IdentificaçÃo do projeto



Baixar 0.65 Mb.
Página2/9
Encontro05.12.2017
Tamanho0.65 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9

3.1.Objetivos do Curso

O Curso técnico em Processos Fotográficos visa capacitar o aluno para trabalhar no planejamento, produção e gerenciamento da fotografia a partir das novas tecnologias e da especificidade da sua linguagem;



  • Estimular a percepção visual a partir do entendimento da linguagem fotográfica e seus usos mercadológicos;

  • Produzir imagens utilizando câmeras fotográficas digitais reflex, equipamentos de iluminação e softwares de tratamento de imagem, mobilizando os princípios éticos, legais e ambientais;

  • Analisar e caracterizar as linguagens usadas nas diversas épocas do fotojornalismo e da fotografia social, para desenvolver repertório com intuito de elaborar e produzir trabalhos fotográficos que expressem conhecimento do processo criativo, de linguagem fotográfica e da expressão visual crítica;

  • Produzir e tratar imagens de natureza e paisagem, mobilizando conhecimentos sobre iluminação natural e artificial, lentes e acessórios apropriados para o assunto específico;

  • Proporcionar ao aluno a iniciação da linguagem fotográfica bem como suas diversas aplicabilidades no âmbito profissional e científico;

  • Estimular a percepção visual a partir do entendimento da linguagem fotográfica e seus usos mercadológicos.



3.2.Perfil profissional de Conclusão




Ao final do curso, o formando deverá ser capaz de:


- Exercer atividades de serviços de secretaria; tais como: recepção, registro de compromissos, informações e atendimento telefônico e pessoal a clientes internos e externos;

- Ter uma parceria com a chefia, de modo que possa substituí-lo em alguma eventualidade, dentro de parâmetros pré-definidos com a chefia;

- Conhecer e reconhecer a estrutura organizacional da empresa, e seu planejamento estratégico, e ter capacidade de liderança para as devidas atuações;

- Atuar como agente facilitador das comunicações empresariais;

- Ter capacidade para planejar, implantar e gerir serviços relacionados à gestão de documentos e arquivística;

- Digitar correspondência ou documentos de rotina, inclusive em idioma estrangeiro.



3.3.Avaliação da aprendizagem

A avaliação da aprendizagem nas disciplinas do curso técnico em Processos Fotográficos será realizada de forma contínua, cumulativa e sistemática, com base na Portaria 120/2009 do IFPR e na Resolução 54/2011 do Consup. Dessa forma, a avaliação assume as funções diagnóstica, formativa e integradora, tendo como princípio fundamental o desenvolvimento da consciência crítica e constituindo instrumento colaborador na verificação da aprendizagem, com o predomínio dos aspectos qualitativos sobre os quantitativos.

Em termos quantitativos, a avaliação do desempenho escolar é feita por disciplinas e bimestres, considerando-se os aspectos de assiduidade e aproveitamento, ambos eliminatórios. A assiduidade diz respeito à frequência às aulas teóricas, aos trabalhos escolares, aos exercícios de aplicação e atividades práticas, que não deve ser inferior a 75% das aulas dadas. O aproveitamento escolar é avaliado através de acompanhamento contínuo do estudante e dos resultados por ele obtidos nas atividades avaliativas, que são traduzidos em conceitos que variam da A a D, sendo que os conceitos A, B e C indicam aproveitamento satisfatório e o conceito D, aproveitamento insuficiente no componente curricular. A recuperação dos conteúdos e conceitos será realizada de forma concomitante, isto é, ao longo do período letivo, não havendo limites de componentes avaliativos.

Em suma, o conceito mínimo para aprovação na disciplina é C e a frequência mínima é de 75% sobre o total das aulas dadas.



3.4. Critérios de aproveitamento de estudos anteriores e procedimentos de avaliação de competências anteriormente desenvolvidas:



Aproveitamento de Estudos Anteriores

O aproveitamento de estudos anteriores compreende a possibilidade de aproveitamento de disciplinas cursadas em outro curso de educação profissional técnica de nível médio.

O pedido de aproveitamento de estudos deverá ser avaliado por Comissão de análise composta de professores da área de conhecimento, seguindo os critérios:

- Correspondência entre as ementas, os programas e a carga horária cursados na outra instituição e as do curso do IFPR. A carga horária cursada não deverá ser inferior a 75% daquela indicada na disciplina do curso do IFPR;

- Além da correspondência entre as disciplinas o processo de aproveitamento de estudos poderá envolver avaliação teórico e/ou prática acerca do conhecimento a ser aproveitado
Certificação de Conhecimentos Anteriores

De acordo com a LDB 9394/96 e a Resolução CNE/CEB Nº 04/99, o conhecimento adquirido na educação profissional e tecnológica, inclusive no trabalho, poderá ser objeto de avaliação, reconhecimento e certificação para prosseguimento ou conclusão de estudos. Entende-se por certificação de conhecimentos anteriores a dispensa de frequência em Componente Curricular do curso do IFPR em que o estudante comprove excepcional domínio de conhecimento através da aprovação em avaliação realizada sob a responsabilidade de Comissão composta por professores da área de conhecimento correspondente.

O estudante poderá solicitar certificação de conhecimentos adquiridos através de experiências previamente vivenciadas, inclusive fora do ambiente escolar com o fim de alcançar a dispensa de alguma(s) disciplina(s) integrantes da matriz curricular do curso, de acordo com o Artigo 11 da Resolução 04/99 do CNE. Os procedimentos adotados para certificação de conhecimentos, além de avaliação teórica ou teórico-prática, poderá incluir entrevista e análise do histórico escolar.

3.5.Instalações e equipamentos, recursos tecnológicos e biblioteca

As Instalações, Equipamentos e Biblioteca da Unidade Sede se configuram da seguinte forma:

Biblioteca com acervo específico e atualizado;

Laboratório de informática;

Laboratório de Processos Fotográficos



1   2   3   4   5   6   7   8   9


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal