Memorial descritivo de procedimentos e especificaçÕes técnicas para a execuçÃO: de uma piscina no ginásio coberto denominado bloco 1L, situado no campus educaçÃo física da universidade federal de uberlândia



Baixar 0.86 Mb.
Página33/33
Encontro10.02.2018
Tamanho0.86 Mb.
1   ...   25   26   27   28   29   30   31   32   33

27 - SERVIÇOS DIVERSOS.




27.1 - Juntas de Dilatação.

Deverá ser utilizado o sistema de impermeabilização com material selante SONOLASTIC SL1/SL2, auto nivelante à base de poliuretano, da MBT, conforme orientação do fabricante, nas partes horizontais.

Posteriormente deverá ser executado a aplicação do revestimento de piso se for o caso.

As juntas de dilatação, exceto nos pisos/partes horizontais, deverão ser calafetadas com Sikaflex ou outros produtos MBT, e receber acabamento com perfil "T" de alumínio largura mínima de 50 mm fixado em apenas uma das abas, permitindo-se a dilatação, e pintada das cores adjacentes, com tintas de fundo próprio para alumínio, conforme indicado no item Pinturas.



27.2 - Reaterros e paisagismo.

Deverão ser niveladas todas as plataformas junto ao edifício e seus acessos, bem como todos os taludes não executados, áreas em terra serão regularizados, sendo que todas as plataformas, taludes e vizinhanças, e demais locais externos indicados ou não nos projetos como jardins, deverão ser gramados com grama do tipo cuiabana, em placas justapostas, sem pragas, plantadas sobre terra de cultura/vegetal espessura mínima de 10 cm, de boa qualidade, salgada com terra vegetal sem torrões, e regada até a pega final na entrega da obra.


Os taludes deverão ser aplainados e na inclinação de 1:2, e também serão gramados com grama do tipo cuiabana, exceto em locais com especificação particular constante do projeto arquitetônico.
Deverá ser executado todos os serviços bem como todo o paisagismo da praça, conforme projeto fronecido.

27.3 - Barras e acessórios para deficientes físicos.

Deverão ser instalados nos sanitários para deficientes e demais locais indicados no projeto arquitetônico, todos os acessórios exigidos para tal, e detalhados nos projetos, como: barras de equilíbrio em aço inox.


Barras para deficientes físicos, etc. dos sanitários e demais locais serão construídas sob medida, conforme projeto de arquitetura, ou indicações da FISCALIZAÇÃO e deverão ser em aço inox 316 chapa 18, diâmetro 1 ½” e dotadas de chumbadores e canoplas de acabamento, no mesmo padrão das demais peças inox.

27.4 - Diversos.

1) Nos locais onde houver passagem de tubulações elétrica, etc., sob a regularização do piso, deverá ser colocada tela galvanizada para evitar trincas e fissuras futuras.


2) Nas aberturas em pisos, alvenarias, etc., para passagem em geral das tubulações das instalações complementares, deverá ser colocada tela galvanizada ou TELAFIX, para evitar trincas e fissuras futuras.
3) Toda e qualquer perfuração, abertura, etc. em pilares, lajes, ou na estrutura em geral, deverá ser previamente aprovada pela FISCALIZAÇÃO.
4) Deverão ser fornecidas à CONTRATANTE/ FISCALIZAÇÃO, cópias autenticadas das notas fiscais e respectivos termos de garantia, de todos materiais, equipamentos, peças, etc., que sejam materiais permanentes, ou cuja garantia possa ser exigida posteriormente.
5) Todos os buracos existentes na cobertura, passíveis de entradas de pássaros, pombos, etc., quando não detalhados no projeto deverão ser tampados, com tela plástica, cor preta do tipo para piscicultura, malha de ½”, alvenarias, etc, mesmo que não indicados no projeto.
6) Deverá ser instalada uma tela de projeção recolhível manual por sala sobre a lousa( quadro negro) das salas de aula, na dimensão aproximada mínima de 2,00x1,50 metros, de enrolar e embutir.

27.5 - Forros.



OBSERVAÇÕES INICIAIS:
1) Será exigido para qualquer tipo de forro, nivelamento e alinhamento perfeitos, sem ressaltos, reentrâncias, diferenças nas juntas; as placas ou réguas deverão apresentar-se sem defeitos.
2) Os níveis serão definidos em função das instalações e ou outros serviços a serem executadas acima dos forros, sendo que se deverá atingir o máximo pé direito possível e em caso de inexistência de instalações, serão conforme projeto.
3) A estrutura de sustentação dos forros em geral deverá ser suportada pelas estruturas existentes, ou seja: em concreto ou metálicas, desde que dimensionadas para tal finalidade.

27.5.1 - Forro Tipo Colméia da Novel.



Locais: sanitários, hall dos sanitários, DML, pilotis e circulações cobertas externas, pátio coberto subsolo, apoio, lanternins no bloco A e demais locais indicados no projeto arquitetônico.

Acabamento: plástico.

Tipo: painéis com dimensões 620x620x20 mm, para modulações, colméia 2x2x2 cm, espessura das paredes da colméia 2 a 3 cm , referência Novteto C, cor branca.
O forro deverá ser executado com assistência técnica do pessoal da Novel, ou por pessoal autorizado pela fabricante, devendo as medidas serem retiradas no local de execução, depois de terminado o revestimento das paredes e tetos.
Forro fabricado em poliestireno de alto impacto, resistência ao fogo classe A, combate convencional, sistema de suspensão exclusivo pendural em nylon da mesma cor do painel e sobre perfil T. Consumo de um pendural por painel, temperatura de amolecimento Normas ASTM 1525 – 103.C, flamabilidade classe HB normas UL 94, embalagem 18 unidades por caixa.
Deverá ser apresentado previamente e à critério da FISCALIZAÇÃO, desenhos e amostras do forro para aprovação, onde constem as medidas reais do local de execução do forro.
O forro deverá ser fornecido e montado rigorosamente de acordo com as especificações técnicas da fabricante.
Na montagem caso haja necessidade de cantoneiras ou outros acessórios para requadrar o vão e instalar o forro utilizar as próprias cantoneiras ou outros acessórios fornecidas pela fabricante.
Qualquer imperfeição ou irregularidade apresentada, deverá ser corrigida ainda que implique na desmontagem e substituição de peças.
Os tetos acima dos forros deverão ser pintados com tinta látex cor preta.

27.5.2 – Forro em gesso acartonados tipo FGA.



Locais: embutir instalações e demais locais indicados no projeto arquitetônico.

Marcas: Gypsum ou Gypsalum, vide drywall.
Será exigido para a execução do forro, nivelamento e alinhamento perfeitos, sem ressaltos, reentrâncias, diferenças nas juntas; bem como as placas ou réguas deverão ser novas e apresentarem-se sem qualquer tipo de defeitos, e nos desenhos de projeto.

Os serviços de colocação do forro suspenso deverão ser executados, conforme orientação do fabricante, e depois de terminada a pintura das paredes e demais serviços que interferem nesta execução.

Nos locais onde existam instalações elétricas, hidráulicas, ar condicionado, exaustão, etc. acima do forro, o mesmo só poderá ser executado, depois de vistoriadas, aprovadas e testadas estas instalações.

Na entrega final das obras o forro deverá estar limpo.

O forro deverá possuir tirantes de sustentação com resistência suficiente e possuírem tratamento anticorrosivo do tipo galvanizado, que poderão ser sustentados pela estrutura metálica, desde que dimensionada para tal.

As placas de gesso deverão ter as bordas reforçadas isentas de defeitos e ficarão suspensas em tirantes fixados às estruturas metálicas.

Os arremates das placas junto às paredes deverão ser perfeitos, sem gretas ou aberturas, sendo as linhas de coincidência perfeitamente alinhadas, e com juntas de dilatação quando houver recomendação do fabricante para tal, evitando-se assim trincas.

A pintura do forro deverá ser do tipo látex emassada lisa.

As placas de gesso acartonado serão de 580x3000x12,5 mmm, com aditivo revestido por cartão duplex.

27.5.3 – Forro em fibra tipo Forrofort Acustic.



Locais: indicados no projeto arquitetônico.

Marcas: Garbe Ind. Com. Ltda
Forro constituído por fibras vegetais mineralizadas agregado ao cimento portland, tendo seu acabamento final pintado com tinta PVA, sustentado por perfis metálicos em aço galvanizado, pintado com tinta epóxi na cor branca e fixado nos cantos das chapas por presilhas metálicas com quatro parafusos exclusivo para Forrofort. Com a modulação de 625mm x 1250mm x 18mm".

Será exigido para a execução do forro, nivelamento e alinhamento perfeitos, sem ressaltos, reentrâncias, diferenças nas juntas; bem como as placas deverão ser novas e apresentarem-se sem qualquer tipo de defeitos, e nos desenhos de projeto.

Os serviços de colocação do forro suspenso deverão ser executados, conforme orientação do fabricante, e depois de terminada a pintura das paredes e demais serviços que interferem nesta execução.

Nos locais onde existam instalações elétricas, hidráulicas, ar condicionado, exaustão, etc. acima do forro, o mesmo só poderá ser executado, depois de vistoriadas, aprovadas e testadas estas instalações.

Na entrega final das obras o forro deverá estar limpo.

O forro deverá possuir tirantes de sustentação, ou estrutura com resistência suficiente para suportar o mesmo e possuírem tratamento anticorrosivo do tipo galvanizado, desde que dimensionada para tal, ou conforme orientação do fabricante.

Os arremates das placas junto às paredes deverão ser perfeitos, sem gretas ou aberturas, sendo as linhas de coincidência perfeitamente alinhadas, e com juntas de dilatação quando houver recomendação do fabricante para tal, evitando-se assim trincas.

27.5.4 – Forro de gesso em placas.



Tipo : Placas 600x600 mm, cor branca, com pintura do tipo e na cor indicada nos projetos.

Locais: para embutir ou esconder instalações do pavimento superior que não podem ficar aparentes e nos demais locais Indicados no projeto arquitetônico.

Acabamento: pintura lisa emassada latex Suvinil branco neve, conf. Item Pinturas, ou conforme indicado nos projetos.
O forro deverá possuir tirantes de sustentação com resistência suficiente e possuírem tratamento anticorrosivo do tipo galvanizado, que poderão ser sustentados por pinos aplicados com revólver.
As placas de gesso deverão ter as bordas reforçadas isentas de defeitos e ficarão suspensas em tirantes fixados às estruturas metálicas ou lajes.
Os arremates das placas junto às paredes deverão ser perfeitos, sem gretas ou aberturas, sendo as linhas de coincidência perfeitamente alinhadas, e com juntas de dilatação quando houver recomendação do fabricante para tal, evitando-se assim trincas.
As placas de gesso pré-moldadas, serão com 12 mm de espessura no centro e 30 mm nas bordas, dimensões 60x60 cm, encaixe macho e fêmea, liso e contínuo, de qualidade extra e bom acabamento.

27.6 – Guarda Corpos e Corrimãos.

Os guarda corpos em geral serão metálicos em aço inox escovado, sendo que a altura dos mesmos 1,05 metros, combinados com corrimãos, conforme detalhes de projeto, ver detalhes folha ADG – 04 e caderno de especificações. Deverão ser dos seguintes tipos:


Guarda corpo da sacada, do pilotis, dos terraços e da passarela externa

Locais planos: Guarda-corpo em tubo redondo aço inox escovado diâmetro de 50mm em chapa 18 sobre montantes barra chata 50 x 12mm aço inox escovado, altura total = 1,05m, com sete fiadas de cordoalha aço diâmetro 3/8” distância máxima entre cordoalhas de 12cm; com esticadores próprios inox, distância entre montantes de aproximadamente 1,00metro.

Locais inclinados: Corrimão duplo tubo redondo inox escovado diâmetro de 50mm em chapa 18 nas alturas totais de 0,92m e 0,70m, sobre montantes barra chata 50 x 12mm em aço inox escovado, com quatro fiadas de cordoalha em aço diâmetro 3/8” distância máxima entre cordoalhas de 12cm, com esticadores em inox, distância entre montantes aproximadamente 1,00metro.
Guarda corpo da escada e passarela interna

Locais planos: Guarda-corpo em tubo redondo aço inox escovado diâmetro de 50mm em chapa 18 sobre montantes em tubos retangulares 40 x 20mm em aço inox escovado, altura total = 1,05m, estruturado para receber vidro temperado 8 ou 10mm presos por perfis “U” 10x20 mm em chapa 18 também inox; , distância entre montantes aproximadamente 1,00metro, ou entre degraus.

Locais inclinados: Corrimão duplo tubo redondo em aço inox escovado diâmetro de 50mm em chapa 18 nas alturas totais de 0,92m e 0,70m, sobre montantes tubo retangular 40 x 20mm em aço inox escovado, estruturado para receber vidro temperado 8 ou 10mm presos por perfis “U” 10x20 mm em chapa 18 inox escovado, distância entre montantes aproximadamente 1,00metro, ou entre degraus.
Nos locais onde os corrimãos serão chumbados os mesmos deverão ser do tipo duplos em tubo redondo em aço inox escovado diâmetro de 50mm em chapa 18 nas alturas totais de 0,92m e 0,70m, sendo que os mesmos serão chumbados diretamente no concreto e ou alvenarias sem montantes, e com chumbadores também em tubos de aço inox escovado 1" chapa 18, com raio de 150 mm, com chapa inox a cada 80cm e que posteriormente serão aparafusados no tubo. O acabamento do aço inox será do tipo escovado, e no local do chumbamento o acabamento será feito com canopla, padrão existente na rampa do anfiteatro do bloco 3QSM.

27.7 - Brises.

Para a proteção solar de todas as fachadas, exceto a fachada Oeste do Bloco B deverão ser fornecidos e instalados pela CONTRATADA brises lisos de alumínio ou aluzinc fabricados com aletas móveis e reguláveis em conjunto, de aproximadamente 275mm eixo a eixo, comprimento máx. 3,00m, montantes tubulares, pivôs de náilon, superfície tratada em processo continuo, composto por decapagem, aplicação de primer e pintura dupla face, com cura em alta temperatura (Sistema Coil Coating), podendo ou não ser do tipo “asa de avião” preenchido com espuma rígida de poliuretano. Acabamento Branco Acetinado. Marcas e modelos que poderão ser adotados: Refax AS277, Refax Termobrise, Hunter Douglas Thermobrise, Hunter Douglas AeroScreen. A CONTRATADA deverá orçar dentre estas marcas e modelos a que proporcione a menor relação custo benefício, tendo em vista também que a licitação será definida pelo MENOR PREÇO.


Os brises deverão ser instalados por empresa especializada e credenciada pela fabricante, seguindo todas as suas recomendações, utilizando-se todos os materiais e acessórios indicados pela mesma.

27.8 - Plataformas.

As plataformas/elevadores para deficientes a serem instaladas deverão possuir as seguintes características:

1)construção e funcionamento em acordo com padrões e normatização de segurança, pré-estabelecidos pelas normas da ABNT e demais normas pertinentes ao assunto;

2)plataforma de elevação eletro-mecânica p/quatro paradas;

3)motor trifásico - 220 v;

4)moto-freio acoplado;

5)chave geral – controle/bloqueio de operação;

4)sistema de elevação: moto-redução, por cabos engrenagem helicoidal;

5)acionamento por botoeiras de comando digital, internas e externas (braille incluso);

6)porta interna com acionamento automático (cabine), com controle sensorial;

7)portas externas fixas (pavimentos), com bloqueadores automáticos de segurança;

8)quadro geral de comando eletrônico de operação, de fabricação exclusiva, consumo racional de energia;

9)alarme emergencial – acionamento interno;

8)sistema duplo de cabos de aço com alma de fibra (principal e de segurança-stand-by) dimensionados para atender ao equipamento;

9)duplas sapatas de freios de segurança;

10)estrutura em aço carbono;

11)capacidades de carga de 250 kg. (normatização de segurança);

12)velocidade de movimento compatível com normatização de segurança(PNE) e normas da ABNT;

12)curso livre aproximado de 10,50 m;

13)altura total aproximada da estrutura de 15,00 m;

14)dimensões internas das cabines: 1,40x1,40x2,10 e 1,70x1,10x2,10 (lxaxp)* *(medidas aproximadas, com definição posterior);

15)intercomunicador disponibilizado na cabine;

16)superfície do piso em chapa xadrez de alumínio antiderrapante, emborrachado;

17) cabine fechada, com revestimento em aço escovado inoxidável e blinde.

17)iluminação interna com acionamento por sensor de presença;

18)fechamento superior em acrílico translúcido;

19)acabamento em eucatex, com revestimento em aço escovado;

20)equipamento instalado/ajustado no local;

21)garantia mínima de um ano para eventuais defeitos de fabricação;

22)manutenção no local de montagem original;

23)no valor da proposta a ser apresentada pelo fornecedor, deverão estar inclusos os valores referentes à manutenção preventiva a ser feita durante o período de garantia, ou seja de (01) hum ano

24)para o fornecimento e instalação do equipamento, deverão ser executados também pela contratada com materiais, mão de obra, encargos e serviços às suas expensas, todos os serviços de construção civil necessários

Marca de referência: Irmãos Rezende.
Observação:

1)serão admitidas plataformas equivalentes, definidas como equivalentes, aquelas que tecnicamente apresentam as mesmas características técnicas exigidas, ou seja, de igual valor, desempenham idêntica função e se presta às mesmas condições do equipamento especificado.



27.9 – Painel acústico.



Locais: auditórios e demais locais indicados no projeto arquitetônico.
O painel será executado com barrotes verticais em madeira embutidos na alvenaria, para fixação das peças dos barrotes horizontais, e sobre a alvenaria entre os barrotes horizontais será fixada lã de vidro Santa Marina FSB-12 50 mm de espessura, densidade 12 kg/m³, rolo de 12,5x1,20 metros, através de um tecido grosso algodão cru, e sobre o tecido serão fixadas nos barrotes horizontais, réguas verticais de madeira clara tipo marfim, 20x20 mm espaçadas de 20 mm.

O acabamento final das réguas de madeira será do tipo encerado, ou conforme indicado nos projetos.




28 - REPAROS E LIMPEZA GERAL DA OBRA.

Após a conclusão das obras e serviços seus acessos e complementos e também durante sua execução, deverão ser reparados, repintados, reconstruídos ou repostos itens, materiais, equipamentos, etc., sem ônus para a Universidade, danificados por culpa da CONTRATADA, danos estes eventualmente causados às obras ou serviços existentes, vizinhos ou trabalhos adjacentes, ou a itens já executados da própria obra.



28.1 - Remoção do Canteiro.

Terminada a obra, a CONTRATADA, a critério da FISCALIZAÇÃO, deverá providenciar a retirada das instalações do canteiro de obras e serviços e promover a limpeza geral das obras e serviços, e de seus complementos.



28.2 - Limpeza.




28.2.1 - Limpeza Preventiva.

A CONTRATADA deverá proceder periodicamente à limpeza da obra e de seus complementos removendo os entulhos resultantes, tanto do interior da mesma, como no canteiro de obras e serviços e adjacências provocados com a execução da obra, para bota fora apropriado, sem causar poeiras e ou transtornos ao funcionamento dos edifícios e salas adjacentes ou do próprio campus universitário.



28.2.2 - Limpeza Final.

Deverão ser previamente retirados todos os detritos e restos de materiais de todas as partes da obra e de seus complementos, que serão removidos para o bota fora apropriado.


Em seguida será feita uma varredura geral da obra e de seus complementos com o emprego de serragem molhada, para evitar formação de poeira, começando-se pelos andares ou níveis superiores.
Posteriormente será feita uma limpeza prévia de todos os pisos, paredes, tetos, portas, janelas e vidros, com flanela umedecida ligeiramente em solução de sabão neutro e flanela seca, limpa, para retirada de toda poeira.
Far-se-á após, a lavagem e limpeza com retirada de manchas, respingos e sujeiras da seguinte maneira:
- Soleiras de granito:

utilizar água, sabão neutro e flanela seca limpa, para a retirada de respingos, utilizar espátula de plástico.


- Paredes Pintadas, Vidros:

utilizar esponja embebida de solução de sabão neutro, em seguida flanela em água pura e depois flanela seca.


- Pisos em granitina/ganilite:

- limpeza conforme orientação dos fabricantes/executantes.

após a impermeabilização utilizar produtos de limpeza e ceras recomendados pela fabricante dos impermeabilizantes.
Não deverão ser usadas espátulas de metal na limpeza da obra, para se evitar arranhões.
- Pisos Vinílicos:

após a impermeabilização utilizar produtos de limpeza e ceras recomendados pela fabricante dos impermeabilizantes Johnson.


EM HIPÓTESE ALGUMA SERÁ PERMITIDO A UTILIZAÇÃO DE ÁCIDO MURIÁTICO OU QUALQUER OUTRO TIPO DE ÁCIDO EM QUALQUER TIPO DE LIMPEZA, EXCETO NOS CASOS CITADOS ESPECÍFICAMENTE NESTE MEMORIAL.

28.3 - Tratamento final.

Após a conclusão da limpeza interna e externa das obras e serviços deverão ser aplicados produtos para conservação e embelezamento dos pisos, das esquadrias, dos vidros, etc.




29 - RECEBIMENTO DAS OBRAS E SERVIÇOS.

Concluídas todas as obras e serviços, objetos desta licitação, se estiverem em perfeitas condições atestada pela FISCALIZAÇÃO, e após efetuados todos os testes e ensaios necessários, bem como recebida toda a documentação exigida neste memorial e nos demais documentos contratuais, serão recebidos provisoriamente por esta através de Termo de Recebimento Provisório Parcial, emitido juntamente com a última medição.


Decorridos 15 (quinze dias) corridos a contar da data do requerimento da Contratada, as obras e os serviços serão recebidos provisoriamente pela Fiscalização ou por uma comissão designada pelo Reitor, composta de pelo menos 03 membros, e que lavrará “Termo de Recebimento Provisório”, que é o documento hábil para liberação da garantia complementar de 3%.
A Contratada fica obrigada a manter as obras e os serviços por sua conta e risco, até a lavratura do “Termo de Recebimento Definitivo”, em perfeitas condições de conservação e funcionamento.
Decorridos o prazo de 60 (sessenta) dias após a lavratura do “Termo de Recebimento Provisório”, se os serviços de correção das anormalidades por ventura verificadas forem executados e aceitos pela Fiscalização ou pela Comissão, e comprovado o pagamento da contribuição devida a Previdência Social relativa ao período de execução das obras e dos serviços, será lavrado o “Termo de Recebimento Definitivo”.
Aceitas as obras e os serviços, a responsabilidade da CONTRATADA pela qualidade, correção e segurança dos trabalhos, subsiste na forma da Lei.
Desde o recebimento provisório, a Universidade entrará de posse plena das obras e serviços, podendo utilizá-los. Este fato será levado em consideração quando do recebimento definitivo, para os defeitos de origem da utilização normal do edifício.
O recebimento em geral também deverá estar de acordo com a NBR-5675.


Av. João Naves de Ávila 2.121 - Campus Santa Mônica Sala 1A50 - Uberlândia - MG - Fone (034)3239 4464 – CEP 38.408-100




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   25   26   27   28   29   30   31   32   33


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal