Martinho Luís Kelm Vice-Reitora de Graduação



Baixar 0.51 Mb.
Página1/6
Encontro30.01.2018
Tamanho0.51 Mb.
  1   2   3   4   5   6
        1. Reitoria

Reitor: Martinho Luís Kelm

Vice-Reitora de Graduação: Cátia Maria Nehring

Vice-Reitora de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão: Evelise Moraes Berlezi

Vice-Reitor de Administração: Laerde Sady Gehrke

Pró-Reitor do Campus Panambi: Nelson Thesing

Pró-Reitor do Campus Santa Rosa: Pedro Luís Büttenbender

Pró-Reitor do Campus Três Passos: Jorge Luís Thiesen

Coordenadora do Núcleo Universitário de Tenente Portela: Fátima Marlise Marroni Rosa Lopes

Chefe de Gabinete da Reitoria: Laura Scheren Dalpiaz


A Reitoria, como órgão superior executivo da Universidade, cumpriu, em 2012, o seu papel institucional com dedicação e determinação. Neste sentido, coordenou e supervisionou as ações gerais da Universidade e manteve a postura de liderança no processo de adaptação institucional ao novo cenário da educação superior do país. Abaixo são elencadas as principais atividades e temáticas desenvolvidas/abordadas em 2012.
A. Ações de Fortalecimento do Projeto Institucional

A continuidade do fortalecimento do projeto institucional se manteve como uma das grandes linhas de ação da UNIJUÍ. Neste sentido, o trabalho desenvolvido junto à comunidade regional foi mantido, bem como a estrutura multi-câmpus da Universidade. Isto foi realizado através da presença da Reitoria nos principais eventos da região, da realização de parcerias com entidades representativas de seus diversos setores, da participação nos Conselhos Municipais e Regionais e da promoção de eventos compartilhados.

Na realização da interação com a comunidade regional e suas instituições, foi fundamental a estrutura descentralizada da reitoria. A presença dos Pró-Reitores de Campus nos respectivos locais de atuação foi fundamental para o desenvolvimento das atividades da Universidade, a continuidade do trabalho de envolvimento com as comunidades locais e para o fortalecimento da presença institucional da UNIJUÍ nas diversas microrregiões da Universidade.

Para garantir o cumprimento das responsabilidades com a comunidade acadêmica e externa, a Reitoria, já em seus compromissos de campanha, delineava quatro grandes eixos estruturantes e norteadores de suas ações e que foram reafirmados, quais sejam: Fortalecimento do Projeto Institucional; Fortalecimento da Excelência Acadêmica; Qualificação da Gestão; e Fortalecimento da Sustentabilidade Institucional.

A partir das ações de cada Pasta, visando à concretização desses eixos, foi desenvolvida uma série de atividades, sendo as principais destacadas abaixo.
A. 1. Gabinete do Reitor

Sob a responsabilidade do Reitor, foi revisto o plano de trabalho adotado pela Reitoria em 2011 e iniciado o processo de planejamento institucional, norteado pelos quatro eixos estruturantes descritos acima, buscando o alinhamento do planejamento estratégico institucional aos instrumentos de gestão. Para tanto, foi adotada a metodologia do BSC (Balanced Scorecard), amplamente reconhecida pela área da gestão como um dos instrumentos mais efetivos de gestão que podem ser adotados.

Neste sentido, a Reitoria, juntamente com um grupo de apoio composto pelos pró-reitores, assessores e alguns gerentes administrativos, participou de uma “Imersão/capacitação” com o objetivo de qualificar os sujeitos e internalizar a metodologia do BSC. Este modelo começou a ser trabalhado também nas coordenadorias administrativas, ao mesmo tempo em que permaneceu em aperfeiçoamento por parte da Reitoria, que prevê para 2013 a sua implantação nas unidades acadêmicas.

No âmbito específico do eixo “Fortalecimento do Projeto Institucional” estão previstos três grandes atividades a serem efetivadas em 2013: a revisão do Estatuto e Regimento da Universidade, o estabelecimento de novos parâmetros para o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) e a delimitação do Projeto Pedagógico Institucional (PPI), que compõe o PDI.



Visando embasar a revisão do PDI, que deve ocorrer antes da revisão do Estatuto e Regimento, foi realizado durante o ano de 2012 um Ciclo de Debates, especialmente dirigido aos docentes e gestores administrativos, com o objetivo de debater temas de interesse da universidade. Os temas abordaram diversos aspectos da realidade e desafios da instituição universidade, sendo os seguintes, em ordem cronológica de realização:

  • 30/03 - “Concepção, Evolução e Modelos de Universidade”, com o palestrante prof. Dr. Luiz Carlos Bombassaro – UFRGS, tendo como debatedor o prof. Dr. Walter Frantz (UNIJUÍ/DHE) e como coordenador o prof. Dr. Sidinei Pithan da Silva (UNIJUÍ/DHE);

  • 27/04 – “Universidades Comunitárias: Cenários atuais e tendências”, com o palestrante prof. Dr. Jaime Paviani (UCS), tendo como debatedor o prof. Dr. Paulo Evaldo Fensterseifer (UNIJUÍ/DHE) e coordenador o prof. Dr. Enio Waldir da Silva (UNIJUÍ/DCJS);

  • 24/08 – “Modelo Alternativo de Futuro”, com o palestrante prof. Dr. Renato de Oliveira (UFRGS), tendo como debatedor o prof. Dr. Telmo Frantz (UNIJUÍ/DACEC) e coordenador o prof. Dr. Jorge Sausen (UNIJUÍ/DACEC);

  • 28/09 – “O Novo Paradigma Tecnológico e a Atuação da Universidade na Sociedade Contemporânea” com o palestrante prof. Dr. Walter Antonio Bazzo (UFSC), tendo como debatedora a profª Drª Vera Raddatz (UNIJUÍ/DACEC) e coordenadora a profª Ma. Cristina Pozzobon (UNIJUÍ/DCEEng);

  • 28/11 – “Os Desafios da UNIJUÍ no Contexto Contemporâneo – Subsídios à revisão do PDI”, que se constituiu em Mesa redonda com os professores Martinho Kelm (Reitor); Paulo Evaldo Fensterseifer (UNIJUÍ/DHE) e Telmo Rudi Frantz (UNIJUÍ/DACEC) – os dois últimos foram debatedores do Ciclo.

A visibilidade e a concretude do projeto institucional também se deram pela realização de inúmeros convênios e parcerias com instituições estaduais, nacionais e internacionais e com a presença de membros da Reitoria nos eventos mais relevantes para a Instituição. O Reitor, além de compor a diretoria da Associação Comercial e Industrial de Ijuí, cidade sede da UNIJUÍ, na qual tem ativa participação como vice-presidente, se fez presente nos principais Eventos do COMUNG e da ABRUC, que tiveram como foco principal a busca de ações de fortalecimento dos espaços das Universidades Comunitárias, em especial as gaúchas. Neste sentido, vários encontros foram realizados, inclusive uma reunião do COMUNG realizada na UNIJUÍ (04/12/12), e audiências com lideranças das diversas esferas do poder público do País foram realizadas. Cabe destaque a realização de audiências públicas das IES comunitárias, na UNIJUÍ, em 17/09/2012, coordenadas pelo Deputado Federal Luís Noé, com vistas a buscar subsídios para o relatório de sua autoria sobre o Projeto de Lei nº 7639/2010, que propõe contemplar a singularidade das ações dessas instituições. O projeto foi aprovado na íntegra pela Câmara dos Deputados no final de 2012 e seguiu para tramitação no Senado Federal, última instância antes da sanção presidencial.

No âmbito da inserção regional da Universidade, a presidência de dois COREDEs (Conselho Regional de Desenvolvimento), dos três que compõem a região de abrangência da UNIJUÍ, Noroeste Colonial e Fronteira Noroeste, ficaram sob a responsabilidade de professores da Universidade, inclusive um deles sendo o Pró-Reitor do Campus Santa Rosa. O objetivo dessa inserção é auxiliar na articulação do processo de desenvolvimento regional e encaminhar as prioridades elencadas pela sociedade ao Governo Estadual por meio do Processo de Participação Popular/Consulta Popular.

A forte inserção regional da UNIJUÍ também balizou o apoio da comunidade à abertura de uma nova área do conhecimento na Universidade, a Medicina. Neste sentido, o mês de outubro, durante a realização da ExpoIjuí/Fenadi, marcou o lançamento do Comitê Comunitário Pró-Curso de Medicina em Ijuí, composto por uma comissão executiva integrada pela UNIJUÍ, Prefeitura Municipal de Ijuí, Hospital de Caridade de Ijuí (HCI), Câmara de Vereadores de Ijuí e Associação Comercial e Industrial de Ijuí (ACI). Devido à envergadura do projeto e à importância para a região, que carece de médicos comprometidos com as políticas do Sistema Único de Saúde, um dos diferenciais almejados para o egresso do curso, a mobilização ganhou força e vários municípios e entidades manifestaram apoio ao projeto, que é uma iniciativa conjunta da UNIJUÍ, HCI e Prefeitura Municipal. Em dezembro de 2012 foi nomeada a Comissão de Estudos para elaboração do Projeto do Curso de Medicina, composta por professores da UNIJUÍ e médicos do HCI, com previsão de término do projeto para março de 2013.

Ainda como resultado da viagem do Reitor, no ano anterior, ao Vale do Silício, na Califórnia/EUA, para participação em evento internacional que teve como tema central a vinculação de iniciativas entre universidade, poder público e setor privado, denominada “Triple Hélix”, como estratégia de desenvolvimento tecnológico e de inovação, o Reitor ministrou uma série de palestras nos câmpus, para alunos, empresários e gestores públicos, abordando o tema “Empreendedorismo e Inovação”. O objetivo é disseminar essa cultura e buscar formar um ecossistema empreendedor a partir da parceria entre universidade, poder público e iniciativa privada a partir de elementos endógenos desta regiao. A Incubadora de Empresas e Inovação Tecnológica, a Criatec, é um exemplo concreto dessa parceria, cumprindo outro papel que também é da Universidade, de se constituir em agente de desenvolvimento, constituindo massa crítica para materializar esse grande projeto. Neste âmbito, foi realizada visita técnica da Reitoria (Reitor, VRPGPE e VRG) e AGIT ao Instituto Gênesis/RJ, com aporte de recursos da FINEP (Projeto Pró-Inova), para aprofundar conhecimentos na temática do empreendedorismo e cidades criativas, bem como conhecer experiências de parcerias entre os agentes que compõem a tríplice hélice.

A participação da Universidade nos principais Eventos da região, a realização de parcerias com entidades representativas de seus diversos setores, a participação de professores e técnicos em Conselhos e Associações Municipais e Regionais reforçaram a contribuição da universidade para o desenvolvimento regional. Também a promoção de eventos e projetos compartilhados continuou sendo uma forte marca comunitária da Unijuí. Exemplos dessa interação foram a participação da Instituição em ações de conscientização e de assistência social, como Campanha do Agasalho e do Quilo, visando à arrecadação de itens de subsistência a populações carentes; Outubro Rosa e Novembro Azul, para conscientização dos cuidados com a saúde de mulheres e de homens, respectivamente; Semana do Coração, que enfatizou a prevenção de doenças cardíacas; entre outras.

Além da rotina institucional, o Reitor envidou pessoalmente esforços na construção dos projetos de reestruturação financeira da Instituição, que culminou na renegociação com o sistema financeiro (principalmente Banrisul, que é o maior parceiro) e na aprovação do PROIES (Programa de Estímulo à Reestruturação e ao Fortalecimento das Instituições de Ensino Superior). Com o objetivo de buscar alternativas para a manutenção do fluxo de caixa e para honrar os diversos compromissos mensais, em especial a folha de pagamento, foi realizado um amplo acordo com os professores e funcionários, que buscou esclarecer a situação e apresentar alternativas de equilíbrio financeiro. O comprometimento de cada um foi decisivo para o êxito das iniciativas.

Em nível interno, destacam-se as atividades de coordenação de reuniões diárias solicitadas pelos mais diversos setores, reuniões semanais de Reitoria, com a presença dos Vice-Reitores e da Chefe de Gabinete, bem como reuniões com as Pró-Reitorias de câmpus. Presidiu as sessões do Conselho Universitário ocorridas durante o ano, bem como presidiu as formaturas dos diversos cursos, além de acompanhar o trabalho das Unidades sob sua supervisão, conforme especificado no Organograma Institucional, e participar da definição de ações de endomarketing via conselho do Programa Sinergia, do qual é o presidente.

Sob a responsabilidade da Chefia de Gabinete, também inserido no Programa de Endomarketing Sinergia e com o apoio da CPA (Comissão Própria de Avaliação), foram atendidas e encaminhadas 484 demandas da Ouvidoria online, canal usado pela comunidade acadêmica, principalmente estudantes, que expressam suas críticas, sugestões e elogios ao atendimento da FIDENE/UNIJUÍ.

No âmbito da política de intercâmbios e relações internacionais, o Reitor, juntamente com uma comitiva de reitores do COMUNG, foram ao Chile, no mês de janeiro, conhecer experiência da Universidade Católica do Chile, em especial no tocante à captação de recursos. Também houve a participação do Reitor, juntamente com o Pró-Reitor do Campus Santa Rosa e do assessor de relações internacionais, em Evento do CRUP – Conselho de Reitores das Universidades Privadas da Argentina e da Reunião da Red Cidir - Red Interuniversitaria del Conocimiento Orientada al Comercio Internacional, el Desarrollo y La Integración Regional, em Posadas/Argentina, no mês de agosto, no qual o Reitor ministrou palestra sobre "Universidade no Brasil e seus desafios no contexto do Mercosul".

Uma ação importante liderada pelo Gabinete do Reitor e da Vice-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão foi a reconfiguração da Assessoria de Relações Internacionais, que passou a denominar-se Escritório de Relações Internacionais (ERI) e mudou sua localização para o Hall da Biblioteca do Campus Ijuí, agregando mais um assessor. O objetivo com o incremento da atividade, tanto no tocante ao espaço físico como às pessoas, foi buscar a ampliação das relações internacionais, organizando um processo de internacionalização da universidade, qualificando e aumentando o leque de pessoas atendidas pelos diferentes programas em diversas universidades do exterior.

O ERI encaminhou no ano de 2012 um número de 40 estudantes para o exterior (dos diversos níveis de estudo). Este número abrange estudantes com e sem bolsa de estudos e demonstra o êxito da nova proposta de atuação da área, que em 2011 havia encaminhado 17 estudantes para intercâmbios internacionais. Quanto aos estudantes que foram recebidos, totalizam quatro: duas estudantes da Espanha, uma da Polônia, e um estudante da Hungria, para além dos estudantes recebidos via convênio PEC-G, administrado pela Vice-Reitoria de Graduação.

A política de relações internacionais também incentivou e possibilitou a ida de mais de quinze docentes à Europa e países da América Latina, principalmente Argentina e Chile, que realizaram ações no âmbito de convênios de cooperação insterinstitucionais ou no âmbito de atividades acadêmicas específicas, como participação em bancas de mestrado e de doutorado, participação em eventos internacionais, ministração de módulos disciplinares em cursos de universidades estrangeiras, entre outros. Fruto da exitosa experência nessa área foi a concessão, pelo Conselho Universitário, do Título de Professor Honoris Causa ao Dr. Clemente Herrero Fabregat, da Universidade Autônoma de Madrid (Espanha), pela sua relevante participação na inserção internacional da UNIJUÍ e nas atividades acadêmicas da Universidade, em especial junto aos Cursos de Mestrado e de Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Educação nas Ciências.


A. 2. Pró-Reitoria do Campus Panambi

O Relatório apresenta de forma sintética as principais atividades desenvolvidas pela Equipe da Unijuí - Campus de Panambi no ano de 2012, ano em que completou 20 anos de atuação na região, tendo uma série de atividades alusivas à data. Sua orientação segue a matriz administrativa e a estrutura multi-câmpus da Unijuí, à luz da Resolução da Reitoria da Unijuí nº 01/2006 que Regulamenta a Estrutura e as Funções das Pró-Reitorias dos Câmpus. De forma pontual, as orientações da Reitoria, do COGEST e do CONSU, tendo presente a comunidade interna e externa do Campus.

No âmbito interno, destacam-se como possibilidade de integração e cooperação, as diversas áreas do conhecimento, efetivadas pela reestruturação dos Departamentos, buscando cumprir a missão e a visão institucional. Transcorrido certo período de implementação, da nova estrutura da Unijuí, já se pode reconhecer significativas melhorias na dinâmica institucional. Dentre elas, a otimização de espaços físicos, a organização das Secretarias de Departamentos, a efetivação em maior escala do diálogo entre as diferentes áreas do saber na perspectiva da interdisciplinaridade. Na mesma matriz administrativa apresenta-se o Programa Sinergia que fortalece as relações entre o quadro de colaboradores, tanto no Campus, como este, com a Sede Administrativa.

A Qualificação Profissional para várias funções, que oportuniza a otimização dos setores e a qualificação da prestação de serviços. A manutenção da Vigilância de Segurança HM (empresa contratada) que presta bons serviços na vigilância. Nesta caminhada tem-se como pressuposto que a universidade é um espaço da pluralidade, o que permite “formar e qualificar profissionais com excelência técnica, com consciência crítica, capazes de contribuir para a integração e o desenvolvimento da região”. Nesta matriz estratégica de atuação a Unijuí se fez presente ao elaborar o Plano Estratégico do Arranjo Produtivo Local (APL) na área de metalmecânica Pós-Colheita (secagem, armazenagem, estocagem de cereais), para o setor agrícola de Panambi e Condor. Esse trabalho culminou com o Lançamento do Livro – “Plano Estratégico de Desenvolvimento do Arranjo Produtivo Local”.

Ainda, o Campus foi um espaço de atuação do Programa de Extensão Produtiva e Inovação (PEPI) e do Projeto Extensão Industrial Exportadora (PEIEX). Também em 2012 houve a instalação da Incubadora de Empresas e Inovação Tecnológica na cidade de Panambi, fruto da interação da Universidade, setor público e empresas.

A. 3. Pró-Reitoria do Campus Santa Rosa

Em 2012, o Campus Santa Rosa deu continuidade em suas atividades com a comunidade local, regional e internacional, bem como na qualificação das políticas institucionais de excelência acadêmica no ensino, na pesquisa e na extensão. Dentre as principais atividades, destacam-se:


  • A viabilização de infraestrutura do Campus para o oferecimento de cursos e eventos.

  • Participação efetiva com representantes em diversos segmentos no município.

  • Participação, apoio, acompanhamento e desenvolvimento das ações do COREDE/FN – Conselho de Desenvolvimento Regional Fronteira Noroeste e Comitê da Bacia Hidrográfica dos Rios Turvo, Santa Rosa e Santo Cristo.

  • Participação em eventos municipais e regionais.

  • Acompanhamento das ações desenvolvidas pelos departamentos e setores administrativos do campus (Semanas Acadêmicas e aulas inaugurais, Saca-Dúvidas, Dia do Intercâmbio, Gincana UNIJUÍ, Salão do Conhecimento, Profissional do Futuro, Vestibular, Programa Sinergia, CIDEAD).

  • Transferência dos laboratórios da Engenharia Civil para o bloco B (no campus).

  • Qualificação dos laboratórios, biblioteca, salas de coordenação e salas de aula.

  • Finalização das obras na pista de atletismo e no campo de futebol.

  • Ampliação da Escolinha de Futebol (mais alunos) coordenada pelo Curso de Educação Física.

  • Recepção e acolhida a toda comunidade acadêmica, no início de cada semestre.

  • Interação com os municípios da região para discutir estratégias de desenvolvimento regional.

  • Comemoração dos 55 anos de ensino superior da Região Noroeste.

  • Coordenação do Ensino a Distância no Campus Santa Rosa.

  • Participação e apoio nas principais feiras da região.

  • Coordenação na Formação de Professores de escolas estaduais do município e da região, junto com a Unidade de Educação Continuada.

  • A UNIJUÍ, sob a coordenação do Pró-Reitor da UNIJUÍ - Campus Santa Rosa, professor Pedro Luís Büttenbender, assumiu a presidência internacional da Red Interuniversitaria del Conocimiento Orientada al Comercio Internacional, el Desarrollo y La Integración Regional (Red CIDIR) e a presidirá até novembro de 2013.

  • Instalação do Núcleo de Extensão Produtiva e de Inovação – NEPI para as regiões Fronteira Noroeste e Celeiro, viabilizado através de Convênio firmado em entre a AGDI/Governo do Estado e a Associação IPD/UNIJUÍ e tem por finalidade a prestação de serviços de extensão produtiva e de inovação às empresas e indústrias de pequeno e médio porte das regiões Fronteira Noroeste e Celeiro. Os segmentos produtivos priorizados são as cadeias agroindustriais, metalmecânico, móveis e confecções.

A. 4. Pró-Reitoria do Campus Três Passos

No ano de 2012 intensificou-se a inserção da Unijuí – Campus Três Passos na comunidade local e regional. Houve o apoio ao projeto da Casa da Cultura que resgatou valores na 3ª Idade, proporcionando ao Idoso acesso à leitura, através da nossa biblioteca, além de cedência de espaço para o Coral, no projeto “A 3ª Idade na Universidade”. A Biblioteca desenvolveu um projeto no Lar Doce Lar, levando um pouco de cultura e conhecimento.

Inúmeras apresentações culturais e atividades acadêmicas, que já estão se tornando tradicionais na cidade graças ao incentivo da Universidade, tiveram a promoção ou co-promoção do Campus, dentre os quais citamos: Palestras na área de administração e marketing; parceria com a UERGS em palestras sobre Meio Ambiente; Seminário do Meio Ambiente para as EMEis; Palestras na área da Assistência Social; Apresentações Culturais da APAE Três Passos; Shows artísticos, como de “Wilson Paim”, entre outros. Também foi destaque o “1º São João Universitário”, promoção conjunta da Pró-Reitoria e DCE do campus, que reuniu as Universidades do município para uma confraternização, que terá seguimento nos próximos anos, dado o sucesso de sua realização.

O governo do Estado esteve por diversas vezes reunido nas dependências do Campus para discussões com a comunidade em audiências públicas, com conselhos gestores, interagindo com a população através da Unijuí - campus Três Passos, o que também contribuiu para o cumprimento dos propósitos institucionais, de integração com a comunidade, sendo um canal de cidadania e transformação do ser para o seu desenvolvimento e principalmente criticidade.

Em conjunto com a Promotoria de Justiça da Educação de Santo Ângelo, foi realizado o Seminário de Planejamento, no qual vários municípios se fizeram presentes para discutir a educação como um todo, buscando alternativas para os desafios encontrados pelos educadores nas mais diferentes áreas.

Com o intuito de auxiliar a compreensão dos jovens sobre a importância da conservação do meio ambiente, houve apoio e auxílio ao Projeto Caravana RGE - Educando para Eficiência. A atividade aconteceu nas dependências do Campus, com apresentação de projetos na área de energia, fazendo os jovens refletir sobre suas práticas diárias.

Como era ano eleitoral, juntamente com a OAB, e no âmbito da Resolução do Conselho Diretor 01/2012, foi proporcionada aos munícipes a oportunidade de debater com os candidatos ao pleito municipal, mais uma vez demonstrando a preocupação da Universidade com a formação do cidadão crítico.

Também cabe citar a importante parceria com o Poder Judiciário Federal, que realizou no Campus audiências de conciliação para pagamento de indenizações aos agricultores. Com esta ação os alunos do Curso de Direito interagiram e visualizaram o trabalho da Justiça Federal in loco.

Além de todas estas ações, permanece o atendimento do Escritório Modelo à comunidade, que agora conta com um convênio atendendo o Procon de Três Passos.

A Pró-Reitoria busca a cada ano atender aos interesses da comunidade acadêmica e primando pela interação com a sociedade, procurando atender aos anseios e expectativas de ambos, promovendo a educação como alicerce do desenvolvimento regional.

No âmbito da Pró-Reitoria, também cabe destacar algumas ações do Polo Oleoquímico, adscrito a esta pasta, que mais uma vez se consolidou como centro de referência na área de óleos e plantas aromáticas.

Houve a mudança do foco de produção, que antes era somente de óleos essenciais, os quais continuam sendo produzidos para comercialização e pesquisa, para a produção de chás, principalmente o chá de Cymbopogon flexuosos, popularmente conhecido como cidreira.

Outra atividade importante foi o estabelecimento de parceria em dois projetos de pesquisa na área de óleos essenciais, com pesquisadores da Universidade Federal de Santa Maria, um deles com financiamento do CNPq.

Também foram realizadas parcerias com o Projeto Semeando, que trouxe alunos de escolas municipais para dentro do Polo, com o intuito de melhor compreender e preservar o meio ambiente, através de experiências práticas no plantio de plantas aromáticas, mudas de árvores nativas, etc. A conscientização ecológica e a diversidade dentro de um contexto sustentável, sem agressão ao meio ambiente, faz parte dos objetivos do Polo Oleoquímico.
A. 5. Núcleo Universitário de Tenente Portela

A Coordenação e funcionários do Núcleo Universitário de Tenente Portela, além do envolvimento em atividades inerentes as suas funções que visam o cumprimento da Missão e da Visão da Universidade, bem como o cumprimento dos objetivos e metas da Instituição, envolveram-se em atividades culturais e comunitárias, representando a UNIJUÍ em diversas atividades nos municípios de abrangência do Núcleo, incluindo a participação no Conselho Municipal de Educação de Tenente Portela. Dentre as atividades desenvolvidas pelo Núcleo, destacam-se:



  • Participação na organização da Semana do Município de Tenente Portela (de 11 a 18 de agosto de 2012).

  • Participação em eventos comemorativos, comunitários, educacionais e culturais no município e região.

  • Divulgação, constante, das ações e eventos da UNIJUÍ junto à imprensa, Entidades e Instituições Educacionais locais e regionais.

  • Atendimento permanente de serviços de secretaria, biblioteca, serviços de audiovisual e laboratório de Informática aos alunos dos Cursos Presenciais e a Distância da Unijuí.

  • Realização de aulas inaugurais dos Cursos EaD, Vestibulares e Provas dos Cursos de Educação a Distância e dos Cursos Presenciais.

  • Realização da Campanha de Natal na Casa de Passagem, com o apoio do Rotaract de Tenente Portela. Distribuição de doces e brinquedos para as crianças.

  • Participação na comissão de organização e divulgação dos Jogos dos Povos Indígenas do RS, realizados nos dias 29 e 30 de novembro e 01 e 02 de dezembro de 2012, na Terra Indígena do Guarita, na comunidade do ABC em Tenente Portela, com a participação efetiva do curso de Educação Física da Unijuí - DHE.

  • Realização de exposição dos povos Indígenas Kaingang (cedida pelo MADP) durante a realização dos Jogos Indígenas.

  • Realização no Núcleo Universitário Tenente Portela do Curso de Formação Continuada de Professores da Rede Pública Estadual, no período de 25 de agosto a 06 de setembro de 2012, com a coordenação do DHE.

  • Participação das Escolas de Ensino Médio do Município de Tenente Portela na Gincana Minha Escola é Dez e no Profissional do Futuro.

  • Reuniões mensais com os alunos indígenas do curso de Educação Física – EaD com a professora Dulci Matte.

  • Participação com Rancho Crioulo no III Acampamento Farroupilha realizado de 16 a 23 de setembro de 2012, na Praça Brasília, de Tenente Portela.

  • Realização de cursos de Língua Inglesa e Espanhola do PRONATEC/SENAC nas dependências do Núcleo.

  • Realização de reuniões da Secretaria Municipal da Saúde e da Educação de Tenente Portela nas dependências do Núcleo.

  • Apresentação da Cia CADAGY - Unijuí na tradicional Festa de 07 de Setembro realizada pela Paróquia Nossa Senhora Aparecida.

B. Ações de Qualificação dos Programas de Graduação

Nas ações da graduação, foram consideradas para o ano de 2012, as seguintes diretrizes norteadoras:


  1. Consolidar o Programa de Formação Continuada Docente como um fórum permanente de discussão e aperfeiçoamento da prática docente que permita a troca de experiências internas e externas, a problematização de temas emergentes e a socialização de preocupações e de inovações, viabilizando a discussão crítica, o desenvolvimento de novas metodologias e abordagens dos processos de ensinar e aprender na docência universitária visando à excelência acadêmica;

  2. Consolidar o Programa de Avaliação Docente e seus três subprogramas, quais sejam: avaliação pelos discentes; autoavaliação docente; avaliação pelos pares, considerando o papel fundamental da avaliação institucional para a excelência acadêmica;

  3. Prospectar áreas de conhecimento que possuam aderência entre os interesses institucionais e as demandas de mercado de modo a avaliar as possibilidades e planejar a oferta de novos programas de ensino;

  4. Reestruturar a matriz de oferta dos cursos de graduação, presenciais e a distância, considerando as demandas de vagas nos processos seletivos de Vestibular e Extravestibular, os índices de evasão, e a matriz econômico-financeira da região de abrangência da Unijuí;

  5. Redefinir a oferta de vagas dos cursos de graduação, considerando a demanda e solicitar ao Ministério de Educação o ajuste das mesmas no sistema e-MEC;

  6. Aprofundar a compreensão dos processos de Avaliação Externa enquanto balizadores dos processos de avaliação interna e de reestruturação e qualificação dos processos, especialmente o de ensino e aprendizagem, visando a excelência acadêmica;

  7. Qualificar as dinâmicas internas de governança e as estruturas institucionalizadas, de modo a reforçar a democracia, a participação e a deliberação colegiada como fatores de comprometimento institucional;

  8. Aprofundar um modelo de gestão que valorize a adequação ao planejamento institucional e a geração de resultados qualitativos e quantitativos de cada unidade;

  9. Qualificar e adequar a nova estrutura acadêmica e administrativa às novas necessidades e exigências dos diversos atores que compõem e interagem com a Unijuí;

  10. Potencializar os recursos tecnológicos como elemento estratégico de melhoria da produtividade e eficiência administrativa de entendimento à comunidade e ao acadêmico;

  11. Manter os processos de racionalização da oferta de vagas e disciplinas dos cursos de graduação.

Essas diretrizes nortearam o conjunto de ações e políticas implementadas e/ou iniciadas pela Vice-Reitoria de Graduação, em 2012, apresentadas a seguir:



Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal