Memorial descritivo de procedimentos e especificaçÕes técnicas para a execuçÃO: de uma piscina no ginásio coberto denominado bloco 1L, situado no campus educaçÃo física da universidade federal de uberlândia



Baixar 0.72 Mb.
Página1/31
Encontro01.02.2018
Tamanho0.72 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   31


UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA

Diretoria de Infraestrutura


MEMORIAL DESCRITIVO DE PROCEDIMENTOS E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA A EXECUÇÃO DA CONSTRUÇÃO DA PRIMEIRA ETAPA DE UM BLOCO DENOMINADO 1KCA, DESTINADO AO CREDESH – CENTRO DE REFERÊNCIA NACIONAL EM DERMATOLOGIA SANITÁRIA E HANSENÍASE A SER LOCALIZADO NO BAIRRO JARDIM BRASÍLIA.


1 – OBSERVAÇÕES PRELIMINARES. 4

1.1 - Observações Gerais. 6

1.2 - Objeto da Contratação. 7

2 - EXECUÇÃO E CONTROLE. 9

2.1 - Responsabilidades. 9

2.2 - Acompanhamento. 12

2.3 - Normas Técnicas Aplicáveis e Controle. 12

3 - MATERIAIS E OU EQUIPAMENTOS. 13

3.1 - Observações Gerais. 13

3.2 - Cimentos. 14

3.3 - Agregados. 15

3.4 - Águas. 16

3.5 - Aditivos. 16

3.6 - Cal Hidratada. 16

4 - CANTEIRO DE OBRAS. 17

4.1 - Localização e Descrição. 17

4.2 - Segurança em geral. 17

4.3 - Mobiliário e Aparelhos. 18

5 - SERVIÇOS TOPOGRÁFICOS E DE MARCAÇÃO EM GERAL. 18

6 - ESCAVAÇÕES E ATERROS EM GERAL. 18

6.1 - Escavações de valas, etc. 18

6.2 - Terraplanagem, desaterros, aterros, reaterros, demolições, etc. 19

7 - FUNDAÇÕES. 19

8 - NORMAS TÉCNICAS DA ABNT APLICÁVEIS. 21

8.1 - Acessibilidade. 21

8.2 - Alvenaria de tijolos. 21

8.3 - Argamassas. 21

8.4 - Aterros e Escavações. 22

8.5 - Coberturas. 22

8.6 - Concretos/argamassas. 22

8.6.a - Cimentos. 22

8.6.b - Agregados. 23

8.6.c - Concretos. 24

8.6.d - Aços para armaduras. 25

8.6.e - Estruturas de madeira/Escoramentos. 25

8.7 - Esquadrias. 25

8.8 – Estruturas metálicas. 26

8.9 - Ferragens. 26

8.10 - Fundações. 27

8.11 - Impermeabilizações. 27

8.12 - Instalações Hidráulicas, Pluviais, Combate à Incêndio, Especiais e Similares. 28

8.13 - Instalações elétricas e sistemas diversos. 29

8.14 - Materiais de Revestimento. 31

8.15 - Pinturas. 31

8.16 - Pisos. 32

8.17 - Segurança 32

8.18 - Sondagens. 32

8.19 - Vidros. 32

9 - CONCRETO. 32

9.1 - Composição e dosagem. 33

9.2 - Materiais componentes. 33

9.3 - Dosagem. 33

9.4 - Preparo do Concreto. 33

9.5 - Transporte. 34

9.6 - Lançamento. 34

9.7 - Adensamento. 34

9.8 - Cura. 35

9.9 - Controle de qualidade. 35

10 - ARMADURAS. 36

10.1 - Aço. 36

10.2 - Recebimento e estocagem. 36

10.3 - Preparo das armaduras. 37

10.4 - Colocação das armaduras. 37

11 - FORMAS PARA CONCRETO. 38

11.1 - Painéis. 38

11.2 - Travamentos. 39

11.3 - Cimbramentos. 39

12 - METODOLOGIA NAS CONCRETAGENS. 40

13 - EMBUTIDOS. 41

14 - DESFORMA E DESCIMBRAMENTO. 41

15 - REPAROS NA ESTRUTURA. 42

16 - ESTRUTURAS METÁLICAS. 42

17 - COBERTURAS. 45

17.1 - Considerações Gerais. 45

18 - ARGAMASSAS. 46

18.1 - Preparo e dosagem. 46

18.2 - Traços. 47

19 – ALVENARIAS, VEDAÇÕES, DIVISÓRIAS, FECHAMENTOS DIVERSOS, ETC. 48

19.1 - Considerações gerais. 48

19.2 - Alvenaria de tijolos cerâmicos furados. 49

19.3 - Alvenaria de tijolos maciços comuns. 50

19.4 - Divisórias em Granito cinza andorinha. 50

19.5 - Alvenarias e ou fechamentos em blocos de concreto em concreto aparente colorido. 51

20 - IMPERMEABILIZAÇÕES, CALAFETAÇÕES, ETC. 52

20.1 - Considerações gerais. 52

20.2 - Calafetação de fissuras em lajes, fachadas, caixilhos, etc. 52

20.3 - Tratamento de Fissuras. 53

20.4 - Calafetação de Caixilhos. 53

20.5 - Impermeabilização de Juntas de Dilatação. 54

20.6 - Impermeabilização horizontal das vigas baldrames, alvenarias de embasamento, fundações. 54

20.7 - Impermeabilização dos muros de arrimo. 54

20.8 - Impermeabilização das lajes externas expostas às chuvas. 54

21 - REVESTIMENTOS DE PISOS. 58

21.1 - Considerações gerais. 58

21.2 - Especificações particulares. 59

21.2.1 - Pavimentação em concreto e contra-pisos. 59

21.2.2 - Contrapiso de regularização de argamassa de cimento e areia. 59

21.2.3 – Piso em Granitina/granilite. 59

22 - REVESTIMENTOS DIVERSOS SOBRE ALVENARIAS, TETOS, CONCRETOS, ETC. 60

22.1 - Considerações gerais. 60

22.2 - Chapisco sobre alvenarias, tetos e concretos. 61

22.3 - Massa Paulista. 61

22.4 - Revestimento 10x10 cm. 62

23 – ESQUADRIAS, SIMILARES METÁLICOS E FERRAGENS. 63

23.1 - Esquadrias e similares metálicos de ferro, aço e alumínio. 63

23.2 - Esquadrias e outros similares em madeira. 66

23.2.1 - Folhas das Portas. 66

23.3 - Ferragens. 67

23.4 - Observações Complementares. 67

24 – VIDROS E ESPELHOS. 68

25 - PINTURAS. 69

25.1 - Considerações gerais. 69

25.2 - Pintura em alvenarias, etc. com tinta 100% acrílica com ou sem massa corrida acrílica. 71

25.3 - Pintura em Tubulações aparentes, Equipamentos aparentes, etc. 71

25.4 - Pintura com esmalte sintético sobre esquadrias metálicas e similares metálicos. 72

26 - INSTALAÇÕES. 72

26.1 - Instalações hidráulicas e sanitárias, de combate a incêndios, pluviais, etc. 73

26.1.1 - Marcas e modelos adotados para equipamentos, materiais hidráulicos, sanitários, pluviais, de combate a incêndios e demais elementos de outras instalações, etc. 73

26.1.2 - Instalações de água fria e de combate a incêndios. 75

26.1.3 - Proteção e Verificação. 77

26.1.4 - Drenagem de Águas Pluviais. 77

26.1.5 - Instalações de Esgoto Sanitário. 78

26.1.5.1 - Considerações Gerais. 78

26.1.5.2 - Proteção e verificação. 78

26.1.5.3 - Informações Complementares. 79

26.1.5.4 - Montagem dos Aparelhos. 79

26.1.6 - Gases Medicinais. 79

26.1.6.1 - Vácuo Clínico 80

26.1.6.2 - Ar Comprimido Medicinal. 80

26.1.7 - Informações Gerais das Instalações. 80

26.1.7.1 - Abraçadeiras/Fitas de suspensão. 80

26.1.7.2 - Bancadas, pias, etc. 80

26.1.7.3 - Caixas Sifonadas e ralos sifonados em geral de PVC com grelha e tampa giratória em aço inox. 81

26.1.7.4 - Louças Sanitárias e Acessórios. 81

26.1.7.5 - Metais dos Aparelhos Sanitários. 82

26.1.7.6 - Ralo Seco de PVC com grelha inox. 82

26.1.7.7 - Registro de Gaveta ou Pressão Cromado, com Canopla. 82

26.1.7.8 - Sinalização de Saída. 82

26.1.7.9 - Tubulações de Ferro ou Aço Galvanizado. 83

26.1.7.10 - Tubulações de Plástico Rígido PVC Tipo Esgoto ou Soldáveis, Tipo Água. 83

26.1.7.11 - Válvulas, Registro de Gaveta, Acabamento Bruto. 83

26.1.7.12 – Extintores de Incêndio. 83

26.1.8 – Sistema de aquecimento central solar. 84

26.2 - Instalações elétricas, telefônicas, lógica e sistemas diversos. 86

26.2.1 - Marcas e modelos adotados para os equipamentos e materiais elétricos, de telefonia, lógica e sistemas diversos. 86

26.2.2 - Considerações gerais. 87

26.2.3 - Montagem dos eletrodutos, eletrocalhas, rodapés, etc. 89

26.2.4 - Instalação de condutores elétricos, de telefonia, de lógica e de sistemas diversos. 90

26.2.5 - Montagem de quadros, caixas, luminárias, etc. 92

26.3 – Verificação Final 94

26.3.1 – Prescrições gerais. 94

27 - SERVIÇOS DIVERSOS. 95

27.1 - Reaterros e paisagismo. 95

27.2 - Barras e acessórios para deficientes físicos. 95

27.3 - Diversos. 96

27.4 - Forros. 96

27.4.1 – Forro Modulado tipo sistema 125. 96

27.4.2 – Forro em gesso acartonados tipo FGA ou FGE. 97

27.5 – Peitoris em granito. 98

27.6 - Bate-macas. 98

27.7 – Rufos em concreto pré-moldado. 98

27.8 - Tela contra insetos e outros. 98

28 - REPAROS E LIMPEZA GERAL DA OBRA. 98

28.1 - Remoção do Canteiro. 99

28.2 - Limpeza. 99

28.2.1 - Limpeza Preventiva. 99

28.2.2 - Limpeza Final. 99

28.3 - Tratamento final. 100



29 - RECEBIMENTO DAS OBRAS E SERVIÇOS. 100





Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   31


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal