Edital de concurso público nº 001/2006



Baixar 124.28 Kb.
Encontro06.05.2018
Tamanho124.28 Kb.




Prefeitura Municipal de Ibiporã

Estado do Paraná






ANEXO I DO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 035/2006



ATUALIDADES – COMUM A TODOS OS CARGOS

PROGRAMA

Notícias nacionais e internacionais veiculadas nos seguintes meios de comunicação:

Revistas: Veja, Época, Isto é;

Jornais: O Estado de São Paulo, Folha de São Paulo, O Globo;

Internet: site das revistas e dos jornais citados anteriormente.
HISTÓRIA DO MUNICÍPIO DE IBIPORÃ – COMUM A TODOS OS CARGOS

PROGRAMA

Hospital Cristo Rei. Ibiporã – 22 anos de progresso 1947-1969). Ibiporã: Perfil do Município. Cidade de Ibiporã. Museu Histórico e de Artes de Ibiporã. Pico do Guarani. Características de Ibiporã. Características de Ibiporã 93-96. Criação da Biblioteca Pública. Aqüífero Guarani. Criação de animais em Ibiporã. Brasão do Município. Os símbolos cívicos do município. Terra Bonita: Brasão. Prefeitos e Vereadores de Ibiporã. O Município de Iboporã. Da Jacutinga para Ibiporã. Ibiporã: dados gerais. Ibiporã: vol.2-1936/1938- Processo de Colonização. A qualidade de vida que vem da água. 1º Roteiro Geral de Inspiração em Ibiporã – com Antologia Poética-14.511. O Paraná e seus municípios. Conhecendo Ibiporã


INFORMÁTICA – COMUM AOS CARGOS QUE POSSUEM COMO REQUISITO

PROGRAMA

Conceitos básicos em Informática (fundamentos, hardware, software, memórias, unidade central de processamento, dispositivos de entrada/saída);

Sistema Operacional Windows (configurações básicas, manipulação de arquivos e pastas);

Microsoft Office (Word, Excel, Power Point, Access);

Conhecimentos básicos de Internet (browser, www, e-mail, ftp, chat);

Backup;


Antivírus.
BIBLIOGRAFIA SUGERIDA

CORNACHIONE, Edgard B. Jr. Informática Aplicada às Áreas de Contabilidade, Administração e Economia - Livro Texto. 3ª Edição. Editora Atlas.

SILVA, Mário Gomes da. Informática - Microsoft Office PowerPoint 2003, Office Access 2003 e Office Excel 2003. Editora Érica.

SILVA, Mário Gomes da. Informática - Terminologia Básica, Windows XP e Office Word 2003. 2ª edição. Editora Érica.

VELLOSO, Fernando de Castro. Informática: Conceitos Básicos. 7ª Edição Revista e Atualizada. Editora Elsevier.

YOUNG, J. Young. Microsoft Office 2000 Professional - Guia Autorizado. Microsoft Press. Editora: Pearson Education.

PORTUGUÊS – COMUM AOS CARGOS DE NÍVEL FUNDAMENTAL (4ª SÉRIE)

PROGRAMA

Estudo do texto;

Acentuação gráfica e ortografia;

Sinônimos e antônimos.


BIBLIOGRAFIA SUGERIDA

GARCIA, M. Othon. Comunicação em prosa moderna. 15. ed. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1992.

INFANTE, Ulisses. Do texto ao texto. 3. ed. São Paulo: Scipione, 1992.

LUFT, Celso Pedro. Novo Manual de Português: redação, gramática, literatura, ortografia oficial, textos e testes. 10. ed. São Paulo: Globo, 1990.

MARTINS, Dileta Silveira. ZILBERKNOP, Lúbia Scliar. Português Instrumental. 24. ed. Porto Alegre: Sagra Luzzatto, 2003.

SACCONI, Luiz Antonio. Nossa Gramática: teoria e prática. 8. ed. São Paulo: Atual, 1986.


MATEMÁTICA – COMUM AOS CARGOS DE NÍVEL FUNDAMENTAL (4ª SÉRIE)

PROGRAMA

Operações: adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação e radiciação no conjunto dos números reais. Razões e proporções. Medidas de tempo, de comprimento, de massa, de capacidade, de temperatura, de área e de volume. Frações. Sentenças matemáticas. Números fracionários. Números decimais. Sistema monetário brasileiro e uso no comércio no dia-a-dia. Porcentagem. Figuras geométricas: Áreas e perímetro de figuras planas (quadriláteros e triângulos).


BIBLIOGRAFIA SUGERIDA

CARVALHO NETO, A. C., CUNHA, M. C. T., ANTUNES, M. E. M. MARSICO, M. T. Marcha Criança - Matemática - 1ª Série, 2ª. Série, 3ª. Série e 4ª. Série. Editora Scipione. 2003. São Paulo, SP.

EDIÇÕES EDUCATIVAS DA EDITURA MODERNA. Projeto Pitanguá - Matemática - 1ª Série, 2ª. Série, 3ª. Série e 4ª. Série. Editora Moderna. 2002. São Paulo, SP.

PORTUGUÊS - COMUM AOS CARGOS DE NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO (8ª SÉRIE) – EXCETO SERVIÇOS DE CONDUÇÃO DE VEÍCULOS

PROGRAMA

Estudo do texto

Fonética: Acentuação gráfica, ortografia

Morfologia: Classes de palavras


BIBLIOGRAFIA SUGERIDA

GARCIA, M. Othon. Comunicação em prosa moderna. 15. ed. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1992.

INFANTE, Ulisses. Do texto ao texto. 3. ed. São Paulo: Scipione, 1992.

LUFT, Celso Pedro. Novo Manual de Português: redação, gramática, literatura, ortografia oficial, textos e testes. 10. ed. São Paulo: Globo, 1990.

MARTINS, Dileta Silveira. ZILBERKNOP, Lúbia Scliar. Português Instrumental. 24. ed. Porto Alegre: Sagra Luzzatto, 2003.

SACCONI, Luiz Antonio. Nossa Gramática: teoria e prática. 8. ed. São Paulo: Atual, 1986.



MATEMÁTICA - COMUM AOS CARGOS DE NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO (8ª SÉRIE) – EXCETO SERVIÇOS DE CONDUÇÃO DE VEÍCULOS

PROGRAMA

Operações: adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação e radiciação no conjunto dos números reais. Razões e proporções. Medidas de tempo, de comprimento, de massa, de capacidade, de temperatura, de área e de volume. Frações. Sentenças matemáticas. Números fracionários. Números decimais. Sistema monetário brasileiro e uso no comércio no dia-a-dia. Porcentagem. Figuras geométricas: Áreas, ângulos e perímetro de figuras planas (quadriláteros, triângulos e círculo). Semelhança e proporcionalidade. Algarismos romanos. Potências. Raízes. Regra de três simples e composta. Equações de 1º grau. Equações de 2o grau. Múltiplos e divisores, máximo divisor comum e mínimo divisor comum.


BIBLIOGRAFIA SUGERIDA

EDIÇÕES EDUCATIVAS DA EDITURA MODERNA. Projeto Araribá - Matemática 5, 6, 7 e 8. Editora Moderna. 2005. São Paulo – SP.

NEVES, P e LUZ, V. A. Lições de matemática - 5ª Série, 6ª. Série, 7ª Série e 8ª Série. Editora Scipione. 2004. São Paulo – SP.

GUELLI, O. Matemática: Uma Aventura do Pensamento - 5ª série, 6ª. Série, 7ª Série e 8ª Série. Editora Ática. 2000. São Paulo – SP.

GUIOVANNI, J. R., GIOVANNI JR, J. R. e CASTRUCCI B. A conquista da Matemática - 5ª série, 6ª. Série, 7ª Série e 8ª Série. Editora FTD. 2002. São Paulo – SP.
PORTUGUÊS - COMUM AOS CARGOS DE NÍVEL MÉDIO E SUPERIOR

PROGRAMA

Estudo do texto

Fonética: Ortografia, pontuação, acentuação gráfica e crase

Morfologia: Classes de palavras

Sintaxe: Concordância Verbal e Nominal
BIBLIOGRAFIA SUGERIDA

GARCIA, M. Othon. Comunicação em prosa moderna. 15. ed. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1992.

INFANTE, Ulisses. Do texto ao texto. 3. ed. São Paulo: Scipione, 1992.

LUFT, Celso Pedro. Novo Manual de Português: redação, gramática, literatura, ortografia oficial, textos e testes. 10. ed. São Paulo: Globo, 1990.

MARTINS, Dileta Silveira. ZILBERKNOP, Lúbia Scliar. Português Instrumental. 24. ed. Porto Alegre: Sagra Luzzatto, 2003.

SACCONI, Luiz Antonio. Nossa Gramática: teoria e prática. 8. ed. São Paulo: Atual, 1986.


MATEMÁTICA - COMUM AOS CARGOS DE NÍVEL MÉDIO E SUPERIOR

PROGRAMA

Noções de lógica: proposições, conectivos, negação de proposições compostas. Conjuntos: caracterização, pertinência, inclusão, igualdade e intervalos. Conjuntos numéricos. Operações: união, interseção, diferença e produto cartesiano. Composição de funções. Função inversa. Principais funções elementares: 1o grau, 2o grau, exponencial e logarítmica. Médias aritméticas e geométricas. Progressões aritméticas e geométricas. Analise combinatória. Trigonometria. Geometria. Matrizes e Determinantes. Regra de três simples e composta. Juros e porcentagem.


BIBLIOGRAFIA SUGERIDA

DANTE, L. R. Matemática: Contexto & Aplicações – Volume Único. Editora Ática. 2003. São Paulo – SP.

GUELLI. O. Matemática - Série Brasil - Volume Único. Editora Ática. 2003. São Paulo – SP.

YOUSSEF, A. N., SOARES, E. e FERNANDEZ, V. P. Matemática de olho no mundo do trabalho – Volume Único. Editora Scipione. 2003. São Paulo SP.

PAIVA, M. Matemática – Coleção Base Matemática – Volume Único. Editora Moderna. 1999. São Paulo – SP.
FISCALIZAÇÃO DE OBRAS, POSTURAS E TRIBUTOS

CONHECIMENTO ESPECÍFICO

Sistema Tributário do Município de Ibiporã.

Código de Obras do Município de Ibiporã.

Código de Posturas do Município de Ibiporã.


BIBLIOGRAFIA SUGERIDA

Respectivas Leis Municipais.


ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM MEIO AMBIENTE

CONHECIMENTO ESPECÍFICO

Ecoturismo. Educação Ambiental. Resíduos Sólidos. Política e Legislação Ambiental. Impactos Ambientais. Planejamento e Gestão Ambiental. Recuperação de Áreas Degradadas. Controle da Poluição Ambiental. Áreas Protegidas. Paisagismo.


BIBLIOGRAFIA SUGERIDA

COMISSÃO MUNDIAL SOBRE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO (CMMAD). Nosso futuro comum. Rio de Janeiro: Fundação Getulio Vargas, 1988.

CUNHA, S. B., GUERRA, A. T. A questão ambiental: diferentes abordagens. Rio de Janeiro: BERTRAND BRASIL, 2003.

DIAS, G. F. Educação Ambiental: Princípios e Práticas. São Paulo: Guia 1984.

GUERRA, Antônio Teixeira, CUNHA, Sandra B. Impactos Ambientais Urbanos no Brasil. 2ª ed. Rio de Janeiro: BERTRAND BRASIL, 2004.

MILANO, M. S.; DALCIN, E. C. Arborização de vias públicas. Rio de Janeiro, RJ: Light, 2000.

PHILIPPI JUNIOR, A. (editor) Saneamento, saúde e ambiente: fundamentos para um desenvolvimento sustentável. Barueri, SP: Manole, 2005.

TAUK-TORNISIELO, S. M.; GOBBI, N.; FOWLER, H. G. (orgs.). Análise ambiental: uma visão multidisciplinar. São Paulo: UNESP, 1995.


ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM SEGURANÇA DO TRABALHO

CONHECIMENTO ESPECÍFICO

Técnicas de Inspeções, NR-2 Inspeção Prévia. Análise e parecer quanto aos equipamentos de proteção individual e coletivo, testes e ensaios, (C. A.) certificados de aprovação. Análise de riscos para elaboração de normas e procedimentos. Sistema de gestão de segurança, comunicação verbal e visual das normas e procedimentos. Técnicas de elaboração de relatórios, apresentação das idéias levando-se em consideração o objetivo e o destinatário da mensagem. Métodos e técnicas de ensino. Métodos e técnicas de investigação de acidentes. Estatística aplicada a acidentes de trabalho com análise de causas e tendências quantitativas. Análise de causas e efeitos, árvore de falhas. Campanha interna de prevenção de acidentes. Técnicas de Direção defensiva. Análise preliminar de riscos.


BIBLIOGRAFIA SUGERIDA

NORMAS REGULAMENTADORAS, aprovadas pela portaria nº 3.214, de 8/6/78, 55ª edição. São Paulo: Editora Atlas S.A. – 2004.

SALIBA, T. M; SALIBA, S. C. R. Legislação de Segurança, Acidente do Trabalho e Saúde do Trabalhador. São Paulo: LTR Editora Ltda., 2002.

SILVA, F. B. Dirigindo seu automóvel sem medo. São Paulo: Copola Livros Ltda., 1998.


INSTRUTOR DE LIBRAS

CONHECIMENTO ESPECÍFICO
Bilingüismo/oralismo;História da cultura surda. Situação sociológica e psicológica dos surdos. Código de ética (bibliografia FENEIS). Comunicação gestual, gramaticais da LIBRAS. Ponto de articulação. Movimentos. Direcionalidade. Expressões não manuais. Configuração das mãos. Leis. CF. 4857/7853/10048/10098. LE. 12095. LDB. 9394/96. Portaria MEC. Ed. Especial


BIBLIOGRAFIA SUGERIDA

Ferreira, Brito. “Negação em uma Língua de Sinais Brasileira” – 1998

Ferreira, Brito. “Integração Social e Educação de Surdos – 1993

Pimenta, Nelson. “LSB vídeo. Rio de Janeiro. Coleção Aprendendo LSB – 2000

SEED. Curso de Intérprete (LIBRAS/Língua Portuguesa) – Curitiba – 2001

Vigostsky, LS. “A Formação Social da Mente”. São Paulo, Martins Fontes Editora – 1984


SERVIÇOS DE EDUCAÇÃO INFANTIL

CONHECIMENTO ESPECÍFICO

Histórico da Educação. História da Educação Brasileira. Alfabetização - Histórico, Políticas e Função Social. Construtivismo. Sociointeracionista. Alfabetização e letramento. Pegagogo. História da Educação. História da Educação brasileira e legislação. Concepção de educação. Politicas Sociais. ECA -


BIBLIOGRAFIA SUGERIDA

ANGOTTI, Maristela. O trabalho docente na pré-escola: revisando teorias, descortinando práticas. SP: Pioneira, 1994.

ARIES. Philippe. História social da criança e da família. RJ: Guanabara, 1981.

Azenha, Maria da Graça. Imagens e Letras - Ferreiro e Luria: Duas teorias psicogenéticas. SP: Ática, 1995.

BENJAMIN, Walter. Reflexões: a criança, o brinquedo, a educação. SP: Summus, 1984.

BRASIL, Referencial curricular nacional para a educação infantil / Ministério da educação e do Deposto. Secretaria de Educação Fundamental. – Brasília: NEC/SEF,1998. Vol. I. II.



ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE. Lei N° 8.069/90. disponível em: http: www.presidencia.gov.br

FERREIRO, Emília. Reflexões sobre alfabetização. SP, Cortez Editora Autores Associados, 1985.

GARCIA, Regina Leite (org.). Revisitando a pré-escola. SP: Cortez, 1993.

KRAMER, Sonia. A política do pré-escolar no Brasil: a arte do disfarce. Rio de Janeiro: Dois Pontos, 1987.

___________________(org.). Com a pré-escola nas mãos: uma alternativa curricular para a educação infantil. SP: Ática, 1993.

LDB Lei de Diretrizes e Base da Educação Nacional Lei 9394/96

MEC. Educação Infantil no Brasil: situação atual. Brasília: MEC/SEF/DPE/COEDI, 1994.

MEC. Por uma Política de Formação do Profissional de Educação Infantil. Brasília, MEC/SEF/DPE/COEDI, 1994.

OLIVEIRA, Zilma de Moraes Ramos de. Educação Infantil: muitos olhares. SP: Cortez, 1994.

Parâmetro Curricular do Estado do Paraná – SEED - 1990

SMOLKA, Ana Luiza Bustamante, A criança na fase da escrita: a Alfabetização como processo discursivo 6 ed. – São Paulo: Cortez: Campinas SP: editora da universidade Estadual de Campinas, 1993.

VYGOTSKY, L. S. A formação social da mente. SP: Martins Fontes, 1984.

VYGOTSKY, L. S. Pensamento e Linguagens. Lisboa: Antídoto, 1979.
SERVIÇOS DE CONDUÇÃO DE VEÍCULOS

CONHECIMENTO ESPECÍFICO

Código de Transito Brasileiro


PORTUGUÊS

Estudo do texto

Fonética: Acentuação gráfica, ortografia

Morfologia: Classes de palavras


BIBLIOGRAFIA SUGERIDA

GARCIA, M. Othon. Comunicação em prosa moderna. 15. ed. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1992.

INFANTE, Ulisses. Do texto ao texto. 3. ed. São Paulo: Scipione, 1992.

LUFT, Celso Pedro. Novo Manual de Português: redação, gramática, literatura, ortografia oficial, textos e testes. 10. ed. São Paulo: Globo, 1990.

MARTINS, Dileta Silveira. ZILBERKNOP, Lúbia Scliar. Português Instrumental. 24. ed. Porto Alegre: Sagra Luzzatto, 2003.

SACCONI, Luiz Antonio. Nossa Gramática: teoria e prática. 8. ed. São Paulo: Atual, 1986.

Lei 9503/97 e Anexos.
PROFESSOR

CONHECIMENTO ESPECÍFICO

Histórico da Educação. História da Educação Brasileira. Alfabetização - Histórico, Políticas e Função Social. Construtivismo. Sociointeracionista. Alfabetização e letramento. Pegagogo. História da Educação. História da Educação brasileira e legislação. Concepção de educação. Politicas Sociais. ECA -


BIBLIOGRAFIA SUGERIDA

ANGOTTI, Maristela. O trabalho docente na pré-escola: revisando teorias, descortinando práticas. SP: Pioneira, 1994.

ARIES. Philippe. História social da criança e da família. RJ: Guanabara, 1981.

Azenha, Maria da Graça. Imagens e Letras - Ferreiro e Luria: Duas teorias psicogenéticas. SP: Ática, 1995.

BENJAMIN, Walter. Reflexões: a criança, o brinquedo, a educação. SP: Summus, 1984.

BRASIL, Referencial curricular nacional para a educação infantil / Ministério da educação e do Deposto. Secretaria de Educação Fundamental. – Brasília: NEC/SEF,1998. Vol. I. II.



ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE. Lei N° 8.069/90. disponível em: http: www.presidencia.gov.br

FERREIRO, Emília. Reflexões sobre alfabetização. SP, Cortez Editora Autores Associados, 1985.

GARCIA, Regina Leite (org.). Revisitando a pré-escola. SP: Cortez, 1993.

KRAMER, Sonia. A política do pré-escolar no Brasil: a arte do disfarce. Rio de Janeiro: Dois Pontos, 1987.

___________________(org.). Com a pré-escola nas mãos: uma alternativa curricular para a educação infantil. SP: Ática, 1993.

LDB Lei de Diretrizes e Base da Educação Nacional Lei 9394/96

MEC. Educação Infantil no Brasil: situação atual. Brasília: MEC/SEF/DPE/COEDI, 1994.

MEC. Por uma Política de Formação do Profissional de Educação Infantil. Brasília, MEC/SEF/DPE/COEDI, 1994.

OLIVEIRA, Zilma de Moraes Ramos de. Educação Infantil: muitos olhares. SP: Cortez, 1994.

Parâmetro Curricular do Estado do Paraná – SEED - 1990

SMOLKA, Ana Luiza Bustamante, A criança na fase da escrita: a Alfabetização como processo discursivo 6 ed. – São Paulo: Cortez: Campinas SP: editora da universidade Estadual de Campinas, 1993.

VYGOTSKY, L. S. A formação social da mente. SP: Martins Fontes, 1984.

VYGOTSKY, L. S. Pensamento e Linguagens. Lisboa: Antídoto, 1979.
PROFESSOR DE EDUCAÇÃO ARTÍSTICA

CONHECIMENTO ESPECÍFICO

Os elementos da linguagem visual: ponto, linha, textura e cor.

Pintores Modernistas Brasileiros

Principais compositores eruditos brasileiros: Padre J. Maurício N. Garcia, Carlos Gomes, Ernesto Nazaré, Heitor Villa-Lobos, Mozart Camargo Guanieri.

Gêneros Musicais – definição: Vocal, instrumental, sacra, incidental, erudita e popular.

Propriedades do som: altura, intensidade, duração e timbre.

Música e danças folclóricas do Brasil.

Conteúdos e objetivos do teatro nas séries iniciais do 1º grau de acordo com Olga Reverbel.

Teatro de Bonecos: valor pedagógico; tipos e confecção.

Segundo Mª F. Fusari e Mª Heloísa Ferraz, como podemos repensar a educação escolar em arte.

Como é visto o significado da arte para a educação por Lowenfeld e Brittain.

BIBLIOGRAFIA SUGERIDA

Gambrich, E. H.. A História da Arte. Rio de Janeiro: Editora LTC, 1999.

Proença, Graça. Descobrindo a História da Arte. São Paulo: Editora Atica, 2005.

Almeida, Paulo Mendes. De Anita ao Museu. São Paulo: Editora Perspectiva S.A, Coleção Debates, 1976

Fusari, Mª Felisminda de Rezende; Ferraz, Mª Heloísa C. de Toledo. São Paulo: Editora Artez, 1993.

Bosi, Alfredo. Reflexões sobre a Arte. São Paulo; Editora Ática, 2004.

Arnheim, Rudolf. Arte e percepção visual: uma psicologia da visão criadora: nova visão. São Paulo: editoa Pioneira, 2005.

Lowenfeld, V; Brittain, W.L... Desenvolvimento da Capacidade criadora. São Paulo: editora mestre jou

Zimmermann, Nilsa. A música através dos tempos. São Paulo: editora Paulinas, 1996

Tinhorão, José Ramos. Pequena história da música popular: da modinha à canção do Protesto. Rio de Janeiro: editora Vozes, 1972

Jrandot, Nicole. Explorando o universo da música. São Paulo: editora Scipione, série pensamento e ação no magistério, 1990.

Machado, Mª Clara. Teatro II. Rio de Janeiro: Biblioteca Educacional é cultura: editora Bloch: FENAME, 1980.

Reverbel, Olga. Teatro: atividades na escola, currículos. Porto Alegre> editora Kuarup, 1995.

Ladeira, Idalina; Caldas, Sarah. Fantoche & CIA. São Paulo: Editora Scipione, série pensamento e ação no magistério, 1989.

Mendes Miriam Garcia. A dança. São Paulo: editora Ática, 1985 série princípios.

Coll, César; Tebenosky, Ana. Aprendendo Arte: conteúdo essenciais para o Ensino Fundamental. São Paulo: Ática, 2000.
PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA

CONHECIMENTO ESPECÍFICO

1- A evolução humana e a motricidade. 2- A Educação Física e a política educacional brasileira: 2.1- Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional ; 2.2- Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil e para o Ensino Fundamental; 2.3- Referenciais Curriculares para a Educação Infantil; 2.4- Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental. 3- A Educação Física, a escola e a sociedade; 3.1- A Educação Física no contexto educacional brasileiro; a) análise histórica; b) os paradigmas de orientação; c) a constituição das teorias pedagógicas da Educação Física. 4- A compreensão de Educação Física enquanto componente curricular. 5- As correntes epistemológicas do pensamento sobre o conhecimento e suas relações com o fazer pedagógico da Educação Física. 6- A Educação Física e o seu fazer pedagógico; 6.1- Intenções educacionais; a)- metas e objetivos da Educação Física no processo de educação escolarizada; 6.2- Organização e seqüências das intenções; a)- sistematização dos conteúdos específicos da Educação Física para a educação básica; 6.3- Processos de intervenção pedagógica; a)- estudos das teorias e modos da relação pedagógica em Educação Física; b)- a contextualização e a interdisciplinaridade como princípios pedagógicos

6.4- O ajuste pedagógico; a)- a avaliação no processo ensino-aprendizagem em Educação Física: perspectivas e fundamentos; 6.5- A Educação Física e os temas transversais.
BIBLIOGRAFIA SUGERIDA

BRACHT, Valter. Educação Física e Aprendizagem social. Porto Alegre: Magister, 1992.

COLETIVO DE AUTORES. Metodologia do Ensino da Educação Física. São Paulo: Cortez, 1992.

CORTELLA, Mario Sérgio. A escola e o conhecimento: fundamentos epistemológicos e políticos. São Paulo: Editora Cortez, 1998.

FREIRE, João Batista. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da Educação Física. São Paulo: Editora Scipione, 1989.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. São Paulo: Paz e Terra, 1986.

____ . Educação como prática de liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.

____ . Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 3a Ed. São Paulo: Editora Paz e Terra, 1997.

GALLARDO, Jorge. S. P.; OLIVEIRA, Amauri A. B. de e ARAVENA, César J. Oliva. Didática de Educação Física. A criança em movimento: jogo, prazer e transformação. São Paulo: FTD, 1998

GALLARDO, Jorge S. P. (Org.). Educação Física: contribuições à formação profissional. Ijuí: UNIJUÍ - RS, 1997.

GASPARIN, João Luiz. Uma didática para a Pedagogia Histórico-Crítica. Campinas-SP: Autores Associados, 2002.

GRUPO DE TRABALHO PEDAGÓGICO UFSM- UFPe. Visão didática da Educação Física. Rio de Janeiro: Ao livro Técnico, 1991.

HILDEBRANDT-STRAMANN, Reiner. Textos pedagógicos sobre o ensino da Educação Física. Ijuí – RS: Editora UNIJUÍ, 2001.

KUNZ, Elenor. Transformação didático-pedagógica do esporte. Ijuí - RS: Editora UNIJUÍ, 1994.

LIBÂNEO, José C.. Didática. São Paulo: Cortêz, 1991.

OLIVEIRA, Amauri A. B. de. Planejando a Educação Física Escolar. In: VIEIRA, José L. L. Educação Física e esportes na escola: estudos e proposições. Maringá: Eduem, 2004.

PERRENOUD, Philippe. 10 Novas competências para ensinar. Porto Alegre: Editora Artmed, 2000.

____. Construir as competências desde a escolas. Porto Alegre: Editora Artmed, 1999.

ZABALA, Antoni. A prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: Artmed Editora, 1998.
ASSISTÊNCIA À ENFERMAGEM

CONHECIMENTO ESPECÍFICO

SUS. Estratégia do PSF. Atribuição do Auxiliar de Enfermagem. Práticas de trabalho da equipe do PSF. Legislação e Portarias. Prevenção e Promoção a Saúde. Educação para o auto cuidado. Biossegurança nas Ações de Saúde. Conceitos e princípios de assepsia, anti-sepsia, desinfecção, descontaminação e esterilização. Preparação e acompanhamento de exames diagóstico. Saúde da Criança: Condutas de enfermagem em pediatria.

Aleitamento materno. Parâmetros de crescimento e desenvolvimento infantil nas diferentes faixas etárias. Assistência de enfermagem à criança com diarréia. Ações de enfermagem p/ a promoção da Saúde infantil. Saúde da Mulher: Fases do ciclo reprodutivo da mulher. Pré-natal. Avaliação e intervenção de enfermagem na gestação. DST/Aids, sexualidade da mulher e autocuidado. Saúde da Mulher no curso da vida. Temas relacionados à saúde do Adulto e do Idoso: Cuidados de Enfermagem no atendimento das necessidades básicas do cliente /paciente. Ações que visam à prevenção, tratamento e controle de doenças infecto contagiosas e/ou crônicas. O processo de envelhecimento nos aspectos fisiológicos, sociais e patológicos. Caracterizar os diversos tipos de curativos. Assistência ao idoso. Temas relacionados à Vigilância epidemiológica: Identificar situações de riscos e agravos à saúde. Medidas de prevenção/proteção recomendadas nas doenças transmissíveis. Atuação da equipe na Vigilância epidemiológica. Imunização. Temas relacionados à Saúde Mental: Saúde Mental no PSF. Sinais e sintomas que indicam distúrbios clínicos e psicológicos no organismo.
BIBLIOGRAFIA SUGERIDA

- Brasil. Ministério da Saúde. Profissionalização de Auxiliares de enfermagem. Projeto de profissionalização dos trabalhadores da Área de Enfermagem (PROFAE).

- Brasil. Ministério da Saúde: Departamento de Atenção Básica; Guia Prático do Programa de Saúde da Família. MS, 2001.

- BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Fundação Nacional da Saúde - FUNASA. Manual de Procedimentos para Vacinação. Elaboração de Clélia Maria Sarmento de Souza Aranda et al. 4. ed. Brasília, 2001.

- Brasil - Ministério da Saúde. Gestão Municipal de Saúde: Textos básicos. Rio de Janeiro: Brasil, Ministério da Saúde, 2001

- BRASIL. Fundação Nacional de Saúde. Guia de Vigilância Epidemiológica. 5. ed. Brasília, Fundação Nacional de Saúde, 2002(b), v. 1 - 2.

- Ministério da Saúde: Secretaria de Políticas de Saúde; Revista Brasileira de Saúde da Família. Ministério da Saúde-Ano II nº 5 –Maio, 2002.

POTTER, Patrícia A. e cols. Fundamentos de Enfermagem. Guanabara Koogan, 2004.



Legislação e Portarias:

- Sistema Único de Saúde – Lei n8080 de 19.09.1990


ASSISTÊNCIA À ODONTOLOGIA

CONHECIMENTO ESPECÍFICO

Anatomia e fisiologia da cavidade bucal. Diagnóstico e primeiros socorros de situações de urgência/emergência no consultório dentário. Equipamento e Instrumental: nomenclatura, utilização, preparo, limpeza, esterilização/desinfecção, acondicionamento, funcionamento, lubrificação, manutenção e conservação. Ergonomia: espaço físico, postura, posição de trabalho. Higiene Dentária: técnicas de escovação supervisionada. Índices epidemiológicos utilizados em odontologia, preenchimento de fichas de controle e fichas clínicas, registros em odontologia. Manejo de pacientes na clínica odontológica. Materiais Odontológicos: nomenclatura, utilização, preparo, manipulação, acondicionamento e controle de estoque. Medidas de prevenção/promoção da saúde bucal, organização de programas coletivos e individuais de promoção de saúde bucal, fluorterapia, educação em saúde bucal. Placa bacteriana: identificação, morfologia, fisiologia, relações no meio bucal. Principais doenças na cavidade bucal: cárie, doença periodontal, má oclusão, lesões de mucosa(conceito, etiologia, evolução, medidas de promoção e prevenção). Técnicas de revelação radiológica, cartonagem, cuidados necessários.


BIBLIOGRAFIA SUGERIDA

ABOPREV. Promoção de Saúde Bucal. São Paulo: Artes Médicas. 1997.

BARROS, Olavo Bergamaschi. Ergonomia 3: auxiliares em odontologia : ACD - THD - TPD - APD. Sao Paulo: Pancast, 1995. 226 p.

BEAGLEHOLE, R.; KJELLSTRON, T; BONITA, R. Epidemiologia básica. São Paulo: Liv. Santos Ed. ; /s.l./ : Organização Mundial de Saúde, 1996. 176 p.

BOWEN. W.H. & TABAK, L. "Cariologia para a década de 90". São Paulo, Santos, 1995.

BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Guia curricular para formação do atendente de consultório dentário para atuar na rede básica do SUS. Volume 1, Brasília: Ministério da Saúde, 1998.

BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Guia curricular para formação do atendente de consultório dentário para atuar na rede básica do SUS. Volume 2, Brasília: Ministério da Saúde, 1998.

CHAVES, MARIO M. Odontologia Social 3ª ed Artes Médicas, 1986. 448p.

CUNHA, L.P.M.; CARLINI, L.C. Anatomia e escultura dentária prática em laboratório.Livraria Editora Santos, São Paulo, l.. ed., 1991.

CONTROLE de infecções e a prática odontológica em tempos de AIDS: manual de condutas. Brasília: Ministério da Saúde, 2000. 118 p.

DELLA SERRA, 0.; FERREIRA,F.V. Anatomia dental. São Paulo, Artes Médicas,1970. P. 1-35.

GUANDALINI, Sergio Luiz; MELO, Norma Sueli Falcao de Oliveira; SANTOS, Eduardo Carlos de Peixoto. Biossegurança em odontologia. 2. ed. Curitiba: Odontex, 1999. 161 p.

GUIA Curricular para Formação do Atendente de Consultório para atuar na Rede Básica do SUS. Vol. 1, 2 e 3 Técnico em Higiene Dental. Ministério da Saúde. - Brasília 1994. Secretaria de Política de Saúde.

KRIGER, LÉO (org.) – Promoção de Saúde Bucal 2ª ed., São Paulo: ABOPREV Artes Médicas,1999. 475p.

LINDHE, J. Periodontia Clinica, 3ª ed., Guanabara Koogan. 1999.

LOESCHE, W.V. "Cárie Dental: Uma Infecção Tratável.". Rio de Janeiro, Cultura Médica, 1993.

PINTO,VITOR GOMES – Saúde Bucal Coletiva 4ª ed., São Paulo: Santos, 2000.541p.

RELATÓRIO da 8ª Conferencia Nacional de Saúde.

ROUQUAYROL, Maria Zélia; ALMEIDA FILHO, Naomar de. Epidemiologia & saúde. 6. ed. Rio de Janeiro: MEDSI, 2003. 708 p.

TOMITA,N.E.; FAGOTE,B.F. Programa educativo em saúde bucal para pacientes especiais. Odontologia e Sociedade, v.1, n.1/2, p.45-50, 1999.
ASSISTÊNCIA TÉCNICA DE ENFERMAGEM

CONHECIMENTO ESPECÍFICO

SUS. Estratégia do PSF. Atribuição do Técnico de Enfermagem. Práticas de trabalho da equipe do PSF. Legislação e Portarias. Prevenção e Promoção a Saúde. Educação para o auto cuidado. Biossegurança nas Ações de Saúde. Conceitos e princípios de assepsia, anti-sepsia, desinfecção, escontaminação e esterilização. Métodos de esterilização utilizados em estabelecimento de saúde. Norma e rotinas de trabalho. Funcionamento e utilização dos equipamentos e materiais. Preparação, acompanhamento e participação de exames diagnósticos. Saúde da Criança: Ações de enfermagem na promoção da Saúde infantil. Parâmetros de crescimento e desenvolvimento infantil nas diferentes faixas etárias. SISVAN. RN de risco e de crianças de baixo peso. Condutas de enfermagem em pediatria. Aleitamento materno. Transtornos comuns da infância. Assistência de enfermagem à criança com diarréia aguda e desidratação. Transtornos mais comuns na infância. Saúde da Mulher: Sistematização da assistência de enfermagem no pré –natal. Distúrbios ginecológicos da puberdade até o climatério. Sexualidade da mulher e autocuidado. Saúde da Mulher no curso da vida. Temas relacionados à saúde do Adulto e do Idoso Educação para o auto –cuidado. Cuidados de Enfermagem no atendimento das necessidades básicas do cliente /paciente. Ações que visam à prevenção, tratamento e controle de doenças infecto contagiosas e/ou crônicas. Necessidades nutricionais nos diferentes períodos da vida. Tratamento de feridas. O processo de envelhecimento nos aspectos fisiológicos, sociais e patológicos. Temas relacionados à Vigilância epidemiológica: A prevenção e o controle das doenças transmissíveis no PSF. Atuação da equipe na Vigilância epidemiológica. Perfil epidemiológico da comunidade. Aspectos gerais das imunizações. Técnicas de aplicação e armazenamento de imunobiológicos. Temas relacionados à Saúde Mental: Saúde Mental no PSF. Reconhecer as categorias de transtornos mentais e de comportamento.


BIBLIOGRAFIA SUGERIDA

BELLUSI, Silva Meirelles. Doenças Profissionais do Trabalho. Editora Senac; v. 2; São Paulo,1996.

BRASIl, Ministério da Saúde. Departamento de Atenção Básica; Guia Prática do Programa de Saúde da Família. Ministério da Saúde - Brasília, 2001.

BRASIL, Ministério da Saúde Gestão Municipal de Saúde: Textos básicos, Rio de Janeiro. Brasil, 2001

BRASIL. Fundação Nacional de Saúde. Guia de Vigilância Epidemiológica. 5. ed. Brasília, Fundação Nacional de Saúde, 2002(b), v. 1 - 2.

BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Fundação Nacional da Saúde - FUNASA. Manual de Procedimentos para Vacinação. Elaboração de Clélia Maria Sarmento de Souza Aranda et al. 4. ed. Brasília, 2001.

Brasil, Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde. Departamento de Atenção Básica. Guia para o controle da hanseníase, Secretaria de Políticas de Saúde. - 1ª. edição - Brasília: Ministério da Saúde, 2002.

BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde. Departamento de Atenção Básica. Manual técnico para o controle da tuberculose. Cadernos de atenção básica, Secretaria de Políticas de Saúde Departamento de Atenção Básica.- 6. ed. rev. ampl. - Brasília, 2002.

BRASIL, Instituto para o Desenvolvimento da Saúde. Universidade de São Paulo. Ministério da Saúde. Manual de Condutas Médicas/ Ministério da Saúde. Brasília, 2002.

BRASIL, Instituto para o Desenvolvimento. Universidade de São Paulo. Ministério da Saúde. Manual de Enfermagem/Brasília, 2001.

Ministério da Saúde: Secretaria de Políticas de Saúde; Revista Brasileira de Saúde da Família - Ministério da Saúde-Ano II nº 5 – Maio, 2002.

Legislação e Portarias *Portaria 1886/GM 1997* Lei 8080 de 19/09/1990.

- www.saude.gov.br

www.datasus.gov.br

www.funasa.gov.br

POTTER, Patrícia A. e cols. Fundamentos de Enfermagem. Guanabara Koogan, 2004.
ASSISTENCIA TÉCNICA DE HIGIENE DENTAL

CONHECIMENTO ESPECÍFICO

Atividades de esterilização e desinfecção. Cárie dentária. Cariostáticos. Diagnóstico em saúde bucal. Exame clínico das estruturas bucais. Flúor, composição e aplicação. Higiene dentária. Levantamentos epidemiológicos. Materiais dentários, forradores e restauradores. Materiais, equipamento e instrumentais odontológicos. Noções de anatomia bucal, fisiologia e oclusão dentária. Noções de cirurgia, endodontia, radiologia e terapêutica clínica. Odontologia integral. Periodontia. Posições, passos e técnicas de trabalho. Princípios de simplificação e desmopolização em odontologia. Principais lesões dos tecidos moles e duros e câncer bucal. Prevenção em saúde bucal. Processo saúde/doença. Restaurações (classe I, II, III, IV e V). Selantes oclusais. Semiologia.


BIBLIOGRAFIA SUGERIDA

ABOPREV. Promoção de Saúde Bucal. São Paulo: Artes Médicas. 1997.

BARROS, Olavo Bergamaschi. Ergonomia 3: auxiliares em odontologia : ACD - THD - TPD - APD. Sao Paulo: Pancast, 1995. 226 p.

BEAGLEHOLE, R.; KJELLSTRON, T; BONITA, R. Epidemiologia básica. São Paulo: Liv. Santos Ed. ; /s.l./ : Organização Mundial de Saúde, 1996. 176 p.

BOWEN. W.H. & TABAK, L. "Cariologia para a década de 90". São Paulo, Santos, 1995.

BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Guia curricular para formação do atendente de consultório dentário para atuar na rede básica do SUS. Volume 1, Brasília: Ministério da Saúde, 1998.

BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Guia curricular para formação do atendente de consultório dentário para atuar na rede básica do SUS. Volume 2, Brasília: Ministério da Saúde, 1998.

CHAVES, MARIO M. Odontologia Social 3ª ed Artes Médicas, 1986. 448p.

CUNHA, L.P.M.; CARLINI, L.C. Anatomia e escultura dentária prática em laboratório.Livraria Editora Santos, São Paulo, l.. ed., 1991.

CONTROLE de infecções e a prática odontológica em tempos de AIDS: manual de condutas. Brasília: Ministério da Saúde, 2000. 118 p.

DELLA SERRA, 0.; FERREIRA,F.V. Anatomia dental. São Paulo, Artes Médicas,1970. P. 1-35.

GUANDALINI, Sergio Luiz; MELO, Norma Sueli Falcão de Oliveira; SANTOS, Eduardo Carlos de Peixoto. Biossegurança em odontologia. 2. ed. Curitiba: Odontex, 1999. 161 p.

GUIA Curricular para Formação do Atendente de Consultório para atuar na Rede Básica do SUS. Vol. 1, 2 e 3 Técnico em Higiene Dental. Ministério da Saúde. - Brasília 1994. Secretaria de Política de Saúde.

KRIGER, LÉO (org.) – Promoção de Saúde Bucal 2ª ed., São Paulo: ABOPREV Artes Médicas,1999. 475p.

LINDHE, J. Periodontia Clinica, 3ª ed., Guanabara Koogan. 1999.

LOESCHE, W.V. "Cárie Dental: Uma Infecção Tratável.". Rio de Janeiro, Cultura Médica, 1993.

PINTO,VITOR GOMES – Saúde Bucal Coletiva 4ª ed., São Paulo: Santos, 2000.541p.

RELATÓRIO da 8ª Conferencia Nacional de Saúde.

ROUQUAYROL, Maria Zélia; ALMEIDA FILHO, Naomar de. Epidemiologia & saúde. 6. ed. Rio de Janeiro: MEDSI, 2003. 708 p.

TOMITA,N.E.; FAGOTE,B.F. Programa educativo em saúde bucal para pacientes especiais. Odontologia e Sociedade, v.1, n.1/2, p.45-50, 1999.
ASSISTÊNCIA TÉCNICA DE LABORATÓRIO

CONHECIMENTO ESPECÍFICO

FUNDAMENTOS: Vidraria e equipamentos de laboratório – Identificação, utilização e conservação, por exemplo, balanças, estufas, microscópio, vidraria, etc. ESTERILIZAÇÃO E DESINFECÇÃO: Identificação dos métodos mais utilizados na esterilização e desinfecção em laboratório (autoclavação, esterilização em estufa, soluções desinfetantes); Técnicas de lavagem de material em laboratório de análises clínicas. HEMATOLOGIA: Preparo do esfregaço sangüíneo, identificar uso dos diferentes anticoagulantes, série vermelha, série branca. IMUNOHEMATOLOGIA: Sistema ABO e RH dos grupos sangüíneos. BIOQUÍMICA: DO SANGUE: fundamentos básicos, métodos de determinações bioquímicas (glicose, colesterol). URINÁLISE: coleta de urina, características físicas, análise do sedimento urinário. PARASITOLOGIA: métodos diagnósticos para helmintos e protozoários, pesquisa de sangue oculto. MICROBIOLOGIA: características morfotintoriais; tipos de meio de cultura, métodos de coloração. IMUNOLOGIA: Coleta e conservação de material, métodos de microscopia, reações sorológicas, reação antígeno/anticorpo. ORGANIZAÇÃO E COMPORTAMENTO LABORATORIAL: Métodos de prevenção e assistência à acidentes de trabalho. Ética em laboratório de análises clínicas.

BIBLIOGRAFIA SUGERIDA


BENJAMINI, Eli e cols. Imunologia. Editora Guanabara Koogan

BIER, Otto. Bacteriologica e Imunologia. Editora Melhoramentos.

LIMA, A. Oliveira e cols. Métodos de Laboratório Aplicados à Clínica. Editora Guanabara-Koogan.

MILLER, Otto e GONÇALVES, R. Reis. Laboratório para o Clinico. Editora Atheneu.

MOTTA, Valter T. Bioquímica Clínica para o Laboratório: princípios e interpretações. Editora Médica Missau, Robe Editorial, EDUCS (Editora da Universidade de Caxias do Sul).

MOURA, Roberto de Almeida e cols. Técnicas de laboratório. Editora Atheneu.

NEVES, David Pereira. Parasitologia Humana. Editora Atheneu.

PELCZAR, J.R. e cols. Microbiologia: conceitos e aplicações. Makron Books do Brasil Editora Ltda.

SANTILLI, J.C. Boas práticas de laboratório clínico e controle de qualidade. Apostila do Curso Programa de Educação continuada em análises clínicas. SBAC.
ASSISTÊNCIA TÉCNICA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA

CONHECIMENTO ESPECÍFICO

Higienização e Desinfecção. Saúde Pública. Doenças transmitidas dos animais ao homem. Enfermidades transmitidas por alimentos (ETAs). Defesa do Consumidor. Controle de Qualidade em Indústria de Alimentos de Origem Animal: carne, leite, ovos, mel. Qualidade da Água. Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle (APPCC). Boas Práticas de Fabricação (BPF). Abate Sanitário de mamíferos, aves e pescados. Controle de Vetores. Meio Ambiente e Impacto Ambiental.


BIBLIOGRAFIA SUGERIDA

CARTILHA do manipulador de alimentos. Qualidade e Segurança Alimentar. Rio de Janeiro: SENAC/SEBRAE/ANVISA/DN, 2001.

GERMANO, P. M. L.; GERMANO, M. I. S. Higiene e Vigilância Sanitária de Alimentos. São Paulo: Varela 2001.

PARDI, M., C.; SANTOS, I., F.; SOUZA, E., R.,S.; PARDI, H., S. Ciência, Higiene e Tecnologia da Carne, 2 ed. Goiânia: Ed. da UFG. v.1.

SILVA JR., ENEO DA. Manual de Controle higiênico-sanitário em alimentos. São Paulo: Varela Ed. 4a 2001.

VALLE, R., H. P.; CARVALHO, E., P.; BRESSANE, M., C. Controle de qualidade relacionado a alimentos. Processamento e controle de qualidade em carne, leite, ovos e pescado. Lavras: UFLA/FAEP, 2000.



Sites: ANVISA. MAPA

Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal