IdentificaçÃo do projeto



Baixar 0.65 Mb.
Página1/9
Encontro05.12.2017
Tamanho0.65 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9





MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA

INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ

CÂMPUS CURITIBA

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO TÉCNICO EM

PROCESSOS FOTOGRÁFICOS INTEGRADO AO NÍVEL MÉDIO

Autorizado pela Resolução 46/10 do Conselho Superior - IFPR



CURITIBA

2013
INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ
Reitor

Irineu Mário Colombo


Pró-reitor de Ensino

Ezequiel Westphal


Diretor de Ensino Médio e Técnico

Evandro Cherubin Rolim


Coordenadora de Ensino Médio e Técnico

Gabriel Carneiro Leão


Diretor Geral do Campus

Luiz Gonzaga Alves De Araújo
Diretor de Ensino

Adriano Willian da Silva
Coordenação de Ensino

Caterine Pereira Moraz


Coordenação do Curso

Juciane Branco

Isis Moura Tavares

CURITIBA

2013


SUMÁRIO



1.IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO 4

2.CARACTERÍSTICAS DO CURSO 5

3.ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO 5

Documentos Anexos: 75

Referências: 78



  1. IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO





PROCESSO NÚMERO:







NOME DO CURSO: Técnico em Processos Fotográficos




EIXO TECNOLÓGICO: Cultura e Design




COORDENAÇÃO

Coordenador: Juciane Branco

E-mail: juciane.branco@ifpr.edu.br

Vice-Coordenador: Isis Moura Tavares

E-mail: isis.tavares@ifpr.edu.br





LOCAL DE REALIZAÇÃO/CÂMPUS (endereço):

Avenida Senador Salgado Filho, 1474. Guabirotuba. Curitiba. Paraná.

Campus Curitiba



TEL: 41 3535-1428

HOME-PAGE: http://curitiba.ifpr.edu.br/

E-mail: direção.ensino.curitiba@ifpr.edu.br



RESOLUÇÃO DE CRIAÇÃO: Resolução 76/10 do Conselho Superior do IFPR










APROVAÇÃO DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO ( )

AJUSTE CURRICULAR DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO ( )

COMISSÃO RESPONSÁVEL PELA ELABORAÇÃO DO PPC OU AJUSTE CURRICULAR:


  1. CARACTERÍSTICAS DO CURSO



Nível: Educação Profissional Técnica de Nível Médio

Modalidade: Integrado

Forma de Oferta: Presencial

Tempo de duração do curso: 3 anos

Turno de oferta: Matutino

Horário de oferta do curso: indicar o horário de início e término das aulas em todos os turnos.

Carga horária Total: 3391 horas

Carga horária de estágio: não há estágio

Número máximo de vagas do curso: 30

Número mínimo de vagas do curso: 15

Ano de criação do curso:2010

Requisitos de acesso ao Curso: O acesso ao curso Técnico em Processos Fotográficos Integrado ao Ensino Médio será realizado através de processo seletivo regulamentado pela Pró-Reitoria de Ensino, Pesquisa e Pós-Graduação da Instituição em parceria com o campus. É necessário que o futuro aluno tenha terminado o Ensino Fundamental para que possa se matricular no Curso Técnico de Informática Integrado ao Ensino Médio.

Tipo de Matrícula: Serial.

Regime Escolar: Seriado.

Instituição Parceira: não há.


  1. ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO




    1. Justificativa da oferta do Curso

A fotografia é um importante meio de comunicação, expressão e identidade. A proposição desse curso visa atender as necessidades do mercado de produção de imagens contemporâneas que, diante da sofisticação tecnológica e da crescente disponibilidade dos equipamentos, vem requerendo profissionais cada vez mais competentes para a produção, captação e tratamento das mesmas.

Tais profissionais devem ter amplo domínio dos processos de trabalho, com capacidade de propor soluções criativas para os mais variados problemas decorrentes da diversidade de situações, das atividades existentes e das constantes inovações tecnológicas que ocorrem neste setor. Considera-se que, além da técnica aplicada, a fotografia traz o histórico de um instante que não poderá ser reproduzido novamente, registrando a época, os costumes e as tradições eternizadas no momento fotográfico. A imagem eterniza uma ficção e não uma realidade.

Portanto, a fotografia, de fato, não representa apenas o resultado de um simples “clique”. O fotógrafo exercita um trabalho intelectual, pois raciocina, sente e produz por meio do seu intelecto criativo, padrão cultural, técnica e experiência de vida.

A este conceito, atualmente, associa-se a tecnologia digital que pode criar e recriar situações pode acrescentar ou suprimir informações. O fato de a fotografia ser uma analogia do real não é suficiente para lhe conferir uma credibilidade imediata e absoluta, caso contrário, estaríamos lhe atribuindo um valor falso e ilusório. A boa fotografia é o resultado de árduo projeto pautado nos princípios da ética e não de um mero acidente fotográfico. Por conseguinte, a formação do fotógrafo deve ser pensada também na perspectiva de um construtor de projetos.

Hoje, os cursos de nível básico atendem a diferentes demandas, sendo muito procurados, tanto por aqueles que utilizam a fotografia como hobby, quanto por aqueles que pretendem se profissionalizar.

Na área educacional verifica-se, atualmente, a existência de cursos de qualificação profissional, de nível básico e superior, constatando-se uma lacuna em relação ao nível de formação técnica na área. Reafirma-se, portanto, a necessidade da oferta de cursos de nível técnico que privilegiem um perfil de conclusão profissional, contemplando tanto as competências gerais da área de Comunicação, quanto às competências específicas da habilitação profissional, que devem ser desenvolvidas em itinerários formativos flexíveis, atendendo às diversas possibilidades de atuação na área.

Assim, este curso está focado num perfil profissional voltado às exigências do setor produtivo, da clientela e da sociedade, prevendo situações que levem o participante a aprender a aprender, a mobilizar, articular e colocar em ação, com pertinência, conhecimentos, habilidades e valores em níveis crescentes de complexidade. É com base nesses pilares que o campus Curitiba do IFPR, propõe a oferta de curso na modalidade técnica de nível médio.





  1   2   3   4   5   6   7   8   9


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal