Martinho Luís Kelm Vice-Reitora de Graduação



Baixar 0.51 Mb.
Página5/6
Encontro30.01.2018
Tamanho0.51 Mb.
1   2   3   4   5   6

Espanha - Universidad Autonoma de Madrid (Programa Interinstitucional de Intercâmbio entre a UNIJUÍ e UAM): Além dos alunos mencionados acima que realizaram estágio sanduiche na UAM, estiveram realizando atividades de intercâmbios, desenvolvendo seminários, participando de bancas e acompanhando os doutorandos no estágio sanduíche, os seguintes docentes do Programa: Cátia Maria Nehring, Helena Copetti Callai, José Pedro Boufleuer e Walter Frantz.

Intercâmbio da Graduação

  1. Wagner Klöckner (Economia) e Karina Klöckner Führ (Psicologia) cursaram o semestre de fevereiro a junho na UAM; Ana Claudia Delajustine (Psicologia) cursa o semestre que se inicia em setembro.

  2. As estudantes Julia Aragón (Pedagogia) e Celia Lucero Garcia (Química), ambas da UAM, cursaram o segundo semestre de 2012 na Unijuí. Alba Ortego Gamboa (Psicologia) havia feito o 2º semestre de 2011 e o 1º de 2012 na Unijuí.

Universidade Politécnica de Valência: Em cooperação com o professor doutor Nicolás Laguarda Miró, do Instituto de Reconocimiento Molecular y Desarrollo Tecnológico, o DCVida iniciou o projeto “Identificação e quantificação da problemática do uso de agrotóxicos para cultivos transgênicos na bacia do rio Uruguay”. O pesquisador responsável pelo projeto é o professor Nicolás Laguarda Miró.

O DCVida participou do evento “INTED2012 Proceedings - 6th International Technology, Education and Development Conference”, de 5 a 7 de março de 2012, em Valencia, Espanha, com dois trabalhos “An experience of Spain-Brazil collaboration in designing and developing a new postgraduate program in environmental impact assessment (N. Laguarda-Miro, F. Werner Ferreira, E. García-Breijo, S. Fernandes, L. Gil-Sánchez, L. Uhde, J. Ibáñez-Civera, Mª Dolores Marcos Martinez, C. Olguín-Pinatti) e “Interchanging experiences of students’ research tasks in higher education. The case of UPV (Spain) - UNIJUÍ (Brazil) collaboration in pesticide detection in water bodies.” (N. Laguarda-Miro, F. Werner Ferreira, E. García-Breijo, L. Gil-Sánchez, J. Ibáñez-Civera, Mª Dolores Marcos Martinez, C. Olguín-Pinatti)



Polônia - Convênio Universidade Maria Cúria Sklodowska (UMCS): A aluna Sylwia Michta (Romanística), da UMCS, estudou de agosto de 2011 a junho de 2012 na Unijuí. Em novembro de 2012, a UMCS aceitou o aluno da Unijuí Diovan Maboni, do Curso de Direito, para cursar o 2º semestre letivo (fevereiro a julho de 2013) nessa universidade. A universidade irá conceder moradia gratuita e 200 US$ de bolsa mensal.
Portugal: A coordenação das relações de intercâmbio com a Universidade do Porto e o Instituto Jean Piaget é da professora Angélica Moreira, do Curso de Farmácia da Unijuí.
Portugal - Universidade do Porto: Em 2012 estudaram os seguintes alunos graduandos da UNIJUÍ nos semestres letivos que, naquela universidade, iniciam-se em fevereiro e setembro, respectivamente:

Fevereiro: Camila dos Santos de Castro (Direito); Guilherme Schmidt de Pauli (Direito); Gabrielle Engleitner (Educação Física). Setembro: Paulo Goi, Thiago Fengler e Fernando Luis dos Santos (todos do Curso de Medicina Veterinária); Carina Talice Stübe Herman (Farmácia).


Portugal - Universidade Fernando Pessoa, Porto, Portugal. A estudante Juliana Wendland (Fisioterapia) cursou um semestre a partir de fevereiro nessa universidade.
Portugal - Instituto Jean Piaget: A aluna Ana Cristina Eberhardt (Enfermagem) realizou seu estágio curricular nesta instituição.
HungriaFaculdade de Corvinus (UC): No mês de novembro, o ERI recebeu o acadêmico Dániel Lázár. Ele cursa o bacharelado em Produção de Plantas Ornamentais no Departamento de Floricultura e fará o seu Trabalho de Conclusão de Curso sobre a floricultura brasileira. Passará por volta de 2 meses na Unijuí, vinculado ao DEAg, que aceitou subsidiá-lo com informações. Ele irá realizar estágio em três floriculturas de Ijuí, além de no IRDeR.

G. 2. Programas de Bolsa

Ciência Sem Fronteiras: O programa Ciência Sem Fronteiras, promovido pela CAPES e CNPq, teve início no mês de novembro de 2011. Nesta primeira edição, cada universidade recebeu uma quantidade de cotas de bolsas e, a UNIJUÍ, foi contemplada com 6 cotas. Para cada cota a universidade pode indicar um aluno e a UNIJUÍ, a partir da VRPGPE, indicou os seguintes alunos:

Aluno__Curso__País__Período'>Aluno

Curso

País

Período

Bruno Nonnemacher Buttenbender

Administração

Austrália/U. Adelaide

2/2012 – 1/2013

Paulo Goi

Medicina Veterinária

Portugal/U. Porto

2/2012

Thiago Fengler

Medicina Veterinária

Portugal/U. Porto

2/2012

Fernando Luís dos Santos

Medicina Veterinária

Portugal/U. Porto

2/2012

Carina Talice Stübe Herman

Farmácia

Portugal/U. Porto

2/2012

Natália Silva

Biologia

Austrália/U. Melburn

1/2013

No mês de fevereiro de 2012 ocorreu uma nova chamada do Programa Ciência Sem Fronteiras. Nesta nova chamada cada estudante deveria realizar a sua inscrição no site do Programa CSF e cada Universidade homologava as inscrições. Portanto, os estudantes passavam então a concorrer com todos os estudantes no Brasil e não mais cada Universidade escolher os seus bolsistas. A UNIJUÍ conseguiu ser representada pelos seguintes estudantes que foram aprovados/selecionados:

Aluno

Curso

País

Período

Rafaela Heming

Comunicação Social: Jornalismo

Alemanha

2/2012 – 1/2013

Darlinton Carlos Kraupp Prauchner

Ciência da Computação

Canadá/U. of Alberta

2/2012 – 1/2013

Adão Eurides de Souza Filho

Ciência da Computação

Reino Unido

1/2013

Cabe destacar que o ERI deu suporte a todos os estudantes, além de contribuir nos processos seletivos dos mesmos.

Programa de Doutorado Sanduiche no Exterior: Programa de Bolsas de estudos para estudantes de doutorado, proporcionado pela CAPES. A UNIJUÍ começou a receber as bolsas a partir do ano de 2012 e terá disponíveis 4 cotas de 6 meses de bolsas para cada ano. A UNIJUÍ, por meio do Programa de Doutorado em Educação nas Ciências, encaminhou os seguintes estudantes:

Aluno

País

Período

Jaqueline Ritter

Espanha/UAM

Julho - dezembro 2012

Elisabete Andrade

Portugal/U. Porto

Julho - dezembro 2012

Tiago Anderson Brutti

Espanha/UAM

Setembro - dezembro 2012

Adriana Andreis

Espanha/UAM

Setembro - dezembro 2012

Laís Basso Costa Beber

Espanha/UAM

Novembro/12 – fevereiro/13

Martin Kuhn

Espanha/UAM

Novembro/12 – fevereiro/13

O ERI atuou na organização do processo seletivo e no assessoramento do envio de todas as informações conjuntamente com os estudantes.

G. 3. Outras ações do ERI

Teste de Proficiência IELTS (International English Language Testing System) do Conselho Britânico: O ERI, em conjunto com a Unidade de Educação Continuada, realizou o primeiro teste de proficiência em língua inglesa com aceitação internacional. A prova ocorreu nos dias 23 (teste de fala) e 24 de novembro (teste escrito). O teste contou com 20 estudantes, sendo que a UNIJUÍ recebeu 20 cotas de gratuidade para estudantes de baixa renda. Por meio da VRPGPE, a UNIJUÍ indicou 12 pessoas que foram selecionadas a partir de Edital específico. A UNIJUÍ conseguiu indicar mais um estudante para realizar o IELTS em outra instituição de Ensino, o estudante Adão Eurides de Souza Filho, o qual a partir de boas notas no teste IELTS conseguiu ser aprovado no Programa Ciência Sem Fronteiras e irá realizar o intercâmbio no Reino Unido.

Atuação na Rádio: O ERI recebeu um espaço no programa Coletivo, da Rádio UNIJUÍ FM, toda quinta-feira, das 18h45min às 19h. O espaço foi utilizado para entrevistas com estudantes que estavam indo para o exterior ou para os que recém retornaram do intercâmbio e ainda para divulgação das novidades do Escritório. O espaço foi ainda utilizado para entrevistas com estudantes estrangeiros. A participação iniciou em março de 2012 e o Escritório esteve presente em mais de 40 programas. Destacam-se, ainda, as participações em programas da Rádio Jornal da manhã.

Realização de Eventos: O ERI realizou duas edições do Dia do Intercâmbio nos quatro câmpus da UNIJUÍ, evento este para socializar aos estudantes de todos os cursos e níveis as oportunidades de intercâmbio. Cada edição ocorreu no início de cada semestre letivo (meses de abril e agosto).

Viagens e participações em eventos: Participação na Expo Intercâmbio em Porto Alegre no dia 08 de março. A feira reuniu as principais empresas de Intercâmbio do Brasil e representantes de diversas universidades europeias e norte americanas. A partir deste evento foi possível estabelecer contato com as seguintes empresas: Central do Intercâmbio, Estudar no Exterior, Egali, ESIC – Marketing e Business School e Latino Australia Education. Estabeleceram-se parcerias com a ESIC, a qual foi muito importante para o lançamento da Escola Superior de Gestão e Negócios – ESGN/UNIJUÍ. A Latino Austrália Education foi e continua sendo fundamental no assessoramento para a realização do intercâmbio para a Austrália. Todas as demais empresas foram convidadas e estiveram participando nas duas edições do Dia do Intercâmbio em Ijuí e em Santa Rosa, expondo os seus produtos para os estudantes.

Realização de viagem para conhecer o funcionamento dos Escritórios de Relações Internacionais da UNIVATES, UNISINOS e UCS nos dias 13 e 14 de março. A partir deste encontro foi possível estabelecer parcerias de atuação conjunta em Missões de Estudos. O estudante Paulo Wink (Engenharia Mecânica) participou de Missão Acadêmica para a Alemanha, organizada pela UNISINOS em parceria com a UNIJUÍ, que ocorreu em outubro de 2012.

Participação na Reunião promovida pela Latina Australia Education com o Grupo das oito principais universidades Australianas. O evento ocorreu no dia 22 de março em Porto Alegre. A partir deste encontro se estabeleceu contato com professores das oito universidades. Encontro este que facilitou o envio dos dois estudantes para a Austrália. Este encontro reuniu ainda os assessores de relações internacionais das principais instituições do RS. Neste encontro, se estabeleceu a organização e o lançamento do Intercâmbio Gaúcho, o qual reuniu as seguintes universidades: UNIJUÍ, UNISC, UNISINOS, UCS e UNIVATES. O Intercâmbio Gaúcho foi coordenado pela UNISC.

Visitação nos dias 01 e 02 de agosto à ESIC, em Curitiba, em prol do convênio entre essa Escola Superior Espanhola e a UNIJUÍ.

Participação das Jornadas CRUP – Conselho de Reitores das Universidades Privadas da Argentina e da Reunião da Red Cidir - Red Interuniversitaria del Conocimiento Orientada al Comercio Internacional, el Desarrollo y La Integración Regional. O encontro reuniu universidades de vários países da América Latina. As jornadas ocorreram nos dias 15, 16 e 17 de agosto.

Participação em nova reunião da Red Cidir e do V Seminário Iberoamericano de Comércio Internacional no dia 08 de novembro, em Santa Rosa, na FEMA - Fundação Machado de Assis.



G. 4. Sistematização de resultados dos intercâmbios

O ERI encaminhou neste ano de 2012 um número 40 estudantes para o exterior (dos diversos níveis de estudo). Este número abrange estudantes com e sem bolsa de estudos. Além disto, foram incluídos os intercâmbios culturais e estudantes que realizaram missão acadêmica na Europa. Quanto aos estudantes que foram recebidos, totalizam quatro: duas estudantes da Espanha, uma da Polônia e um estudante da Hungria.



H. Ações de Qualificação da Política de Planejamento e Gestão

H. 1. Ações de Planejamento e Administração

As ações de planejamento e administração pautam-se, principalmente, na Qualificação da Gestão e no Fortalecimento da Sustentabilidade Institucional, tendo presente os compromissos institucionais e a orientação estratégica da Reitoria para a gestão 2011-2013. Nesta ótica, a Vice-Reitoria de Administração, juntamente com as unidades administrativas e departamentais, desdobrou os seguintes projetos em 2012:

a) Plano Estratégico de Investimentos.

b) Análises de Viabilidade.

c) Programa de Capacitação de Gestores Acadêmicos e Técnicos.

d) Aperfeiçoamento da Metodologia de Avaliação de Desempenho.

e) Plano de modernização do SIE.

f) Análise e Melhoria dos Processos de Trabalho.

g) Planejamento Financeiro e Orçamentário.

a) Plano Estratégico de Investimentos

A elaboração do plano estratégico de investimentos com detalhamento das origens dos recursos diagnosticou as necessidades de investimentos e a possibilidade de planos de financiamento para itens como equipamentos de informática e multimídias; climatização de salas de aula e espaços internos; adequação da estrutura ao novo propósito da Unidade de Educação Continuada; rejuvenescimento dos espaços institucionais no campus Ijuí; melhoria da cobertura de rede wireless nos Câmpus da Universidade; atualização tecnológica dos laboratórios de ensino; construção da pista atlética do Campus Santa Rosa; continuidade das obras para conclusão do Hospital Veterinário e Unidade de Saúde Animal.

O diagnóstico das salas de aula e espaços administrativos evidenciou as necessidades de climatização e a elaboração de um cronograma de investimentos. Em climatizadores houve o investimento de R$ 106.773,85 e a aquisição de 8 novos equipamentos de multimídias. Em 2011, a partir do levantamento dos equipamentos de informática existentes na Instituição, foi possível elaborar um plano de reposição anual. Contudo, em 2012, devido ao previsto na RDO, foram efetuadas compras de substituições emergenciais. Para 2013, deve ser retomada a meta de compra anual de no mínimo 100 computadores, além de ativos de rede e servidores para manter os serviços operacionais.

O diagnóstico dos laboratórios de ensino e análise feita por todos os coordenadores apontou as necessidades de investimentos. A escala de prioridades das demandas propiciou a elaboração de um cronograma para a atualização e qualificação destes laboratórios. Em 2012 foi investido em equipamentos de laboratórios o valor de R$ 150.139,09. Ainda, em relação aos laboratórios de informática, identificou-se que os alunos trazem seus equipamentos (notebooks, tabletes), sendo necessária a adequação dos espaços para suporte dos mesmos e condições de uso. Diante disso, foram qualificados estes laboratórios com a adequação de bancadas, pontos de rede elétrica e acesso à rede wireless.



b) Análises de Viabilidade

Em 2012 foi realizado o diagnóstico econômico financeiro da Editora. Foram analisadas as receitas, despesas, resultados e processos de trabalho, sendo possível identificar a necessidade de ajustes nos percentuais dos custos indiretos da Editora e da Gráfica e de incorporar um percentual de ociosidade para cálculo das horas produtivas disponíveis. Além disso, verificou-se a necessidade de acompanhar a efetividade das transferências internas, sendo sugerido que a Direção solicite primeiro o pedido via SIE pelos Departamentos/Unidades para comprometimento dos valores/custo, para posterior produção do material pela Editora/Gráfica. Ainda, sugeriu-se rever o percentual de formação do preço de venda externa e percentual de desconto. Com este diagnóstico, foi possível, de imediato, realizar mudanças na estrutura administrativa da Unidade.

Nesta mesma linha, foram realizados cálculos e análises dos resultados da Unidade de Reabilitação Física. A Controladoria realiza o acompanhamento do Projeto referente ao repasse dos valores pelo SUS, para cobrir as despesas com o pessoal, e faz ainda o monitoramento financeiro das receitas e despesas, considerando que o projeto repassa os valores dos atendimentos.

Em 2012, o projeto de diagnóstico dos laboratórios de ensino e prestação de serviços concluiu o levantamento dos custos, revisão dos preços das análises e resultado econômico do Laboratório de Bromatologia, Laboratório de Solos e Laboratório de Sementes. Foram apurados os custos com a mão de obra direta e indireta, custo da matéria-prima, depreciação, custos indiretos, dentre outros. Como resultados destes diagnósticos, apontam-se os encaminhamentos dados quanto à diminuição do número de horas docente alocadas à coordenação dos laboratórios e a necessidade de adequação no valor das análises. Os ofícios circular da VRA 03/2012, 05/2012 e 08/2012 contêm o detalhamento dos cálculos. Além destes, foram iniciados os trabalhos de elaboração dos fluxos operacionais, projeção de custos e precificação dos produtos da Farmácia Escola. Para o ano de 2013, estes diagnósticos estarão a cargo da Controladoria em conjunto com a Coordenadoria Patrimonial e de Serviços.

Neste ano, ainda foram elaborados os quadros orçamentários para implantação do curso de Odontologia na Unijuí. Através da comissão de estudos do curso, foi possível realizar a projeção de custos de investimentos em laboratórios, equipamentos, bibliografia e outras despesas. Aguarda-se a pesquisa de mercado a ser realizada no mês de março de 2013.

c) Programa de Capacitação de Gestores Acadêmicos e Técnicos.

O Programa de Educação Continuada para Gestores e Técnicos Administrativos objetiva oportunizar aos técnicos administrativos e gestores, a partir do processo de avaliação de desempenho, qualificações que lhes garantam o desenvolvimento de competências técnicas e comportamentais, bem como criar na instituição um ambiente organizacional que tenha como princípio norteador a aprendizagem. Nesta ótica, as ações propostas foram divididas para gestores e para técnicos administrativos e de apoio.

No ano de 2012, a Reitoria realizou uma capacitação/imersão da equipe da Reitoria, assessores e os Pró-Reitores de Câmpus, nos dias 27 a 29 de agosto, no Hotel Fórmula 4, com o propósito de qualificar a equipe para realização do Planejamento do ano de 2013. Este evento contou com a consultoria externa do professor Luciano Rodrigues Marcelino, proprietário da Standart Consultoria e professor da UNESUL. Ainda, foram realizadas no ano de 2012, reuniões do Fórum de Gerentes, com participação de todos os gerentes de Coordenadorias e Diretores de Mantidas.

Para os técnicos administrativos e de apoio foram desenvolvidas as capacitações, que podem ser conferidas no relatório da Coordenadoria de Recursos Humanos, neste documento.



d) Aperfeiçoamento da Metodologia de Avaliação de Desempenho

Dentre as ações desenvolvidas, cita-se a revisão do mapa de competências e suas dimensões de enquadramento; apresentação da sistemática revisada do processo de avaliação de desempenho e a execução do novo ciclo de avaliação de desempenho. Em 2012, a avaliação de desempenho foi realizada pelo terceiro ano, tendo este processo se caracterizado como um instrumento de gestão de pessoas capaz de subsidiar a Instituição e seus gestores na condução das políticas de pessoal. A avaliação em si teve os seguintes números: 499 técnicos avaliados no decorrer do ano, sendo que 09 ou 1,8% ficaram em acompanhamento; 381 ficaram desempenhando, ou seja, 76,40% dos avaliados. Em aperfeiçoando ficaram 90 técnicos, ou seja, 18%; e 19 técnicos no conceito empreendendo, ou seja, 3,8% dos avaliados.

Quanto ao desenvolvimento da ferramenta BSC - Balanced Scorecard para Businees Inteligency (Inteligência de Negócios), que objetiva construir uma base sólida de informações para tomada de decisões compartilhadas entre unidades, as discussões sobre o software foram iniciadas em 2011. Em 2012 foram elaborados, informatizados e automatizados diversos indicadores estratégicos definidos pela Reitoria, os quais permitem acompanhar graficamente tais indicadores de desempenho a partir de uma base de dados.

e) Plano de Modernização do SIE

Referente à atualização tecnológica – Tecnologia WEB foi realizada a troca do servidor WEB da universidade, o que gerou um ganho de desempenho para atender a demanda de acesso ao Portal. A partir disto, foi possível efetuar uma reformulação de todo Portal Externo da Instituição, possibilitando novas ferramentas e aplicações. Além disso, foram criados novos relatórios voltados especificadamente para a VRG, Recursos Humanos e Coordenadoria Financeira. Na área financeira destaca-se o desenvolvimento do módulo de controle de cheques e o desenvolvimento da nota Fiscal Eletrônica para prestação de serviços, bem como o sistema de Contas a Receber, que está na fase de integração com a Nota Fiscal Eletrônica. Informações detalhadas constam no Relatório de Atividades da Coordenadoria de Informática.



f) Análise e Melhoria dos Processos de Trabalho

A Vice-Reitoria de Administração elaborou uma matriz de análise dos processos e planos de melhoria de trabalho da pasta. Esta matriz foi constituída a partir do plano de ação da VRA para 2011/2013 e efetivamente monitorou os processos de trabalho da pasta.

As análises e proposições de melhorias dos processos de trabalho executadas no ano de 2011 seguem com atualizações contínuas sempre que necessário.

No ano de 2012, dando continuidade à qualificação dos processos de trabalho, foram realizadas capacitações para os integrantes da Central de Atendimento ao Aluno dos Câmpus de Panambi e de Três Passos e reforços para novos integrantes de Ijuí e de Santa Rosa, visando um modelo básico de qualidade no atendimento. Da mesma forma, houve capacitações para secretários(as) e atendentes de Departamento sobre os aplicativos/relatórios do SIE, matrículas, rematrículas, aproveitamento de estudos, Portal do Professor, estágios obrigatórios e não obrigatórios. Estiveram envolvidas nestes processos a Secretaria Acadêmica, a Coordenadoria Financeira e a Coordenadoria de Recursos Humanos. Houve, ainda, a continuidade da organização e qualificação da equipe permanente para atendimento das matrículas dos vestibulandos e Ingresso Extravestibular.

Neste ano, foi implantado o atendimento telefônico, e-mail e chat Unijuí como padrão no atendimento ao aluno, canalizando todos os serviços online, através da constituição de equipe e estrutura física qualificada.

A Vice-Reitoria de Administração realizou no ano de 2012 a análise e melhoria dos seus processos de trabalho, sendo possível diagnosticar atividades que atualmente estavam alocadas na VRA e que a partir do ano de 2013 serão incorporadas na Controladoria, em função de suas especificidades, como por exemplo, o Diagnóstico dos Laboratórios, orçamento de cursos de Pós-Graduação Lato Sensu e Cursos de Extensão e controle dos investimentos Institucionais.

Em 2012, o projeto da Filantropia e Responsabilidade Social encaminhou a prestação de contas da Filantropia do triênio 2009/2011. No Balanço Social foram efetuadas inclusões de novas informações das ações desenvolvidas pela FIDENE e nas Prestações de contas houve melhoria na base de dados para posterior preenchimento nos Sistemas de cada órgão.

g) Planejamento Financeiro e Orçamentário

A Resolução de Diretrizes Orçamentárias, o Orçamento Programa e os relatórios Contábeis são instrumentos de planejamento e de controle orçamentário que norteiam as ações e indicam os limites operativos de curto prazo no âmbito da FIDENE e suas mantidas.

Em referência a fluxo de caixa e planejamento financeiro, foi realizado projeto de reestruturação financeira abrangendo todo o sistema financeiro e dívidas tributárias. Para o sistema financeiro foi iniciado e concluído em 2012 um processo de renegociação com os bancos em que a Instituição mantém financiamentos, reduzindo taxas de juros e aumentando prazos de pagamento, com o objetivo de reduzir custo financeiro e comprometimento financeiro mensal. Para as dívidas tributárias foi encaminhado projeto de refinanciamento de débitos com a Receita Federal, através do PROIES que, em conjunto com o resgate de títulos de FIES, possibilitou a conquista da regularidade tributária e as Certidões Negativas de INSS e FGTS.

Em 2012, 1.476 alunos tiveram FIES – Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior, o que representa 18,11% do total de alunos da graduação. O montante contratado em financiamento foi de R$ 12.990.748,81. Ainda, 930 alunos tiveram bolsa ProUni – Programa Universidade para Todos, ou seja, 11,41% do total de alunos da graduação, que ao final do ano de 2012 totalizava 8.148 alunos. A oferta de bolsas ProUni foi de R$ 11.823.780,36.



H. 2. Ações de Gestão Econômica e Financeira

A gestão econômica e financeira constitui-se em uma dimensão importante para a sustentabilidade da Instituição. Dentre as ações desenvolvidas na Vice-Reitoria de Administração no ano de 2012, cabe citar: o monitoramento da quota de créditos e de alunos matriculados nos cursos de graduação; os orçamentos dos cursos de pós-graduação; os orçamentos dos cursos de graduação nas modalidades presencial e EaD; a matriz econômica dos cursos de graduação e EaD; as ações de apoio aos estudantes; as ações de qualificação patrimonial e de informática; o monitoramento da Quota de Pessoal; os acordos com os Sindicatos; e a avaliação de Desempenho.




Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal