Disciplina: Literatura e multimodalidade na educação infantil e nos anos iniciais do ensino fundamental



Baixar 23.88 Kb.
Encontro13.06.2018
Tamanho23.88 Kb.


REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:
O QUE É LITERATURA:



  1. - BARBOSA, João Alexandre. Literatura nunca é apenas literatura.  Série Idéias n. 17. São Paulo: FDE, 1994. p.21- 26.

  2. - CALVINO, Ítalo. Por que ler os clássicos. In: ______ Por que ler os clássicos. São Paulo: Companhia das Letras, 1993.

  3. - CANDIDO, Antônio. O direito à literatura. In:____ Vários Escritos. São Paulo: Duas Cidades, 1995.

  4. - JOUVE, Vincent. Da arte da literatura. In: Por que estudar literatura? São Paulo: Parábola, 2012, p. 13-34.

  5. - TODOROV, Tzvetan. O que pode a literatura? In: A literatura em perigo. Rio de Janeiro: DIFEL, 2010.

  6. - TODOROV, Tzvetan. Uma comunicação inesgotável. In: A literatura em perigo. Rio de Janeiro: DIFEL, 2010.


INFÂNCIA E CULTURA


  1. GOUVEA, Maria Cristina Soares de. A criança e a linguagem: entre palavras e coisas. In: Zélia Versiani. (Org.). Literatura: saberes em movimento – O Jogo do Livro VII. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

  2. GOUVEA, Maria Cristina Soares de. Infantia: entre a anterioridade e a alteridade. In: http://seer.ufrgs.br/index.php/educacaoerealidade/article/view/11394/12926

  3. LOPES, María Emilia. Cultura e primeira infância. CERLALC, 2013. In:

http://cerlalc.org/wp-content/uploads/2013/11/NOVOCultura_y_Primera_Infancia-PORT.pdf

  1. JOVCHELOVITCH, Sandra. Saber, afeto e interação. In: ______ Os contextos do saber. Representações, comunidade e cultura. Petrópolis. RJ: Vozes, 2008.

  2. VIGOTSKY, Lev S. Imaginação e criação na infância. São Paulo: Ática, 2009.



INFÂNCIA E LITERATURA



  1. BERNARDO, Gustavo. A qualidade da invenção. In: OLIVEIRA, Ieda de. O que é qualidade em literatura infantil e juvenil? Com a palavra o escritor. São Paulo, DCL: 2005.

  2. CADEMARTORI, Livia. O que é literatura infantil? 2ed. São Paulo: Brasiliense, 2010.

  3. CADEMARTORI, Lígia. Literatura, Primeira Infância e Educação Infantil. As narratividades. Seminário internacional Literatura na educação infantil: acervos, espaços e mediações. Belo Horizonte, 2014. mimeo.

  4. CORSINO, Patrícia. Literatura e infância: reflexões e questões. III Congresso Internacional Cotidiano – diálogos sobre diálogos [agosto 2010].

  5. LAJOLO, Marisa. Do mundo da leitura para a leitura do mundo. 6.ed. São Paulo: Ática, 2000.

  6. HUNT, Peter. Crítica, Teoria e literatura infantil. São Paulo: CosacNaify, 2010. http://www.revistaemilia.com.br/mostra.php?id=41

  7. REYES, Yolanda. A casa Imaginária: Leitura e literatura na primeira infância. São Paulo: Global, 2010.

  8. BRANDÃO, Ana Carolina Perrusi; ROSA. Ler e escrever na Educação Infantil. Belo Horizonte. Autêntica Editora, 2011.


A ILUSTRAÇÃO COMO NARRATIVA



  1. CALVINO, Ítalo. Visibilidade. In: Seis propostas para o próximo milênio. Trad. Ivo Barroso. São Paulo: Cia. Das Letras,1990. p.95-114.

  2. LIMA, Graça. A Imagem nos livros infantis: caminhos para ler o texto visual. Belo horizonte: Autêntica, 2011.

  3. LINDEN, Sophie Van der . Para ler o livro ilustrado. São Paulo: CosacNaify, 2011.

  4. NIKOLAJEVA, Maria; SCOTT, Carole. Mimesis e modalaidade. Livro ilustrado: palavras e imagens. São Paulo: Cosac Naify, 2011. P.235-277.



LITERATURA INFANTIL: O PAPEL DA MEDIAÇÃO



  1. CADEMARTORI, Lígia. O professor e a literatura. Para pequenos, médios e grandes. Belo Horizonte: Autêntica, 2012.

  2. PAULINO, Graça; COSSON, Rildo. Letramento literário: para viver a literatura dentro e fora da escola. In: ZILBERMAN, Regina; RÖSING, Tania (Orgs.). Escola e leitura: velha crise; novas alternativas. São Paulo: Global, 2009.




  1. OLIVEIRA, Ieda de (Org.). O que é qualidade em literatura infantil e juvenil: com a palavra o educador. São Paulo: DCL, 2011.

  2. CECCANTINI, João Luís. Leitores iniciantes e comportamento perene de leitura. In: SANTOS, NETO, RÖSING (Orgs.). Mediação de Leitura - discussões e alternativas para a formação de leitores. São Paulo: Global, 2012.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA COMPLEMENTAR
ARBEX, Márcia.(sel. e org.) Poética do visível: ensaios sobre a escrita e a imagem. Belo Horizonte: Programa de Pós-Graduação em Letras: Estudos Literários, Faculdade de Letras, UFMG, 2006.

BARROS, Armando Martins de. (1998). Educando o olhar: notas sobre o tratamento das imagens como fundamento na formação do pedagogo. In: (Org.) SAMAIN, Etienne. O Fotográfico. São Paulo, Hucitec& CNPq. Coleção Linguagem e Cultura, nº29. p.199-206.

BARTHES, Roland. A Câmara clara: nota sobre a fotografia. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1984.

BAPTISTA, Mônica Correia. Leitura literária na primeira infância: a experiência da bebetecaCanButjosa em Barcelona. In: VERSIANI, Maria Zélia (org). A criança e a leitura literária: livros, espaços e mediações. Curitiba: Editora Positivo, 2012.

BELMIRO, Celia Abicaliland MARTINS, Aracy Alves. Quem é protagonista? Relações étnico-raciais em livros para crianças. In: (Org.) Machado, Zélia Versiani. A Criança e a literatura literária: livros, espaços, mediações. Curitiba: Positivo; Rio de Janeiro: Fundação da Biblioteca Nacional, 2012.

BELMIRO, Celia Abicalil. Narrativa Literária: suporte para a infância, texto para a juventude. In: PERSPECTIVA. Revista do Centro de Ciências da Educação. Vol.30 n°3 – set/dez 2012. Dossiê Literatura, Infância e ensino. Florianópolis:Editora UFSC.

BELMIRO, Celia Abicalil. Entre modos de ver e modos de ler, o dizer. Educação em Revista (Universidade Federal de Minas Gerais. Impresso), v. 4, p. 105-131, 2012.

BENJAMIN, Walter. A Obra de Arte na era de sua reprodutibilidade técnica. Magia e Técnica, Arte e Política - Obras Escolhidas - Vol. I. São Paulo: Brasiliense,1994. 7ªed.

BERGER, JOHN. Modos de Ver. Portugal: Edições 70. s/d

BERNARDO, Gustavo. A qualidade da invenção. In: Ieda de Oliveira (Org.). O que é qualidade em literatura infantil e juvenil? Com a palavra o escritor. São Paulo: DCL, 2005.

BONIN, Iara Tatiana & SILVEIRA, Rosa Maria Hessel. O humor na literatura infantil: um estudo sobre leitura e apropriação de recursos humorísticos por crianças dos anos iniciais. Perspectiva, Dez 2012, vol.30, no.03, p.869-890. ISSN 0102-5473

BRAIT, Beth.(org). Bakhtin conceitos-chave. 5.ed. São Paulo: Contexto, 2013.

CALVINO, Ítalo. Leveza. Seis propostas para o próximo milênio. Trad. Ivo Barroso. São Paulo: Cia. das Letras, 1990. 141pp. P.13-41.

CALVINO, Ítalo. Visibilidade. In: Seis propostas para o próximo milênio. Trad. Ivo Barroso. São Paulo: Cia. Das Letras,1990. p.95-114.

CHARTIER, Roger. O Mundo como representação. In: Estudos Avançados. Vol.5, n°11, São Paulo, jan./apr. 1991.

CUNHA, Maria Zilda da. Naus frágeis e novos paradigmas em literatura e educação. Perspectiva, Dez 2012, vol.30, no.03, p.771-788. ISSN 0102-5473

DEBRET, Régis. Vida e morte da imagem: uma história do olhar no Ocidente. Trad. Guilherme Teixeira. Petrópolis/RJ: Vozes, 1993.

GOUVÊA, Maria Cristina Soares. Nas tramas do livro infantil. In: PAULINO, Graça (org.). O jogo do livro infantil: textos selecionados para formação dos professores. Belo Horizonte: Dimensão, 1997

LINDEN, Sophie Van der. Ler o álbum, entre texto, imagem e suporte. LEITURA EM REVISTA Cátedra UNESCO de Leitura PUC-Rio n.3, out., 2011.

LINDEN, Sophie Van der. Para ler o livro ilustrado. São Paulo: CosacNaify, 2011. ISBN: 978-85-7503-937-3.

MARTENS, Hanna& VÁZQUEZ, José Soto. Martens, Hanna and Soto Vázquez, José. Algunos problemas relacionados con las ilustraciones en las traducciones de una obra clásica de la literatura infantil y juvenil: el caso de Caperucita Roja en España. Perspectiva, Dic 2012, vol.30, no.03, p.817-842. ISSN 0102-5473

MIKHAIL, Bakthin. Os gêneros do discurso. In: ______Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

MORAES, Odilon et al. Traço e Prosa – entrevistas com ilustradores de livros infanto-juvenis. São Paulo: Cosac Naify, 2012.

NIKOLAJEVA, Maria; SCOTT, Carole. Livro ilustrado: palavras e imagens. São Paulo: Cosac Naify, 2011.

NIKOLAJEVA, Maria. Atribuição de estados mentais através da palavra e imagem. Trad. André Moura. LEITURA EM REVISTA Cátedra UNESCO de Leitura PUC-Rio n.3, out., 2011.

NODELMAN, Perry. Na fronteira entre insinuação e realidade: crianças dentro e fora de álbuns ilustrados. Trad. Renata Nakano e Labiuai Coimbra. LEITURA EM REVISTA Cátedra UNESCO de Leitura PUC-Rio n.3, out., 2011.

OLIVEIRA, Rui. Ilustração e pintura: os eternos conflitos da vizinhança e da distância. In: Dossiê Bartolomeu Campos de Queirós. Palavra. Sesc Educação e Revista, São Paulo. Ano 4, n°3, 2012.

POWERS, Alan. Era uma vez uma capa: história ilustrada da literatura infantil. Tradução de Otacílio Nunes. São Paulo: Cosac Naify, 2008.

SAMAIN, Etienne. O Fotográfico. São Paulo: Hucitec, CNPq, 1998.

STYLES, Morag& SALISBURY, Martin. Livro Infantil Ilustrado: a Arte da Narrativa Visual. 1ª Ed, Editora Rosari, 2013.

VIGOTSKY, L. S. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 2002.



SITES
http://www.revistaemilia.com.br/index.php

http://garatujasfantasticas.com/nao-se-esqueca-de-brincar-ana-busch-e-caio-vilela/

http://bibut.parets.org

http://consejopuebladelectura.org/

http://www.olivreiro.com.br/home/

http://www.findelmundo.com.ar/fintro21.htm

http://marioquintana.blogspot.com/

http://www.brasilliterario.org.br/

http://www2.uol.com.br/ruthrocha/home.htm

http://www.angela-lago.com.br/

http://www.opequenoleitor.com.br/

http://www.proyectoleyendo.blogspot.com/

http://lobato.globo.com/

www.tvcultura.com.br
www.canalkids.com.br/cultura
www.criançafazarte.com.br

www.mingaudigital.com.br
http://www.pequenocidadao.com/#home




Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal