I – consideraçÕes gerais



Baixar 207.34 Kb.
Página1/5
Encontro26.02.2018
Tamanho207.34 Kb.
  1   2   3   4   5



Ministério da Educação

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ

Criada pela Lei nº 10.435, 24 de abril de 2002




REITORIA FASE 3

CADERNO DE ENCARGOS

Sumário


1. SERVIÇOS PRELIMINARES 6

1.1 Placa de Obra 6

1.2 Barracão de Obras 6

2 ALVENARIAS E DIVISÓRIAS 7

2.1 Alvenaria de tijolos cerâmicos furados 7

2.2 Divisória de Gesso Acartonado 8

2.3 Divisória de Granito 11

3 PLATIBANDA 11

4 REVESTIMENTOS 12

4.1 Chapisco, Emboço e Reboco 12

4.2 Azuleijos 12

5 PISOS 13

5.1 Porcelanatos 13

5.2 Blocos Intertravados 14

6 FORROS 14

7 ESQUADRIAS 14

7.1 Janelas 14

7.2 Portas 15

7.3 Portas Corta-Fogo 15

7.4 Pele de Vidro 15

8 INSTALAÇÕES DE ÁGUA FRIA 15

9 INSTALAÇÕES DE ESGOTO SANITÁRIO E ÁGUAS PLUVIAS 21

10 LOUÇAS, MATERIAIS E ACESSÓRIOS 27

11 INSTALAÇÕES DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO 28

12 INSTALAÇÕES ELÉTRICA 29

13 SERVIÇOS COMPLEMENTARES 50

13.1 Brises 50

13.2 Espelhos 51

13.3 Impermeabilização 51

14 PINTURA 51

15 LIMPEZA GERAL 52

16 ADMINISTRAÇÃO LOCAL 53

O presente caderno de encargos estabelece parâmetros necessários para complementar os projetos executivos e a planilha sintética de forma a nortear os serviços necessários para a finalização da construção do Edifício da Nova Reitoria, ou seja, execução da 3ª fase da obra, visto que a infraestrutura já foi realizada e a superestrutura se encontra com atividades em andamento.

Dessa forma, serão realizadas obras civis, de vedação, revestimentos, esquadrias, instalações hidráulicas, hidrosanitárias, elétricas e pintura seguindo determinações estabelecidas nos projetos executivos fornecidos, onde estão especificados todos os serviços e características de materiais a serem utilizados.

Em caso de dúvida quanto à interpretação dos desenhos, especificações técnicas, etc, a Fiscalização e os responsáveis técnicos dos projetos deverão ser consultados para o devido esclarecimento.

Os projetos – integrantes deste documento – deverão ser seguidos criteriosamente, sendo que, se necessário alguma mudança, deverá ser autorizada formalmente pela Fiscalização juntamente com o responsável técnico pelo projeto.

Toda e qualquer dúvida que venha a persistir relativa às especificações de serviços/materiais e/ou projetos deverá ser objeto de consulta prévia para os devidos esclarecimentos pela Fiscalização.

Toda e qualquer alteração que se faça necessária ou que seja pleiteada pela CONTRATADA deve ser previamente apresentada formalmente à Fiscalização devidamente justificada e acompanhada de estudo comparativo de custos e prazo de execução.

Deverá ser realizado e entregue à Fiscalização um projeto “as built” das instalações, caso ocorram mudanças formalizadas durante a execução da obra, conforme citado anteriormente.

Além disso, é valido registrar que toda especificação de materiais presente neste documento poderá ser substituída/alterada, desde que o material a ser utilizado em substituição seja tecnicamente equivalente ao sugerido, ou seja, o mesmo deve apresentar a mesma qualidade e tecnologia do material previamente escolhido.

Fica entendido também que os Projetos Executivos, Caderno de Especificações e Planilhas são complementares entre si, de modo que qualquer detalhe que se mencione em um documento e se omita em outro, será considerado especificado e válido.

1. SERVIÇOS PRELIMINARES

1.1Placa de Obra


Deverá ser instalada em local visível ao público placa de obra, com dimensões e textos segundo modelo fornecido pela CONTRATANTE. A placa deverá ser em chapa de aço galvanizada #26, estruturada com sarrafos de madeira. A estrutura para sustentação da placa deverá ser contraventada e fixada ao solo através de pontaletes e sarrafos de madeira bruta, tipo pinho.

1.2Barracão de Obras


Será executado um abrigo provisório para alojamento e depósito de materiais de construção e ferramentas, em tábuas de madeira, com cobertura em estrutura de madeira e telhas de fibrocimento.

Esse alojamento deverá possuir também um banheiro com instalação hidrosanitária completa para o uso de funcionários.

O abrigo provisório deverá ser executado respeitando-se em tudo as normas NR-18 - Condições e meio ambiente de trabalho na indústria da construção - 18.4 - Áreas de vivência e NBR 12284 - Áreas de vivência dos canteiros de obras

Caberá a Fiscalização a indicação da instalação do canteiro, bem como o ponto de energia e água.


2ALVENARIAS E DIVISÓRIAS


As vedações serão realizadas em alvenaria de tijolos cerâmicos furados, gesso acartonado e divisórias de granito.

2.1Alvenaria de tijolos cerâmicos furados


As paredes externas e parte das paredes internas serão construídas com tijolos cerâmicos furados, 10x20x20cm e espessura final em osso de 10,0 e 20,0 cm.

Estas alvenarias deverão ser revestidas interna e externamente com chapisco e emboço massa única, deixando a superfície preparada para aplicação posterior de pintura ou revestimento, conforme projeto arquitetônico.

As paredes de tijolos cerâmicos deverão seguir as recomendações da NBR-15270 e serem ligadas com a superestrutura através de fios cabelo, além de devidamente encunhadas com alvenaria de tijolos maciços.

Sob e sobre vãos de portas e janelas deverão ser executadas vergas e contravergas de concreto moldadas no local.




Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal