Decanio a herança de pastinha coleçÃo são salomãO 3 Titulo do livro: a herança de Pastinha. Autor



Baixar 414.37 Kb.
Página1/10
Encontro26.02.2018
Tamanho414.37 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   10



DECANIO

A HERANÇA DE PASTINHA

COLEÇÃO SÃO SALOMÃO 3


Titulo do livro: A herança de Pastinha.

Autor: Angelo A. Decanio Filho.

Copyright by Angelo A. Decanio Filho.

Editoração electrônica do texto; revisão; criação e arte final da capa:

Angelo A. Decanio Filho.



2a Edição: com dicionário dialetal, 1997

Endereço para correspondência:

Angelo A. Decanio Filho

Rua Eduardo Dotto, s/n – Vivenda Iemanjá

Praia de Tubarão – Paripe

Salvador - Bahia - Brasil

CEP 40801-970

Fone (071) 3974309

Fax (modem) (071) 3974309

E-mail: adecan@e-net.com.br;

Homepage: Capoeira da Bahia Online



http://www.geocities.com/Colosseum/Loge/2078
Coleção São Salomão

  1. A herança de Mestre Bimba R$20,oo

  2. Manuscritos e desenhos de Pastinhas R$20,oo

  3. A herança de Pastinha R$15,oo

  4. Falando em capoeira R$15,oo


Informações adicionais

Aceitamos pedidos mediante pagamento antecipado do valor da compra acrescido do porte do correio em depósito no Banco Itaú, Salvador/BA, bairro Mercês, favorecendo Angelo A. Decanio Filho (banco 341, agência 0226, c/c 21772-7)


PREFÁCIO

Raimundo Cesar Alves de Almeida, Itapoan

Nos idos de 60, mais precisamente em 1964, comecei a aprender capoeira com o Mestre Bimba.

A Regional tomou conta de mim, o Mestre, mais do que nunca, foi o Mestre total.

Vivi por longos anos no meio da Regional, porém um dia fui convidado, a visitar a Academia do Mestre Pastinha, no Pelourinho, 19.

Lá uma figura pequena e de aparência frágil comandava tudo.

A Capoeira Angola sob a batuta do seu maior preservador fluía tranqüilamente...

Raimundo Natividade, Coice de Mula, Gildo Alfinete, Roberto Satanás e os Joãos (Grande e Pequeno) dentre outros tantos, ao som do toque “Angola” mostravam através de Chapas de Frente, Rabos-de-arraia, etc., toda a malícia que o Velho Mestre lhes ensinou.

Cheguei perto daquele homem e ouvi de sua boca coisas do fundo d’alma.

O Velho Pastinha, com humildade foi contando fatos de sua vida

Senti uma certa amargura em suas palavras, porém a riqueza de sua filosofia me deixou muito impressionado.

Mais tarde fui lhe fazer uma visita, o encontrei já cego, muito doente, morando em um quarto pequeno, mal iluminado, onde a falta de tudo era o tom.

Ao chegar, ele perguntou quem eu era, disse que era o Itapoan, aluno do Mestre Bimba, e ouvi dele:


“Sente meu filho, como vai o Manoel?”
Senti naquele momento que a rivalidade que sempre quiseram para os dois, era apenas técnica, filosófica e nunca pessoal.

Pastinha tinha a sabedoria dos que viram, dos que tiraram da vida o que de melhor ela tem, e entregava a todos de graça!

Hoje ao ler os manuscritos por ele deixado... lembro-me de muitas conversas em que com ele viajei e alegro-me de agora ainda poder viajar...
Este trabalho que Decanio ora coloca ao alcance de todos “A HERANÇA DE PASTINHA” é de uma felicidade tamanha que tenho certeza vai colocar a cabeça de muitos capoeiristas em ebulição, os obrigando a uma nova leitura da verdadeira Capoeira Angola.

Trabalhando em cima das frases e conceitos de Pastinha, Decanio faz uma viagem através do estilo do Mestre, de forma brilhante, clareando o “escondido” e malicioso do seu estilo , chegando muitas vezes a me surpreender com a facilidade de chegar onde o seu Pastinha quis.


Esta obra comentada do Mestre, vem, com toda certeza, valorizar o original e estimular novas interpretações da filosofia, técnica e visão deste que, sem sombra de dúvidas, foi o grande Guardião da Capoeira Angola.

E viva “seu” Pastinha Camará!




INTRODUÇÃO




Pastinha foi o primeiro capoeirista popular a analisar a capoeira como filosofia e a se preocupar com os aspectos éticos e educacionais de sua prática.
... desde as paginas iniciais de sua obra...

... talvez por influência de Wilson Lins...

... que grava de punho próprio...

... na contracapa do manuscrito...



... “Quando as pernas fazem mizerêr”...

... com o subtítulo ...

...“Metafísica e prática da capoeira”...

... aparece a divindade...

... que habita no íntimo de cada um de nós...

... inclusive nos capoeirista...

... a preocupação com a correção...

... do comportamento do homem...

... o sentimento de amor ao próximo...

... a importância do convívio social

... e da organização e legalização duma associação...

... para congraçamento... prática... estudo...

... aperfeiçoamento... ... educação moral e cívica...

... ensino aos amantes da sua arte...

... sem esquecer a preocupação...

...com a cadeia sucessória de Mestres...

... no tempo e no espaço...

... Pastinha transcende assim ao humano...

... transforma-se num agente social...

... vence a curta duração da vida humana...

... se perpetua pela sua obra...

... transmitindo seu Sonho a um Aluno Continuador...

... contaminado pelo mesmo Ideal !


... a vizinhança de Bimba foi como a proximidade de Sol...

... ofuscou... ensandeceu... cegou...


... Pastinha foi o contracena do Gigante...

... pequeno Davi mestiço a nos alertar...

... contra a belicosidade do Golias da capoeira...

... a sombra amiga...

... que protegeu as raízes da capoeira...

... do calor da genialidade de Bimba...



...sem Pastinha...

... a Capoeira seria hoje...

... apenas uma nova arte marcial...

... num mercado dominado pelas orientais...
... Pastinha foi o guardião da liberdade de criação...

... da inocência dos componentes lúdicos...

... da beleza da coreografia...

.... o gênio que desvendou...

.... em palavras simples e puras...

... os aspectos místicos da capoeira...

... como seu amigo Caribé...

... exprimiu com pena e pincel...

... será sempre simbolizado pela “Chamada”...

... com que arrefecemos o calor da disputa...

... entre vontades que se contrapõem...
...a Mão Amiga estendida para o Alto”...

.... lembrando...

Somos todos Irmãos à luz do MESTRE...”

A Paz entre os Capoeiristas de Boa Vontade...”






Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   10


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal