Guerreiros da luz o treinamento Volume 1



Baixar 1.77 Mb.
Página1/34
Encontro07.02.2018
Tamanho1.77 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   34




GUERREIROS DA LUZ

O Treinamento

Volume 1

Isabela Mastral

Eduardo Daniel Mastral
Original de Daniel e Isabela Mastral

Publicado por Editora Naós Ltda.

Telefone - (011) 3992 8016 - Telefax - 3978 9182

Site - www.editoranaos.com.br

E-mail - editoranaos@editoranaos.com.br

Assunto - Biografia

Primeira edição - outubro de 2O02

E-mail do autor - danielmastral@hotmail.com

Digitalizado, Revisado e Formatado por SusanaCap

Nota dos autores

Somos adeptos do estilo "Romance" dentro da Literatura.

É uma agradável e consistente maneira de aprender.

Esperamos que nossos leitores apreciem esta leitura passo a passo, momento a momento, tanto a história quanto os ensinamentos dela.

Esta série — composta por "Filho do Fogo" volumes I e II e "Guerreiros da Luz" volumes I e II, em associação ao livro de estudo "Táticas de Guerra", — condensa de maneira diferente os princípios da Batalha Espiritual e do forjar do Caráter Cristão. Tanto se destina aos Cristãos em geral, quanto àqueles cujo chamado é específico para a Guerra.

Embora extensa, desejamos-lhe uma boa leitura!



Dedicatória

Àqueles que merecem honra.

Bom aventurado o homem

que suporta com perseverança a provação;

Porque, depois de ter sido aprovado,

receberá a Coroa da vida,

a qual o Senhor prometeu

aos que O amam

Tiago 1:12

Esta é uma história baseada em fatos reais.

Índice:


Eduardo Conta 4

Isabela Conta 8

Eduardo Conta 210

Isabela Conta 418

Eduardo Conta 555

Eduardo Conta

Prólogo


Houve um tempo na minha vida em que estive sentado diante de uma mesa farta, um verdadeiro banquete!

O deleite já começava pelos olhos... o que eles contemplavam era algo lindo: uma mesa magnificamente adornada, taças de cristal com bordas e bases de ouro, bandejas de prata, louças das mais finas, arranjos florais belíssimos! Ao estender as mãos sentia na pele a maciez da toalha de seda.

Logo o jantar estaria servido, um sublime aroma subia pelos ares invadindo minhas narinas. Soberbo! O aroma prenunciava o restante... era difícil conter a expectativa, a vontade quase incontrolável de saborear o quanto antes aquelas iguarias exóticas, bem preparadas, de sabor certamente tão inigualável quanto o seu cheiro!

A única coisa capaz de conter a ansiedade era reclinar-me nas confortáveis poltronas que circundavam a grande mesa, revestidas de veludo vermelho. E escutar... ao fundo... uma melodia agradável... suave... que me fazia experimentar uma tranqüilidade na alma, uma sensação de acolhimento, e me punha viajando nos seus acordes diferentes, inumanos.

Enfim, o jantar!

Quando provei a primeira iguaria senti um sabor nunca antes experimentado!... Eu gostaria de continuar vivendo apenas para estar ali, naquele lugar, provando daquelas coisas.

Porém... muito tempo depois... soube que aquele banquete estava envenenado... nada visível aos olhos, muito menos detectável por qualquer sentido humano. Mas lentamente me matava, com veneno letal, fazendo-me sofrer cada dia mais... vagarosamente roubava a vida... sugava-a inexoravelmente... e com muita dor. Tudo aquilo pelo que vivi não me trouxe vida, mas morte.

Isso é o que o inimigo das nossas almas faz. Engana nossos sentidos. Nos faz crer que desfrutamos o melhor... quando na verdade estamos sendo contaminados por um veneno malévolo que nos levará à Morte Eterna.

Quando saí da Irmandade, e as perseguições iniciais cessaram, acreditei que eles haviam desistido. Mas, depois, numa análise mais cautelosa, imaginei que, por algum motivo eles realmente tinham acreditado na minha morte. Ou porque Deus me encobriu... ou porque os demônios mentiram lá dentro... não saberia dizer. Fato é que nunca tinha visto, ou ouvido falar, de pessoas que tivessem conseguido escapar daquele Inferno, e sobreviveram!

Não há perdão. O preço da traição é a morte!

Imaginei se, porventura, não haveria outros assim como eu... que escaparam também... e de alguma forma as Entidades foram enganadas, e foram levadas a acreditar que seus desertores estavam aniquilados!

Nada disso importava. Não naquele momento. O que importava então era apenas uma coisa, que eu era um sobrevivente!. Deus estava me guardando!

Nunca mais consegui falar com o Pastor Brintti, ou saber dele, até então o outro "único sobrevivente" que eu conhecia. O único que não caíra diante dos Encantamentos da Irmandade!

Ele sumiu... mas isto é outra história.

Passei a freqüentar uma Igreja próxima de minha casa, em Perdizes. Era excelente para mim! Tinha vários amigos, a Palavra era boa, havia muito convívio entre nós! Me sentia como que fazendo parte de uma nova família!

E o que era melhor: ali nunca falavam do diabo! Era como se ele nem existisse! Afinal, a Bíblia fala de tantas outras coisas, por que falar justo do diabo? Eu gostava daquilo! Me fez achar, ao meu modo, que ali era um lugar seguro para mim! Uma Igreja que nunca, jamais, a Irmandade pensaria em infiltrar. Conseqüentemente... nunca me encontrariam novamente!

A Igreja era, sem dúvida, um apoio e um refúgio para mim. Comecei a conhecer cada vez mais Aquele que me resgatou do Inferno na Terra, Jesus Cristo!

E me senti protegido.

Mesmo assim... nunca saía sem meu 38 preso à cintura. Era minha "segurança extra".

Fui levando minha vida como qualquer outro, mas ainda com muitas seqüelas das contaminações a que fui submetido... tinha ocasionalmente pesadelos horríveis... certas noites e datas, quando eu sabia o que eles estariam fazendo... me apavorava só de pensar... às vezes era invadido por uma forte angústia...

Neste sentido estava só, terrivelmente só!

Decidi nunca contar para ninguém o que tinha visto e vivido. Levaria aquele segredo para o túmulo comigo... se eu não falasse nada... não me localizariam... e poderia viver minha vida em paz. Finalmente em paz!

Meu pai faleceu... no mês nove... e em meio a este turbilhão... a certeza de que eu seria o próximo! Mas então conheci uma mulher! Uma mulher que Deus estava mandando para ficar ao meu lado!

Pela primeira vez, nem sei explicar o por que, decidi confiar a alguém minha história. Talvez me pesasse demais e eu nem tivesse me dado conta; ou talvez tivesse simplesmente chegado a hora. Ao menos alguém mais iria saber... eu não seria mais o único! Aquela solidão terminaria.......

Desabafei... chorei... contei minha história a ela, a Isabela! A história de um ex-Filho do Fogo!

Esta mulher futuramente tornar-se-ia minha Auxiliadora, minha companheira, uma guerreira ao meu lado.

Mas, então, um dia... fui localizado! Não sei como... mas eles deixaram bem claro que haviam me achado. Fiquei apavorado! Senti muito medo, sabia exatamente qual era o destino dos traidores... teria uma morte horrível e lenta... em breve viriam me buscar... tinha pouco tempo.... diante deles meu revólver seria tão letal quanto uma arma de brinquedo... aquilo de nada valeria para me defender! E, mesmo que valesse... eles não têm medo de morrer pela "causa".

Nada poderia me livrar do meu terrível destino...

Deus... Deus meu, ajude-me! Mas naquele momento parecia que o céu era de bronze... não conseguia crer que Deus pudesse me ouvir!

Esta é a história que conta não apenas como Ele me ouviu, mas agiu...!

Isabela foi a primeira pessoa que foi colocada ao meu lado. E como tudo tem que começar por algum lugar... é muito importante apresentá-la a vocês! Para que entendam o propósito de Deus em nos aproximar.

Gostaria que ela mesma fizesse isso.

Leiam com atenção estas linhas, pois a história desta vida foi escrita por Deus!



Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   34


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal