Ministério da educaçÃO



Baixar 404.1 Kb.
Página1/5
Encontro23.03.2018
Tamanho404.1 Kb.
  1   2   3   4   5


MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA


Projeto Pedagógico do curso



Técnico em Fabricação Mecânica

Outubro de 2011


INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA RIO GRANDE DO SUL

Campus Rio Grande

Projeto Pedagógico do curso



Técnico em Fabricação Mecânica

Diretor Geral do IFRS - Campus Rio Grande - Osvaldo Casares Pinto

Diretor de Ensino do IFRS - Campus Rio Grande - Marcos Barros de Souza

ELABORADORES:

Aliana Anghinoni Cardoso

Caroline da Silva Ança

Flávio Galdino Xavier

Gustavo Simões Teixeira

Marcos Barros de Souza

Mario Wolfart Junior

Ricardo Freitas Vergara

Serguei Nogueira da Silva

Rio Grande - outubro de 2011


DADOS DE IDENTIFICAÇÃO
Tipo: Curso Técnico Subsequente ao Ensino Médio

Modalidade: Presencial

Denominação do curso: Curso Técnico em Fabricação Mecânica

Habilitação: Técnico em Fabricação Mecânica

Local de oferta: IFRS – Campus Rio Grande

Turno de funcionamento: Noturno

Tempo de integralização: 2 anos

Número de vagas: 40

Periodicidade de oferta: Semestral

Carga horária total: 1200 h + 200 h de estágio

Mantida: IFRS

Corpo dirigente do Campus Rio Grande:

Diretor Geral do IFRS Campus Rio Grande – Osvaldo Casares Pinto

0 ( ) 53 32 33 86 03 – osvaldo.pinto@riogrande.ifrs.edu.br

Diretor de Ensino do IFRS Campus Rio Grande – Marcos Barros de Souza

0 ( ) 53 32 33 87 11 – marcos.barros@riogrande.ifrs.edu.br

Data: Outubro de 2011

SUMÁRIO


1 APRESENTAÇÃO 4
2 CARACTERIZAÇÃO DO CAMPUS 4
3 JUSTIFICATIVA 6
4 OBJETIVOS 8

4.1 OBJETIVO GERAL 8

4.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS 8
5 PERFIL DO PROFISSIONAL - EGRESSO 9
6 PERFIL DO CURSO 10
7 REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DO PERFIL DE FORMAÇÃO 10
8 REQUISITOS DE INGRESSO 11
9 FREQUÊNCIA MÍNIMA OBRIGATÓRIA 12
10 PRESSUPOSTOS DA ORGANIZAÇÃO CURRICULAR 12

10.1 MATRIZ CURRICULAR 13


11 PROGRAMAS POR DISCIPLINAS 15

11.1 DISCIPLINAS DO ENSINO MÉDIO E NÚCLEO COMUM 15

11.2 DISCIPLINAS DO NÚCLEO FORMAÇÃO PROFISSIONAL 33
12 CRITÉRIOS DE APROVEITAMENTO DE ESTUDOS E CERTIFICAÇÃO DE CONHECIMENTOS ANTERIORES 39
13 AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM 40

13. 1 EXPRESSÃO DOS RESULTADOS 41

13.2 DA RECUPERAÇÃO 41
14 ESTÁGIO CURRICULAR 41
15 INSTALAÇÕES, EQUIPAMENTOS E BIBLIOTECA 42

15.1 ÁREA FÍSICA DAS INSTALAÇÕES 42

15.2 DESCRIÇÃO SUCINTA DOS EQUIPAMENTOS NECESSÁRIOS PARA CADA INSTALAÇÃO 43
16 PESSOAL DOCENTE E TÉCNICO ADMINISTRATIVO 44

16.1 TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS 44

16.2 DOCENTES 45
17 CERTIFICADOS E DIPLOMAS 46
1 APRESENTAÇÃO
O Curso Técnico de Nível Médio Subsequente em Fabricação Mecânica apresentado neste plano está fundamentado nas bases legais e nos princípios norteadores explicitados na LDB Nº 9.394/96 e no conjunto de leis, decretos, pareceres e referencias curriculares que normatizam a Educação Profissional no sistema educacional brasileiro. Caracterizado no Catálogo Nacional de Cursos Técnicos como sendo do Eixo Tecnológico de Produção Industrial, vem atender a Lei de Diretrizes e Bases da Educação – L.D.B., que estabelece aos alunos egressos do ensino médio, jovem ou adulto, tenham a possibilidade de acesso à Educação Profissional, como forma de capacitação.

A organização do curso está estruturada em regime seriado semestral com uma matriz curricular que contempla um Núcleo de Formação Profissional, integralizada por disciplinas específicas da área de Fabricação Mecânica, dividida em quatro períodos letivos noturnos, acrescida de um Estágio Supervisionado.

A carga horária total do curso é de, acrescida de 200 horas destinadas à prática profissional (estágio supervisionado).

Dessa forma, o Curso Técnico de Nível Médio Subsequente em Fabricação Mecânica está organizado através de uma sólida base de conhecimentos científicos, tecnológicos e humanísticos, possuindo uma carga horária total de 1440 horas aula (1200 horas), específica em Fabricação Mecânica, acrescida de 200 horas destinadas à prática profissional (estágio supervisionado).



2 CARACTERIZAÇÃO DO CAMPUS:
O curso Técnico em Fabricação Mecânica na modalidade integrado ao ensino médio será oferecido pelo IFRS - Campus Rio Grande, na cidade do Rio Grande, situada na Planície Costeira Sul do Estado do Rio Grande do Sul.

A instituição tem sua origem no Colégio Técnico Industrial (CTI), criado em 1964 junto a Escola de Engenharia Industrial que, posteriormente, viria a se tornar Fundação Universidade do Rio Grande (FURG).

Sentindo a crescente expansão do setor industrial da cidade de Rio Grande, com destaque para o setor de pescados, sugeriram ao então Ministério da Educação e Cultura a criação do Colégio Técnico Industrial, que ofereceria os cursos de Eletrotécnica e Refrigeração, com formação equivalentes à atual modalidade de integrado, cujos técnicos atenderiam à demanda oferecida pelas indústrias locais.

Em 1987, foi criado junto ao CTI o curso Técnico de Processamento de Dados, posteriormente denominado de Técnico em Informática e, em 1998, criados os cursos de Técnico em Geomática e Técnico em Enfermagem, também para suprirem as necessidades da demanda profissional local.

Outra modalidade de ensino passa a ser ofertada a partir de 2007, através do Curso de Educação Profissional Técnico em Refrigeração e Ar Condicionado integrado ao Ensino Médio na Modalidade Educação de Jovens e Adultos (Proeja), com duração de 8 semestres, afim de atender jovens e adultos elevando o índice de escolaridade do trabalhador.

Desde 2008, em parceria com a FURG, o CTI oferece o curso de nível superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas e, a partir de 2009, os cursos: Tecnologia em Refrigeração e Climatização e Tecnologia em Eficiência Energética em Edificações.

Com a reestruturação da Educação Profissional e a Lei 11.892 de 29 de dezembro de 2008, o CTI se desvinculou da FURG e se integrou a rede do Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS), tornando-se Campus Rio Grande.

Atualmente, as modalidades de ensino oferecidas por esta Instituição são:

a) Qualificação Profissional

Cursos de qualificação profissional do programa de formação continuada: Mídias na Educação, na modalidade à distância, destinado a professores da rede de ensino; cursos do Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural (Prominp).


b) Educação à distância

Cursos de educação profissional através do Núcleo de Educação à Distância (Nead) e do Programa Escola Técnica Aberta do Brasil (E-Tec Brasil).


c) Ensino técnico integrado ao ensino médio

- Curso técnico em Eletrotécnica;

- Curso técnico em Refrigeração e Climatização;

- Curso técnico em Automação Industrial;

- Curso técnico em Geoprocessamento;

- Curso técnico em Informática para Internet;

- Curso técnico em Fabricação Mecânica.

d) Ensino subsequente

- Curso técnico em Eletrotécnica;

- Curso técnico em Refrigeração e Climatização;

- Curso técnico em Automação Industrial;

- Curso técnico em Enfermagem;

- Curso técnico em Geoprocessamento.
e) PROEJA – Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos.

- Curso técnico em Eletrotécnica;

- Curso técnico em Refrigeração e Climatização;

- Curso técnico em Automação Industrial;

- Curso técnico em Enfermagem;

- Curso técnico em Geoprocessamento.


f) Ensino Tecnológico - Graduação

- Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas;

- Tecnologia em Eficiência Energética em Edificações;

- Tecnologia em Refrigeração e Climatização.



3 JUSTIFICATIVA
Diante da realidade atual em nosso município, com a implantação do Pólo Naval, demandando avanços científicos e novas tecnologias aplicadas ao processo produtivo, o IFRS – Campus Rio Grande vem através dessa proposta de curso redirecionar a prática educativa para se adequar ao novo contexto, visando ao desenvolvimento local e regional, oportunizando uma formação que favoreça a construção de conhecimentos e atitudes que auxiliem os educandos a se relacionarem com as exigências presentes na sociedade e no mundo do trabalho, ao mesmo tempo em que contemple um desenvolvimento integral voltado a convivências sociais responsáveis, críticas e humanizadoras.

Nesse sentido, a implantação do Curso Técnico à Nível Médio Subsequente em Fabricação Mecânica, caracterizado no Catálogo Nacional de Cursos Técnicos como sendo do Eixo Tecnológico de Produção Industrial, justifica-se por atender a mais uma demanda local e regional oferecida pelo crescimento do setor industrial e respalda-se na Lei de Diretrizes e Bases da Educação – L.D.B., que estabelece aos alunos egressos do Ensino Médio, jovem ou adulto, tenham a possibilidade de acesso à Educação Profissional, habilitando-o para o exercício da profissão técnica.

Além disso, o plano de curso apresentado está fundamentado nos princípios norteadores explicitados em leis, decretos, pareceres e referencias curriculares que normatizam a Educação Profissional no sistema educacional brasileiro, bem como nos documentos que versam sobre a complementação da formação do profissional-cidadão.

Comprometido com a prática social de promover a educação científico-tecnológica humanística, o IFRS – Campus Rio Grande com esse curso, visa à formação integral do profissional-cidadão, competente técnica e eticamente para atuar no mundo do trabalho, sem lançar mão de uma prática comprometida efetivamente com as transformações sociais, políticas e culturais na construção de uma sociedade mais justa e igualitária.

Com isso, o egresso habilitado como Técnico em Fabricação Mecânica encontrará espaço privilegiado principalmente na indústria metal-mecânica e empresas de prestação de serviços, por se tratar de um profissional importante para o funcionamento desses setores da economia que se encontram em plena expansão em nossa região devido a implementação do Pólo Naval.

Além do estaleiro Rio Grande, outros dois foram anunciados recentemente para serem implantados em nossa região, o Estaleiro do Brasil (em São José do Norte) e o Estaleiro Wilson Sons (em Rio Grande). Até o momento o Pólo Naval instalado em Rio Grande já concluiu a plataforma P-53 e iniciou as construções da P-55 e da P-63. Outra identificada como P-58, deverá ser iniciada em breve. O Pólo Naval também deverá receber encomendas de oito cascos de plataformas do tipo FPSO (Floating Production Storage and Offloading), os quais integrarão a primeira leva de unidades de produção de propriedade da Petrobras destinadas à Província do Pré-Sal.

Segundo fontes da Secretaria Estadual do Desenvolvimento e dos Assuntos Internacionais (SEDAI), 30 empresas já estão instaladas na região de Rio Grande, sete estão construindo plantas e outras 22 apresentaram projetos para se instalar. São empresas de fertilizantes, logística, alimentos, madeira, química e, agora, metalúrgicas.

Diante desse cenário, o Curso Técnico de Fabricação Mecânica com linha de formação específica em processos de soldagem, aqui proposto, além de propiciar aos educandos uma formação técnica para atuar na indústria naval brasileira, hoje revitalizada, contribuirá também para o desenvolvimento científico e tecnológico do país.



4 OBJETIVOS
4.1 OBJETIVO GERAL
Possibilitar a formação de profissionais técnicos de nível médio em Fabricação Mecânica, competentes técnica, ética e politicamente, proporcionando uma formação integral, ressaltando os aspectos humanísticos e de responsabilidade social, que contemple um novo perfil para saber, saber fazer e gerenciar no mundo do trabalho e da vida.
4.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS


  1. Saber, saber fazer e gerenciar, no setor industrial e de prestação de serviços, atividades relacionadas à operação e manutenção de máquinas, equipamentos e instalações industriais e principalmente na fabricação de componentes mecânicos através de processos e tecnologias de soldagem;

  2. Possibilitar uma formação voltada para a construção de sujeitos participativos, críticos e transformadores da sociedade em que vivem;

  3. Desenhar leiautes, diagramas, componentes e sistemas mecânicos correlacionando-os com as normas técnicas de desenho;

  4. Identificar, classificar e caracterizar os materiais aplicados na construção de componentes, máquinas e instalações mecânicas através de técnicas e métodos de ensaios mecânicos;

  5. Aplicar conhecimentos da eletroeletrônica na instalação de máquinas e equipamentos;

  6. Fabricar peças e componentes mecânicos aplicando os fundamentos científicos e tecnológicos da fabricação convencional e automatizada;

  7. Utilizar os princípios científicos e tecnológicos a serem aplicados na manutenção mecânica de máquinas, equipamentos e instalações mecânicas;

  8. Compreender os fundamentos da automação, especificando os componentes de uma planta industrial;


5 PERFIL DO PROFISSIONAL – EGRESSO
O Técnico de nível médio em Fabricação Mecânica deverá apresentar um conjunto de conhecimentos, atitudes e habilidades que permitam a sua atuação na indústria, tendo uma sólida e avançada formação científica e tecnológica e preparado para construir novos conhecimentos, compreendendo que essa capacitação é inicial e, portanto, deve ser ponto de partida para a busca constante na sua formação.

Conforme a Resolução CNE/CEB 04/99, ao final de sua formação, deverá ser capaz de:



  1. Aplicar métodos, processos e logística na produção, execução e manutenção de peças e componentes mecânicos;

  2. Executar a fabricação de componentes e conjuntos mecânicos;

  3. Desenhar, leiautes, diagramas e esquemas de sistemas e componentes mecânicos correlacionando-os com as normas técnicas e com os princípios científicos e tecnológicos;

  4. Aplicar técnicas de medição e ensaios mecânicos visando à melhoria da qualidade de produtos e serviços da planta industrial;

  5. Auxiliar na avaliação das características e propriedades dos materiais, insumos e elementos de máquinas, aplicando os fundamentos matemáticos, físicos e químicos nos processos de controle de qualidade;

  6. Planejar e executar a manutenção de instalações e de sistemas mecânicos industriais, caracterizando e determinando aplicações de materiais, acessórios, dispositivos, instrumentos, equipamentos e máquinas;

  7. Operar máquinas, equipamentos, instrumentos de medição e ensaios mecânicos;

  8. Otimizar sistemas convencionais de produção e manutenção, propondo incorporação de novas tecnologias;

  9. Coordenar equipes de trabalho que atuam na execução, operação, montagem, manutenção mecânica, aplicando métodos científicos, tecnológicos e de gestão;

  10. Realizar o controle da qualidade dos bens e serviços tendo como critérios a padronização e a mensuração;

  11. Aplicar normas técnicas de saúde e segurança do trabalho e meio ambiente;

  12. Aplicar normas técnicas e especificações em projetos, processos de fabricação, na instalação de máquinas e equipamentos e na manutenção industrial mecânica, auxiliado por catálogos, manuais e tabelas;

  13. Elaborar orçamento de fabricação e de manutenção de máquinas e equipamentos, considerando a relação custo/benefício;

  14. Compreender os fundamentos científico-tecnológicos dos processos produtivos, relacionando a teoria com a prática nas diversas áreas do saber;

  15. Ter iniciativa e responsabilidade, exercer liderança, saber trabalhar em equipe, ser criativo e ter atitude ética;

  16. Conhecer as formas contemporâneas de linguagem, com vistas ao exercício da cidadania e à preparação básica para o trabalho, incluindo a formação ética e o desenvolvimento da autonomia intelectual e do pensamento crítico;

  17. Compreender a sociedade, sua gênese e transformação e os múltiplos fatores que nela intervêm como produtos da ação humana e do seu papel como agente social;

  18. Ler, articular e interpretar símbolos e códigos em diferentes linguagens e representações, estabelecendo estratégias de solução e articulando os conhecimentos das várias ciências e outros campos do saber;

  19. Compreender os fundamentos científico-tecnológicos dos processos produtivos, relacionando a teoria com a prática nas diversas áreas do saber.


6 PERFIL DO CURSO
Curso Técnico Subsequente ao Ensino Médio do Eixo Tecnológico Produção Industrial e com habilitação em Fabricação Mecânica. Organizado em séries semestrais e com duração de dois anos, possui uma carga horária total de 1200 horas de Formação Profissional específica em Fabricação Mecânica, além de 200 horas destinadas à prática profissional (estágio supervisionado).


7 REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DO PERFIL DE FORMAÇÃO

O curso Técnico em Fabricação Mecânica será seriado semestral tendo tempo de integralização de 2 anos. O quadro a seguir mostra as disciplinas que compõem cada série.




1a Semestre




2a Semestre




3a Semestre




4a Semestre






















SEGURANÇA DO TRABALHO E MEIO AMBIENTE




PORTUGUÊS INSTRUMENTAL




ELETROELETRÔNICA




GESTÃO






















DESENHO TECNICO MECÂNICO




DESENHO AUXILIADO POR COMPUTADOR




RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS II




RELAÇÕES HUMANAS NO TRABALHO






















TECNOLOGIA E CIÊNCIAS DOS MATERIAIS




RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS I




TECNOLOGIA MECÂNICA




PROJETOS - TCC






















ELEMENTOS DE MÁQUINAS




ENSAIOS DOS MATERIAIS




INSTRUMENTAÇÃO INDUSTRIAL




AUTOMAÇÃO






















METROLOGIA




FUNDAMENTOS DA USINAGEM




FABRICAÇÃO AUXILIADA POR COMPUTADOR




MANUTENÇÃO MECÂNICA






















MATEMÁTICA APLICADA




FABRICAÇÃO MECÂNICA I




FABRICAÇÃO MECÂNICA II




FABRICAÇÃO MECÂNICA III






















INFORMÁTICA BÁSICA




TECNOLOGIA DA SOLDAGEM I




TECNOLOGIA DA SOLDAGEM II




TECNOLOGIA DA SOLDAGEM III


8 REQUISITOS DE INGRESSO:
O ingresso para o curso Técnico em Fabricação Mecânica será no 1o Semestre, através de concurso público específico, exigindo-se que o candidato seja egresso ou concluinte do Ensino Médio. Para cada processo de ingresso, os critérios específicos do concurso, suas etapas e cronograma de execução serão apresentados em edital, e será dada ampla divulgação do processo nos meios de comunicação locais, regionais e pela Internet.
9 FREQUÊNCIA MÍNIMA OBRIGATÓRIA
A verificação da frequência seguirá as orientações da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, a qual prevê que o aluno deverá ter frequência mínima de 75% Global de participação nas atividades regulares do ano escolar.


Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal