I justificativa



Baixar 1.16 Mb.
Página4/19
Encontro23.01.2018
Tamanho1.16 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   19

XV- POLÍTICA ESCOLAR

  1. Proposta Pedagógica

A Proposta Pedagógica das Escolas Municipais de Ensino Fundamental de Caieiras propõe trabalhos que objetivam propósitos didáticos e sociais, visando sempre a interação dos alunos com a realidade social juntamente com eficácia da formação acadêmica.



_______________________________________________________________

A nível profissional as unidades escolares possuem diretores, coordenadores, professores de Educação Física, professores de apoio e estagiários envolvidos nesta proposta.

Visando uma educação de qualidade, a equipe técnica das Escolas municipais de Ensino municipal desenvolve junto aos coordenadores, professores e alunos, o Projeto Formador Leitor e Escritor, que é o alicerce de toda proposta da rede, com o objetivo de melhorar a capacidade leitora e escritora do corpo docente e discente.

Uma educação de qualidade se faz através de interatividade: objetivo este que buscamos incorporar em nossa prática diária, pois, somente assim, poderemos criar um diálogo claro entre todos os envolvidos no processo educacional-alunosxprofessoresxcomunidade.

Para as crianças que iniciam o período correspondentes classes dos 1º aos 5º anos, corresponde aos Ciclos I e II, as Escolas Municipais do Ensino Fundamental (EMEF’s) oferecem novos aspectos em relação a organização e dominar os procedimentos necessários para aprender os novos conteúdos, torna-se um desafio real e motivador. Isso faz com que os alunos estejam extremamente compenetrados e com muita vontade para aprender.

Nessa idade, a aprendizagem, o ambiente escolar e o relacionamento com os conteúdos revestem-se de especiais relevâncias. A rotina de trabalho apresenta uma definição mais precisas dos compromissos e atividades, com horários mais fixo, organização do tempo escolar e o currículo de cada série trazem maiores responsabilidades aos alunos.

Saber utilizar os cadernos responsabilizar-se pelos materiais que devem ser levados para a escola ou para casa, usar adequadamente objetos emprestados do colega e da própria escola ou cuidar dos espaços coletivos são procedimentos que as crianças aprendem nesse segmento, pois são considerados conteúdos a serem ensinados.

_______________________________________________________________

No Ciclo II, referente aos 4º e 5º anos, o pensamento das crianças passa por uma mudança qualitativa que amplia suas possibilidades de análise e reflexão, permitindo que a postura de estudante, que vem sendo desenvolvida desde que entram na escola, possa ser administrada com mais autonomia e organização. As crianças conduzem suas atitudes frente aos compromissos escolares, como agendar, fazer anotações de aula, cumprir prazos, realizar estudos pontuais, cuidar com mais autonomia dos materiais, expor, ouvir e considerar diferentes pontos de vista.

A lição de casa, uma das atividades proposta, pretende contribuir para a formação de estudantes comprometidos com suas tarefas e preocupados com a qualidade de suas produções. É, o espaço de intersecção entre a escola e a casa, uma vez que ao ingressar no Ensino Fundamental a criança ainda não consegue organizar-se com autonomia para responder a esse desafio e, por esse motivo, a participação da família é muito importante. A criança necessita de ajuda para organizar o espaço em que vai trabalhar, para aprender a guardar seu material, para aprender a eleger o que fará primeiro, se houver mais de uma tarefa, e para gerenciar o tempo diário que destina à lição. Sentir-se apoiada pela família e pelo professor, nessa etapa escolar, irá contribuir para sua postura de estudante nos anos subsequentes.


  1. Conteúdo do Ano Letivo

História e Geografia





1º ano

2º ano

3º ano

4º ano

5º ano

trimestre



Identificação do “Eu”

A vida de criança:

*Brincadeira

*Família

*Costumes

*Ocupação do trabalho (pessoas da família)


Cidade de Caieiras

*História de formação do município: bairros, comércio e indústria.



São Paulo:

*História da fundação.

*Chegada dos Bandeirantes.

*Fundação do Pátio do Colégio.

Jesuítas.


Brasil Colônia

2º trimestre



Eu e minha família

A vida da criança:

*Escola


*Comunidade escolar

Cidade de Caieiras

* Espaço geográfico: clima, fauna, flora, rios, relevo, mapa, população (índices/ IBGE).



São Paulo:

*Imigração (causas e conseqüências).



Brasil Império

trimestre



Eu e minha escola

O Bairro:

*Ruas


*Unidades públicas

*Lazer


*Indústrias

*Comércio

(espaço geográfico)


Cidade de Caieiras:

*Comparação com municípios vizinhos;

*História da emancipação até tempos atuais (geografia política)


A grande metrópole: principais bairros, localização, relevo e hidrografia.

Brasil República


Ensino Religioso





1º ano

2º ano

3º ano

4º ano

5º ano

1ª semestre
e

2ª semestre



Normas e regras

O convívio escolar
Respeito mútuo

Solidariedade
Participação social

Ética e justiça

Pluralidade cultural
Igualdade de direitos

Ciências




1º ano

2º ano

3º ano

4º ano

5º ano

1º trimestre



Animais
“Bichos de Jardim”

O ar

Uma semente, uma planta

Como saber de onde vem o vento?

Sistema digestório, respiratório e circulatório

2ª trimestre



Plantas
“A horta da escola”

Os animais

Classificação dos seres vivos:

*Alimentação

*Sustentação

*Locomoção


Diferentes ecossistemas: florestas, campos, montanhas, geleiras, mar, rios e desertos.

Estudo de fusos horários

Sistema reprodutor
Gravidez
DST

3ª trimestre



A água

Preservação da saúde:

*Asseio Corporal



Degradação ambiental: poluição da água, do solo, e do ar.

Cadeia alimentar

Tratamento de água e destino do lixo
Dengue


Artes




1º ano

2º ano

3º ano

4º ano

5º ano

trimestre

Retrato e Auto Retrato

Ilustração

Colagem

Gravura

Fotografia

2ª trimestre

Ivan Cruz

Tarsila do Amaral

Pablo Picasso

Miró

Leonardo da Vinci

3ª trimestre

Arte rupestre

Modernismo

Arte Grega

Surrealismo

Cubismo





LÍNGUA PORTUGUESA

O quadro abaixo sintetiza a organização dos gêneros focalizados em cada uma das esferas de circulação privilegiadas:






Modalidade escrita/ oral / leitura

Esfera de Circulação

Gêneros selecionados em cada ano do Ciclo I e II em seqüências didáticas











Cotidiana

Bilhete / recado

Receita

Regras de jogos

Carta, e-mail,

relato de experiências vividas



Roteiro e mapa de localização / descrição de itinerário

Escolar

Diagrama explicação

Verbete de curiosidades/ explicação

Verbete de enciclopédia infantil / explicação

Verbete de enciclopédia infantil / exposição oral

Artigo de divulgação científica para criança / exposição oral

Jornalística

Legenda / comentário de notícia

Manchete/ noticia

Noticia

Comentário de notícias



Notícia / relato de acontecimento do cotidiano

Artigo de opinião

Literária (prosa)

Conto de repetição

Conto tradicional

Fábulas
Contos Populares

Lenda e Mito

Narrativa de Enigma
Crônica

Literária (verso)

Parlenda / regras de jogos e brincadeiras

Cantiga / regras de cirandas e brincadeiras cantadas
Poema para crianças

Poema para crianças

Poema narrativo

Poema

Matemática


Primeiro Ano


N

Ú

M

E

R

O

  • Reconhecer a utilização de números no seu contexto diário.

  • Formular hipóteses sobre escritas numéricas relativas a números familiares, como a idade, o número da casa etc.

  • Identificar escritas numéricas relativas a números freqüentes, como os dias do mês, o ano etc.

  • Formular hipóteses sobre a leitura e escrita de números freqüentes no seu contexto doméstico.

  • Realizar a contagem de objetos (em coleções móveis ou fixas) pelo uso da seqüência numérica (oral).

  • Fazer contagens orais em escala ascendente (do menor para o maior) e descendente (do maior para o menor), contando de um em um.

  • Construir procedimentos como formar pares e agrupar, para facilitar a contagem e a comparação entre duas coleções.

  • Construir procedimentos para comparar a quantidade de objetos de duas coleções, identificando a que tem mais, a que tem menos, ou se têm a mesma quantidade.

  • Produzir escritas numéricas de números familiares e freqüentes pela identificação de regularidades.


O

P

E

R

A

Ç

Õ

E

S


  • Indicar o número que será obtido se duas coleções de objetos forem reunidas (situações-problema de “compor/juntar”).

  • Indicar o número que será obtido se forem acrescentados objetos a uma coleção dada.

  • Indicar o número que será obtido se forem retirados objetos de uma coleção dada.

  • Indicar o número de objetos que é preciso acrescentar a uma coleção, para que ela tenha tantos elementos quantos os de outra coleção dada (situações-problema de “transformar/acrescentar”).

  • Compor uma coleção com duas ou três vezes mais objetos que outra coleção dada

  • Organizar os objetos de uma coleção em partes com o mesmo número de objetos em situações em que isso for possível.

E

SP

A

Ç

O
E
F

O

R

M

A

  • Identificar pontos de referência para indicar sua localização na sala de aula.

  • Indicar oralmente a posição onde se encontra no espaço escolar e representá-la por meio de desenhos.

  • Indicar oralmente o caminho para se movimentar no espaço escolar e chegar a um determinado local da escola e representar a trajetória, por meio de desenhos.

  • Fazer a leitura de croquis simples que indiquem a posição de um objeto ou pessoa.

  • Fazer a leitura de croquis simples que indiquem a movimentação de um objeto ou pessoa.

  • Identificar semelhanças e diferenças entre as formas dos objetos de seu cotidiano

  • Identificar nos objetos de seu cotidiano superfícies planas e arredondadas.

  • Representar objetos do seu cotidiano, por meio de desenhos.

  • Montar e desmontar embalagens e identificar as peças que deve utilizar para remontá-las.

G

R

A

N

DE

Z

A

S
E
MED

I

D

AS

  • Identificar dias da semana, explorando o calendário.

  • Identificar os meses do ano, explorando o calendário.

  • Antecipar, recordar e descrever oralmente seqüências de acontecimentos referentes ao período de um dia.

  • Construir estratégias para medir comprimentos, massas e capacidades de vasilhames, sem uso de unidades de medidas convencionais

  • Realizar estimativas que envolvam medidas (por exemplo: quantos passos é preciso dar para chegar a um determinado local, quantos copos de água são necessários para encher um recipiente).


TRATAMEN

TO
DA
I

N

F.


  • Preencher fichas de identificação com dados numéricos pessoais, como idade, altura, número de irmãos, peso etc

  • Criar registros pessoais (como desenhos, códigos) para comunicação das informações coletadas ou obtidas (resultados de um jogo, aniversários dos amigos, comunicação de hora e local de uma reunião etc).

  • Registrar em tabelas simples suas observações (sobre condições do tempo, eventos da semana, por exemplo).





Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   19


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal