Laboratórios disponibilizados para o programa



Baixar 14.65 Kb.
Encontro06.06.2018
Tamanho14.65 Kb.

Laboratórios disponibilizados para o programa
- Laboratório de Pesquisa, Documentação e Acervo (LPDA): este laboratório está sob a coordenação do Prof. Caryl Lopes, sendo auxiliado por um monitor do curso de Arquitetura e Urbanismo. Neste laboratório encontram-se arquivados diversos documentos, tais como mapas, fotografias, plantas de edificações e outros documentos referentes a locais tombados pelo patrimônio do Estado do Rio Grande do Sul, bem como de outras edificações históricas da cidade de Santa Maria e região Sul, podendo ser consultados pelos alunos para o desenvolvimento de suas pesquisas históricas. O laboratório está equipado com computador Pentium III e scanner.
- Laboratório de Reprografia: encontra-se no prédio 74 do Centro de Ciências Sociais e Humanas e está sob a coordenação do Prof. Carlos Blaya Perez. Este laboratório é utilizados para as aulas de Reprografia, Documentação Audiovisual e Registros Iconográficos e conta com os seguintes equipamentos: cinco ampliadores fotográficos preto e branco para filmes 35 mm, uma mesa de reprodução de fotografias equipada com câmara fotográfica 35 mm compacta, uma câmara fotográfica 35 mm com objetiva zoom de 35-80 mm, um scanner de mesa, um scanner para filmes 35 mm, um computador Pentium IV.
- Laboratório de Estudos e Pesquisas Arqueológicas (LEPA): está localizado no prédio do Centro de Ciências Sociais e Humanas (CCSH), na rua Floriano Peixoto, no. 1184. Possui uma área de 420 m2. Possui uma equipe composta por: um doutor, 1 doutorando, 1 mestre, 5 mestrandos e 19 estagiários. Equipamentos: sete computadores, 3 lupas binoculares (com uma câmera acoplada), 1 microscópio com câmera acoplada, 2 câmaras digitais, 1 filmadora, 2 scanner, 2 veículos e reserva técnica.
- Laboratório de Biodeterioração dos Materiais (LBMC): o setor de Biodeterioração dos Materiais está situado na sala 234 do LMCC, este setor está sob a responsabilidade da Professora Dr. Denise de Souza Saad, sendo auxiliada por 4 mestrandos e 3 alunos de iniciação cientifica, todos do curso de Engenharia Civil. Os equipamentos são balança eletrônica analítica-200g Marca: estufa de esterelização e secagem, destilador de água de 5l/hora, agitador do tipo vortex, autoclave, refrigerador, forno de microndas 250 l, vidraria e acessórios e microscópio ótico marca Olympus modelo CX 21, câmara de fluxo laminar e phmetro de bolso e de mesa. Neste laboratório é possível avaliar o desempenho dos materiais frente à degradação orgânica, tais como tintas, argamassas, concreto, madeira, entre outros, antes de utilizá-los em museus, bibliotecas e patrimônio edificado. No ano de 2010, edital Pró-equipamentos (CAPES), foi adquirido um monitor de controle ambiental para que seja avaliada a contaminação do ar de vários locais entre eles, museus, bibliotecas e arquivos, trabalhos que estão sendo desenvolvidos por alguns dos profissionais do curso.
- Laboratório de Estatigrafia e Paleontobiologia da UFSM (LEP/UFSM): foi revitalizado em 1998. Encontra-se vinculado ao Departamento de Geociências do Centro de Ciências Naturais e Exatas e abriga a coleção Paleontológica da UFSM, com exemplares de animais e vegetais fosséis da região central do estado. Desenvolve trabalhos de pesquisa paleontológica, bem como atividades de ensino e extensão, com ênfase à proteção do patrimônio paleontológico. A equipe técnica do LEP é composta por professores e servidores da UFSM, alunos dos cursos de Ciências Biológicas e Geografia, além de colaboradores eventuais. Uma série de parcerias com instituições congêneres, de nível nacional e internacional, permite a participação dos pesquisadores em diversos projetos de pesquisa. O LEP é um dos integrantes da Comissão Especial para o Resgate do Patrimônio Paleontológico e Arqueológico (CERPPA). O atual coordenador é o Prof. Dr. Átila Augusto Stock da Rosa.
- Laboratório de Materiais de Construção (LMCC): o LMCC encontra-se instalado no prédio 10 do Centro de Tecnologia ocupando uma área aproximada de 200m2. Dos equipamentos instalados no laboratório, aqueles que são mais utilizados podem ser relacionados: Prensa Hidráulica ZD100. Prensa Hidráulica 300t, Prensa Hidráulica Amsier 20t, betoneiras, peneiras balanças, prensa CBR, moldes de corpos de prova, misturador de argamassa, frasco Lechatelier, estufas, equipamentos Rotatex, viscosímetros, dispersor, tronco de cone, mesa vibratória, esclerômetro, equipamento de ultra-som. Com a utilização deste laboratório é possível realizar ensaios nos diversos materiais empregados em edificações históricas, tais como concreto, argamassa, tijolo, além de tração e dobramento de barras de aço, ensaios físicos de agregados graúdo e miúdo (massa específica, análise granulométrica, massa unitária), ensaios físicos de cimentos (finura, tempo de pega, compressão de corpos de prova, massa específica). Além disso, o laboratório consta com equipamentos para realização de ensaios não-destrutivos como esclerômetro de massa e equipamentos de ultra-som, empregado em materiais, tais como concreto, argamassa, alvenaria e madeira. No prédio 10, há ainda um laboratório com microscópio eletrônico de varredura, empregado para avaliação de materiais.
- Laboratório de Documentos Digitais (LDD):, professor do programa e coordenador do curso de Arquivologia da UFSM. Este laboratório está localizado na sala 2252 do prédio 74, no Centro de Ciências Sociais e Humanas. É utilizado nas disciplinas de Preservação Digital, Sistemas de Bancos de Dados aplicados à Arquivística, Digitalização de Documentos, Tecnologia da Informação, Gestão Eletrônica de Documentos e Documentação Audiovisual. O Laboratório conta com 07 computadores Pentium IV Core 2 Duo, 3 scanners de mesa e negativos, 01 placa digitalizadora de TV, dispositivo de digitalização de áudio e vídeo.
- Laboratório de Tecnologia da Informação (LTI) está sob a coordenação do Prof. Daniel Flores, contém 20computadores com sistema de descrição arquivística - sala 2250 do prédio 74), o LDD - Laboratório de Documentos Digitais (sala 2252, ao lado da 2250, com 13 computadores distribuídos em ilhas, ilha de digitalização, ilha de sigads - sistemas informatizados de gestão arquivística de documentos, ilha repositórios digitais e ilha de digitalização de vídeos) e o Laboratório de Preservação Digital (LPD). distribuído nas salas 2252 e sala 2157, com computadores financiados pelo PROEXT e CNPQ, com servidores de alta performance, telas de 42polegadas, que rodam o ICA_Atom - Sistema de Descrição Arquivística do Conselho Internacional de Arquivos, e o Repositório Digital do CIA - o Archivematica, os servidores são computadores workstation XEON para alto desempenho de processamento de dados e imagens.

Bibliotecas disponíveis

A Biblioteca Central apresenta os seguintes materiais, 181074 livros, sendo 103.770 títulos, 26.708 teses, 1796 trabalhos acadêmicos, 18.347 folhetos, 2.716 CD, 337 DVD, 130 disquetes, 559 fitas de vídeo, 1.028 entre mapas, cartas e imagens, 1.640 partituras, 305 braille, 71 normas técnicas, 68 discos de vinil, e 2 cartazes.

A Biblioteca Digital de Teses e Dissertações BDTD conta com quase três mil teses e dissertações, com texto integral no TEDE. A Biblioteca da UFSM ainda apresenta o serviço de COMUT, - Comutação Bibliográfica, onde é possível a obtenção de fotocópias, disponíveis em outras instituições do país ou do exterior, de vários tipos de documentos tais como artigos de periódicos, teses, patentes, etc.

Os alunos ainda tem acesso a várias Bibliotecas Setoriais como a do Centro de Tecnologia, onde estão localizadas as bibliografias referentes as áreas de Engenharia Civil e Arquitetura, a Biblioteca do Centro de Ciências Naturais e Exatas, onde se encontra bibliografia referente a área de Paleontologia, Química dos Materiais, bem como a Biblioteca Setorial do Centro de Ciências Sociais e Humanas com as áreas de Arquivologia, História, Arqueologia.

Está em fase de construção a Biblioteca das Humanidades do Centro de Ciências Sociais e Humanas da UFSM, prédio com 1.555,48 metros quadrados situado ao lado do Prédio 74 C do CCSH que está em processo de licitação, no Campus Universitário da UFSM, praticamente em frente ao planetário. Esse prédio será constituído de 3 andares, sendo cada um deles descritos assim:

1° Andar: Denominado Subsolo possui uma área total de 202 m² e conterá dois banheiros (um masculino e outro feminino), uma recepção, a direção da biblioteca, uma área de processos técnicos e uma área de armazenamento de materiais. Esse andar será reservado a parte administrativa da biblioteca e pode ser melhor visualizado na planta 02;

2 ° Andar: O andar térreo. Terá uma área de 835,48 m² e será composto pelo setor de empréstimos, acervo, sagão de exposições artísticas, área de café, mesas para leituras individuais e em grupos e sanitários. Maiores detalhes poderão ser observados na planta 03 do projeto;

3 ° O piso denominado Mezanino possui uma área total de 518 m² será composto pelo laboratório de Humanidades e o Laboratório de Ciências Sociais Aplicadas, além de salas de estudos em grupos, espaço web e acervo. A planta é a de número 04.



Ressalta-se novamente que esse empreendimento será construído em três etapas, sendo que nesta etapa inicial será construído o 1° Andar: Denominado Subsolo e o 2 ° Andar: O andar térreo, compreendendo uma área total de 1.037,48 m² (202 + 835,48 m²).

Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal