Eduardo José Castanheira Beira



Baixar 158.93 Kb.
Página1/2
Encontro15.04.2018
Tamanho158.93 Kb.
  1   2

Eduardo José Castanheira Beira

Rua Alexandre Herculano, 80


4400 Vila Nova de Gaia

PORTUGAL
Telefone: 351.223745062 / 223799356

Movel: 968049050

Fax: 351.223745063

E-mail: ebeira@dsi.uminho.pt



Curriculum

  1. Identificação e habilitações

  2. Perspectiva

Até 2000


  1. Actividade profissional nos últimos anos

Conferencias e comunicações

  1. Actividade profissional: outras empresas e anos anteriores

Publicações

Artigos técnicos em revistas

Comunicações escritas a reuniões técnicas e cientificas


  1. Carreira académica e actividades relacionadas

Publicações didáticas e sobre questões pedagógicas

Textos didáticos originais

Traduções de livros

Artigos publicados

Outros documentos


  1. Actividades de investigação científica e relacionadas

Artigos publicados

Comunicações escritas a reuniões técnicas e científicas

Relatórios de projectos

Relatórios internos do Centro de Engenharia Química da Universidade do Porto

Relatórios internos do Centro de Estudos de Química Nuclear

2000

7. Actividades no ano 2000



1. Identificação e habilitações
Data de nascimento: 5 de Junho de 1952.

Casado, 2 filhos (17 e 22 anos)



Engenheiro químico, licenciado pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, em 1974. Média final: 16.

X PADE - Programa de Alta Direcção de Empresas, AESE / IESE, 1987-88.

2. Perspectiva
Iniciei a vida profissional pela carreira académica. Fui depois procurando algumas colaborações industriais, acabando por enveredar por uma actividade com mais responsabilidades de gestão de empresas, numa primeira fase na área das tecnologias da informação e posteriormente na direcção geral de empresas industriais.

Nos últimos anos (1992 a 1998)fui membro da Comissão Executiva do Conselho de Administração de uma empresa industrial cotada na Bolsa.

Posteriormente optei por regressar à vida académica.

O diagrama anexo (ver folha separada) pretende dar uma perspectiva sumária da evolução da carreira profissional e das áreas de intervenção.

Tendo ingressado como professor convidado na Universidade do Minho no inicio de 2000, optou-se por relatar em capítulo separado as actividades académicas desse ano (capítulo 7)

3. Actividade profissional: os últimos anos e situação actual


  • Janeiro de 1999 a Julho 2000

Director Executivo da AINP – Agencia para o Investimento no Norte de Portugal, organismo promovido pelo ICEP – Investimentos, Comércio e Turismo de Portugal, pela CCRN – Comissão de Coordenação da Região Norte e pela AIP – Associação Industrial Portuense e vocacionado para a captação de investimento directo estrangeiro no Norte de Portugal. Foi o seu primeiro director executivo, responsavel pela instalação e lançamento de actividades.

- Março de 1993 a Março de 1998

Membro da Comissão Executiva do Conselho de Administração de BA - Fábrica de Vidros Barbosa & Almeida, S.A (empresa industrial de embalagens de vidro, cotada na Bolsa, então com cerca de 1000 trabalhadores, 2 fábricas em Portugal e outras no estrangeiro; ver alguns indicadores no quadro anexo).

A actividade profissional dos últimos anos (93 a 98)foi dominada pela participação na gestão de topo da BA - Fábrica de Vidros Barbosa & Almeida, S.A , empresa industrial de embalagens de vidro para produtos alimentares, sediada em Vila Nova de Gaia, cotada na Bolsa de Valores desde 1987 e onde cumpri dois mandatos sucessivos. O primeiro como membro da Direcção e o segundo como membro da Comissão Executiva do Conselho de Administração (entretanto a empresa mudou o modelo de gestão de Direcção / Conselho Geral para Conselho de Administração). Em ambos os mandatos o meu envolvimento concentrou-se nas áreas de aquisições e investimentos, planeamento estratégicos e controlo de gestão.



A minha actividade no primeiro mandato foi dominada pelo inicio da estratégia de crescimento da empresa através da compra e integração da Cive - Companhia Industrial Vidreira, S.A , uma empresa concorrente de BA, com fábrica na Marinha Grande, de dimensão um pouco maior que BA de então, vocacionada para o mercado externo (Espanha) e dotada de uma tecnologia mais avançada. A empresa era então controlada quase a 100% pelo IPE - Instituto de Participações do Estado, S.A. Participei activamente nas negociações com o IPE e na estruturação de todos os contratos associados, assim como no processo de avaliação e definição de preço. Após a compra da empresa, passei a integrar o seu Conselho de Administração, até que no final de 1995 foi feita a fusão da Cive em BA, uma vez realizado com sucesso o turnaround da empresa. Nesse período tive responsabilidades na gestão comercial (mercado internacional) e na integração das equipes comerciais de BA e da Cive. Tive também a responsabilidade de muitas apresentações então feitas ao mercado de capitais e investidores institucionais para explicação do negócio e da estratégia.

No segundo mandato o meu pelouro (Estratégia e Planeamento) incluiu também as tecnologias de informação. Neste período finalmente implementou-se em BA um ciclo anual de planeamento de gestão (do ano e a médio prazo), com participação das chefias, assim como os mecanismos de acompanhamento e controlo desse plano. Foi neste período que se desenvolveu o processo de crescente internacionalização da actividade produtiva, projecto que me envolveu profundamente..

O projecto talvez mais importante foi a concepção e estruturação de uma nova empresa industrial em Espanha, com vista a consolidar a posição ibérica de BA e dotá-la de capacidade suficiente para responder aos movimentos de concentração de fornecedores que os grandes clientes procuram cada vez mais. Tive a responsabilidade das negociações para selecção do local (negociações com as Juntas Autonómicas), facilidades e incentivos ao investimento e toda a contratação associada, inclusivé de contratos de partenariado a longo prazo com clientes chave e que garantem por si uma elevada ocupação da capacidade instalada. O investimento (no valor de 8 milhões de contos) foi instalado em Mérida, na Extremadura espanhola. Integrei a Comissão Executiva do Conselho de Administração da BA - Fábrica de Envases de Vidrio Barbosa & Almeida, S.A, a empresa local aí constituída para implementar o investimento. Para além deste investimento, tive oportunidade de participar em várias negociações para aquisição de outras vidreiras espanholas, mas que não se concretizaram depois.

Tive também a responsabilidade da estruturação da entrada no mercado africano. Elaborei a proposta com que BA concorreu à privatização de Vidreira de Moçambique, E.E. e dei depois continuidade às negociações com o Estado de Moçambique que levaram à constituição de duas sociedades locais, a Vidreira de Moçambique, SARL e a Cristalaria de Moçambique, SARL, cujos Conselhos de Administração integrei. Tive durante a ultima parte do mandato ainda a responsabilidade de coordenar a gestão destas duas empresas, ao nível do Conselho de BA.

Fui ainda responsável pela restruturação completa das tecnologias de informação em BA , tendo promovido a substituição integral dos sistemas de informação pelo SAP R/3.

Em ambos os mandatos tive a meu cargo a elaboração de propostas para os relatórios de gestão da empresa, quer trimestralmente para o plenário do Conselho de Administração, quer os relatórios anuais aos accionistas, assim como apresentações públicas da empresa e dos seus projectos.

Saí de BA no final do segundo mandato (Março de 1998), por entretanto ter iniciado uma operação de compra de BA, após o accionista maioritário ter anunciado (em Janeiro de 1998) a sua intenção de vender o controlo da empresa e de estar mesmo prestes a concretizá-lo com um grupo estrangeiro. Organizei então uma operação de aquisição em associação com o grupo sueco de materiais de embalagem PLM, AB., e um pequeno grupo de quadros chave de BA. Após várias atribulações, não foi possível chegar a acordo com o vendedor, pelo que a operação não se concretizou (o vendedor concluiu depois com sucesso uma operação próxima com a Imparsa / grupo Sonae).

Cargos de administração exercidos em empresas associadas de BA:
- Junho 1997 - Março 1998

Membro da Comissão Executiva do Conselho de Administração de BA - Fabrica de Envases de Vidrio Barbosa & Almeida, S.A , sociedade de direito espanhol, nova fábrica de embalagens de vidro em construção em Mérida (150 pessoas)


- Dezembro de 1996 a Março de 1998

Membro do Conselho de Administração de Vidreira de Moçambique, SARL, empresa moçambicana associada de BA (produção automática de embalagens de vidro, em Maputo, 200 pessoas)


- Dezembro de 1996 a Março de 1998

Membro do Conselho de Administração da Cristalaria de Moçambique, SARL, empresa moçambicana associada de BA (produção manual e semiautomática de artigos de vidro, em Maputo, 300 pessoas)


- Agosto de 1993 a Dezembro de 1995

Membro do Conselho de Administração da Cive - Companhia Industrial Vidreira, S.A, empresa de embalagens de vidro (Marinha Grande) adquirida por BA em 1993 e posteriormente fusionada em BA no final de 1995


- Dezembro de 1988 a Abril de 1990

Gerente da Artividro - Arte em Vidro, Lda., empresa de cristalaria em Pousos (Leiria), associada de BA (150 pessoas).



Outras funções exercidas em BA:
- Maio de 1990 a Maio de 1992

Director de Serviços de análise de investimentos e acessor da Direcção.


- Abril de 1988 a Setembro de 1996

Director de Serviços de informática e análise financeira



Conferencias e comunicações:
- Beira, E.

"Vender e sobreviver no (admirável) mundo novo dos anos 90"

AESE - Escola de Direcção e Negócios, Março de 1997

Caso apresentado numa sessão de continuidade promovida pela AESE. Competição e colisão nos mercados europeus de artigos de grande consumo.
- Beira, E.

"A internacionalização das empresas portuguesas - casos e consequências"

IEP - Instituto Empresarial Portuense, Dezembro de 1997

Contribuição para o curso de especialização sobre "Internacionalização" promovido pelo IEP (AIP). Discussão da experiencia de internacionalização de BA nos mercados europeus e africano.
- Beira, E.

"Internacionalização das empresas portuguesas: perspectivas"

Conferencia por convite, Ordem dos Economistas (Secção Regional do Porto), 1993

Discussão das várias facetas de uma política de internacionalização de empresas portuguesas, então uma ideia em formação. Análise dos problemas específicos da internacionalização de pequenas empresas.

4. Actividade profissional: outras empresas e anos anteriores
- Abril de 1992 a Outubro de 1997

Sócio - gerente de EPCER - Empresa de Produtos Cerâmicos, Lda. (empresa de artigos cerâmicos de loiça culinária em grés, 40 pessoas, Oliveira do Bairro)


- Janeiro de 1996 a Março de 1998

Director de CAD/CAM e de processamento de dados no Grupo Iberomoldes (produtor de moldes para injecção de plásticos, Marinha Grande).

Colaborou então na implementação do primeiro sistema multiterminal de CAD/CAM instalado numa empresa portuguesa e na sua aplicação intensiva na preparação de programas para maquinação de peças de moldes em centros de maquinação programáveis, o que exigiu uma descoberta progressiva de metodologias eficientes. Colaborou também na aquisição e instalação do primeiro sistema CAE (Moldflow) instalado em Portugal, assim como na sua exploração para o projecto de moldes de injecção.
- Agosto de 1985 a Dezembro de 1986

Serviço militar obrigatório (Escola Prática do Serviço do Material, em Sacavém)


- 1984 a 1985

Administrador da CPCSI - Companhia Portuguesa de Computadores e Sistemas de Informação, S.A (então distribuidor geral para Portugal dos computadores Hewlett - Packard, 50 pessoas) (grupo RAR)


- 1981 a 1984

Gerente da RARCENTRO - Desenvolvimento de Sistemas de Informação, Lda. (empresa de processamento de dados e desenvolvimento de software, posteriormente transformada na CPCSI, 30 pessoas) (grupo RAR)


- 1980 a 1981

Colaborador a tempo parcial na RAR - Refinarias de Açucar Reunidas, Lda. (área da informática e processamento de dados)



Publicações
Artigos técnicos em revistas
- Beira, E. et al

"CAD/CAM em mesa redonda"

Revista Tecnometal (ANIMEE), nº 57, Julho/Agosto 1988, pg. 37

Discussão do contributo do CAD/CAM para a produtividade industrial e dos problemas de implementação em ambientes industriais em exploração. Transcrição de uma mesa redonda com vários intervenientes. Coordenação de Engº Rui Feio.
- Beira, E. e K. Owen

"Aplicações industriais de computadores: do projecto à produção, o trabalho do TC5 da IFIP"

Revista de Informática, 6 (1987) nº 1 , pg. 77

Ponto da situação do "state-of-the-art" e dos problemas pendentes nos vários domínios das aplicações industriais de computadores, vistos de acordo com os domínios dos vários grupos temáticos de trabalho do TC5 da IFIP.
- Beira, E. e J. Pinto dos Santos

“Controlo e planeamento da produção: aspectos informáticos de um problema de gestão”

Revista de Informática, 3 (nº 4) (1983), p. 59

Apresenta a experiência no grupo RAR. Discute a aplicação de conceitos MRP em packages desenvolvidos para custeio de produtos e controlo de gestão, assim como a recurso a simulação de processos discretos como instrumento de planeamento de processos. Trata ainda da análise estatística e controlo dos dados de produção.

Comunicações escritas a reuniões técnicas e científicas
- Beira, E.

"Algumas reflexões sobre o CAD/CAM e a industria de moldes"

Comunicação às 2ªs Jornadas Técnicas de Engenharia Mecânica, promovidas pela Ordem dos Engenheiros (Região Norte), Porto, 21 de Abril de 1989

Faz uma reflexão sobre os cenários de aplicação de CAD/CAM na industria de moldes em comparação com as industrias automóvel e aeroespacial, sob o ponto de vista de produtividade, passando em revista a experiência dos últimos cinco anos em Portugal e as diferentes estratégias de implementação, quer em empresas já em laboração, quer em novas empresas.

-Beira, E.



"Contribuição da experiência da industria de moldes"

Comunicação ao Seminário "Funções e competencias do engenheiro mecânico", Instituto Superior Técnico, Lisboa, 7 de Maio de 1987

Discute várias sugestões baseadas na experiência da industria portuguesa de moldes para a formação de engenheiros mecânicos. Analisa o choque cultural da chegada à industria e identifica as áreas de saber importantes para os diversos perfis de um engenheiro na industria de moldes. Salienta a importância das técnicas de comunicação para o sucesso profissional do futuro engenheiro.
- Beira, E. , J. Pinto Santos, J. Menezes e H. Neto

"Exportação de tecnologia portuguesa na industria de moldes - a experiência da Iberomoldes"

Comunicação às Jornadas Nacionais de Investigação Científica e Tecnológica (secção Transferencias de Tecnologia), Lisboa, 15 de Maio de 1987

Discute a experiência do grupo Iberomoldes na criação de "joint-ventures" de produção de moldes noutros países, como a Tunísia e o México ou mesmo a possibilidade de o fazer em países como a Hungria. Abordam-se questões de gestão e de arquitectura contratual envolvidos e o impacto (positivo) destas iniciativas sobre a própria actividade exportadora da Iberomoldes.
- Beira, E. e J. Pinto Santos

"CAD/CAM in mouldmaking - Iberomoldes (Portugal)"

Comunicação ao seminário Fabrimetal, Heverlee, 31 de Março de 1987

Uma análise da especificidade do CAD/CAM quando aplicado na industria de moldes, um cenário por vezes bem diferente do anunciado prlos vendedores de sistemas. Analisa as limitações de CAD para projectistas de moldes e os problemas de produtividade associados. Mas reconhece-se que o CAD/CAM iria alterar as relações de força tradicionais da industria e ter um grande impacto na prática da subcontratação (o que realmente aconteceu).
- Beira, E.

“A experiencia do uso de CAD/CAM na industria portuguesa de moldes”

Comunicação ao Simpósio CAD/CAM promovido pela Ordem dos Engenheiros, Lisboa e Porto, Outubro de 1986

Caracterização da industria dos moldes e das razões para recurso aos sistemas de CAD/CAM. Discute os problemas de implementação de tais sistemas e a experiência do grupo Iberomoldes nessa área. Trata ainda da importância de técnicas CAE no objectivo de reduzir o tempo total de fabricação de moldes.
- Beira, E.

“Microcomputers and CAD/CAM: new business opportunities - but for whom?”

Comunicação ao 3rd Symposium JNICT/NAS “Microcomputers for developping countries”, Lisboa, Outubro de 1986

Discute as tendências dos sistemas CAD/CAM e as oportunidades e ameaças que podem trazer aos negócios, quer nas economias desenvolvidas como nos países menos desenvolvidos.
- Beira, E.

“CAD/CAM: tendencias e experiencia portuguesa”

Comunicação ao 4º Congresso Português de Informática, Lisboa, Junho de 1986

Apresentação inicial do painel "CAD/CAM: a experiencia portuguesa", coordenada pelo autor, em que também participaram representantes de várias empresas de sectores diferentes e que já estavam a usar sistemas deste tipo.
- Beira, E.

“Aplicações industriais de computadores e a organização da produção”

Comunicação ao Simpósio IFIP, Lisboa, Março de 1986

Ponto da situação do "state-of-the-art" e dos problemas pendentes nos vários domínios das aplicações industriais de computadores, vistos de acordo com os domínios dos vários grupos temáticos de trabalho do TC5 da IFIP.

- Beira, E.



“Aplicações industriais de computadores: do projecto à produção, uma realidade em mutação”

Comunicação ao Seminário Internacional “CAD/CAM: novas tecnologias para o desenvolvimento”, promovido pela Associação Portuguesa de Informática e IFIP, Marinha Grande, Fevereiro de 1986

Discute as várias tecnologias associadas aos conceitos de CAD/CAM, CAE e CIM e as novas aplicações de células flexíveis de produção. Analisa a evolução conceptual das actividades de produção (em especial segundo o modelo de K. Gardiner) e discute nessa perspectiva o "modelo McDonalds" para alguma actividades industriais, tornada possível pela integração, de que o projecto Saturno (então em desenvolvimento pela General Motors) é apresentado como paradigma, situação em que as economias de "scope" (segundo conceito de J. Goldhar) constituem uma alternativa ao modelo clássico de economias de escala.
- Beira, E.

“Sistemas de informação e gestão industrial: problemas de implementação e perspectivas tecnológicas”

Comunicação ao workshop “Planeamento, controlo e gestão dos sistemas industriais”, promovido pela APDIO - CEUR - IST, Sesimbra, Abril de 1984

Analisa a importância da interface humana e organizacional dos sistemas de informação industrial e as potencialidades que a chegada dos microcomputadores e PCs abrem. Aborda os novos problemas que os micros colocam na gestão de sistemas de informação e as perspectivas que as tecnologias CAD/CAM podem vir a oferecer nos novos cenários de ambientes de hardware disponíveis.
- Beira, E.

“Os computadores e a industria de moldes - perspectivas actuais e futuras”

Comunicação ao I Congresso da Indústria de Moldes, Marinha Grande, Janeiro de 1983, in "I Congresso da Industria de Moldes", Marinha Grande, 1985

Analisa a problemática das aplicações informáticas na industria de moldes, em especial no controlo dos custos de produção de cada obra. Descreve a aplicação de uma aplicação desenvolvida e a experiência adquirida. Aborda ainda as potencialidades que a tecnologia pode oferecer no projecto de moldes, em especial os sistemas CAD/CAM cuja acessibilidade à industria era ainda difícil. Identifica a área CAM como a mais promissora para a industria e salienta a importância que esta tecnologia terá no futuro da industria.
-Beira, E.

“A informática no sector plásticos”

Comunicação ao colóquio “A industria dos plásticos e o desafio do futuro”, promovido pela Ordem dos Engenheiros, Porto, 11 de Novembro de 1983

Discute o uso de aplicações informáticas para o controlo dos custos de produção de encomendas na industria de fabricação de peças plásticas e na gestão do parque de máquinas instalado. Apresenta também o projecto de uma sistema para controlo on-line da produção de máquinas de injecção de plástico.
- Beira, E., R. Pinto de Sousa e J. Menezes

“EDITE: uma aplicação para controlo de produção na industria de moldes para plástico”

Comunicação ao 2º Congresso Português de Informática, Lisboa, Maio de 1982

Discute-se a experiência obtida na exploração de uma aplicação de análise diária e periódica de custos e planeamento na fabricação de moldes, integrada com outras aplicações informáticas administrativas.
- Beira, E. e J. Pinto dos Santos

“Controlo da produção: aspectos informáticos de um problema de gestão”

Comunicação ao seminário “A informática e a gestão da produção”, organizado pelo ISEP - Instituto Superior de Engenharia do Porto, 1981

Apresenta a experiência no grupo RAR. Discute a aplicação de conceitos MRP em packages desenvolvidos para custeio de produtos e controlo de gestão, assim como a recurso a simulação de processos discretos como instrumento de planeamento de processos. Trata ainda da análise estatística e controlo dos dados de produção.

5. Carreira académica e actividades relacionadas

- 1998 / 2000

Docente convidado na Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica, responsável pela cadeira de Gestão Industrial (licenciaturas em engenharia alimentar, engenharia de ambiente e microbiologia) (site na internet: www2.esb.ucp.pt/twt/ebeira). Responsável pelas cadeiras de Gestão de Empresas Industriais dos cursos da ETGI - Escola de Tecnologia e Gestão Industrial da AESBUC.
- Outubro de 1995 a Maio 1999

Membro da Direcção do Centro de Cim do Porto, um consórcio entre a Universidade do Porto e várias empresas industriais, criado a partir de um projecto ESPRIT da EU, vocacionado para tecnologias avançadas de produção e integração de sistemas de fabrico

- 1996 a 1997

Membro da Comissão Portuguesa de Acompanhamento para a avaliação do INETI - Instituto Nacional de Engenharia e Tecnologia Industrial


- 1995 a 1996

Membro do grupo de trabalho sobre "política tecnológica" do Ministério da Ciência e Tecnologia


- Junho de 1996 a Março de 1998

Membro do Conselho de Administração da AESBUC - Associação de Empresas da Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica


- 1993 a 1996

Membro da Comissão Instaladora da Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa (Centro Regional do Porto)


- 1989 a 1995

Docente convidado na Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica, responsável por cadeiras de Estatística e Álgebra Linear (licenciatura e mestrado em engenharia alimentar). Colaborou na organização do então CCTI (Centro de Cálculo e Tecnologias de Informação) e actividades relacionadas. Geriu um projecto de produção de materiais pedagógicos (PEDIP). Colaborou no lançamento da ETGI - Escola de Tecnologia e Gestão Industrial, uma escola tecnológica (PEDIP) onde coordenou o curso de Estatística Industrial (1991 a 1993).


- 1984 a 1987

Representante da API (Associação Portuguesa de Informática) no TC5 (Comité Técnico nº 5 - Computer applications in technology) da IFIP - International Federation for Information Processing. Organizou então o Seminário Internacional "CAD/CAM: novas tecnologias para o desenvolvimento", na Marinha Grande (Fevereiro de 1986), uma das primeiras reuniões sobre o tema promovidas em Portugal e com a participação de especialistas estrangeiros, que reuniu cerca de 80 participantes.


- 1981 a 1984

Docente convidado da Universidade Livre (Porto), responsável pela cadeira de Análise de Sistemas (licenciatura em informática)


- 1974 a 1982

Assistente do Departamento de Engenharia Química da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, onde foi responsável por várias cadeiras, em especial nas áreas da computação e da matemática aplicada para a licenciatura em engenharia química.

Durante esse período foi investigador do CEQ - Centro de Engenharia Química, nas áreas de computação e análise de dados e posteriormente em bioengenharia (extracção de proteínas foliares).

Foi membro da Comissão Instaladora do Centro de Cálculo Prof. Correia de Araújo da Faculdade de Engenharia do Porto (1978/79) e da Comissão Directiva do Centro de Engenharia Química (em 1976).


-1973 a 1974

Monitor da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto


- 1972 a 1973

Monitor do Departamento de Química da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto.


O mapa em folha anexa descrimina as cadeiras leccionadas no âmbito de instituições do ensino superior e integradas em graus de licenciatura ou mestrado.

Para além disso, teve uma significativa actividade como formador em iniciativas de formação continua de activos, no âmbito de diversas instituições. No caso da Escola Superior de Biotecnologia promoveu diversos cursos, em especial sobre análise estatística de dados e sobre tecnologias da informação (cerca de 300 horas lectivas entre 1990 a 1992). Ainda na Faculdade de Engenharia do Porto coordenou vários cursos de reciclagem promovidos pelo Centro de Engenharia Química (uma forma percursora, e então inovadora, de actividades de extensão) e colaborou noutros.

Mais recentemente coordenou vários cursos de estatística no programa de formação contínua de professores (FOCO), promovidos pelo Centro Regional do Porto da Universidade Católica Portuguesa, unidade de extensão em cuja instalação e lançamento colaborou.

É formador certificado pelo Conselho Cientifico-Pedagógico de Formação Continua de Professores, assim como formador certificado pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional.

Durante o ano de 1999 coordenou as actividades de formação do Centro de CIM do Porto, incluindo iniciativas dos programas Pessoa e Adapt, assim como a promoção dessas actividades.

Publicações didácticas (textos para ensino) e sobre questões pedagógicas:
Textos didáticos originais:
- Beira, E.

"Tendências actuais da informática técnica"

Cesai - Centro de Formação Profissional em Informática, 1985

Texto para dois cursos sobre CAD/CAM organizados pelo Cesai.
- Beira, E.

“Introdução à teoria da estabilidade e resolução numérica de equações diferenciais”

Centro de Engenharia Química, Texto didático nº 2, 2ª edição, Julho de 1980

Texto de apoio sobre estabilidade de sistemas dinamicos descritos por equações diferenciais e aplicação desses conceitos em engenharia químico e ecologia. Inclui vários programas de resolução de sistemas de equações diferenciais e discute os principais métodos numéricos para o efeito. Discute também os problemas de estabilidade numérica na resolução de sistemas diferenciais. Uma primeira versão tinha sido publicada em Maio de 1977.
- Beira, E.

"Sistemas, softwares e simuladores"

Contribuição para o curso "Uso de computadores no projecto de processos químicos", promovido pela Ordem dos Engenheiros, Lisboa, Março de 1979 e coordenado por A Medina, J. Reis, E. Beira e J. P. Santos.

Discute o papel dos computadores e as estratégias de simulação de processos quimicos, incluindo os "home computers", então a começarem a aparecer (ainda pré-IBM PC). Analisa a aplicação de simulares modulares de regime estacionário e de simuladores dinamicos. Aborda ainda a aplicação de simuladores estocásticos.
- Beira, E., C. Madureira, P. Regueiras e J. Reis

“Introdução à programação: calculadoras de bolso e BASIC”

Centro de Engenharia Química, Fevereiro de 1979

Texto de apoio ao curso de reciclagem homónimo então promovido e destinado a engenheiros da indústria. Faz uma abordagem paralela das estruturas de programação em calculadoras (tipo AOL) e em computadores (Basic).
- Beira, E.

“Introdução à programação em BASIC”

Centro de Engenharia Química, Texto didático nº 7B, Dezembro de 1978

Curso de programação em BASIC para alunos de engenharia química. Uma primeira versão tinha sido publicada em Agosto de 1977 com o título “Curso de programação em BASIC no sistema Wang 2200S”.
- Beira, E., J. Reis e A. Medina

“Métodos Numéricos em Engenharia Química”

Centro de Engenharia Química, Outubro de 1978

Texto de apoio ao curso de reciclagem homónimo então promovido pelo Centro de Engenharia Química e destinado a engenheiros da indústria.
- Beira, E.

"Calculadoras de bolso: potencialidades no projecto de equipamentos de transferencia de massa"

Contribuição para Jerónimo, M., "Transferencia de massa - curso de reciclagem", Porto, Setembro de 1978

Apresenta a aplicação de calculadoras programáveis de bolso no resolução de vários problemas típicos de projecto de equipamentos industriais de transferencia de massa. Discute-se o cálculo do caudal mínimo de ar numa torre de humidificação, o cálculo do NG e da altura de uma torre de arrefecimento e ainda a simulação do modelo diferencial da transferencia simultânea de calor e de massa numa coluna de absorção adiabática.
- Beira, E.

"Equilíbrio líquido-vapor: aspectos numéricos e computacionais"

Contribuição para Medina, A e J. Reis, "Processos de Separação - curso de reciclagem", Porto, Março de 1978

Discute a modelagem matemática dos problemas de equilíbrio liquido - vapor, do cálculo dos pontos de ebulição e de orvalho de misturas binárias e multicomponente e ao aspectos numéricos associados. Faz a implementação desses algoritmos em calculadoras programáveis de bolso, assim como dos algoritmos de projecto de colunas de destilação pelo método de MaCabe-Thiele.

- Beira, E.



“Equações diferenciais”

Centro de Engenharia Química, Texto didático nº 4, Agosto de 1977 (65 páginas)

Versão compacta das 24 aulas do autor na cadeira de Análise Matemática III, incluindo testes e resolução, assim como bibliografia. A seleção dos temas tratadas foi especialmente influenciada pelas necessidades dos engenheiros químicos na modelagem de fenômenos de transferencia e da dinâmica de sistemas.
- Beira, E.

"Introdução à engenharia de enzimas"

Departamento de Engenharia Química (FEUP), 1977 (23 páginas)

Introdução à engenharia de enzimas, numa altura em que os temas de bioengenharia foram introduzidos pela primeira vez no DEQ/FEUP.

Livros (traduções):
- Alcock, D.

“BASIC Ilustrado (uma linguagem de programação simples)”

Porto Editora / Escola Superior de Biotecnologia, 1992 (134 páginas)

Tradução de um dos livros mais populares de ensino da programação em BASIC, em banda desenhada e num estilo muito próprio (manuscrito). Para além disso constituiu na altura um projecto de uso das técnicas então disponíveis de “desktop publishing” para a preparação rápida e barata da versão portuguesa do livro. Esta edição constitui também um dos poucos casos de “co-edição” entre uma empresa importante do sector editorial e uma instituição universitária, numa parceria em que cada uma das partes assumiu a sua parte do investimento e do risco no lançamento da ediçao. Esta tradução foi feita no ambito de um projecto de produção de materiais pedagógicos financiado pelo PEDIP (programa 2, medida 1). A versão original (em inglês) teve uma primeira edição em 1977 e vendeu mais de cem mil cópias em mais de doze reedições da Cambridge University Press e foi traduzido para mais de sete linguas.
- Box, G. e N. Draper

“Operação evolutiva (EVOP - Evolutionary Operation) - Um método estatístico de optimização de processos”

Escola Superior de Biotecnologia, 1993 (250 páginas)

Tradução de um clássico de optimização de processos industriais pela aplicação de métodos estatisticos factoriais. Um percursos das técnicas hoje muito mais difundidas na área do SPC (controlo estatístico de processos) e DoE (design of experiments - projecto estatístico de experiências) em actividades industriais. A primeira parte do livro constitui uma boa introdução aos conceitos básicos de estatística e aos métodos factoriais. A tradução do livro foi feita no âmbito de um projecto de produção de materiais pedagógicos financiado pelo PEDIP (programa 2, medida 1)e a partir da 2ª edição da versão original, publicada na prestigiada coleção “Wiley Series in Probability and Mathematical Statistics”. A primeira edição é de 1969.

Artigos publicados
- Beira, E.

“Universidade, industria e sociedade: desafios"

Contribuição por convite para o livro Conceição, P., D. Durão, M. Heitor e F. Santos (eds.), “Novas ideias para a Universidade” , IST Press (Instituto Superior Técnico), Lisboa, 1999

Reflexão sobre o papel do ensino e da investigação no ensino superior nos domínios da engenharia e da tecnologia, assim como dos modelos de instituições universitárias e das ligações com a industria. Defende-se o reforço do primado do ensino na carreira universitária, o aumento da importância curricular da experiência profissional e de formas alternativas (e /ou complementares) de gestão das instituições universitárias, num tempo em que o impacto das novas tecnologias da comunicação poderá vir a alterar muito do "negócio universitário" e da sua forma de operar.
- Beira, E. e F. Restivo.

"Demonstration units and industry-university interface units: some comments on the strategic issues. The experience of CIM Center of Oporto"

Comunicação ao 1st International Conference on Technology Policy and Innovation, Macau, Julho de 1997

Discute o conceito de acções de demonstração de tecnologias industriais, promovido pelos programas da UE, e a sua viabilidade e oportunidade. Apresenta a experiência do Centro de CIM do Porto e o modelo de gestão adotado e algumas conclusões da sua experiência, em especial sobre o que fazer e não fazer numa unidade deste tipo
- Beira, E.

“As despesas confidenciais e o resto”

“O Público”, 21/6/1997

Artigo de opinião relacionado com a avaliação do INETI.
- Beira, E.

“O livro verde sobre inovação é … azul”

Intervenção convidada na Conferencia sobre o “Livro Verde da Inovação”, promovida pela Agencia da Inovação e pelo Instituto de Soldadura e Qualidade, Lisboa (Centro Cultural de Belém), 3 de Maio de 1996

Conjunto crítico de reflexões sobre o “Livro verde da Inovação” da EU (1996), discutindo factores limitantes para a inovação empresarial relevante (industrial em especial) no actual sistema académico e cientifico-tecnológico e procurando desmontar alguns mitos correntes sobre política comunitária e inovação industrial

- Beira, E.



“Banda desenhada, cartoons e ensino de linguagens de programação: dois casos (notas de leitura)”

Revista de Informática, 1 (1980), nº2, p.7

Revisão de dois livros de ensino da programação de computadores em banda desenhada (um de FORTRAN e outro de BASIC). Um dos livros discutidos foi posteriormente (alguns anos depois) traduzido para portugues (ver acima).
- Madureira, C., P. Regueiras e E. Beira

“O equipamento informático do ensino: microcomputadores e rede nacional de cálculo”

Comunicação ao 1º Congresso Portugues de Informática, Lisboa, Maio de 1980

Uma discussão percursora num momento em que se começava a desenhar uma nova geração de soluções para o cálculo cientifico a nível universitário e a importância das redes era já previsível. Demorou no entanto uma década até que algumas dessas ideias se tornassem realidade.
- Beira, E., C. Madureira e P. Regueiras

“Sobre a metodologia do ensino da programação”

Comunicação ao 1º Congresso Portugues de Informática, Lisboa, Maio de 1980

Uma discussão sistemática dos objectivos do ensino da programação e dos mecanismos psicológicos associados e respectivas consequências. Defende o ensino de estruturas de programação independente das implementações específicas de linguagens e para isso propõe o ensino em simultâneo de mais do que uma linguagem. Nas limitações então existentes, o ensino em paralelo de linguagens de calculadoras programáveis facilmente acessíveis e de uma linguagem como o BASIC mostra vantagens, como os dados de inquéritos a alunos demonstra. Discute ainda os problemas da ligação entre o ensino da análise numérica e da programação de computadores numa mesma cadeira, como era então tradicional em cursos de engenharia.
- Beira, E., C. Madureira e P. Regueiras

“Sobre a metodologia do ensino da análise numérica”

Comunicação ao 1º Encontro Nacional de Matemática, Lisboa, Março de 1980

Uma reflexão sobre os modelos de ensino da análise numérica no contexto dos meios de cálculo então disponíveis e do perigo das formulações puramente abstractas na educação de futuros engenheiros e também de matemáticos.
- Beira, E.

“Calculadoras de bolso e ensino da programação: aspectos de uma experiencia”

Comunicação ao 3º Encontro Nacional de Química, Coimbra, Abril de 1980

Discute os resultados obtidos pelo ensino em paralelo de linguagens AOL de calculadoras programáveis de bolso e da linguagem BASIC para minicomputadores, recorrendo a inquéritos a alunos da cadeira de Análise Numérica regida pelo autor, numa altura em que os meios de cálculo disponíveis para o efeito eram muito escassos.
- Madureira, C., P. Regueiras e E. Beira

"A informática e a F.E.U.P."

Comunicação ao colóquio "Ensino da informática e a informática no ensino" promovido pela Associação Portuguesa de Informática, Porto, 26 de Janeiro de 1979 (sumário)

Caracteriza os perfis típicos de utilizadores de informática na Faculdade de Engenharia do Porto e das diferentes perspectivas de ensino da informática naquela escola, assim como das limitações então existentes ao nível de hardware.
- Beira, E.

“Para uma pedagogia das calculadoras de bolso”

Comunicação ao 1º Encontro Nacional de Educação em Química, Lisboa, Outubro de 1978

Uma discussão sobre as novas oportunidades que as calculadoras de bolso proporcionam nos vários graus de ensino.


Outros documentos publicados:
- Vários

Relatório da Comissão Portuguesa de Acompanhamento

in "Avaliação de Laboratórios do Estado - 1997 - Relatório da Avaliação do Instituto Nacional de Engenharia e Tecnologia Industrial INETI", Ministério da Ciência e Tecnologia, Lisboa, 1997


- Beira, E.

“INETI: o que fazer?”

Documento interno apresentado na Comissão Portuguesa de Acompanhamento para a avaliação do INETI, Lisboa, … de 1997

Análise de aspectos econômicos e financeiros (e não só) do último relatório e contas do INETI
- Beira, E.

“Reflexões sobre política tecnológica para Portugal, hoje”

Documento preparado para o Grupo de Política Tecnológica do Ministério da Ciência e Tecnologia, Janeiro de 1996



6. Actividades de investigação científica e relacionadas
Enquanto foi assistente da Faculdade de Engenharia do Porto (Departamento de Engenharia Química) teve desde 1972 uma intensa actividade como colaborador do então Centro de Estudos de Química Nuclear, que em 1974 deu origem ao Centro de Engenharia Química da Universidade do Porto, do qual foi investigador a tempo parcial até 1980.

Até 1977 foi responsável pela linha de investigação “Métodos Computacionais de apoio à investigação”, cujo objectivo era o desenvolvimento de software numérico e estatístico para apoio às várias linhas de investigação, numa altura em que os recursos informáticos eram especialmente escassos e arcaicos. Liderou na altura o processo de aquisição, instalação e instalação dum minicomputador WANG2200S para o CEQ, o qual foi o primeiro computador dessa geração a ser instalado na FEUP. O ajuste de dados de equilíbrio químico e a simulação de processos químicos foram as principais áreas de intervenção.

Organizou então um colóquio “Os minicomputadores no ensino, na investigação e nas empresas”, realizado na Fundação Engº António de Almeida, no Porto, em 12 de Dezembro de 1977, no qual participaram cerca de uma centena de especialistas da industria, universidade e organismos governamentais. Foram aí apresentadas 16 comunicações. Foi uma das primeiras reuniões técnicas promovidas em Portugal sobre a (então) nova problemática dos minicomputadores na informática. A reunião foi organizada em parceria com o Centro de Genética Humana e Biologia Social (U. Porto) e o Serviço de Computação da Universidade do Minho.

Nesse período colaborou ainda na linha de investigação “Inventário de problemas tecnológicos e químicos da pequena e média industria”, em especial no processamento informático de ficheiros de empresas e nos sectores ligados à industria alimentar.

A partir de 1977 passou a integrar a linha de investigação “Engenharia Alimentar: tecnologia e processo bioquímico”, cujo orientador era o Prof. Joaquim Reis. Iniciou então os trabalhos com vista a doutoramento, no domínio do abastecimento de proteínas em Portugal e produção de concentrados proteícos de origem foliar, tendo mesmo desenvolvido uma unidade protótipo para extração de sumo de folhas a nível de exploração agrícola e produção de um concentrado protéico para complemento da alimentação animal (suínos). Dificuldades de meios físicos e humanos e também mudanças de motivação profissional levaram ao progressivo abandono dos trabalhos para doutoramento, quando uma parte substancial estava já feita.

Nesse período colaborou ainda em trabalhos ligados à recuperação de subprodutos de matadouros e industria de carnes.



Artigos publicados:
- Beira, E., J. Reis e M. Pilar Gonçalves

"Subprodutos de matadouros e industrias de carnes - perspectivas de aproveitamento"

Revista da Industria das Carnes (Associação Nacional de Industriais de Carnes), número especial dedicado ao Aproveitamento de Subprodutos de Matadouros, 1981, pg. 51

Comunicação apresentada ao Congresso 78 da Ordem dos Engenheiros, Porto, 22 a 29 de Novembro de 1978
- M. Pilar Gonçalves, E. Beira e J. Reis

"Novas perspectivas do aproveitamento de sangue"

Revista da Industria das Carnes (Associação Nacional de Industriais de Carnes), número especial dedicado ao Aproveitamento de Subprodutos de Matadouros, 1981, pg. 77

Comunicação apresentada ao Congresso Nacional de Aproveitamento de Desperdícios Agro Industriais e Piscatórios, Lisboa, 15 a 20 de Junho de 1980

- Rodrigues, A. e E. Beira



“Staged approach of percolation processes: Part I - Sorption processes in a perfectly mixed reactor: influence of non linear equilibrium isotherm and external mass transfer resistance”

A.I.Ch.E.J., 25 (1979) 416

Um dos primeiros trabalhos publicados a aplicar as técnicas entretanto desenvolvidas de resolução numérica expedita de sistemas de equações diferenciais "stiff". Neste caso à simulação sistemática de modelos de processos de percolação, viabilizada pelo recurso aquelas técnicas. Neste trabalho comparam-se dois modelos diferentes para processos de absorção num reactor perfeitamente agitado (modelo de equilíbrio e modelo cinético com resistência externa à transferencia de massa) e estabelecem-se critérios de validade para o modelo de equilíbrio, num esforço para tratar os processos de percolação pela metodologia da ciência de engenharia química

- Medina, A. e E. Beira



“Batch destillation calculations”

J. Birmingham Univ. Chem. Eng. Soc., 25 (1974) 59

Baseado no trabalho descrito no RI - 10 do Centro de Estudos de Química Nuclear, 1973
- Medina, A. e E. Beira

“Tabelas auxiliares de cálculos de destilação descontinua”

Revista Portuguesa de Química, 15 (1973) 207

Baseado no trabalho descrito no RI - 10 do Centro de Estudos de Química Nuclear, 1973


Comunicações escritas a reuniões técnicas e científicas
- Beira, E. e J. Reis

"Proteínas de folhas: I - que importância e viabilidade?"

Comunicação ao Congresso Nacional de Aproveitamento de Desperdícios AgroIndustriais e Piscatórios, Lisboa, Junho de 1980

Faz-se uma avaliação técnica e económica das várias vias de aproveitamento de proteínas de ramas vegetais, da sua viabilidade e interesse em Portugal e do possível impacto no balanço protéico nacional..
- Beira, E. e J. Reis

"Proteínas de folhas: II - desenvolvimento de extracção de sumo"

Comunicação ao Congresso Nacional de Aproveitamento de Desperdícios AgroIndustriais e Piscatórios, Lisboa, Junho de 1980

Apresentação de resultados obtidos com o protótipo de extractor de sumo de ramas vegetais entretanto desenvolvido e construído, discutindo-se a influencia doa factores mais importantes, incluindo a pré-desintegração da rama, no rendimento material e energético do processo de extracção do sumo.
- Pilar Gonçalves, M., E. Beira e J. Reis

"Novas perspectivas de aproveitamento de sangue"

Comunicação ao Congresso Nacional de Aproveitamento de Desperdícios AgroIndustriais e Piscatórios, Lisboa, Junho de 1980

Uma revisão dos avanços mais recentes no aproveitamento do sangue do abate de vários tipos animais para fins alimentares e não alimentares e problemas associados.
- Beira, E.

"Abastecimento de proteínas: papel futuro das proteínas vegetais"

Comunicação apresentada na visita AÇO79 promovida pela Ordem dos Engenheiros (Auditório de Ponta Delgada e Instituto Universitário dos Açores - Angra do Heroísmo), Novembro de 1979

Uma análise sistémica das potencialidades das fontes vegetais no sistema de abastecimento de proteínas, quer de origem vegetal como animal, com ênfase nas potencialidades das proteínas de origem foliar e nas potencialidades da cultura do tremoço (em especial nas ilhas dos Açores).
- Beira, E., J. Mota e J. Reis

“Abastecimento de proteínas em Portugal”

Comunicação ao SINACT - Simpósio Nacional de Ciência e Tecnologia, Lisboa, Maio de 1979

Apresenta-se uma análise sistémica e inovadora do sistema nacional de abastecimento de proteínas para alimentação animal e humana, fazendo-se a reconstituição histórica da dinâmica do seu balanço material no período 1963 a 1975 a partir de estatísticas anuais com várias origens e identificando-se as grandes linhas da evolução verificada na respectiva estrutura, recorrendo inclusivé a técnicas de análise estatística de séries temporais multivariaveis.
- Beira, E.

“Ajuste de dados: potencialidades das calculadoras de bolso”

Comunicação ao 2º Encontro Nacional de Química, Porto, Janeiro de 1979

Analisam-se as potencialidades de calculadoras programáveis de bolso para o ajuste linear e não linear de dados, quer por algoritmos de resolução do sistema normal (mínimos quadrados), quer por optimização multivariavel. Discute-se a linearização de modelos não lineares, o uso apropriado de pesos estatísticos e a troca de variáveis dependentes e independentes para efeitos de ajuste.

- Beira, E. e M.R. Costa



“Chemical process optimization with a programmable pocket calculator”

Comunicação ao Congress Chisa’78, Praga, Agosto de 1978

O trabalho apresenta programas para optimização univariavel e multivariavel não condicionada especialmente adaptados para calculadoras programáveis de bolso então disponíveis (Texas Instruments TI 58 e 59) e o seu uso para a optimização de alguns casos complexos de processos químicos, incluindo algumas técnicas de transformação de optimização condicionada em não condicionada. As abordagens feitas do caso de extracção múltipla com reciclagem e do chamado "problema de Otto-Williams" mostraram o caracter multimodal das superfícies de resposta e identificaram novos óptimos melhores do que os até aí publicados. Estes resultados foram posteriormente "redescobertos" vários anos depois em trabalhos publicados em conceituadas revistas de engenharia química.
- Beira, E., A. Braga, M. Costa, F. Ferreira, M. Jerónimo e M. Sansonetti

“Chemical process simulation: applications to a refinary”

Comunicação ao Congresso Chempor’78, Braga, Setembro de 1978

Descreve as abordagens de simulação de uma unidade de extracção por solventes de uma fábrica de lubrificantes da Petrogal usando duas abordagens diferentes: um programa especifico especialmente preparado para o efeito e um package genérico de simulação de balanços materiais e energéticos de processos químicos, então em desenvolvimento. Alguns dos autores do trabalho eram quadros daquela empresa.
- Beira, E. e J. Reis

“Sumo de folhas: uma fonte não convencional de proteína alimentar”

Comunicação ao Congresso 78 da Ordem dos Engenheiros, Porto, Novembro de 1978

Um dos primeiros trabalhos publicados a analisar de modo sistemático as potencialidade das proteínas foliares para a alimentação animal, assim como as tecnologias disponíveis, em especial ao nível de exploração agrícola.
- Beira, E., J. Reis e M. Pilar Gonçalves

“Subprodutos dos matadouros e industria de carnes: perspectivas de aproveitamento”

Comunicação ao Congresso 78 da Ordem dos Engenheiros, Porto, Novembro de 1978

Uma análise sistemática e quantitativa das disponibilidades deste tipo de resíduos e potencialidades de aproveitamento, assim como das tecnologias disponíveis, com ênfase no aproveitamento de sangue do abate de animais e órgãos para fins farmacêuticos, incluindo valores de mercado.
- Mota, J. M., E. Beira e J. Reis

“Abastecimento de matérias primas para a alimentação animal: situação actual”

Comunicação ao Congresso 78 da Ordem dos Engenheiros, Porto, Novembro de 1978


- Beira, E. e A. Medina

“Cálculos de destilação em minicomputadores”

Comunicação ao colóquio “Os minicomputadores no ensino, na investigação e nas empresas”, Porto, Dezembro de 1977

Passa em revista os trabalhos desenvolvidos no CEQ naquele domínio e a sua aplicação didática e no apoio a trabalhos de investigação
- Beira, E. e A. Alves

“Um programa geral de criação e correcção de ficheiros no sistema WANG2200S”

Comunicação ao colóquio “Os minicomputadores no ensino, na investigação e nas empresas”, Porto, Dezembro de 1977

Baseado no RI - 31 do Centro de Estudos de Química Nuclear, 1976
- Beira, E.

“Programa geral para cálculo de equilibrio químico em minicomputador”

Comunicação ao 1º Encontro Nacional de Química, Lisboa, Janeiro de 1977

Apresentação da modelagem matemática e dos aspectos computacionais implementados num programa genérico para minicomputador, uma alternativa aos complexos programas para "mainframe" até então disponíveis. Baseado no RI- 16 do Centro de Estudos de Química Nuclear, 1976
- Beira, E. e P. Regueiras

“Ajuste computacional de dados potenciométricos”

Comunicação ao 1º Encontro Nacional de Química, Lisboa, Janeiro de 1977

Discute o ajuste de curvas potenciométricas. Baseado no RI - 14 do Centro de Estudos de Química Nuclear, 1973

Relatórios de projectos
- Beira, E. e J. Reis

"Aproveitamento de ramas vegetais: extracção de proteínas de folhas de plantas"

Relatório de progresso do contrato de investigação 104.79.24, JNICT, Março de 1980

Apresenta os resultados experimentais de 36 ensaios de extracção do sumo de forragens pelo extractor à escala industrial (exploração agrícola) desenvolvido e construído, no sentido de melhorar a sua performance e identificar a influencia das principais variáveis do processo, quer das ramas como da máquina. Discutem-se os resultados obtidos e os problemas práticos de operação e logística encontrados. Definem-se os princípios para novos aperfeiçoamentos do extractor.


Relatórios Internos do Centro de Engenharia Química da Universidade do Porto:
- Jerónimo, M. e E. Beira., "Projecto computacional de colunas de transferencia de massa", RI-48, 1978
- Beira, E. e J. Reis, "Extracção de proteínas foliares: aspectos económicos", RI-47, 1978

Faz uma revisão da informação disponível na literatura sob os aspectos económicos da extracção de proteínas foliares, em especial ao nível de exploração agrícola. Faz ainda uma abordagem macroscópica das potencialidades do fracionamento de ramas verdes em Portugal.


- Beira, E. e J. Reis, "Investigação sobre concentrados proteicos de folhas: papel e perspectivas em Portugal", RI-46, 1977

Uma primeira análise da importância das proteínas de origem vegetal na alimentação humana e animal e das potencialidades das proteínas foliares. Faz um ponto de situação das tecnologias disponíveis, da experiência existente e estabelece o plano de trabalho para a investigação a desenvolver.


- Beira, E., "Integração de equações diferenciais ordinárias - subrotinas em BASIC", RI-41, 1977

Apresenta programas em Basic para a resolução numérica de sistemas de equações diferenciais com condições fronteira do tipo valor inicial pelos métodos explicito de Runge-Kutta de 4ª ordem (com passo constante ou variável), pelo método predictor-corrector de Hamming com passo variável e ainda pelo método semi-implicito de Runge Kutta de 3ª ordem com passo variável (próprio para sistemas stiff).


- Beira, E., "Programas para tratamento estatístico de dados (parte II)", RI-40, 1976

Ajuste de dados de titulações potenciométricas por um programa de optimização multivariavel recorrendo a um algoritmo rápido e compacto de calculo de pH de soluções aquosas com vista a cálculo de concentrações desconhecidas e pKs envolvidos.


- Beira, E., "Programas para tratamento de dados espectrofotométricos", RI-39, 1977

Discute os problemas de estabilidade numérica no ajuste de dados espectrofotmétricos com vista à determinação de constantes de estabilidade dos complexos formados e dos coeficientes de extinção molar e inclui programas desenvolvidos para diferentes tipos de cenários do meio iónico, quer a um só comprimento de onda como a vários comprimentos de onda. Inclui ainda programas para ajuste da força iónica.


- Beira, E. e A Medina, "Simulação de colunas de destilação multicomponente em regime estacionário", RI-38, 1977

Apresenta um programa em Basic para a simulação de uma coluna de destilação multicomponente em regime estacionário usando um algoritmo de substituições sucessivas. O programa permite a simulação de sistemas reais até 5 componentes em colunas com um máximo de 20 andares num sistema Wang2200S com 8 K de memória (estas limitações são facilmente ultrapassáveis no caso da memória disponível ser maior)


- Beira, E., "Programas de optimização por procura directa", RI-35, 1976

Coletânea de programas em Basic para optimização univariavel (métodos da "golden-section", de Davies, Swann e Campey e ainda pelo algoritmo uniplex) e multivariavel (método de Hooke-Jeeves, método de Powell e ainda por procura directa aleatória) por algoritmos de procura directa em computadores com muito reduzida capacidade de memória.


- Beira, E., "Programas para tratamento de dados potenciométricos", RI-34, 1976

Faz uma extensa revisão bibliográfica e discussão das técnicas propostas para a determinação do titulo de uma solução a partir do volume equivalente da curva de titulação potenciométrica, assim como a determinação das constantes de equilíbrio ácido-base associadas. Inclui programas para a simulação de curvas de titulação ácido-base, assim como programas de ajuste daquelas curvas e ainda programas para cálculo do volume equivalente pelo método de Gran (com calibração conhecida ou não).


- Beira, E., "Programas para resolução de sistemas de equações algébricas", RI-33, 1976

Coletânea de subrotinas e programas para a resolução numérica de sistemas algébricos, quer lineares, quer não lineares (complemento ao RI-19). Discute os vários algoritmos.


- Rodrigues, A et al, "Inventário de problemas tecnológicos e químicos da pequena e média industria (sectores de alimentos compostos para animais, conservas de frutas e produtos hortícolas, fabrico de papel e artigos de papel)", RI-32, 1976

Analisa os resultados de visitas a 10 empresas de rações (suscitando o problema do controlo externo de antibióticos na formulação das rações), 12 empresa de conservas de frutas e afins (discutindo as potencialidades do fabrico de pectina no aproveitamento da maçã) e 5 visitas no sector do papel.


- Alves, A e E. Beira, "Programa geral para tratamento de ficheiros de dados no sistema WANG2200S", RI-31, 1976

Programas para criação, modificação e listagem de ficheiros sequenciais de dados no minicomputador Wang2200S (que na altura não dispunha dessas facilidades).


- Alves, A e E. Beira, "Programas para elaboração de tabelas de variáveis de programas", RI-30, 1976

Programas em Basic para Wang2200S para a elaboração de tabelas de variáveis nas instruções de um programa em Basic ("cross reference table"), um instrumento indispensável para a documentação de programas e na altura pouco acessível. Estes programas foram intensamente usados na documentação de software produzido no CEQ para aquele sistema.


- Pego, A et al, " Inventário de problemas tecnológicos e químicos da pequena e média empresa - sectores de sabões, óleos e gorduras não comestíveis", RI-29, 1976

Discute os resultados de 17 visitas a empresas do sector. Discute as potencialidades da obtenção em Portugal de óleos comestíveis a partir de óleos de peixe e o aproveitamento de ossos para o fabrico de gelatinas e fosfatos de cálcio.


-Alves, A et al, "Inventário das industrias químicas registadas no distrito do Porto e sua classificação (ramo das industrias transformadoras)", RI-28, 1976
-Beira, E., "Programas para tratamento estatístico de resultados experimentais", RI-26, 1975

Programas em HPBASIC para traçado de gráficos (com escalas não lineares) num minicomputador HP2114B, calculo de estatisticas e ajustes de Hoerl e exponencial


- Beira, E., "Calculo de equilíbrio químico - programa QLB", RI-21, 1976

Discute a modelagem matemática do equilíbrio químico complexo em solução e o cálculo das concentrações das espécies em equilibrio ao longo de uma titulação. Inclui um programa em Basic para computadores de reduzida capacidade de memória.



Relatórios Internos do Centro de Estudos de Química Nuclear
- Beira, E., "Optimização pelo método de Luus e Jaakola (procura aleatória directa)", RI-20, 1974
- Beira, E., "Resolução de sistemas de equações não lineares - programas", RI-19, 1974

Apresenta subrotinas em Fortran e programas em Basic para a resolução numérica de sistemas algébricos não lineares, recorrendo à normalização das colunas do jacobiano do sistema para controlar problemas derivados do excessivo mau condicionamento daquela matriz


- Beira, E., "Estudo da possibilidade de existencia do complexo Na2S2O3 (o)", RI-15, 1973
- Beira, E. e P. Regueiras, "Cálculo automático de pH de soluções aquosas", RI-14, 1973

Ajuste de dados de titulações potenciométricas por um programa de optimização multivariavel recorrendo a um algoritmo rápido e compacto de calculo de pH de soluções aquosas com vista a cálculo de concentrações desconhecidas e pKs envolvidos.

- Beira, E. e A Medina, "Calculo automático de destilação pelo método de McCabe-Thiele", RI-13, 1973

Programa em HPBasic com a implementação de um algoritmo rápido e simples, de fácil implementação em computadores de reduzida capacidade de memória, para cálculos e destilação de um sistema binário de volatilidade relativa constante. Inclui a formulação matemático do algoritmo e exemplos de aplicação.


- Beira, E., "Determinação espectrofotométrica de constantes de estabilidade de complexos em solução (modelagem matemática)", RI-12, 1973
- Beira, E. e A Medina, "Tabelas auxiliares de cálculos de destilação", RI-10, 1973

Apresenta tabelas para o projecto rápido de colunas de destilação descontínua a refluxo constante e variável, assim como de destilação continua operando com uma razão de refluxo superior a 1.25 vezes a mínima. Inclui os programas de computador para a respectiva preparação. As tabelas desenvolvidas permitem uma consulta mais fácil e rápida do que as até aí disponíveis na literatura.


7. Ano 2000 (complemento ao cv)

Actividade académica

Professor auxiliar convidado do Departamento de Sistemas de Informação da Universidade do Minho (a 50% até 12/10/2000, a 100% depois dessa data).





Compartilhe com seus amigos:
  1   2


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal