Hospital de Câncer de Barretos



Baixar 40.74 Kb.
Encontro12.01.2018
Tamanho40.74 Kb.

Hospital de Câncer de Barretos

Há 400km de São Paulo, existe um dos maiores centros de tratamento de câncer do mundo com atendimento 100% SUS


A cidade de Barretos é geralmente citada como responsável pela maior Festa do Peão de Boiadeiro do país. Mas além da festa, existe uma obra de dimensões internacionais que trabalha em prol dos pacientes mais necessitados. Para se ter uma ideia da abrangência do servido prestado pelo Hospital de Câncer de Barretos, somente em 2013, a instituição realizou 620.849 atendimentos a 107.944 pacientes advindos de 1655 municípios de todos os estados do país. Detalhe: todos os atendimentos são realizados 100% através do Serviço Único de Saúde (SUS).
Inaugurado em 24 de março de 1962 pelo casal de médicos Dr. Paulo Prata e Dra. Scylla Duarte Prata, o Hospital São Judas Tadeu, nasceu com intuito de ser um hospital geral. No entanto, rapidamente os médicos perceberam que os pacientes que solicitavam atendimentos estavam acometidos por câncer e, em sua grande maioria, eram de baixa renda. Além disso, na década de 1960, o único hospital no estado responsável por tratar a doença era localizado em São Paulo, o que dificultava ainda mais a situação para o tratamento. Em 1967, tornou-se administrado por uma entidade filantrópica (Fundação Pio XII) e nas últimas duas décadas ganhou o nome de Hospital de Câncer de Barretos.
No início, a obra contava com apenas quatro médicos: o casal Prata, Dr. Miguel Gonçalves e Dr. Domingos Boldrini. O trabalho em tempo integral, dedicação exclusiva, caixa único e tratamento personalizado e humanizado cultivado por esses médicos foi responsável por promover o crescimento da instituição até então.
Hoje, o hospital possui 260 médicos com dedicação exclusiva, 3 mil funcionários, 4 mil atendimentos diários, uma unidade de cuidados paliativos (o embrionário Hospital São Judas Tadeu) e mais duas unidades em Jales (SP) e Porto Velho (RO). É pioneiro em um projeto de prevenção que conta com unidades fixas em Juazeiro (BA), Campo Grande (MS) e Fernandópolis (SP), além de possuir carretas 8 unidades móveis que realizam exames preventivos de câncer de mama, colo do útero, pele, próstata e boca. Barretos é única cidade do continente americano a ter um centro de treinamento em cirurgia minimamente invasiva e robótica IRCAD para aperfeiçoar o trabalho de médicos cirurgiões do mundo inteiro. Em 2012, foi inaugurado o Hospital de Câncer Infantojuvenil de Barretos, um centro de tratamento completo e temático para facilitar o convívio das crianças e suas famílias com o ambiente hospitalar.
No entanto, para conseguir oferecer esse diferencial, o hospital desenvolveu uma série de projetos para poder sanar o déficit mensal de R$5 milhões. Há diversas formas de ajudar a instituição a propiciar um atendimento oncológico de excelência a milhares de brasileiros: doações pelo site, doações de notas fiscais e até projetos de incentivo fiscal para pessoas físicas e jurídicas. Se cada um fizer sua parte, estaremos todos oferecendo esperança e qualidade de vida há milhares de pacientes.
Conheça mais sobre o Hospital de Câncer de Barretos:

www.hcancerbarretos.com.br

www.facebook.com.br/hcancerbarretos
Henrique Prata: uma vida dedicada ao próximo
Por incrível que pareça, o diretor do Hospital de Câncer de Barretos, Henrique Prata, não é médico. Filho dos fundadores da instituição, Dr. Paulo Prata e Drª Scylla Prata, Henrique emancipou-se aos 15 anos e foi viver com seu avô, um dos mais ricos fazendeiros do Estado de São Paulo na época, o Sr. Antenor Duarte Villela. Nesta vivência adquiriu um know-how enorme na administração dos negócios ligado ao campo e também se tornou um homem bem sucedido.

Sua história cruzou-se com a do hospital no final dos anos 1980, quando a instituição passava por dificuldades e seu pai o convocou para ajustar as contas. Embora a ideia inicial fosse encerrar o projeto após estabilizar-se economicamente, Henrique percebeu a importância do trabalho e traçou novos planos a instituição. Na época, ele questionou o seu pai: “Se eu puser, então, todo o meu tempo, todos os meus dons a esse serviço, quantas vidas a mais não poderei salvar, mesmo sem ser médico?”


Hoje, Henrique Prata dedica-se integralmente a instituição. Ao utilizar sua vocação natural para gestão, visitou 21 países para aprender o que há de melhor na medicina oncológica e em gestão hospitalar. Seu contato com empresários, artistas e a sociedade civil gerou uma nova realidade para hospital: ao fazer a sociedade entender e conhecer a missão beneficente e os aspectos humanizadores realizados no Hospital de Câncer de Barretos, cativou milhares de doadores a ajudar a instituição que dirige.
O diretor do Hospital é, acima de tudo, um homem com uma crença inabalável. “O hospital não é alicerçado pela lógica matemática, mas pelo princípio da fé. Trata-se de uma obra que se diferencia de tantas outras, porque busca a honestidade máxima ao se fazer medicina, ao dar direito a todas as pessoas terem igualdade na hora da dor e do sofrimento.”, declara Henrique. Sua trajetória e a história do Hospital de Câncer de Barretos estão publicadas no livro escrito por ele em 2012, intitulado “Acima de Tudo o Amor” (Editora Gente).

Estrutura Hospital de Câncer de Barretos

Pavilhão Antenor Duarte Villela


Ambulatório: todo paciente que é encaminhado para o primeiro atendimento no hospital deve se dirigir ao ambulatório localizado no Pavilhão Antenor Duarte Villela. No local também encontramos o departamento de Assistência Social, Ouvidoria e consultórios médicos de diversas especialidades.

Pavilhão Os independentes

Este pavilhão abriga o Centro Cirúrgico de Pequenas Cirurgias, Hospital Dia e Departamento de Endoscopia.


Pavilhão Chitãozinho & Xororó


Neste Pavilhão está localizado o departamento de Radiologia.

Pavilhão Sérgio Reis


O Laboratório de Patologia Clínica está situado no Pavilhão Sérgio Reis. No local são realizados exames nas áreas de hematologia, bioquímica, microbiologia, sorologia, fluídos orgânicos, dosagens hormonais, imunologia e marcadores tumorais.

Pavilhão Edson e Hudson

Com 2.800 m2, o pavilhão Edson e Hudson abriga os serviços de Cabeça e Pescoço, odontologia, fisioterapia, Oncologia Clínica, Hematologia, Transplante de Medula Óssea (TMO) e Pesquisa Clínica da instituição. Este projeto faz parte do processo de departamentalização do hospital, divindindo-o assim, por especialidades oncológicas e dinamizando o processo de atendimento com uma equipe multidisciplinar.

Pavilhão Leandro & Leonardo


Os serviços de Medicina Nuclear, Fisioterapia, Odontologia e Fonoaudiologia estão localizados no Pavilhão Leandro & Leonardo.

Pavilhão Gugu Liberato]


Com 20 leitos individualizados a UTI do hospital é 100% humanizada. O paciente dispõe de uma equipe multidisciplinar, que inclui área médica, enfermagem, fisioterapia, nutrição, psicologia e assistência social.

Pavilhão José Serra


Com 8 salas totalmente equipadas para a realização de cirurgias, o Centro Cirúrgico do hospital está localizado no Pavilhão José Serra. No local são realizadas cirurgias nas áreas de cabeça e pescoço, urologia, ginecologia, tórax, neurocirurgia, aparelho digestório, partes moles, pele, mastologia, reconstrução, ortopedia e pediatria.

Pavilhão Zezé di Camargo & Luciano e Pavilhão Sandy & Junior


São 60 leitos para internação cirúrgica, onde as acomodações permitem que o paciente fique com acompanhante 24 horas, além de uma equipe multidisciplinar para acompanhar o tratamento de cada paciente.

Pavilhão Gian & Giovani


O Centro de Intercorrência Ambulatorial (CIA) está localizado no Pavilhão Gian & Giovani. O serviço é destinado para atender emergências relacionadas ao câncer.

Pavilhão João Paulo & Daniel


O laboratório de patologia do hospital está localizado no Pavilhão João Paulo & Daniel. Realiza exames de peças cirúrgicas (mama, útero, ovário, próstata, estomago, cólon, reto, pulmão, entre outros), biópsia de vários tecidos, bem como de líquidos de derrames, secreções e “imprints”.

Pavilhão Rionegro & Solimões]


O almoxarifado e gráfica do hospital estão abrigados neste pavilhão.

Pavilhão Eunice Carvalho Diniz]


Cozinha e refeitório do hospital estão localizados neste pavilhão. Diariamente são servidas 8.000 refeições na instituição.

Pavilhão Rick & Renner

A farmácia do hospital está localizada no Pavilhão Rick & Renner.

Pavilhão Alexandre Pires


O local abriga a lavanderia da instituição. Todos os dias são lavados 2.000 kg de roupa.

Pavilhão Cezar & Paulinho


Departamento de Pessoal, Serviço de Medicina do Trabalho (SESMT) e vestiários estão localizados neste pavilhão.

Instituto de Ensino e Pesquisa
Criado com o objetivo de formar profissionais da área de saúde e desenvolver pesquisas que podem ser aplicadas na prática clínica, o Instituto de Ensino e Pesquisa (IEP) conta com o Programa de Pós--Graduação e Doutorado aprovado pela CAPES com 5 linhas de pesquisa, um Núcleo de Apoio ao Pesquisador (NAP), uma Unidade de Pesquisa Clínica com os mais inovadores estudos clínicos e medicamentos disponíveis na atualidade e um Centro de Oncologia Molecular (CPOM), que beneficia o paciente através de pesquisas e do desenvolvimento de uma medicina personalizada.
IRCAD Barretos
O IRCAD (Instituto de Treinamento em Técnicas Minimamente Invasivas e Cirurgia Robótica) foi fundado em 1994 com o objetivo principal de concentrar- se na prevenção do câncer digestivo, melhorar o diagnóstico precoce da doença e implementar novas estratégicas terapêuticas. Com o sucesso de seus cursos e com o avanço da tecnologia, o projeto estendeu seus limites: em 2008, foi inaugurado o IRCAD TAIWAN, a segunda unidade do projeto na Ásia.
Devido a sua qualidade de atendimento e suas atividades na área de ensino e pesquisa, o Hospital de Câncer de Barretos realizou uma sólida parceria com o IRCAD FRANCE para poder abrigar o IRCAD BRAZIL: a terceira unidade mundial do projeto e a única no continente americano. O centro está equipado com 23 estações experimentais com 2 participantes para cada, todos conectados com sistemas de treinamentos de multimidia interativa, conectado diretamente com outros países e centro de pesquisa. Também possui um anfiteatro para 130 pessoas e duas salas com capacidade de 47 participantes. Das vagas disponíveis para cada tipo de curso, 30% delas são oferecidas gratuitamente para médicos de hospitais públicos de nosso país.
Prevenção do Hospital de Câncer de Barretos

Somente em 2013, a prevenção do Hospital de Câncer de Barretos realizou 81.965 Mamografias e 113.168 Papanicolaou, totalizando 245.382 atendimentos. Somente em Barretos, foram realizados 12.566 exames de mamografia para rastreamento na DRS de Barretos: um aumento de 28%, obtido com um grande apoio da EPTV – Ribeirão Preto e um planejamento estratégico de uma equipe dedicada.

Foram atendidas 199 cidades nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Rondônia e Bahia. As unidades móveis percorreram ao todo 78.153 km. Em termos de pesquisa, a prevenção também gera conteúdo considerável: em 2013 foram 10 artigos acadêmicos e publicações, 07 projetos submetidos e um prêmio.

Foram realizados 113.168 exames de Papanicoloau para rastreamento do câncer do colo do útero sendo que desses 39.125 exames foram realizados em mulheres da região de Barretos (DRSV) com expressivo aumento de exames da ordem de 21,5% em relação ao ano de 2012.

Cerca de 62% dos exames realizados entre pacientes da DRS de Barretos foram feitos através de método em meio líquido, sendo 100% via SUS, com possibilidade de automação (leitura guiada automatizada) na análise desses exames o que conferiu maior produtividade com incremento na agilidade para liberação dos laudos citológicos. Além disso, verificou-se ganho na qualidade dos exames coletados pelas enfermeiras do Departamento de Prevenção: apenas 0,1% do total de exames realizados foram considerados insatisfatórios.

O Departamento de Prevenção planeja até o final de 2015 a construção de mais novos pólos de prevenção no interior do país. Todos esses novos centros realizarão rastreamento organizado para o câncer de mama e colo do útero, além de rastreamento do câncer de próstata e tratamento precoce do câncer de pele.

O departamento não para de crescer. Mesmo iniciando suas atividades com uma bicicleta, hoje conta com seis carretas, um ônibus e três unidades fixas.  O sonho do Dr. Paulo Prata se concretizou e não para de expandir. 

Outras Unidades

______________________________________________________________________

Hospital São Judas Tadeu (Barretos – SP)

Focado na prática humanizadora de cuidados paliativos, o Hospital São Judas Tadeu objetiva melhorar a vida do paciente e de seus familiares. Com uma média de 750 pacientes ao mês, é um local no qual as pessoas buscam a recuperação e contam com um ambiente para viver a vida com alegria e prazer.


Os trabalhos desta unidade são desenvolvidos por equipe multiprofissional formada por médico, enfermagem,psicólogo, assistente social, fisioterapeuta, nutricionista, terapeuta ocupacional e farmacêutico. Todos em período integral e com dedicação exclusiva à instituição e aos pacientes. Além desta equipe multiprofissional, o voluntariado (AVCC - Associação Voluntária de combate ao Câncer) desenvolve um importante papel, realizando e auxiliando diversas atividades sóciorecreativas, com os pacientes e acompanhantes.
Hospital de Câncer de Jales (SP)

A Unidade III do Hospital de Câncer de Barretos foi inaugurada em junho de 2010 com a finalidade de oferecer um atendimento com maior qualidade e humanização aos pacientes da região Noroeste do Estado de São Paulo (92 municípios), parte do estado de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás e Distrito Federal.

Os pacientes dessas regiões que antes viajavam até Barretos para receber atendimento, hoje possuem um Hospital nos mesmos moldes de gestão e qualidade que a Unidade I e muito mais perto da sua cidade de origem. 

O hospital conta com os serviços e áreas de Diagnóstico por Imagem, Oncologia Clínica, Radioterapia, Ambulatório, Pequenas Cirurgias, Endoscopia, Internação, UTI, Centro Cirúrgico, Centro de Intercorrência Ambulatorial – CIA, além dos departamentos de apoio. 

Em 2013 foram 298.752 atendimentos, um aumento de 27% em comparação com o ano de 2012, quando a unidade realizou 234.866 atendimentos. Hoje, a equipe é formada por 295 colaboradores e corpo clínico com 33 médicos.

Hospital de Câncer de Porto Velho (RO)

O Estado de Rondônia sempre foi um dos grandes focos de atenção do Hospital de Câncer de Barretos. Mais de 90% dos pacientes oncológicos do estado inteiro eram encaminhados para Barretos. Agora esses pacientes não precisam mais viajar 2500 km para ter um tratamento de qualidade. O Hospital inaugurou em 2012 uma nova unidade de atendimento em Porto Velho, a capital de Rondônia. Com 1.200m2 a unidade de Porto Velho conta com serviço ambulatorial, oncologia clínica(quimioterapia) e centro cirúrgico preparado para realizar cirurgias de pequena, média e alta complexidade. No primeiro mês de atendimento cerca de 1.400 pacientes que viriam para Barretos já puderam ficar em Porto Velho. Já no segundo mês de

funcionamento cerca de 1.800 pacientes foram beneficiados.
Hospital de Câncer Infantojuvenil de Barretos (SP)
Após a consolidação do atendimento infantil, o Hospital de Câncer de Barretos identifi cou a necessidade de se criar um espaço diferenciado e exclusivo para o atendimento das crianças. Construído em um amplo terreno próximo ao Hospital, a nova unidade possui 27 leitos para pacientes, ambulatório, salas de infusão separadas por faixa etária, centro de reabilitação, centro de quimioterapia, laboratório de emergência, recepção,administração, serviços de apoio, pronto atendimento 24 horas, internação, centro cirúrgico e UTI. Além disso, o hospital conta com o apoio de outros setores como lavanderia, nutrição, radioterapia, radiologia, farmácia central, banco de sangue, laboratório, patologia, entre outros.

A filosofia do tratamento pediátrico do Hospital de Câncer de Barretos acredita na cura psicossocial, ou seja, que o cuidado médico é tão importante quanto os aspectos sociais da doença. Pensando nesse aspecto, o novo prédio tem estruturas inovadoras para facilitar, dinamizar e tornar mais agradável o convívio das crianças com o ambiente hospitalar.


Unidade de Prevenção de Fernandópolis
Atualmente a unidade de Fernandópolis tem capacidade de atender 95 municípios e realizar exames preventivos de mama e pele. O prédio esta passando por transformações para atender também pacientes de prevenção das seguintes áreas: Colo de Útero, Próstata e Boca, correspondentes à segunda etapa do projeto de expansão.
O prédio possui 3800 m2 de área construída, conta com salas para exames, consultórios, centro cirúrgico para pequenas cirurgias e biópsias, além de equipamentos como mamógrafo digital, ultrassom, mesa de estereotaxia e sala cirúrgica.
A capacidade de atendimento do centro é 50 mamografias, 40 ultrassons por dia, 25 biópsias por semana, 20 consultas de pele/dia e 15 cirurgias de pele/semana. A unidade capta mensalmente uma média de 3.700 exames de Mamografia realizados pelas Unidades Móveis (4 mamógrafos) atendendo toda a região de São José do Rio Preto e Araçatuba.

Unidade de Prevenção de Campo Grande
A Unidade de Prevenção de Campo Grande foi criada com a finalidade de oferecer diagnóstico precoce e prevenção de câncer à população do estado de Mato Grosso do Sul. Foi construída com recursos doados por um grande empresário da região, Sr. Antônio de Morais dos Santos, sendo composta por uma unidade fixa e outra móvel.

O Instituto de Prevenção Antônio Morais dos Santos dispõe de uma área de 2016 m2 construídos e oferece exames de rastreamento de câncer de mama e colo uterino. A unidade tem a capacidade inicial para realização de 100 mamografias (unidade fixa e móvel), 30 ultrassonografias de mama e 150 coletas de citologia cérvico-vaginal. A unidade também disponibiliza exames de endoscopia, colonoscopia, ultrassonografia de próstata, com biópsia guiada e exérese de lesões suspeitas de pele.

A unidade móvel tem como objetivo percorrer os bairros de Campo Grande (MS), a fim de realizar busca ativa de mulheres que se encaixem na população alvo para diagnóstico precoce de câncer. Está equipada com um mamógrafo digital, sala para coleta de citologia cérvico-vaginal e sala de pequena cirurgia. A carreta disponibilizará também rastreamento de câncer de pele e próstata.

Unidade de Prevenção de Juazeiro

O centro de prevenção de Juazeiro consiste numa unidade fixa e uma unidade móvel equipada com um mamógrafo. Sua área de abrangência compreende 9 municípios (Sento Sé, Sobradinho, Campo Alegre de Lourdes, Uauá, Remanso, Casa Nova, Pilão Arcado e Curaçá).



Somente no ano de 2013 foram realizadas 5912 mamografias na unidade móvel e 7089 na unidade fixa, totalizando 13.001 mamografias. Na unidade fixa são realizados ainda exames de ultrassonografia e biópsias de mama sendo que foram detectados 77 casos de câncer nesse período.



©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal