Felipe Scovino



Baixar 6.35 Kb.
Encontro15.04.2018
Tamanho6.35 Kb.

Felipe Scovino é doutor em artes visuais pela UFRJ com pós-doutorado pela mesma instituição. É professor da Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro e da Escola de Artes Visuais do Parque Lage. É um dos curadores do Rumos Artes Visuais 2011-13. Foi curador das exposições Lygia Clark: Pensamento mudo (Dan Galeria, São Paulo, 2004), Arquivo contemporâneo (MAC, Niterói, 2009), Décio Vieira: investigações geométricas (Centro Universitário Maria Antonia, São Paulo, 2010), O lugar da linha (Paço das Artes, São Paulo; Museu de Arte Contemporânea, Niterói, 2010), Entre desejos e utopias (A Gentil Carioca, Rio de Janeiro, 2010), Luiza Baldan: Sobre umbrais e afins (Plataforma Revólver, Lisboa, 2010), João José Costa: superfícies em expansão (Centro Universitário Maria Antonia, São Paulo, 2011) e Pintura ampliada (Centro Cultural Banco do Nordeste, Fortaleza, 2011). Foi curador-adjunto de Diálogo concreto: design e construtivismo no Brasil (Caixa Cultural, Rio de Janeiro, 2008 e Caixa Cultural, São Paulo, 2009), um dos curadores de Abre-alas 6 (A Gentil Carioca, Rio de Janeiro, 2010) e um dos co-curadores de Caos e Efeito (Itaú Cultural, São Paulo, 2011). Foi organizador dos colóquios Lygia Clark: diários de uma artista (Oi Futuro, Rio de Janeiro, 2007), Circuitos e estratégias da arte na contemporaneidade (Escola de Artes Visuais do Parque Lage, Rio de Janeiro 2010) e do seminário Hélio Oiticica – Museu é o mundo (Itaú Cultural, São Paulo; Paço Imperial, Rio de Janeiro, 2010; Museu Nacional da República, Brasília, 2011; Museu Histórico, Belém, 2011). É autor dos livros Arquivo Contemporâneo (7Letras, 2009), Cildo Meireles (Azougue Editorial, 2009) e Carlos Zilio (Museu de Arte Contemporânea de Niterói, 2010). É co-autor de Coletivos (Circuito, 2010). Escreveu ensaios sobre arte contemporânea para as revistas Dardo Magazine, Third TextArte & EnsaiosConcinnitas, Das ArtesSanta Art Magazine e Tatuí. É colaborador da Flash Art no Brasil. Ganhou a Bolsa de Estímulo à Produção Crítica (Minc/Funarte) em 2008. Vive e trabalha no Rio de Janeiro.

Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal