Estado do paraná



Baixar 0.95 Mb.
Página6/19
Encontro10.08.2018
Tamanho0.95 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   19

5.18 Autonomia Jurídica

Com base na Autonomia Jurídica a Escola elabora normas e orientações escolares.

No início de cada ano, na Semana Pedagógica, são ratificadas as Normas para o Bom Funcionamento do Colégio, que foram elaboradas pelo quadro docente, é fundamental que cada professor coloque-as em prática.


6. PRINCÍPIO DE GESTÃO DEMOCRÁTICA E DE SEUS COLEGIADOS
6.1 Gestão
A gestão escolar, numa perspectiva democrática tem características e exigências próprias, para efetivá-la deve-se observar procedimentos que envolvam o comprometimento e a participação das pessoas. Para isso, é preciso analisar as relações entre a participação, diretrizes legais e o direito à educação; incentivar e fortalecer procedimentos de participação na comunidade escolar e local. Na gestão da Escola para descentralizar as decisões que forem tomadas é preciso que haja divisão de responsabilidades.

A gestão democrática do ensino pressupõe uma maneira de atuar coletivamente, onde haja o envolvimento de todos na solução dos problemas, na tomada de decisões, na proposição, implementação, monitoramento e avaliação de planos de ação, visando os melhores resultados do processo educacional.

Oportunizar a participação com a implementação do Grêmio Estudantil, APMF, Conselho Escolar e outras atividades participativas, que hoje fortalecem a Escola pública.
6.2 Conselho Escolar
O Conselho Escolar é um órgão colegiado, representativo da Comunidade Escolar, de natureza deliberativa, consultiva, avaliativa e fiscalizadora, sobre a organização e realização do trabalho pedagógico e administrativo da instituição escolar em conformidade com as políticas e diretrizes educacionais da SEED, observando a Constituição, a LDB, o ECA, o Projeto Político Pedagógico e o Regimento do Colégio, para o cumprimento da função social e específica da Escola.


      1. A função deliberativa, refere-se à tomada de decisões relativas às diretrizes e linhas gerais das ações pedagógicas, administrativas e financeiras quanto ao direcionamento das políticas públicas, desenvolvidas no âmbito escolar.

      2. A função consultiva refere-se à emissão de pareceres para dirimir dúvidas e tomar decisões quanto às questões pedagógicas, administrativas e financeiras, no âmbito de sua competência.

      3. A função avaliativa refere-se ao acompanhamento sistemático das ações educativas desenvolvidas pela unidade escolar, objetivando a identificação de problemas e alternativas para melhoria de seu desempenho, garantindo o cumprimento das normas da Escola bem como, a qualidade social da instituição escolar.

      4. A função fiscalizadora refere-se ao acompanhamento e fiscalização da gestão pedagógica, administrativa e financeira da unidade escolar, garantindo a legitimidade de suas ações.


6.3 Conselho de Classe
O Conselho de Classe é um órgão colegiado de natureza consultiva e deliberativa em assuntos didático-pedagógicos, com atuação restrita a cada classe do Estabelecimento de Ensino, constituído pela Direção, pela Equipe Pedagógica, por todos os professores que atuam numa mesma classe, alunos e pais, quando convocados. Sua função essencial é a participação direta, efetiva e entrelaçada dos profissionais que atuam no processo pedagógico, sendo o foco central o processo de ensino e a aprendizagem dos educandos, constatada através da avaliação.

No colegiado são coletadas sugestões, idéias, para redefinir práticas pedagógicas e ações coletivas e/ou individuais pela Escola, bem como aperfeiçoar o processo de avaliação, tanto em seus resultados sociais como pedagógicos.


6.4 Associação de Pais, Mestres e Funcionários - APMF
A APMF, pessoa jurídica de direito privado, é um órgão de representação dos Pais, Mestres e Funcionários do Colégio, não tendo caráter político-partidário, religioso, racial e nem fins lucrativos, não sendo remunerados os seus dirigentes e conselheiros, sendo constituída por prazo indeterminado, tendo como objetivos:

  1. discutir, no seu âmbito de ação, sobre ações de assistência ao educando, de aprimoramento do ensino e integração família – escola – comunidade, enviando sugestões, em consonância com a Proposta Pedagógica, para apreciação do Conselho Escolar e equipe-pedagógica-administrativa;

  2. prestar assistência aos educandos, professores e funcionários, assegurando-lhes melhores condições de eficiência escolar, em consonância com a Proposta Pedagógica do Estabelecimento de Ensino;

  3. buscar a integração dos segmentos da sociedade organizada, no contexto escolar, discutindo a política educacional, visando sempre a realidade dessa comunidade;

  4. proporcionar condições ao educando para participar de todo o processo escolar, estimulando sua organização em Grêmio Estudantil com o apoio da APMF e do Conselho Escolar;

  5. representar os reais interesses da comunidade escolar, contribuindo, dessa forma, para a melhoria da qualidade de ensino, visando uma escola pública, gratuita e universal;

  6. promover o entrosamento entre pais, alunos, professores e funcionários e toda a comunidade, através de atividades socioeducativas e cullturais e desportivas, ouvido o Conselho Escolar;

  7. gerir e administrar os recursos financeiros próprios e os que lhes forem repassados através de convênios, de acordo com as prioridades estabelecidas em reunião conjunta com o Conselho Escolar, com registro em livro ata;

  8. colaborar com a manutenção e conservação do prédio escolar e suas instalações, conscientizando sempre a comunidade sobre a importância desta ação.


6.5 Grêmio Estudantil
É uma agremiação que tem como objetivo congregar todos os estudantes do Colégio, para defender e reivindicar os interesses dos mesmos, incentivar e participar dos eventos que o Colégio realiza, lutar pelos espaços que cabem aos jovens, bem como pelos seus direitos e deveres.

6.6 Representante de Turma
A escolha dos representantes de turma (líderes) é feita através de eleição coordenada pela Orientação Educacional e/ou professores de classe.

Primeiramente são trabalhadas as características necessárias ao líder/representante de turma.

LIDERANÇA – Líder é a pessoa que representa um grupo social com participação de seus membros. Todo grupo precisa de um líder.

QUALIDADES DO LÍDER



  • Dedicação

  • Honestidade

  • Justiça

  • Paciência

  • Ser amável

  • Ouvir os colegas

  • Tratá-los bem

  • Ser atencioso

  • Reconhecer seus próprios erros

  • Ter estabilidade emocional

  • Firmeza

Qual de seus colegas tem essas habilidades?

Votando num líder você se responsabilizará por:



  • Participar no que foi decidido sem revoltas nem ameaças;

  • Aceitar a idéia da maioria mesmo que alguém discorde;

  • Dirigir-se ao líder para qualquer pedido à classe;

  • Respeitar o líder e ouvir com atenção os avisos que o mesmo tenha a fazer.

Seja digno e inteligente ao escolher, pois se o lugar do líder for seu, você deverá corresponder também a esse ideal”.


Após essa reflexão, é feita a escolha propriamente dita, onde são escolhidos o representante (líder) e o vice (líder) por maioria simples, ficando a critério da Orientação Educacional, professor de classe e alunos o tempo de permanência dos eleitos na função, que poderá ser bimestral, semestral ou durante um ano letivo, conforme as condições e/ou necessidades.



Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   19


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal