Hei mundo jovem Autor: Maycon Douglas M. Lopes 26/09/2010



Baixar 22.07 Kb.
Encontro19.06.2018
Tamanho22.07 Kb.

Hei mundo jovem

Autor: Maycon Douglas M. Lopes 26/09/2010
Cena 01
Os atores marcham em direção ao palco cantando a musica “revolução por um minuto”, enquanto no centro a o político general.
Atores: (cantam)

Sinais de vida no país vizinho


Eu já não ando mais sozinho
Toca o telefone,
Chega um telegrama enfim

Ouvimos qualquer coisa de Brasília


Rumores falam em guerrilha
Foto no jornal,
Cadeia nacional.
Viola o canto ingênuo do caboclo
Caiu o santo do pau oco
Foge pro riacho,
Foge que eu te acho sim

Fulano se atirou da ponte aérea


Não agüentou fila de espera
Apertar os cintos,
Preparar pra decolar
Nos chegam gritos da Ilha do Norte
Ensaios pra Dança da Morte
Tem disco pirata,
Tem vídeo cassete até
Agora a China bebe Coca-Cola
Aqui na esquina cheiram cola
Biodegradante
Aromatizante tem.
Politico: meus caros eleitores, eu lhes prometo reformas na educação, pois como vocês sabem o ultimo governo os abandonou, eu tambem prometo almentar a renda familiar em quinze por certo,e promento ouvilos( olha para os atores) o que vocês querem aqui?
Ator 01: queremos ser ouvido e entendidos, chega de dizer que joven não pensa e não faz nada que preste, hoje meu caro é o dia da revolução joven
Politico: ( começa a rir) revolução, não me façam perde tempo, vocês querem ser ouvidos, pois seram ouvido é na cadeia, guardas!! Prendam esses arruaceiros!!! ( toca a musica “até quando?”)
Os guardas começão a bater nos atores e prendem três o resto consegue fugir
Ator 02: é assim, meus amigos, eles podem nos maltratar, mas nunca nos calaram

Ator 03: eles sempre seram assim, isso não vai muda

Ator 04: é claro que isso vai mudar, pois vai chegar o dia que o presidente do Brasil tera apenas 17 anos e irar fazer mudanças incriveis.
Cena 02
Entram três atrizer com cestas de rosas na mão e vão entregando ao publico.( toca a musica “linda juventude”

Atriz 01: Qual o papel do jovem na sociedade? Alguns dizem que o jovem tem por obrigação estudar e se formar para ser um bom trabalhador e procurar um caminho para suas vitórias pessoais. Outros acham que o papel da juventude estravasa essa maneira tão personalista de pensar e deve ser o de se mobilizar cada vez mais em defesa de seus direitos.
Atriz 02: Ser jovem nos dias de hoje não é uma tarefa fácil: a pobreza, o desemprego, a falta de perspectivas de um futuro melhor são alguns desafios enfrentados pelo jovem neste século. Mas, diferente do que se reproduz no senso comum, os jovens não são sinônimo de problema.
Atriz 03 : O lado ruim de ser jovem é que às vezes por não ter uma base familiar muito forte, torna-se uma jovem muito fácil de se manipular, uma pessoa que pode fazer maus amigos e entrar no mundo do crime e das drogas(...) uma base familiar forte e unida é muito importante nos dias de hoje.

Todos os atore entram e cantam a musica “ mundo jovem”




fim

letras das outras musicas:
Até Quando?

Gabriel Pensador



Composição: Gabriel o Pensador; Itaal Shur; Tiago Mocotó

Não adianta olhar pro céu com muita fé e pouca luta
Levanta aí que você tem muito protesto pra fazer e muita greve
Você pode e você deve, pode crer
Não adianta olhar pro chão, virar a cara pra não ver
Se liga aí que te botaram numa cruz e só porque Jesus sofreu
Num quer dizer que você tenha que sofrer


Até quando você vai ficar usando rédea
Rindo da própria tragédia?
Até quando você vai ficar usando rédea
Pobre, rico ou classe média?
Até quando você vai levar cascudo mudo?
Muda, muda essa postura
Até quando você vai ficando mudo?
Muda que o medo é um modo de fazer censura


(Refrão)
Até quando você vai levando porrada, porrada?
Até quando vai ficar sem fazer nada?
Até quando você vai levando porrada, porrada?
Até quando vai ser saco de pancada?


(Repete refrão)

Você tenta ser feliz, não vê que é deprimente
Seu filho sem escola, seu velho tá sem dente
Você tenta ser contente, não vê que é revoltante
Você tá sem emprego e sua filha tá gestante
Você se faz de surdo, não vê que é absurdo
Você que é inocente foi preso em flagrante
É tudo flagrante
É tudo flagrante


(Refrão x2)

A polícia matou o estudante
Falou que era bandido, chamou de traficante
A justiça prendeu o pé-rapado
Soltou o deputado e absolveu os PM's de Vigário


(Refrão x2)

A polícia só existe pra manter você na lei
Lei do silêncio, lei do mais fraco:
Ou aceita ser um saco de pancada ou vai pro saco


A programação existe pra manter você na frente
Na frente da TV, que é pra te entreter
Que pra você não ver que programado é você


Acordo num tenho trabalho, procuro trabalho, quero trabalhar
O cara me pede diploma, num tenho diploma, num pude estudar
E querem que eu seja educado, que eu ande arrumado que eu saiba falar
Aquilo que o mundo me pede não é o que o mundo me dá


Consigo emprego, começo o emprego, me mato de tanto ralar
Acordo bem cedo, não tenho sossego nem tempo pra raciocinar
Não peço arrego mas na hora que chego só fico no mesmo lugar
Brinquedo que o filho me pede num tenho dinheiro pra dar


Escola, esmola
Favela, cadeia
Sem terra, enterra
Sem renda, se renda. Não, não


(Refrão x2)

Muda, que quando a gente muda o mundo muda com a gente
A gente muda o mundo na mudança da mente
E quando a mente muda a gente anda pra frente
E quando a gente manda ninguém manda na gente


Na mudança de atitude não há mal que não se mude nem doença sem cura
Na mudança de postura a gente fica mais seguro
Na mudança do presente a gente molda o futuro


(Refrão)
Linda Juventude

14 Bis


Composição: Flávio Venturini / Márcio Borges

Zabelê, Zumbi, Besouro
Vespa fabricando mel
Guardo teu tesouro
Jóia marrom
Raça como nossa côr...


Nossa linda juventude
Página de um livro bom
Canta que te quero
Cais e calor
Claro como o sol raiou
Claro como o sol raiou...


Maravilha, juventude
Pobre de mim, pobre de nós
Via Láctea, brilha por nós
Vidas pequenas na esquina...


Fado, sina, lei, tesouro
Canta que te quero bem
Brilha que te quero
Luz andaluz
Massa como o nosso amor...


Nossa linda juventude
Página de um livro bom
Canta que quero cais e calor
Claro como o sol raiou
Claro como o sol raiou...


Maravilha, juventude
Tudo de mim, tudo de nós
Via Láctea, brilha por nós
Vidas bonitas da esquina...


Zabelê, Zumbi, Besouro
Vespa fabricando mel
Guardo teu tesouro
Jóia marrom
Raça como nossa côr...


Nossa linda juventude
Página de um livro bom
Canta que te quero
Cais e calor
Claro como o sol raiou
Claro como o sol raiou...


Mundo Jovem

Negra Li


Composição: Paul Ralphes/Negra Li

Ei Mundo Jovem
Ei Mundo Jovem, Ei Mundo Jovem
O futuro é de vocês
Ei Mundo Jovem
Ei Mundo Jovem, Ei Mundo Jovem
Vocês sabem viver
Ei Mundo Jovem
Ei Mundo Jovem, Ei Mundo Jovem
O Mundo é de vocês
Ei Mundo Jovem
Ei Mundo Jovem, Ei Mundo Jovem
Livre pra viver


Como pode o homem viver e esquecer o futuro?
Sabe que ele planta hoje amanhã os jovens que colherão os frutos
Visam o poder, fama, lucro, dinheiro sujo. É inútil.
Sabedoria é bem melhor do que isso tudo. É o nosso estudo.
Pra gente mudar o mundo é só estar junto. Não é pedir muito.
Basta ceder um pouco, respeitar o outro, amarem todos, ser justo.
Na lembrança a infância, inocência de criança é a esperança.
É tempo de mudança, confiança.


Ei Mundo Jovem...[repete a primeira estrofe]

Homem de pouca fé reclamam daquilo, disso
Se sentem sozinhos mas nunca evitam fazer inimigos
Dê exemplo aos seus filhos, a vida é como é.
Ensine-os não enfrentar e sim desviar dos conflitos.
Todos tem dentro de si um pouco de herói, um pouco de covarde
Pra se desculpar enfim, é preciso ter muita coragem
Nunca é tarde
Quem tem atitude e força de vontade faz sua parte
Não é um covarde


Ei Mundo Jovem,
Ei Mundo Jovem, Ei Mundo Jovem
O futuro é de vocês
Ei Mundo Jovem
Ei Mundo Jovem, Ei Mundo Jovem
Livre pra viver


Mundo Jovem

Quem não quer viver a liberdade de um jovem?
Quem não quer viver sem preocupar-se com a morte?
Então não ignore
O mundo chora quando chove
só você não vê
E insiste em perder sua juventude
Está dentro de você sua virtude é poder escolher
Então mude pelo o bem, não seja rude
Mude pelo bem
Mude


Ei mundo jovem...[repete]

Mundo Jovem
Livre pra viver...


Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal