Justificativa



Baixar 76.8 Kb.
Encontro26.02.2018
Tamanho76.8 Kb.

BIBLIOTECA ESTAÇÃO LEITURA
Justificativa 
O projeto Estação Leitura surgiu do entendimento da necessidade de democratizar o acesso ao livro e a leitura e do desejo de levar o livro ao grande público, por isso, a proposta desse projeto foi colocar em funcionamento uma biblioteca popular em um espaço de transporte público, no coração nevrálgico da cidade do Rio de Janeiro, na estação Central do metrô, na Central do Brasil.

A implantação e o desenvolvimento de todo o trabalho foi possível através da aprovação do projeto na lei do ISS do Rio de Janeiro e da conquista do patrocínio do MetrôRio. A Biblioteca Estação Leitura Metrô Central dispõe de catálogo digital de todo o acervo, além dos livros de consulta por título, autor e assunto/gênero. A Biblioteca oferece um serviço gratuito de empréstimo de livros na estação do Metrô. Com um acervo de 4 mil livros, tem o funcionamento de segunda a sexta, das 11h às 20h, e realiza cadastro dos interessados com a apresentação de documento de identidade e CPF (original e cópia), uma foto 3x4, comprovante de residência (original e cópia). Menores de 18 anos devem estar acompanhados dos pais. Além de proporcionar um funcionamento de qualidade, o projeto realiza eventos literários associados a diferentes linguagens artísticas com ações culturais pontuais que promovem o espaço, o gosto pela leitura e, anualmente, aquisição, sob demanda, de 400 novos livros para o acervo e renovação do catálogo com os títulos de grande circulação.

Este projeto também está em perfeita sintonia com uma das melhores iniciativas do Governo Federal, que é o Plano Nacional do Livro e Leitura, que conjugam os esforços de técnicos dos Ministérios da Educação e da Cultura, do IBGE e da UNESCO.

Tais iniciativas emanam da Lei N° 10.753, de 30 de outubro de 2003, que estabelece a Política Nacional do Livro, com as seguintes diretrizes gerais:

I - assegurar ao cidadão o pleno exercício do direito de acesso e uso do livro;

II - o livro é o meio principal e insubstituível da difusão da cultura e transmissão do conhecimento, do fomento à pesquisa social e científica, da conservação do patrimônio nacional, da transformação e aperfeiçoamento social e da melhoria da qualidade de vida;

III - fomentar e apoiar a produção, a edição, a difusão, a distribuição e a comercialização do livro;

IV - estimular a produção intelectual dos escritores e autores brasileiros, tanto de obras científicas como culturais;

V - promover e incentivar o hábito da leitura;

VI - propiciar os meios para fazer do Brasil um grande centro editorial;

VII - competir no mercado internacional de livros, ampliando a exportação de livros nacionais;

VIII - apoiar a livre circulação do livro no país;

IX - capacitar a população para o uso do livro como fator fundamental para seu progresso econômico, político e social, e promover a justa distribuição do saber e da renda;

Desta forma, o projeto Estação Leitura contribui para o acesso democrático ao livro e a leitura, pois está implantado em local de acesso diário ao transporte público pelos usuários do Metrô e, consequentemente, para a melhoria dos índices de leitura na cidade do Rio de Janeiro, pois leva o seu acervo a todo o tipo de público, atendendo a novos e futuros leitores diariamente, disponibilizando livros de diversos gêneros gratuitamente de forma prática e fácil, principalmente para as pessoas que não tem condições financeiras para comprá-los. Além disso, oferece oportunidades de trabalho e renda para estudantes da área de Biblioteconomia e de produção cultural, onde atuam como monitores, agentes de Leitura, produtores culturais na promoção e gestão do espaço, supervisionados por um bibliotecário e produtores orientadores.


Objetivos 

A biblioteca popular Estação Leitura tem como objetivo difundir a cultura e incentivar à leitura ao implantar um espaço público de leitura, facilitando o acesso gratuito dos usuários ao acervo de 4 mil livros de diversos gêneros – literatura brasileira, literatura estrangeira, desenvolvimento pessoal, filosofia, espiritualidade, ciências sociais, linguística, artes, história e literatura infantil e juvenil.

A biblioteca está instalada em local de transporte público, na principal e mais movimentada estação do metrô do Rio de Janeiro, facilitando o acesso dos usuários aos livros e aos eventos de incentivo à leitura. O acervo atende a todo o tipo de público passante, com perfil irrestrito: pessoas pertencentes às classes B, C e D, de todas as idades: (9 a 14 anos), adolescentes (15 a 19 anos), jovens (20 a 29 anos), adultos (30 a 59 anos) e ou idosos (60 e + anos), residentes no município da Cidade do Rio de Janeiro. As estações do MetrôRio também têm estrutura adaptada par receber usuários com deficiência com pessoal de apoio capacitado.

Objetivos específicos:



  • Oferecer aos usuários do metrô empréstimo gratuito de acervo literário de qualidade e diversidade editorial;

  • Estimular o hábito da leitura ao mais diversificado público/população da do Rio de Janeiro e cidades vizinhas;

  • Promover eventos literários para o público infanto-juvenil e adulto;

  • Disseminar a literatura brasileira dentro do ambiente de transporte público de massa;

  • Divulgar novos talentos da literatura brasileira através de lançamentos literários e possibilitar a vivência literária por meio da interação dos saberes;

  • Desenvolver o gosto e o hábito da leitura visando uma ação sustentável.

  • Ampliar o Universo Literário.

Metodologia 

A biblioteca Estação Leitura conta com uma equipe qualificada e preparada para oferecer os serviços a qualquer tipo de público interessado em leitura. São 7 pessoas que atuam diretamente no projeto – 1 Bibliotecária, 2 Estagiários de biblioteconomia, 1 Produtor cultural, 1 Administrativo, 1 Coordenador, 1 Produtor executivo.

A biblioteca iniciou suas atividades de preparação do espaço e do acervo em novembro de 2013. No dia 24 de Janeiro de 2014 iniciou o atendimento ao público através do cadastramento e empréstimo de livros com cerca de 1500 livros catalogados. Ao longo dos demais meses foram catalogados mais 1500 títulos, que estão em constante analise dos exemplares. Importante também salientar que a biblioteca adquire livros novos e lançamentos, sob a forma de demanda dos usuários e repondo títulos desgastados devido a uso contínuo e grande circulação. Portanto, o controle de circulação, guarda e a curadoria do acervo, que leva em conta a demanda do público e a apresentação de novidades, é um primeiro procedimento adotado em relação à metodologia aplicada nesse projeto.

Um segundo aspecto posto em prática, desde a abertura da biblioteca, se refere ao atendimento ao público. Recebemos um público diversificado com diferentes formações e experiências com a leitura e gostos por assuntos variados. Alguns gostam mais de conversar, comentar sobre os livros ou mesmo pedir informação para uma leitura, outros são atraídos pelas vitrines, mas não sabem o que ler, por isso, a equipe está sempre atualizada sobre o acervo com o propósito de multiplicar as informações sobre os livros e melhor atender e agradar ao usuário. A mediação é realizada pela bibliotecária e por estudantes de biblioteconomia, que, muitas vezes, auxiliam ao público a descobrir sua área de interesse. A equipe está sempre atenta para suprir as necessidades daqueles que vem em busca de uma leitura, seja por prazer ou por interesses específicos, como livros sobre saúde ou auto-ajuda.

Um diferencial das ações de atendimento é a utilização da Fan Page da biblioteca no Facebook para manter a comunicação com os usuários disponibilizando o catálogo de acervo online e fazer renovações.

A eficiência, o comprometimento com a missão sociocultural da biblioteca e a agilidade no atendimento - na realização do cadastro do usuário e na busca e localização do livro, são diferenciais que garantem o sucesso da biblioteca e o alcance dos objetivos comprovados pela fidelização, pelo cumprimento dos prazos de devolução dos livros e pela freqüência em que os leitores utilizam o serviço. Além de oferecer cultura gratuita, também contribuímos com a referência a importantes datas comemorativas nacionais e internacionais.

Outra estratégia para estimular o interesse e a curiosidade pelos livros é a organização das seis vitrines no entorno da estrutura da biblioteca. Assim como a vitrine de uma livraria, a vitrine da biblioteca Estação Leitura exibe o que há de mais interessante no acervo de diferentes segmentos. As vitrines são constantemente montadas de forma a atrair o público para interesses diversos, mas sempre com o espaço para a literatura brasileira de grandes autores clássicos e contemporâneos, assim como os clássicos da literatura estrangeira.

A realização de eventos literários aliados às diversas linguagens artísticas e culturais também foi planejado e acontecem de forma contínua com ampla participação do público. A abertura da biblioteca foi comemorada com apresentações de artistas e sessão de autógrafos do ilustre imortal da ABL, o autor Antônio Torres. Na ocasião, a biblioteca distribuiu gratuitamente cem exemplares do livro Essa Terra, do autor convidado, aos leitores e ao público em geral, que parou para participar do evento em plena estação do metrô. Esse foi o primeiro de uma série de eventos de autógrafos com talk show que passou a se chamar Encontro com Territórios. Além dos lançamentos literários e talk shows com autores, foram realizadas oficinas de arte-educação com crianças e jovens de projetos sociais e instituições públicas de educação (Solar Meninos de Luz, Cras Yara Amaral, Cras-Acarí e o Centro de Ópera Popular de Acarí) sobre temas de obras expostas na Galeria de Arte e Literatura instalada pelo projeto ao lado da biblioteca, como estratégia de estimulo à leitura. A realização da exposição “Vidas Secas”, de Graciliano Ramos, com fotografias de Evandro Teixeira, proporcionou o alcance do objetivo proposto: levou a literatura brasileira ao topo do interesse dos nossos usuários, Graciliano Ramos foi o autor mais lido nesses nove meses de trabalho, conforme relatório abaixo.



O carrinho Troca-Troca de Livros acontece duas vezes ao mês em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro. A ação é realizada ao lado da Biblioteca Estação Leitura- Metrô Central do Brasil. Para fazer a troca é necessário que o leitor apresente livros em bom estado de conservação e que sejam de uma mesma categoria, para trocá-los por outros de sua preferência, disponível no carrinho de Troca- Troca.

Avaliação 

Assim, através da disponibilização gratuita de acervo literário de qualidade para o público jovem e adulto de várias classes sociais e da realização de eventos culturais, conseguimos promover a leitura junto ao público alvo.



A biblioteca estação leitura já conquistou 2120 leitores em nove meses de operação. Realizamos 7852 empréstimos desde a sua abertura, em janeiro de 2014, e 2194 renovações. Mensalmente, a biblioteca empresta mais de 500 livros e realiza uma média de 200 renovações neste período. A constância no número de empréstimos demonstra a consolidação do público leitor da biblioteca. A seguir, os relatórios do programa de acervo:

  1. OS 20 títulos mais lidos – entre fevereiro e outubro de 2014

FIM

62

A Menina que roubava livros

59

Vidas Secas

51

Diários do Vampiro

48

1808

44

Querido Diário Otário

42

Inferno

37

Cidades de papel

34

A culpa é das estrelas

32

Cem anos de solidão

32

Cinqüenta tons de Cinza

32

O Código secreto para o sucesso

28

Eles continuam entre nós

26

A Divina Comédia

25

Diários do Vampiro

25

Receitas Dukan

25

Ensaio sobre a cegueira

24

Eu sou Malala

24

Cinquenta tons de liberdade

23

De Repente

22




  1. Os 20 autores mais lidos – entre fevereiro e outubro de 2014

RAMOS, Graciliano

104

ROBERTS, Nora

101

SHAKESPEARE, William

89

BROWN, Dan

88

SABINO, Fernando

86

LUFT, Lya

84

GREEN, John

70

KINSELLA, Sophie

70

GASPARETTO, Zibia

67

TAHAN, Malba

66

DELINSKY, Barbara

63

LISPECTOR, Clarice

62

FREIRE, Paulo

61

ROWLING, J. K

61

TORRES,Fernanda

61

ASSIS, Machado de

60

CABOT, Meg

57

ZUSAK, Markus

57

VIANCO, André

55

GOMES, Laurentino

54




  1. Perfil dos usuários que mais leram – entre fevereiro e outubro de 2014


Nome

Quantidade

Profissão

Matricula

Idade

Jacqueline Souza Pinto Matos

43

Operadora de Caixa

284

37

Elisabeth Gonçalves de Azevedo

36

Auxiliar de Escritório

322

52

Rafaela Braga

33

Operadora de Caixa

222

33

Thiali Curzio Chaves Albanese

30

Analista de Sistema

205

25

Diogo Soares da Silva

28

Assistente Administrativo

461

28

Katerine Gonçalves Moraes

23

Enfermeira

911

28

Valdinei Santos Santana

23

Operador de Telemarketing

361

37

Alcina Figueiredo

22

Aposentada

547

81

Célia Silva Santos

22

Vendedora

372

50

Daciana Magalhaes de Paiva Campos

22

Engenheira

291

50

Marcos Paulo Ramos Nogueira

22

Estudante

1058

16

Fernanda Rocha da Silva

21

Psicóloga

967

33

A Biblioteca vem cumprindo de forma excepcional o seu papel sociocultural de difusor da cultura através de literatura na cidade do Rio de Janeiro, bem como de um projeto de incentivo a leitura e, através das palavras de usuários da biblioteca, é possível perceber a importância que o serviço tem para esse público:


Eu acho de uma relevância muito grande, tanto que eu fiz uma cartinha para o Metrô pedindo a volta da biblioteca! E fui bem atendida, obtive resposta e aí está a biblioteca! [...] Eu adoro viajar sem mala! com a leitura, você viaja sem mala! Eu ontem mesmo estava na França, lendo esse livro que tá (sic) aqui na minha bolsa! É verdade, é sério! Você viaja sem mala! [...] A leitura orienta muito, eu aprendo muito, é uma faculdade! Eu aprendo demais! Outro dia eu aprendi um sinônimo de pessoa de idade, que se refere a mim quando eu tiver meus oitenta [anos], MACRÓBIA; e ninguém sabe dizer o que é; você sabe o que é macróbia? Eu aprendi, lendo!”

Rosa Maria Nunes de Santana
Eu venho quase toda a semana então pra mim é muito bom, eu pego livros pra mim, pego livros pros meus três filhos, livro infantil, pra minha filha que está quase na adolescência, pra mim e pro meu marido de aventura, então pra mim está sendo muito útil porque eu pego toda semana livro aqui, é maravilhoso ter disponível um lugar que a gente possa ler, pegar emprestado e devolver, e renovar, assim, quando eu não consigo ler toda semana, eu pego e renovo ele de novo, isso pra mim é muito bom e pros meus filhos também (...) A gente faz leituras junto. Cada um tem o seu livro lá em casa, é maravilhoso! [risos].

Isabel Raquel Ribeiro dos Santos Mascarenhas

Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal