De concreto (cimento, areia, brita , brita e água)



Baixar 42.3 Kb.
Encontro26.12.2017
Tamanho42.3 Kb.

  1. Com o traço em volume (materiais secos) 1:2,5:1,8:1,9:0,65, dimensionar as padiolas de agregados para a mistura de um saco de cimento, calcular a quantidade de água a ser lançada pelo operador, na betoneira, para esta mistura. Calcular a quantidade de materiais para uma concretagem de 10 m3 de concreto (cimento, areia, brita 0, brita 1 e água).

Dados:

Materiais

cimento

areia

brita 0

brita 1

Massa unitária no estado solto (kg/dm3)

1,10

1,48

1,33

1,39

Massa específica (kg/dm3)

3,00

2,65

2,75

2,75

Coeficiente médio de inchamento

-

1,28

-

-

Umidade da areia em obra (%)

-

4,0

-

-


(Kg/m3); h = [(mh – ms)/ms].100; CMI = Vh/Vo

Onde: C – consumo de cimento; a – areia; p – pedra; x – relação água/cimento (no traço unitário em massa).

c , a, p – massas específicas do cimento, areia e pedra respectivamente.

mhmassa saturada

msmassa seca

CMI – coeficiente médio de inchamento

Vh – volume úmido

Vo – volume seco.




  1. Para a proporção de mistura em massa de 50 kg de cimento, 120 kg de areia seca, 280 kg de brita 0 e 35 litros de água, dimensione as padiolas de areia úmida e brita para a mistura de um saco de cimento (50 kg). Calcule também o consumo de cimento, areia e brita 0, para uma concretagem de 100 m3 de concreto (em unidades comerciais).

Materiais

cimento

areia

brita 0

brita 1

Massa unitária no estado solto (kg/dm3)

1,10

1,48

1,33

1,39

Massa específica (kg/dm3)

3,00

2,65

2,75

2,75

Coeficiente médio de inchamento

-

1,28

-

-

Umidade da areia em obra (%)

-

4,0

-

-


(Kg/m3); h = [(mh – ms)/ms].100; CMI = Vh/Vo

Onde: C – consumo de cimento; a – areia; p – pedra; x – relação água/cimento (no traço unitário em massa).

c , a, p – massas específicas do cimento, areia e pedra respectivamente.

mh – massa saturada

ms – massa seca

CMI – coeficiente médio de inchamento

Vh – volume úmido

Vo – volume seco.




  1. Para a proporção de mistura em massa (materiais secos) de 50 kg de cimento, 140 kg de areia úmida, 280 kg de brita0 e 30 litros de água, calcule a quantidade de água a ser lançada pelo operador, na betoneira, considerando a areia úmida. Dimensione as padiolas de areia e brita para a mistura de um saco de cimento (50 kg). Calcule também o consumo de cimento, areia e brita 0, para uma concretagem de 1 m3 de concreto.

Materiais

cimento

areia

brita 0

brita 1

Massa unitária no estado solto (kg/dm3)

1,10

1,48

1,33

1,39

Massa específica (kg/dm3)

3,00

2,65

2,75

2,75

Coeficiente médio de inchamento

-

1,28

-

-

Umidade da areia em obra (%)

-

4,0

-

-


(Kg/m3); CMI = Vh/Vo

Onde: C – consumo de cimento; a – areia; p – pedra; x – relação água/cimento (no traço unitário em massa).

c , a, p – massas específicas do cimento, areia e pedra respectivamente.

CMI – coeficiente médio de inchamento

Vh – volume úmido

Vo – volume seco.




  1. Em uma obra colocou-se na betoneira 100 litros de areia úmida (h=4%), 160 litros de brita0 e 25 litros de água e um saco de 50 kg de cimento.. Calcule a proporção unitária de mistura (traço) em massa. Dimensione as padiolas de areia e brita para a mistura de um saco de cimento (50 kg). Calcule também o consumo de cimento, areia e brita 0, para uma concretagem de 1 m3 de concreto.

Materiais

cimento

areia

brita 0

brita 1

Massa unitária no estado solto (kg/dm3)

1,10

1,48

1,33

1,39

Massa específica (kg/dm3)

3,00

2,65

2,75

2,75

Coeficiente médio de inchamento

-

1,28

-

-

Umidade da areia em obra (%)

-

4,0

-

-


(Kg/m3); CMI = Vh/Vo

Onde: C – consumo de cimento; a – areia; p – pedra; x – relação água/cimento (no traço unitário em massa).

c , a, p – massas específicas do cimento, areia e pedra respectivamente.

CMI – coeficiente médio de inchamento



Vh – volume úmido

Vo – volume seco.

Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal