tratar o ensino, a pesquisa e a extensão como elementos indissociáveis.

- Estimular atividades curriculares e extracurriculares de formação e extensão como iniciação científica, estágios, monitorias, participação em diferentes projetos envolvendo pesquisa e extensão à comunidade.

Em síntese, o principal objetivo do curso de bacharelado em bioquímica da UFSJ é garantir que o egresso tenha uma sólida formação e que os conhecimentos adquiridos permitam que esses profissionais, através do exercício ético da profissão, possam contribuir para o desenvolvimento do país e seu desenvolvimento pessoal.

O bacharel será igualmente conscientizado de seu papel como agente transformador da realidade regional e global em que vai atuar, bem como de sua função social, buscando a melhoria da qualidade de vida e a preservação da biodiversidade como um patrimônio das futuras gerações.


FUNDAMENTOS DIDÁTICO-PEDAGÓGICOS
O Curso de Bioquímica da UFSJ está embasado nos seguintes princípios norteadores:

- Seleção de conteúdos contemplando as exigências do perfil do egresso e considerando os problemas, demandas e perspectivas atuais da sociedade e do meio ambiente e a legislação vigente;

- Estabelecimento do tratamento metodológico de ensino que garanta as competências exigidas para o exercício da profissão, desenvolvidas em suas dimensões conceitual (teorias, informações, conceitos), procedimental (na forma do saber fazer) e atitudinal (valores e atitudes);

- Garantia de uma ampla formação multi e interdisciplinar, com distribuição do conhecimento científico ao longo de todo o curso, devidamente interligado e levando em conta a evolução epistemológica dos modelos explicativos dos processos biológicos;

- Favorecimento da flexibilidade curricular, de forma a contemplar interesses e necessidades específicas dos alunos e operacionalização desta sob a forma de unidade curricular de livre escolha na Instituição, noutras IFES;

- Garantia de um ensino problematizado e contextualizado, assegurando a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão;

- Garantia de formação de competência na produção do conhecimento com atividades que levem o aluno a procurar, interpretar, analisar e selecionar informações, identificar problemas relevantes, realizar experimentos e projetos de pesquisa;

- Relação teoria-prática como eixo articulador da produção do conhecimento, favorecendo atividades de campo e de laboratório com adequada instrumentação técnica para a realização das mesmas;

- Estímulo às atividades curriculares e extracurriculares como iniciação científica, monitoria, extensão universitária, estágios obrigatórios e voluntários, participação em encontros científicos, mini-cursos, grupos PET ou outras que vierem a ser aprovadas;

- Adoção de um regime semestral, com sistema de unidades curriculares organizadas em módulos com múltiplos de 18 horas/aulas;

- Adoção de um sistema de avaliações de rendimento escolar que sejam realizadas no decorrer das unidades curriculares e privilegie a aprendizagem, identifiquem não somente a quantidade de conhecimentos adquiridos, mas também a capacidade do aluno de acioná-los e de buscar outros para realizar o que lhe foi pedido, auxilie o docente a diagnosticar problemas e aferir resultados em estrita relação aos objetivos propostos, e auxilie o aluno a traçar seu percurso e ações, através da certificação da sua formação e da identificação de suas deficiências e grau de empreendimento pessoal (sua parcela de esforço);

- Integralização da carga horária em tempo médio de quatro anos;

- Carga horária efetivada mediante a integralização de, no mínimo, 3650 horas/aula;

- Implantação curricular considerada em caráter experimental permanente, devendo ser sempre reavaliada pelo Colegiado de Curso e submetida, no devido tempo, às correções e adequações que se mostrarem necessárias.


CONTEÚDOS CURRICULARES

Organização Curricular


O curso será oferecido em tempo integral (matutino e vespertino), com duração de 4 (quatro) anos, em sistema de créditos. O tempo mínimo e máximo para integralização dos créditos será de 4 anos e 7 anos, respectivamente, e para a obtenção do título de Bacharel em Bioquímica, o aluno deverá cursar um mínimo de 3.650 horas-aula, a serem integralizadas através de unidades curriculare obrigatórias e optativas, do estágio supervisionado e/ou trabalho de conclusão de curso e outras atividades complementares.
Titulação que constará no Diploma:

Bacharel em Bioquímica


Duração e prazos de integralização:

O curso de Bioquímica terá a duração de no mínimo oito semestrese no máximo de 14 semestres.




Número de Vagas:

No processo seletivo realizado anualmente, serão oferecidas 50 (cinquenta) vagas para o período integral (matutino e vespertino) com duas entradas por ano.


Modulação:

A modulação das aulas teóricas será de 01 docente para cada 50 alunos. Para as aulas práticas a modulação será de 01 docente para cada 25 alunos para as disciplinas básicas e de 01 docente para cada 16 ou 12 alunos nas disciplinas profissionalizantes.


Funcionamento:

O curso de Bioquímica será oferecido no período integral, ministrado das 8:00h às 11:40h e das 13:30 às 17:05 horas. As aulas terão duração de 50 minutos cada uma, com intervalos de 20 minutos entre a segunda e a terceira aula e entre a sexta e a sétima aula, perfazendo um total de oito aulas por dia, de segunda à sexta-feira. Cada semestre contará com um mínimo de 18 semanas de aula, totalizando 100 dias letivos.


Carga Horária:

Para graduar-se em Bioquímica, o aluno deverá perfazer um total de 3650 horas/aula, sendo 3006 h/a correspondente às unidades curriculares obrigatórias, 144 horas/aula referente às unidades curriculares optativas e/ou eletivas, 140 horas/aula referente às atividades complementares e 360 horas correspondentes ao TCC ou Estágio Supervisionado.




Organização do curso










Regime escolar

Semestral, com sistema de unidades curriculares organizadas em módulos múltiplos de 18 horas.

Período de integralização

8 semestres (4 anos)

Máximo: 14 semestres (7 anos)



Turno de funcionamento

Integral

Vagas

100 vagas anuais

Duas entradas por ano

Estrutura acadêmica

De acordo com o regimento da UFSJ

Calendário Escolar

100 dias letivos por semestre com 18 semanas por semestre

Carga horária total

3.650 horas, sendo:

3.006 unidades curriculares obrigatórias (167 créditos)

144 horas - unidades curriculares optativas e/ou eletivas

140 horas - atividades complementares

360 horas - Trabalho de Conclusão de Curso ou Estágio Supervisionado



UNIDADES CURRICULARES

OBRIGATÓRIAS

O quadro 2 apresenta as 53 unidades curriculares obrigatórias, explicitando a sua correspondência com os grandes grupos de conhecimentos que serão tratados no curso, o grupo de Conteúdos Básicos e o de Conteúdos Específicos.



OPTATIVAS E ELETIVAS

Os docentes do Centro de Ciências da Saúde ficarão responsáveis por elencar um quadro de unidades curriculares optativas. No quadro 3, estão sugeridas algumas unidades curriculares que poderão ser oferecidas pelo curso de Bioquímica, que serão de grande importância para a formação complementar dos alunos, em caráter de disciplinas optativas. Os alunos do curso também poderão optar por unidades curriculares (obrigatórias ou optativas) oferecidas nos outros cursos do centro de Ciências da Saúde, quando houver possibilidade de vagas, em caráter de disciplina eletiva (Quadro 4).

Para a integralização curricular, deverão ser cursadas 144 horas em unidades curriculares optativas e eletivas a escolha do aluno.
ATIVIDADES ESPECIAIS
As atividades especiais oferecidas pelo curso compreendem o Estágio Supervisionado, Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e Atividades Complementares.

No oitavo semestre os alunos deverão escolher entre realizar Estágio Supervisionado em empresas (360h) ou apresentação de TCC (360h).

Além dos laboratórios da própria UFSJ, a Universidade poderá celebrar convênios com instituições públicas e privadas visando criar espaços adicionais para a efetivação da experiência no exercício profissional. As atividades especiais de Estágio Supervisionado e TCC terão a supervisão e orientação técnica de um professor com qualificação afim à área de conhecimento escolhida pelo aluno para a realização do seu trabalho, além de um responsável in locu, com disponibilidade para orientação.

Estágio supervisionado

No 8o período letivo do curso o aluno poderá realizar estágio curricular supervisionado em Empresas, Institutos ou Laboratórios de pesquisa públicos ou privados ou em Universidades ou Instituições públicas ou privadas, com duração mínima de 360 horas. Após a atividade o aluno deverá apresentar um relatório para complementação dos créditos. O relatório deverá conter detalhes do estágio como: i) elaboração de um plano de trabalho, com organização do material bibliográfico selecionado; ii) execução do projeto proposto; iii) avaliação do trabalho realizado através de relatório direcionado para Comissão de Estágio do curso.
Trabalho de Conclusão de Curso – TCC

Para a escolha da apresentação de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) o aluno efetuará a síntese e a aplicação de conhecimentos científicos adquiridos durante o curso, proporcionando uma vivência profissional nas diversas áreas que compreende a Bioquímica e a Biologia Molecular. A área do conhecimento do Trabalho de Conclusão de Curso é de livre escolha do aluno, estando limitada somente à disponibilidade de orientação por parte do corpo docente da UFSJ, além de co-orientadores de outras Instituições ou empresas

Para a execução do TCC, será proposto o desenvolvimento de uma atividade de pesquisa científica ou profissional, podendo se constituir de: i) pesquisa em nível de iniciação científica; ii) revisão bibliográfica, com dissertação de um tema na área de Bioquímica e Biologia Molecular, e iii) relatório fundamentado de estágio realizado fora da UFSJ.

As etapas envolvidas no TCC, sempre realizadas sob orientação acadêmica e de acordo com o prazo estabelecido pela instituição para execução do projeto, são: i) elaboração de um plano de trabalho, com organização do material bibliográfico selecionado; ii) execução do projeto proposto; iii) avaliação do trabalho realizado através de uma monografia e defesa oral perante uma comissão avaliadora.

Os alunos deverão seguir as normas e procedimentos para a elaboração dos trabalhos que estarão disponíveis em versão impressa e digital, através do site www.ufsj.edu.br. Também, terão disponibilidade de uma gama enorme de referências bibliográficas para serem consultadas, física e virtualmente, pelo serviço de biblioteca do Campus Centro Oeste da UFSJ.
Atividades complementares
O curso de Bioquímica determina a realização de atividades complementares pelo corpo discente.

São atividades que correspondem a caminhos diferentes para atingir a formação profissional e que seja de eleição do aluno segundo suas necessidades e interesses, contemplando o núcleo livre da estrutura do curso.

As atividades complementares representam uma carga horária de 140 h, devendo ser realizadas no decorrer do curso. Para validação das horas de atividades complementares existe um regulamento específico para tal no manual de orientação sobre estágio e atividades complementares.

Este componente curricular vem sendo desenvolvido pelos alunos e supervisionado pelos professores, com o objetivo de alargar e enriquecer a formação acadêmica e profissional do corpo discente por meio de atividades diversificadas, internas ou externas ao curso e à IES. Destacamos abaixo algumas delas:



  • Ciclo de Estudos ou Jornada Acadêmica, realizado no segundo semestre de cada ano letivo;

  • Participação em eventos externos da UFSJ: Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular, Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química etc;

  • Apresentação de trabalhos em eventos científicos;

  • Monitoria;

  • Visitas Técnicas e Culturais;

  • Participação em Projetos de Extensão Universitária;

  • Organização de eventos.

Para o cumprimento das atividades complementares são fornecidos certificados devidamente registrados em livro ata do curso.

Quadro 2: Unidades curriculares obrigatórias para o Bacharelado em Bioquímica.

NÚCLEO

UNIDADES CURRICULARES

Conteúdos Básicos:

Anatomia humana

Bioestatística

Biologia Celular

Bioquímica e sociedade

Bioinformática

Estatística Experimental

Ética, Bioética e Biossegurança

Física

Físico-Química I e II

Fisiopatologia

Genética

Histologia e Embriologia

Imunologia

Matemática I e II

Metodologia Científica

Métodos Instrumentais de Análise

Microbiologia

Parasitologia

Química Analítica

Química Fundamental

Química Orgânica Experimental I e II

Química Orgânica I e II

Conteúdos Específicos

Administração e Empreendedorismo

Biologia Molecular

Bioquímica Celular

Bioquímica de carboidratos

Bioquímica de lipídios

Bioquímica de Proteínas

Bioquímica Metabólica

Biotecnologia aplicada à saúde

Biotecnologia de microrganismos



Biotecnologia vegetal

Cultura de Células e Tecidos de Mamíferos

Desenho Técnico

Enzimologia

Fenômenos de Transporte I e II

Fitoquímica e plantas medicinais

Fundamentos de Modelagem molecular e quimiometria

Métodos Espectrométricos

Operações Unitárias

Orientação de estágio e monografia

Práticas em Biologia Molecular

Práticas em Bioquímica Analítica

Práticas em Bioquímica I e II

Processos Bioquímicos e Microbiológicos Industriais

Química Fisiológica

Química Medicinal

Tecnologia em Vacinas e Terapia Gênica




Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal