Cursos local: atelier livre 28 de julho a 01 de agosto Tarde / 14h às 17h



Baixar 34.14 Kb.
Encontro16.03.2018
Tamanho34.14 Kb.

CURSOS

Local: ATELIER LIVRE

28 de julho a 01 de agosto
Tarde / 14h às 17h



  1. ACERVO INDEPENDENTE (Porto Alegre – RS) – Cadu Peixoto e Joana Burd - “A nuvem como espaço expositivo: produção e prós produção em Artes Visuais” Debater o que seria uma pós-produção de um objeto artístico, a importância da documentação do processo e os possíveis meios de veiculação on-line e off-line. A oficina tem como objetivo que o participante inicie um projeto para uma futura apresentação.



  1. BANDO DE BARRO (Porto Alegre – RS) – Adriana Deccache e Rodrigo Nuñez – “Provocações sobre produção em grupo: vivência prática de um processo coletivo” Visa desenvolver um trabalho coletivo tendo como objetivo a concepção, reflexão e pesquisa de uma exposição que parta do princípio da visão do todo ao trabalho individualizado.




  1. PROJETO CIRCULAR / FEEVALE (Novo Hamburgo – RS) - coordenação Profª. Me. Alexandra Eckert.Usos Práticos da Poética Serigráfica: Impressões para Suportes Bi e Tridimensionais” - A oficina objetiva criar um espaço de interlocução sobre a produção serigráfica através de exercícios práticos em suportes bi e tridimensionais, bem como compreender os diferentes materiais e procedimentos de impressão utilizados na arte contemporânea.




  1. ATELIER MASCATE (Porto Alegre – RS) – “Falsa Verdade” - As várias etapas de um ensaio fotográfico, da escolha de elenco, produção de locação, figurino e maquiagem dos fotografados. Vivenciar todos os papéis existentes na “cadeia produtiva” de um ensaio ficcional incluindo o processo de edição e finalização do trabalho.


Noite / 19h às 22h


  1. CASA PARALELA (Pelotas -RS) “Proposições Para Circunstancias Expositivas” - Chico Machado, Adriane Hernandez e Thiago Reis - A oficina irá oferecer atividades que possibilitem relações entre objetos em situação expositiva, levando em consideração aspectos visuais como materialidade, função, uso, maleabilidade, desgaste, cor, tamanho e outros, abordando ainda as atribuições de significados advindas da inserção espacial destes objetos. Além das atividades práticas, serão apresentados referenciais teóricos e artísticos.


6- ATELIER D 43 / UFRGS (Porto Alegre – RS) – (29,30 e 31 de julho) Kelvin Koubik e Kjú Galon – “Oficina De Desenho Coletivo” - Em uma construção coletiva, esta oficina busca trabalhar a prática e teoria em desenho, no cruzamento com outras linguagens artísticas - fotografia, vídeo ou escrita.

.



  1. Rafael Sica (Porto Alegre –RS) – “Ilustração em Quadrinhos”




  1. PLATAFORMA ESPAÇO DE CRIAÇÃO (Porto Alegre – RS)Lizângela Torres - “Incursões Noturnas: A Fotografia Em Situações Obscuras” - O espaço noturno como método de construção de um repertório visual através de fotografia, vídeo, texto e objeto. A fotografia será analisada como veículo que possibilita o acesso à noite, zona de indeterminação da qual advém a imagem e pela qual o outro é arremessado na duração fugidia de sua experiência.

PALESTRAS - PRÁTICAS COLETIVAS EM ARTES VISUAIS.     
28 a 31 de julho
Local: Sala Álvaro Moreyra – Centro Municipal de Cultura Lupicínio Rodrigues

19h às 21h


28 de julho - "Agenciamento de Experiências Colaborativas no Espaço Universitário

Mediadora: Maria Amélia Bulhões

Palestrantes: Prof. Me Alexandra Eckert (Projeto Circular) e Teresa Poester, Kelvin Koubik e Kjú Galon (Atelier D43)

Serão apresentados relatos das experiências coletivas nas universidades UFRGS e FEEVALE. O Projeto Circular (FEEVALE) tem como questão principal ser um espaço de experimentação e aprofundamento da prática serigráfica, reunindo acadêmicos, professores e egressos dos cursos de Artes Visuais na Universidade Feevale. O atelier D43 (UFRGS) é a consciência do desenho como registro gestual e a preocupação de investigar suas possibilidades em cruzamento com outras linguagens artísticas.

29 de julho - “Práticas coletivas em Artes Visuais”

Palestrante: Maria Amélia Bulhões

- "Atelier Livre da Prefeitura: Grupos de Artistas”



Palestrante: Ana Pettini
30 de julho – CURATORIA FORENSE - Rede de Gestões Autônomas em Arte Contemporânea” - Uma importante reflexão sobre as diferentes formas de compreender a noção de autonomia, analisar suas relações e tensões com as instituições artísticas e, através de suas eficiências práticas, apresentando modelos de gestão que operam de forma autônoma na América do Sul. Noções como "cena local" e "gestão independente" vem organizando e potencializando os esforços de artistas e gestores, favorecendo a criação e o fortalecimento de vínculos, gerando acordos táticos e alianças estratégicas.

Mediadora: Maria Amélia Bullhões

Palestrantes: Jorge Sepúlveda (Chile) e Ilze Petroni (Argentina).

Organização: Denis Rodriguez


31 de julho – “Coletivos e Espaços Autogestionados: práticas artísticas na América Latina” - Serão abordados alguns coletivos e espaços observando seus modos de fazer ao atuarem fora dos tradicionais lugares de arte, inventando e ativando outros espaços e possibilidades de ação.

Mediadora: Maria Amélia Bulhões

Palestrante: Claudia Paim

APRESENTAÇÃO DE TRABALHO E BATE PAPO

Local: Auditório do Atelier Livre

17h ás 19h
28 de julho – “Distensões Da Experiência: A Pintura Como Zona De Aporte” - Clóvis Martins Costa – Apresentação da pesquisa acerca do cruzamento de procedimentos na construção do campo pictórico, através de processos que envolvem a experiência em um território específico e sua distensão através da fotografia e do contato entre superfícies.
29 de julho – ATELIER SUBTERRÂNEA – Lilian Maus (Porto Alegre – RS) O Atelier Subterrânea (gerido por Lilian Maus, Túlio Pinto, James Zortéa, Guilherme Dable e Gabriel Netto) apresenta experiências realizadas ao longo dos oito anos de atividade como espaço artístico independente em Porto Alegre. Na palestra serão enfatizadas as estratégias de sobrevivências, a formação de arquivo, as parcerias institucionais e a formação de redes, além do caráter experimental do espaço. 
30 de julho - PLATAFORMA ESPAÇO DE CRIAÇÃO - Marcos Sari (Porto Alegre – RS) O encontro se propõe a uma apresentação sobre a recente produção do artista que fará comentários e relações entre as imagens de sua produção permeadas por perguntas e intervenções dos participantes. Ao final será aberta uma conversa sobre percepções individuais.
31 de julho – ATELIER MASCATE - (Porto Alegre – RS)

ATIVIDADES do Coletivo Contorno: “FRONTEIRA EM CHAMAS”

Local: estacionamento do CMC

15h ás 18h
28 de julho - A normatização de diferentes Estados origina procedimentos conflituosos e de delitos. Tencionaremos as noções de territorialidade e nacionalidade, questionando a validade de códigos e valores locais,  regionais e universais. Multiplicando sonhos de livre circulação e de um maior diálogo de fronteira. Nesse sentido propomos as seguintes atividades e jogos:

1. MALA PERDIDA: Malas serão escondidas no Atelier Livre e mapas com 


instruções que serão distribuídos para que sejam encontradas.
2. CADASTRO (pintura com giz) - atividade de contorno de corpos com giz 
no piso do estacionamento do Atelier Livre. A idéia é a criação de um 
grande painel no chão do estacionamento. A atividade também serve como 
requisito para participação em outra atividade, a TRAVESSIA CLANDESTINA;
3. TRAVESSIA CLANDESTINA (penetrável), o trailer Contorno se transforma 
num grande penetrável com um paramilitar controlando a entrada dos 
participantes, que deverão entrar descalços. Experiência sensorial de se 
atravessar uma fronteira clandestinamente.

4. DESENHO DO DESEJO (desenho), o trailer será revestido com desenhos. 


Pediremos aos participantes que desenhem um desejo de liberdade. Em 
seguida, o desenho é colado no trailer.

01 de agosto - “TRAILER EM CHAMAS” - Atividade SURPRESA de encerramento do festival, o TRAILER EM CHAMAS, onde atearemos fogo no trailer. Experiência sensorial direta de grande impacto visual.


LANÇAMENTO DO LIVRO

Diretório De Gestões Autônomas De Artes Visuais Contemporâneas – Latinoamericano” de Jorge Sepúlveda  e Ilze Petroni

30 de julho

Local : Centro Municipal de Cultura Lupicínio Rodrigues

21h
EQUIPE REALIZADORA DO XXVIII FESTIVAL

Coordenação geral:

Eleonora Fabre

Chefia da Secretaria:

Lucia Demarchi Lautert

Assistente Administrativa:

Rejane Santos da Silva

Estagiária:

Cláudia Prass

Produção:

Alexandre Magalhães e Silva

Auxiliar de Produção:

Priscila Moreira

Auxiliar de Secretaria:

Enir Elizabeth Freitas

Assessoria de Imprensa:

Bebe Baumgarten

Arte gráfica:



Malu Rocha

Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal