Ministério da Cultura



Baixar 84.9 Kb.
Encontro14.12.2017
Tamanho84.9 Kb.

Ministério da Cultura

no Fórum Social Mundial

10anos
25 a 29 de Janeiro de 2010

Grande Porto Alegre

Atividades em Canoas

1. Secretaria de Políticas Culturais
Direitos Autorais
Mesas confirmadas:
29/01/2010, às 10:00 h - painel “Acesso à Leitura por Deficientes Visuais e Direitos Autorais” - Prédio 08, sala 01, do Centro Universitário La Salle, situado na Avenida Vitor Barreto nº 2288, no Centro de Canoas/RS.  
A Organização Nacional de Cegos do Brasil – ONCB coordenará o painel “Acesso à Leitura por Deficientes Visuais e Direitos Autorais”, no qual será constituída uma mesa redonda com o intuito de debater uma proposta de regulamentação do direito à leitura dos deficientes visuais e dos direitos dos autores. A União Mundial de Cegos propôs à Organização Mundial de Propriedade Intelectual a elaboração de um Tratado Internacional para regulamentar as relações entre os leitores com deficiência visual e os detentores de direitos autorais. A existência de um Tratado Internacional dessa natureza será instrumento importante para o acesso à cultura pelos deficientes visuais e para a difusão cultural entre pessoas com deficiência visual de países diferentes.  A realização desse painel colaborará com a construção de uma política cultural a ser desenvolvida internacionalmente para melhorar o acesso à cultura pelas pessoas com deficiência visual de todo o mundo.
Participarão como debatedores da mesa redonda proposta, as seguintes personalidades:
Pablo Lecuona - desenvolvidor da biblioteca eletrônica Tiflolibros de Buenos Aires, na Argentina, e representante da União Latinoamericana de Cegos – ULAC junto à Organização Mundial de Propriedade Intelectual – OMPI
Dr.  Allan Rocha de Souza - Graduado em Direito.  Professor Doutor da Universidade Federal do Rio de Janeiro.  Consultor em Direitos Autorais da UNESCO e Ministério da Cultura. Pesquisador em Políticas Públicas, Desenvolvimento e Propriedade Intelectual.
Pedro José Milliet – Desenvolvedor Sênior e Arquiteto de Informação da Fundação Dorina Nowill para Cegos - FENC. Criador dos sistemas de produção e litura de livros digitais acessíveis, LIDA, Dorina Daisy e Dorina Daisy Reader. Participação na implantação do Daisy Latino, Consórcio Daisy na Austrália e Inglaterra e Consócio Daisy da União Mundial de Cegos.
Clóvis Alberto Pereira – Graduando em Ciências Sociais; consultor em Acessibilidade da LARAMAra e membro da Comissão de Comunicação e Relações Institucionais da ONCB.
Airton Simille Marques – Técnico em Eletrônica, programador de computador, criador de programas de gerenciamento de Biblioteca e organizador da Biblioteca Digital da Biblioteca Pública do Paraná.
Mediação e organização: ONCB - Organização Nacional de Cegos do Brasil

B) Painel "Limitações aos direitos autorais: direitos do público em acessar livremente os bens culturais" - 26/01 - tarde, não temos ainda o endereço, mas é em Canoas.
Debatedores:
- Guilherme Carboni - FAAP

- Beatriz Busaniche - Fundación Vía Libre

- Pablo Ortellado - GPOPAI

- José Vaz - Coordenador-Geral de Mediação em Direitos Autorais e Gestão Coletiva da DDI/SPC/MinC

Mediação e organização: GPOPAI
Contato: Marcos Souza/Rafael Oliveira e NCB: me Moises Bauer Luiz, sou 1º Vice-Presidente da Organização Nacional de Cegos do Brasil - 51 3295-8829 e 51 9968-0048.

2. Secretaria da Identidade e Diversidade Cultural
TEMA HIP HOP
Mesa Hip Hop:

Dia 29/01

Horário: das 14 às 18h

Local: Auditório da Secretaria de Cultura de Canoas
Presente no Brasil desde a década de 1980, a cultura hip hop, procedente dos guetos de Nova York nos EUA se expandiu por todo o território brasileiro, influenciando a juventude não só das periferias das grandes metrópoles, mas também de localidades nos interiores e até em aldeias indígenas. O hip hop se diversificou ao longo desses anos e absorveu muito da cultura brasileira nas suas diferentes regiões. São muitas as facetas dessa cultura, certamente uma das mais influentes e permanentes. É muito oportuno então que se possa promover o debate sobre o movimento e suas articulações e desdobramento no Brasil nos diferentes processos emancipatórios: sustentabilidade cultural, autonomia e redes, linguagens estéticas e artísticas, comunidades de auto-gestão.
Palestrantes Convidados:
Américo Córdula: Secretario da Identidade e Diversidade Cultural/MinC

Antonio Eleilson Leite – Ação Educativa – SP

Dudu do Morro Agudo – Rede Enraizados/RJ

Fabiana Menine – Instituto Trocando Idéia/RS

Pablo Capilé - Associação Brasileira de Festivais Independentes


Lançamento do Edital de Premiação Hip Hop da SID em parcria com o Instituto Empreender/ DF e Ação Educativa/ SP
Data: 29/01

Horário: a partir das 20:30

Local: Placo Periferias do Mundo – Parque Eduardo Gomes - Canoas


Shows Internacional de grupos de Hip Hop

Assassin- França

Crown City Rockers- Chicago- EUA

All Natural – Detroit - EUA



Racionais MC - Brasil


TEMA Culturas Indígenas
Mesa Culturas Indígenas:
Dia 27/01

Horário: das 14 às 18h

Local: Auditório da Faculdade La Salle Auditório da Secretaria de Cultura de Canoas
Os conceitos de identidade e de diversidade cultural estão intrinsecamente ligados às políticas culturais no Brasil, bem como aos esforços do governo brasileiro para a eliminação da discriminação racial por meio da valorização das culturas populares e das culturas indígenas. Ao reconhecer como legítimas as manifestações culturais e as formas de organização próprias aos povos indígenas, o texto constitucional brasileiro veio a retirar todo fundamento legal ao exercício generalizado do mecanismo da tutela, reconhecendo a capacidade civil dos indígenas. O Artigo 215 dispõe que “o Estado garantirá a todos o pleno exercício dos direitos culturais e acesso às fontes da cultura nacional...” e também que “o Estado protegerá as manifestações das culturas populares, indígenas e afro-brasileiras...”.A Convenção 169 da OIT, homologada pelo governo brasileiro, veio consolidar uma nova ordem jurídica em relação aos povos indígenas, fixando os princípios gerais de uma política indigenista que não esteja pautada em uma perspectiva assimilacionista e autoritária, mas sim no diálogo intercultural e no respeito às diferenças. O objetivo da mesa internacional de Culturas Indígenas no Fórum Social Mundial tem como proposta promover a aproximação, a reflexão, e articulação das redes sociais e políticas da questão indígena na América do Sul.


Palestrantes Convidados:

Américo Córdula: Secretario da Identidade e Diversidade Cultural/MinC

Roberto Espinosa- Coordenadoria da Andina de Organizações Indígenas (CAOI)

Hinjosa Singuri – liderança Quechua/ Bolívia

Romancil Kretã – Conselho nacional de Política Cultural/ MinC e Presidente da ARPIN- Sul/ Brasil

Airton Krenak – Rde dos Povos da Floresta /Brasil

3. Secretaria do Audiovisual - SAV
Mesa 1

Dia 26/1 - 10 às 13h

Balanço da Confecom: agenda para o futuro
Participantes: Celso Schröder (FNDC), César Rômulo (TeleBrasil), Jonas Valente (Intervozes), Gerson Almeida (Secretaria-Geral da Presidência da República, Octavio Pieranti (Ministério da Cultura)
Mediação: Roseli Gofman (FNDC)

Mesa 2

Dia 26/1 - 15h às 18h

Cultura, digitalização e desenvolvimento econômico: em busca de uma política industrial sustentável
Participantes: Margarete Gandini (MDIC), Geber Ramalho (Polo de Conteúdo Midiático do Recife), André Barbosa (Casa Civil), James Görgen (Ministério da Cultura)
Mediação: Berenice Mendes (FNDC)

4. Secretaria de Articulação Institucional – SAI
1. Seminário - LITERO-ATIVISMO

Período: 27/01/2010

Local: Auditório da Biblioteca Municipal João Palma da Silva, Rua Ipiranga,105, Centro - Canoas

Manhã - Abertura: 09:00

09h30 – Mesa 1 - Movimento literário no Brasil - Litero – Ativismo

Abordagem: LER O MUNDO: COMO A LEITURA PODE TANSFORMAR A



REALIDADE

Palestrante: Affonso Romano de Sant`Ana


Abordagem: “A leitura e a formação de cidadãos”

Palestrante: Fabiano dos Santos (DLLL/SAI/MinC)


Abordagem: “Livro, Leitura e Literatura e Democracia”:

Palestrante: Prof. José Castilho Neto (PNLL/MinC)

Palestrante : João Carneiro – Presidente da Câmara Riograndense do Livro
11h 30 -Mesa 2 - Literatura e cidadania

Abordagem: Movimento Literatura Urgente

Palestrante: Bartolomeu Campos de Queirós
Abordagem: Propostas para uma política pública de fomento à Criação Literária

Palestrante: Eliana Yunes


12h 30 – Debates
14h 30 - Mesa 3 - Interação e mobilização

Abordagem: As perspectivas e instrumentos de mobilização e desenvolvimento dos movimentos sociais de livro, leitura e literatura

Palestrante: Alessandro Buzo

Palestrante: Heloísa Buarque de Holanda

Palestrante: Luiz Ruffato
16h 30 - Incentivos institucionais ao ativismo literário

Abordagem: O papel do Estado e das instituições no apoio ao ativismo literário

Palestrante: Fabiano dos Santos

Palestrante: Jéferson Assumção


2. Exposição do Mais Cultura

Centro Universitário La Salle, Rua Vitor Barreto, 2288, em Canoas
5. Secretaria de Cidadania Cultural - SCC
Fórum Social Mundial
atividade Mídia Livre e Comunicação para a Cultura
(Secretaria de Cidadania Cultural-MinC/)
equipe de produção scc/minc: zonda e isabelle


Atividade: Mídia livre e Comunicação para a Cultura

Dia 25.1.10
Local: Sindicato dos Bancários de Porto Alegre
Horário: 10h-12h/15h-17h/19h-21h

Jornada
Vídeo nas Aldeias ::desconferência audiovisual::


Recorte da produção do projeto Vídeo nas Aldeias - precursor na área de produção audiovisual indígena no Brasil. Os filmes trazem diversos temas para discussão (diversidade cultural, meios de produção e difusão de conteúdos, propostas estéticas diferenciadas etc) que são destacados por convidadas para a discussão aberta com o público. Coordenação: Zonda Bez (SCC/MinC)

Manhã: 10h-12h
Tema: Um cocar na cabeça e uma câmera na mão > apropriação dos meios de produção pelos povos indígenas
Exibição: vídeos Kuikuro
- Cheiro de pequi (36 min, 2006)
- O dia em que a lua menstruou (28 min, 2004)
Extra: O manejo da câmera (17 min, 2007)
Convidado: Leandro Saraiva (Representante Vídeo nas Aldeias) e Jefferson Pinheiro (Coletivo Catarse)

Tarde: 15h-17h
Tema: "Novos tempos" e as culturas tradicionais
Exibição: vídeos Huni Kui
- Novos tempos (52 min, 2008)
- Os cantos do cipó (25 min, 2006)
Convidada: Jô Brandão (Coordenação Ação Griô - SCC/MinC) e Fernanda Gaigang (Inbrapi) - 54+9955.1696

Noite: 19h-21h
Tema: Ação colaborativa com povos indígenas
Exibição: Programa Ponto Brasil
- Olhares índígenas (26 min, 2009)
Extra: De volta à terra boa (21 min, 2008) e Para os nossos netos (10 min, 2008)
Convidado: Leandro Saraiva (Coordenação Ponto Brasil) e James Görgen (SAV/MinC)

Sobre o projeto
Criado em 1987, Vídeo nas Aldeias (VNA) é um projeto precursor na área de produção audiovisual indígena no Brasil. O objetivo do projeto foi, desde o início, apoiar as lutas dos povos indígenas para fortalecer suas identidades e seus patrimônios territoriais e culturais, por meio de recursos audiovisuais e de um produção compartilhada com os povos indígenas com os quais o VNA trabalha.

Em 1997, foi realizada a primeira oficina de formação na aldeia Xavante de Sangradouro. O VNA foi distribuindo equipamentos de exibição e câmeras de vídeo para estas comunidades, e foi criando uma rede de distribuição dos vídeos que iam produzindo. Foi se desenvolvendo e gerando novas experiências, como promover o encontro na vida real dos povos que tinham se conhecido através do vídeo, “ficcionar” seus mitos, etc.

Em 2000, o Vídeo nas Aldeias se constituiu como uma ONG independente. A trajetória do Vídeo nas Aldeias permitiu criar um importante acervo de imagens sobre os povos indígenas no Brasil e produzir uma coleção de mais de 70 filmes, a maioria deles premiados nacional e internacionalmente, transformando-se em uma referência nesta área.

Dias 27 e 28.1.10
Local: Fundação Cultural de Canoas
Horário: 9h30-12h30


Rodas de Prosa
Cultura e comunicação ::ações colaborativas para políticas públicas::

Os temas da Cultura e Comunicação ganharam espaço relevante na política pública brasileira nos últimos 10 anos, especialmente através do Ministério da Cultura (MinC), que tem proposto ações compartilhadas com a sociedade civil em prol da definição de políticas relevantes para as duas áreas. Pontos e Pontões de Cultura, fomento à mídia livre, conferências de comunicação e cultura são alguns dos resultados dessa construção coletiva. A proposta das rodas de prosa é mostrar como o diálogo entre governo e sociedade deixa entrever uma outra forma de construção política.

Dia 27 - Pontos de Cultura e gestão compartilhada: outro mundo possível na gestão cultural
Convidados: Célio Turino (Secretário de Cidadania Cultural/Ministério da Cultura), Jefferson Assunção (Secretário de Cultura de Canoas), Jussara Cony (Superintendente do Grupo Hospitalar Conceição gestora da Rede Cultura e Saúde - jussaracony@terra.com.br), Thiago Skarnio (Pontão Ganesha-SC)

- Anúncio dos Editas 2010 SCC/MinC



Dia 28 - Cultura e comunicação: ações colaborativas de fomento
Convidados: Juana Nunes (Coord. de Articulação e Mobilização em Rede - SCC/MinC), PC (Paulo Sergio Barbosa, Representante da Ação Griô na Comissão estadual dos Pontos Cultura RS), Marco Amarelo (Pontão Kuai Tema - PR)


6. FUNARTE
1. TADEU DI PIETRO

27/01 - Em São Leopoldo - A Convenção da Diversidade Cultural e os Governos Locais.

28/01 - Em Canoas - Assembléia Setorial de Livro, Leitura e Literatura.

29/01 - Em São Leopoldo - Aprovação das propostas e diretrizes do encontro.

2. MARCELO BONNES - Estará em Porto Alegre no dia 26/01 para a realização das assembleias setoriais de Dança, Teatro e Circo do estado do Rio Grande do Sul.

7. SECRETARIA EXECUTIVA

2ª. Reunião Pública Mundial da Cultura

ATIVIDADE DA PROGRAMAÇÃO DOS 10 ANOS

DO FÓRUM SOCIAL MUNDIAL

GRANDE PORTO ALEGRE

Local: Teatro Municipal de São Leopoldo/RS – Brasil

Informações: 55 51 3592.1943 – www.saoleopoldo.rs.gov.br



DIA 26 DE JANEIRO (TERÇA-FEIRA)
13h30min – Abertura da RPMC

- Alfredo Manevy – Ministro da Cultura do Brasil

- Fernando Rojas – Vice-Ministro da Cultura de Cuba

- Ary Vanazzi – Prefeito de São Leopoldo

15H - Mesa-Redonda: Agenda 21 da Cultura – Panorama Mundial da Gestão Local

- Maria Victória Alcaraz (Representante da Rede Interlocal de Cultura) e Vitor Ortiz (Secretário da Cultura de São Leopoldo/RS, membro do grupo de redação da Agenda 21 da Cultura aprovada em Barcelona 2004)




16h - OS DESAFIOS DOS CONSELHOS DE CULTURA PARA A CONSOLIDAÇÃO DAS POLÍTICAS CULTURAIS

Análise e debate da atuação dos conselhos de cultura e de outros organismos de representação civil e participação social na definição das políticas públicas.


- Gustavo Vidigal - Secretário Geral do Conselho Nacional de Política

Cultural - CNPC

- Marcelo Veiga - Coordenador-Geral do Conselho Nacional de Política

Cultural - CNPC

- Dulce Lamego - Membro representante de Dança no Conselho Nacional de

Política Cultural - CNPC

- Osvaldo Viegas - Presidente do Fórum Nacional dos Conselhos Estaduais -

CONECTA


18h - CONFERÊNCIA de David Harvey

Programação Completa Reunião SÃO LEOPOLDO
Reunião Pública Mundial da Cultura

ATIVIDADE DA PROGRAMAÇÃO DOS 10 ANOS

DO FÓRUM SOCIAL MUNDIAL

GRANDE PORTO ALEGRE

Local: Teatro Municipal de São Leopoldo/RS – Brasil

Informações: 55 51 3592.1943 – www.saoleopoldo.rs.gov.br

DIA 26 DE JANEIRO (TERÇA-FEIRA)

13h30min – Abertura da RPMC



- Alfredo Manevy - Ministro interino da Cultura

- Fernando Rojas – Vice-Ministro da Cultura de Cuba

- Ary Vanazzi – Prefeito de São Leopoldo

Mesa-Redonda: Agenda 21 da Cultura – Panorama Mundial da Gestão Local

15h (1ª. Parte)
A AGENDA 21 DA CULTURA - APRESENTAÇÃO

Maria Victória Alcaraz (Representante da Rede Interlocal de Cultura) e Vitor

Ortiz (Secretário da Cultura de São Leopoldo/RS, membro do grupo de redação

da Agenda 21 da Cultura aprovada em Barcelona 2004)


16h (2ª. Parte)

OS DESAFIOS DOS CONSELHOS DE CULTURA PARA A CONSOLIDAÇÃO DAS

POLÍTICAS CULTURAIS

Análise e debate da atuação dos conselhos de cultura e de outros organismos de

representação civil e participação social na definição das políticas públicas.

- Gustavo Vidigal - Secretário Geral do Conselho Nacional de Política

Cultural - CNPC

- Marcelo Veiga - Coordenador-Geral do Conselho Nacional de Política

Cultural - CNPC

- Dulce Lamego - Membro representante de Dança no Conselho Nacional de

Política Cultural - CNPC

- Osvaldo Viegas - Presidente do Fórum Nacional dos Conselhos Estaduais -

CONECTA
18h - CONFERÊNCIA de David Harvey:

David Harvey nasceu e iniciou sua trajetória de geógrafo e pesquisador na Inglaterra. No final dos anos 1960, logo após publicar uma obra que se tornaria referência sobre o uso da matemática em geografia - Explanations in Geography (1969) -, Harvey instala-se nos Estados Unidos, onde trabalha na Universidade John Hopkins de Baltimore. Nesta Universidade, desenvolve uma abordagem crítica de suas próprias proposições no campo da geografia quantitativa, abordagem esta em muitos aspectos já referenciada na obra intelectual e prática de Karl Marx. A publicação, em 1973, do livro Social Justice and the city (A justiça social e a cidade,

publicado no Brasil em 1980), testemunharia de maneira exemplar a nova direção tomada pelo trabalho de Harvey, a partir de então claramente orientada pelo propósito de estender à análise do espaço geográfico a teoria marxista do capitalismo. Nos anos 1980 e seguintes, trabalhando na Inglaterra, na Universidade de Oxford, e de volta aos Estados Unidos, onde trabalha até hoje na Universidade de New York, Harvey publica numerosos artigos e livros que o afirmariam, na cena internacional, como principal geógrafo marxista contemporâneo. Além do livro já citado, outros trabalhos de Harvey forma publicados no Brasil, entre eles Condição pós-moderna (1993), Espaços de esperança e O novo imperialismo (2004), A produção capitalista do espaço (2005). Harvey visitou o Brasil mais de uma vez, tendo se interessado, em seus estudos, pela experiência do Orçamento Participativo de Porto Alegre. Em janeiro de 2009, proferiu conferência no Fórum

Social Mundial de Belém.
20h - PROGRAMA ESPECIAL

Lançamento da Rede Audiovisual Ibero-Americana (RAIA) e estréia latino-amercana

do web documentário Ctrl-V::Vídeo Control (DiverCult)

Shows da CASA CUBA:

19h - Fernanda Kruger Trio (São Leopoldo);

20h – 4tcheto,Raul Ellwanger e Adriana Defentti (Porto Alegre);

21h - Liliana Herrero (Argentina);

22h - Eliades Ochoa (Cuba).

DIA 27 DE JANEIRO (QUARTA-FEIRA)
13h30min – CONFERÊNCIA de Emir Sader:

Emir Sader é sociólogo e cientista político brasileiro. De origem libanesa, é

graduado em Filosofia pela Universidade de São Paulo, mestre em filosofia política e

doutor em ciência política por essa mesma instituição. Na USP, trabalhou ainda

como professor, inicialmente de filosofia e posteriormente de ciência política. Foi

pesquisador do Centro de Estudos Sócio Econômicos da Universidade do Chile e

professor de Política na Unicamp. Atualmente, é professor aposentado da

Universidade de São Paulo e dirige o Laboratório de Políticas Públicas (LPP) da

Universidade do Estado do Rio de Janeiro, onde é professor de sociologia. É autor

de "A Vingança da História", entre outros livros. Membro do conselho editorial do

periódico inglês New Left Review. Presidiu a Associação Latino-Americana de

Sociologia (ALAS, 1997-1999). É um dos organizadores do Fórum Social Mundial.


Mesa-Redonda: A Convenção da Diversidade Cultural e os Governos Locais

15h (1ª. Parte)


OS GOVERNOS LOCAIS DIANTE DA CONVENÇÃO
-Américo Córdula – Secretário Nacional da Diversidade Cultural/MINC
-Daniel Zen – Secretário da Cultura do Estado do Acre e Presidente do

Fórum Nacional dos Secretários Estaduais de Cultura


-Márcio Caetano – Secretário de Cultura da cidade de Fortaleza e Vice-

Presidente do Fórum Nacional dos Secretários Municipais de Cultura


-Luís Repetto – Ex-Ministro da Cultura do Peru, especialista da área de

patrimônio cultural e museus, professor da PUC-Lima



17h (2ª. Parte)


EXPECTATIVAS COM A ALBA E O MERCOSUL

-Ismael González – Coordenador da ALBA Cultural/Cuba
-Daniel Gonzalez – Ex-Diretor da OEI no Brasil e Representante da Red

Mercosur Cultural

18h – PAINEL ESPECIAL


A II Conferência Nacional de Cultura do Brasil
-JOÃOZINHO RIBEIRO - Ex-Secretário de Cultura do Maranhão e

Coordenador Executivo da II Conferência Nacional de

Cultura/Ministério da Cultura do Brasil
19h – PAINEL ESPECIAL

Estratégia para a expansão do parque exibidor brasileiro

-GLAUBER PIVA - Ex-Secretário Nacional de Cultura do PT, atual diretor da

Agência Nacional de Cinema – ANCINE
Shows da CASA CUBA:

19H Luciano Alves (São Leopoldo);

20h Pedro Muñoz (RS);

21h Vicente Feilú (Cuba);

22h Daniel Viglietti; (Uruguay)

23h Agarrate Catalina (Uruguay).


DIA 28 DE JANEIRO (QUINTA-FEIRA)

13h30min – Debate Aberto: Uma plataforma local para a diversidade

cultural

PROPOSTAS DE DIRETRIZES GERAIS

-Dália Rosa – Coordenadora Adjunta da Mesa de Desenvolvimento Cultural

de El Salvador

-Célio Turino – Secretário de Cidadania Cultural do Ministério da Cultura –

Brasil

-Norma Paula – Coordenadora da Comissão Nacional dos Pontos de

Cultura/ Fortaleza/CE

-Jéferson Assunção – Membro da Coordenação Executiva Rede de Gestores

Culturais da Região Metropolitana e Secretário da Cultura de Canoas/RS


17h – CONFERÊNCIA de Aníbal Quijano:
O peruano Aníbal Quijano é sociólogo e professor da Universidade de San Marcos,

Lima, Peru. Foi professor visitante do IEA e integra o Conselho Editorial da revista

"Estudos Avançados". Foi diretor do Centro de Investigaciones Sociales e do

Anuario Máriateguiano. Autor do ensaio Colonialidade do Poder, Eurocentrismo e



America Latina e dos livros Nacionalidade, Identidade e Utopia na America Latina e

Nacionalismo e Capitalismo no Perú – um estudo de Neo Imperialismo.

Shows da CASA CUBA:

19H Melomaníacos (São Leopoldo);

20h Realidade Paralela (Porto Alegre);

21h Tonho Crocco (Porto Alegre);



22h Obsesión (Cuba).








©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal