Minuta de proposta



Baixar 70.06 Kb.
Encontro01.03.2018
Tamanho70.06 Kb.


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE GEOLOGIA DE ENGENHARIA E AMBIENTAL



BOLETIM INFORMATIVO


6º SIMPÓSIO BRASILEIRO DE GARTOGRAFIA GEOTÉCNICA E GEOAMBIENTAL

UBERLÂNDIA 04 a 06 DE JUNHO DE 2007

Para maiores informações visite o site:

www.6sbcgg.ig.ufu.br
Secretaria Executiva:

e-mail:6sbcgg@ig.ufu.br

Telefone: (34) 3239 - 4506

APRESENTAÇÃO

A Associação Brasileira de Geologia de Engenharia e Ambiental - ABGE é uma entidade técnico-científica que congrega profissionais, estudantes e pesquisadores de diversas especialidades, que se dedicam às atividades de Geologia de Engenharia e Ambiental e tem como um de seus objetivos principais estimular o avanço do conhecimento e aplicação da Geologia na solução dos problemas de Engenharia e do Meio Ambiente, bem como na prevenção e correção de acidentes geológicos.

Neste contexto, o Simpósio Brasileiro de Cartografia Geotécnica e Geoambiental é um dos principais eventos promovidos pela ABGE, sendo realizado desde 1993. Durante o período de sua existência, o evento, inicialmente restrito à cartografia geotécnica, foi ganhando maior dimensão e incorporando outras áreas de conhecimento como o geoprocessamento e os estudos de cunho geoambiental, até ser definitivamente intitulado Simpósio Brasileiro de Cartografia Geotécnica e Geoambiental e tornar-se o principal fórum de discussões sobre o tema.

Até o momento foram realizados cinco Simpósios - São Paulo, 1993; São Carlos, 1996; Florianópolis, 1998; Brasília, 2001 e São Carlos, 2004, ficando para Minas Gerais a responsabilidade de dar continuidade à seqüência de eventos bem sucedidos. Esta tarefa foi corajosamente abraçada pela Universidade Federal de Uberlândia, através do Instituto de Geociências e da Faculdade de Engenharia Civil.

O 6º Simpósio Brasileiro de Cartografia Geotécnica e Geoambiental, que tem como tema as tendências e perspectivas da Cartografia Geotécnica e Geoambiental, contou com a contribuição de pesquisadores de vários pontos do país, totalizando oitenta e trabalhos, distribuídos em seis temas. A apresentação dos trabalhos se dará de forma oral, em sessões temáticas distribuídas pelos três dias (trabalhos selecionados), e na forma de painéis (todos os trabalhos), que ficarão expostos por todo o período do evento. Além destas sessões, serão proferidas quatro palestras e, mantendo a tradição ABGE de levantar as questões pertinentes á sua área de atuação, um debate com a abordagem da Cartografia Geotécnica e Geoambiental no planejamento urbano e territorial.

A programação completa do 6º Simpósio Brasileiro de Cartografia Geotécnica e Geoambiental é apresentada neste Boletim, elaborado de forma a orientar a participação dos congressistas presentes.

Assim, é com grande prazer que a Comissão Organizadora recebe os participantes do evento, que certamente será mais um passo no fortalecimento, consolidação e divulgação desta área de atuação de profissionais de Ciências Exatas e da Terra.

A expectativa da Comissão Organizadora é de, mais uma vez, oferecer aos participantes do evento informações atualizadas e promover a troca de experiências, além de proporcionar um contato mais próximo entre aqueles profissionais que atuam na área de Cartografia Geotécnica e Geoambiental.

Finalizando, a Comissão Organizadora agradece a todos que direta ou indiretamente contribuíram para a realização deste evento e deseja aos profissionais e estudantes participantes um bom proveito e que este Simpósio possa repetir o mesmo sucesso que os alcançado pelos anteriores.

Um excelente e proveitoso 6º Simpósio de Cartografia Geotécnica e Geoambiental a todos presentes

Comissão Organizadora.

OBJETIVOS

- Promover encontros técnicos-científicos com palestras e conferências encomendadas; mesas redondas e apresentação de trabalhas na forma oral e/ou de painel;

- Reunir os pesquisadores das áreas de Cartografia Geotécnica e Geoambiental do Brasil;

- Divulgar resultados de pesquisas realizadas nas áreas de Cartografia Geotécnica e Geoambiental no Brasil;

- Diagnosticar tendências, debater e propor novos caminhos para a Cartografia Geotécnica e Geoambiental no Brasil.
LOCAL DO EVENTO

A cidade de Uberlândia está localizada na porção oeste do estado de Minas Gerais, região do Triângulo Mineiro, com uma população urbana da ordem de 560 mil habitantes e se caracteriza como um grande centro universitário. Destaca-se, também, por seu dinamismo econômico e sua preocupação com os aspectos culturais, ambientais e de qualidade de vida. Oferece à população várias opções de lazer e entretenimento, tais como: museus, parques municipais de lazer e de exposição, clubes, feiras, exposições, Shoppings Centers, bares, restaurantes, cinemas e outras.


Universidade Federal de Uberlândia

- Anfiteatro do Bloco 3Q - Campus Santa Mônica - Av. João Naves de Ávila, 2121, Bairro Santa Mônica


PROGRAMAÇÃO DO 6º SIMPÓSIO BRASILEIRO DE CARTOGRAFIA GEOTÉCNICA E GEOAMBIENTAL.
1o Dia – Segunda-feira, 04 de junho de 2007
8:00 – 8:40: Inscrições e credenciamento dos participantes

8:40 - 9:10: Abertura do 6º Simpósio Brasileiro de Cartografia Geotécnica e Geoambiental - Representante da Associação Brasileira de Geologia de Engenharia e Ambiental, Representante da Universidade Federal de Uberlândia e Presidente do 6º SBCGG.

9:10 - 09:30: Abertura da Sessão Temática 1 - CARTOGRAFIA GEOTÉCNICA APLICADA À PROTEÇÃO DO MEIO AMBIENTE: Relato dos Trabalhos.

COORDENADOR: José Eduardo Rodrigues

RELATOR: Cláudio Palmeiro do Amaral
09:30 – 10:30: Apresentação e discussão de trabalhos da Sessão Temática 1
09:30 – 09:45: MAPEAMENTO GEOTÉCNICO DE PORÇÃO DA REGIÃO DA COSTA VERDE-RJ – ESCALA: 1:10.000. Alberto Ferreira do Amaral Junior; Lázaro Valentin Zuquette.
09:45 – 10:00: EDUCAÇÃO SOBRE RISCOS AMBIENTAIS: UMA PROPOSTA METODOLÓGICA. Bruno de Jesus Fernandes; Geraldo César Rocha.
10:00 – 10:15: Considerações sobre a utilização de indicadores e índices no mapeamento e gestão ambiental de municípios: aplicação em Florianópolis – SC. Candido Bordeaux Rego Neto; Antonio Cendrero Uceda.
10:15 – 10:30: APLICAÇÃO DE TÉCNICAS DE MAPEAMENTO GEOTÉCNICO NA AVALIAÇÃO AMBIENTAL DE ÁREA DE INSTALAÇÃO DE POSTO DE COMBUSTÍVEL EM ILHÉUS-BA. Ronaldo Lima Gomes; Niel Nascimento Teixeira.
10:30 – 10:50: Intervalo
10:50 – 11:50: Apresentação e discussão de trabalhos da Sessão Temática 1
10:50 – 11:05: MAPEAMENTO DE ÁREAS DE RISCO AOS PROCESSOS EROSIVOS LINEARES EM ÁMBIENTE URBANO: O CASO DO CÓRREGO CAVEIRINHA, GOIÂNIA, GO. Raphael de Oliveira Borges; Rosane Amaral Alves da Silva; Selma Simões de Castro.
11:05 – 11:20: PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS PARA IDENTIFICAÇÃO DE ÁREAS POTENCIAIS À PRODUÇÃO DE SEDIMENTOS. ESTUDO DO RESERVATÓRIO TAIAÇUPEBA, ESTADO DE SÃO PAULO. Zeno Hellmeister Junior; Aluízio de Souza Frota; Gerson Salviano de Almeida Filho; Nivaldo Paulon; Maria Cristina Jacinto de Almeida; Fabiana Checchinato Silva; Maria Isabel Faria Gouveia; Nivaldo Fernandes.
11:20 – 11:35: DEFINIÇÃO E QUANTIFICAÇÃO DE INDICADORES DA DEGRADAÇÃO AMBIENTAL DE ÁREAS MINERADAS EM UBATUBA, ESTADO DE SÃO PAULO. Cláudio José Ferreira; Maria José Brollo; Marta Eichemberger Ummus; Tulius Dias Nery.
11:35 – 11:50: CARTOGRAFIA DE CONDICIONANTES DO MEIO FÍSICO COMO SUBSIDIO ÀS CARTAS DE SENSIBILIDADE AMBIENTAL AO DERRAMAMENTO DE ÓLEO EM CUBATÃO (SP). Érica Mantovani de Oliveira; Leandro Eugenio da Silva Cerri; José Eduardo Zaine.
11:50 – 14:00: Intervalo para Almoço.
14:00 – 14:20: Abertura da Sessão Temática 2 - SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS APLICADOS À CARTOGRAFIA GEOTÉCNICA E GEOAMBIENTAL: Relato dos Trabalhos.

COORDENADOR: Oswaldo Augusto Filho.

RELATOR: Rodolfo Moreira de Castro Júnior.
14:20 – 16:20: Apresentação e discussão de trabalhos da Sessão Temática 2.
14:20 – 14:35: MAPEAMENTO DO RISCO DE EROSÃO EMPREGANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS: O CASO BACIA DO RIBEIRÃO DAS ANHUMAS (CAMPINAS – SP). Samuel Fernando Adami; Ricardo Marques Coelho; Francisco de Paula Nogueira; Jener Fernando Leite de Moraes.
14:35 – 14:50: AUTOMAÇÃO DIGITAL DOS ESTUDOS GEOLÓGICOS, HIDROGEOLÓGICOS, GEOTÉCNICOS E GEOAMBIENTAIS INTEGRADOS NO MUNICÍPIO DE BELO HORIZONTE, MG. Marcelo Tuler de Oliveira; Maria Lúcia Calijuri; Eduardo Antônio G. Marques.
14:50 – 15:05: AVALIAÇÃO DE IMPACTOS DE VIZINHANÇA NO MEIO FÍSICO USANDO SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS – O CASO DE PÓLO DE ALTA TECNOLOGIA DE SÃO CARLOS (SP). Thaís Helena Martinetti; Sérgio Antonio Röhm; José Augusto de Lollo.
15:05 – 15:20: APLICAÇÃO DO SIG EM ESTUDOS DE DEGRADAÇÃO AMBIENTAL: O CASO DE SÃO CARLOS (SP). Nívea Adriana Dias Pons; Osni José Pejon.
15:20 – 15:35: SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEORREFERENCIADAS APLICADO AO MAPEAMENTO DE ÁREAS DE RISCO DE ESCORREGAMENTO DE ENCOSTAS. Marcelo dos Santos Salomão; Cláudio Palmeiro do Amaral.
15:35 – 15:50: MAPEAMENTO GEOESTATÍSTICO DO TORQUE MEDIDO EM ENSAIOS SPT-T NA BACIA DO RIBEIRÃO CAMBEZINHO EM LONDRINA/PR E SUA APLICAÇÃO NO PLANEJAMENTO URBANO. Daniel Fermino da Silva; Miriam Gonçalves Miguel.
15:50 – 16:05: USO DE SONDAGEM À PERCUSSÃO (SPT) PARA MAPEAMENTO GEOTECNICO TRIDIMENSIONAL - ESTUDO DE CASO: INSTITUTO DE BIOLOGIA DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA/DF. Carlos Petrônio Leite da Silva; Newton Moreira de Souza.
16:05 – 16:20: SISTEMA VISUALIZADOR DE MAPEAMENTOS DE ÁREAS DE RISCO (A MOVIMENTOS DE MASSA E INUNDAÇÕES) DO ESTADO DE SÃO PAULO. Márcia Maria Nogueira Pressinotti; Antonio Carlos Moretti Guedes; Paulo Cesar Fernandes da Silva; Heber Jefferson Sultanum; Rogério Gonçalves Guimarães.
16:20 – 16:40: Intervalo
16:40 – 18:00: PALESTRA 1 – Professor CLEMENTE IRIGARAY FERNÁNDEZ – Professor Titular de Inginiería del Terreno da Universidad de Granada. Título da Palestra: “MAPAS PREVISORES DE ZONAS INESTABLES DESARROLLADOS EM SISTEMAS DE INFORMACIÓN GEOGRÁFICA”.


2o Dia – Terça-feira, 05 de junho de 2007
08:30 - 08:50: Abertura da Sessão Temática 3 - GEOPROCESSAMENTO E SENSORIAMENTO REMOTO APLICADOS À CARTOGRAFIA GEOTÉCNICA E GEOAMBIENTAL: Relato dos Trabalhos.

COORDENADORA: Kátia Canil

RELATOR: Sergio Antônio Röhn
08:50 – 09:50: Apresentação e discussão de trabalhos da Sessão Temática 3.
08:50 – 09:05: SENSORIAMENTO REMOTO PARA A DETECÇÃO DE ÁREAS SUSCEPTÍVEIS À DESERTIFICAÇÃO NOS SERTÕES DE CANINDÉ – CEARÁ. Érika Gomes Brito; Marcus Vinícius Chagas da Silva.
09:05 – 09:20: O USO DE GEOTECNOLOGIAS NA ANÁLISE MULTITEMPORAL DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DOCE – RN. Franklin Roberto da Costa.
09:20 – 09:35: EL ENFOQUE SISTÉMICO DE LA GEOMORFOLOGÍA Y LOS PARADIGMAS DE LA PERCEPCIÓN REMOTA. Eliseo Popolizio.
09:35 – 09:50: O USO DE IMAGENS SRTM NA CARTOGRAFIA DE ZONAS DE RETENÇÃO DE SEDIMENTOS AO LONGO DA BACIA DO RIO JEQUITAÍ – MG. Cláudio Eduardo Lana; Paulo de Tarso Amorim Castro.
09:50 – 10:10: Intervalo
10:10 – 11:10: Apresentação e discussão de trabalhos da Sessão Temática 3.
10:10 – 10:25: O USO DE IMAGENS DE SENSORIAMENTO REMOTO NA AVALIAÇÃO DA EXPANSÃO URBANA DE PASSOS – MG. Sirleno Alves; Eduardo Goulart Collares Pereira.
10:25 – 10:40: ANÁLISE DA INFLUÊNCIA DA RESOLUÇÃO ESPACIAL DE IMAGENS DE SENSORIAMENTO REMOTO EM MAPEAMENTO DE COBERTURA E USO DA TERRA. Osvane Gomes De Souza Júnior; Rafael Gomes Menezes; Rose Mary Gondim Mendonça.
10:40 – 10:55: COMPARTIMENTAÇÃO DO TERRENO COM BASE NA ENTROPIA DO RELEVO - MODELAGEM DA REGIÃO DE GOIÂNIA –GO. Patrícia de Araújo Romão; Newton Moreira de Souza.
10:55 – 11:10: COMPARAÇÃO ENTRE FIDELIDADES ALTIMÉTRICAS DA CARTA TOPOGRÁFICA IBGE 1:100.000 E MODELOS DIGITAIS DE ELEVAÇÃO SRTM. Daniel Henrique de Almeida Superbi; Tatiana Diniz Prudente; Getúlio Gracelli Júnior.
11:10 – 11:20: Homenagem aos Professores NILSON GANDOLFI (EESC – USP) e JOSUÉ ALVES BARROS (UFRJ).
11:20 – 12:10: PALESTRA 2 – Professor NILSON GANDOLFI – EESC – USP. Título da Palestra: “TENDÊNCIAS E PERSPECTIVAS DA CARTOGRAFIA GEOTÉCNICA E GEOAMBIENTAL NA ESCOLA DE ENGENHARIA DE SÃO CARLOS - USP”.
12:10 – 14:00: Intervalo para Almoço.
14:00 – 14:20: Abertura da Sessão Temática 4 - PROCEDIMENTOS E TÉCNICAS DE CARTOGRAFIA GEOTÉCNICA E GEOAMBIENTAL: Relato dos Trabalhos.

COORDENADOR: Cezar Augusto B. Bastos.

RELATOR: Losé Augusto de Lollo.
14:20 – 16:20: Apresentação e discussão de trabalhos da Sessão Temática 4.
14:20 – 14:35: USO DA ANÁLISE DE AGRUPAMENTO NA DEFINIÇÃO DAS UNIDADES EM ZONEAMENTOS GEOAMBIENTAIS. Holden Robson de Amorim; Osni José Pejon.
14:35 – 14:50: IQR – ÍNDICE QUANTITATIVO DE RISCO – UMA NOVA METODOLOGIA DE CARTOGRAFIA APLICADA À CIDADE DO RIO DE JANEIRO. Luiz José R. O. Brandão da Silva; José Antonio F. de Mendonça.
14:50 – 15:05: MÉTODO DE FOTOINTERPRETAÇÃO PARA ZONEAMENTO GEOTÉCNICO EM ESTUDOS DE DUTOS TERRESTRES. Luciano Barão de Souza; Alberto Pio Fiori.
15:05 – 15:20: MAPA DE MATERIAIS INCONSOLIDADOS DA ÁREA DE EXPANSÃO URBANA DE UBERLÂNDIA-MG. Ricardo Fernandes de Andrade; Luis Nishiyama; Maria Elisa Borges Rezende; Rheno Batista Tormim Filho.
15:20 – 15:35: ANÁLISE DA REPRESENTAÇÃO CARTOGRÁFICA DE CARTAS GEOTÉCNICAS. Beatriz Lima de Paula; Leandro Eugênio da Silva Cerri.
15:35 – 15:50: CONSTRUÇÃO DE LEGENDA PARA MAPA DE USO DO SOLO APLICADO À ANÁLISE GEOAMBIENTAL DO MUNICÍPIO DE GUARULHOS, SP. Antonio Manoel dos Santos Oliveira; Marcio Roberto Magalhães de Andrade; Edson José de Barros; Harmi Takyia.
15:50 – 16:05: MAPEAMENTO GEOTÉCNICO DO PERÍMETRO URBANO E SUA ÁREA DE EXPANSÃO NO MUNICÍPIO DE JAÚ-SP: BASE PARA O PLANEJAMENTO URBANO E AMBIENTAL. Valéria Lopes Rodrigues; Oswaldo Augusto Filho.
16:05 – 16:20: CARTAS GEOTÉCNICAS TRIDIMENSIONAIS – CONTRIBUTO PARA O ESTADO DA ARTE. Newton Moreira de Souza; Ana Paula F. da Silva; José Alcino Rodrigues Carvalho.
16:20 – 16:40: Intervalo
16:40 – 17:30: PALESTRA 3 – Professor Josué ALVES BARROS – UFRJ. Título da Palestra: “TENDÊNCIAS E PERSPECTIVAS DA CARTOGRAFIA GEOTÉCNICA E GEOAMBIENTAL NA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO.
17:30 – 18:30: REUNIÃO DA COMISSÃO TÉCNICA DE CARTOGRAFIA GEOTÉCNICA DA ABGE.
20:00: Jantar por Adesão.
3o Dia – Quarta-feira, 06 de junho de 2007
08:30 - 08:50: Abertura da Sessão Temática 5 - CARTOGRAFIA GEOTÉCNICA E GEOAMBIENTAL APLICADAS AO PLANEJAMENTO URBANO E TERRITORIAL: Relato dos Trabalhos.

COORDENADOR: Osni Pejon

RELATORA: Maria José Brollo
08:50 – 09:50: Apresentação e discussão de trabalhos da Sessão Temática 5.
08:50 – 09:05: PROPOSTA DE GEOINDICADORES PARA AVALIAÇÃO DA DEGRADAÇÃO EM ÁREAS DE EMPRÉSTIMO. Sueila Pereira da Cruz; Aline Botini Tavares; José Augusto de Lollo.
09:05 – 09:20: ANÁLISE MORFOMÉTRICA DAS MICROBACIAS DO MÉDIO RIO GRANDE COMO SUBSÍDIO AO ZONEAMENTO GEOAMBIENTAL DA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO GD7. Frederico Luiz Pereira Mendes; Eduardo Goulart Collares.
09:20 – 09:35: APLICAÇÃO DO MAPEAMENTO GEOAMBIENTAL NA CONTRIBUIÇÃO AO CONHECIMENTO DO AQÜÍFERO GUARANI NO TRIÂNGULO MINEIRO (MG): Estimativa dos volumes dos arenitos. Anamaria Moya Rodrigues; Luiz Nishiyama.
09:35 – 09:50: MAPEAMENTO GEOLÓGICO-GEOTÉCNICO PARA O PLANEJAMENTO URBANO DO MUNICÍPIO DE CAMPOS DOS GOYTACAZES – RJ UTILIZANDO GEOPROCESSAMENTO. Aline Nogueira Costa; Helena Polivanov; Maria da Glória Alves.
09:50 – 10:10: Intervalo
10:10 – 11:10: Apresentação e discussão de trabalhos da Sessão Temática 5.
10:10 – 10:25: ZONEAMENTO GEOAMBIENTAL EM ÁREAS RURAIS. SUBSÍDIOS AO PLANEJAMENTO DE PROJETOS DE REFORMA AGRÁRIA. ESTUDO DE CASO: ASSENTAMENTO RURAL PIRITUBA II, (SP). Julia Zanin Shimbo; Jairo R. Jiménez-Rueda.
10:25 – 10:40: ANÁLISE INTEGRADA DE QUALIDADE DE ÁGUA EM MICROBACIA HIDROGRÁFICA. Joiada Moreira da Silva; Déborah Pereira Linhares; Wanderley Rodrigues Bastos.
10:40 – 10:55: PLANO MUNICIPAL DE REDUÇÃO DE RISCOS DE NOVA LIMA – MG. Leonardo Andrade de Souza
10:55 – 11:10: COMPARTIMENTAÇÃO DO SETOR NORDESTE DA ILHA DE SANTA CATARINA COM BASE EM CRITÉRIOS GEOAMBIENTAIS. Edson Ramos Tomazzoli.
11:10 – 12:00: PALESTRA 4 – CELSO DOS SANTOS CARVALHO – Diretor de Assuntos Fundiários Urbanos do Ministério das Cidades. Título da Palestra: “POLÍTICAS DO MINISTÉRIO DAS CIDADES PARA O PLANEJAMENTO URBANO”.
12:00 – 14:00: Intervalo para Almoço.
14:00 - 14:20: Abertura da Sessão Temática 6 - CARTOGRAFIA GEOAMBIENTAL: Relato dos Trabalhos.

COORDENADOR: Sílvio Carlos Rodrigues

RELATOR: Jorge Silva Brito
14:20 – 16:20: Apresentação e discussão de trabalhos da Sessão Temática 6.
14:20 – 14:35: DIRETRIZES PARA MAPEAMENTO DAS MODIFICAÇÕES TEMPORO-ESPACIAIS DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO CABAÇAL - MT ANALISADAS ATRAVÉS DE TÉCNICAS DE GEOPROCESSAMENTO PARA FINS DE PLANEJAMENTO AMBIENTAL. Franciele Gonçalves; Patricia Helena Mirandola Avelino; Mônica Lima Gonzaga; Maria Clara Godinho Sommer Avelino.
14:35 – 14:50: Caracterização do Uso e Ocupação da Bacia do Rio das Pedras/ Campinas, Visando a Determinação das áreas Críticas para Produção de Água de Enchente. Fernanda Bauzys; José Teixeira Filho.
14:50 – 15:05: BASES PARA IMPLANTAÇÃO DE UMA BACIA HIDROGRÁFICA EXPERIMENTAL EM CAMPINAS-SP. Edilson Tamura; Sueli do Carmo Bettine.
15:05 – 15:20: MAPA DE USO DA TERRA E SUCEPTIBILIDADE AOS PROCESSOS EROSIVOS DO MUNICÍPIO DE MORRINHOS COM BASE EM LEVANTAMENTOS PEDOLÓGICOS E GEOMORFOLÓGICOS. Clóvis Cruvinel da Silva Júnior; Rildo Aparecido Costa.
15:20 – 15:35: CADASTRO DOS PROCESSOS EROSIVOS LINEARES DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIBEIRÃO CARIOCA, ITABIRITO/MG, BRASIL. Marcos Mergarejo Netto; Frederico Garcia Sobreira.
15:35 – 15:50: ANÁLISE DA FRAGILIDADE NATURAL DOS TERRENOS AOS PROCESSOS EROSIVOS COMO BASE PARA O ORDENAMENTO TERRITORIAL NA REGIÃO DO ALTO RIO DAS VELHAS-MG. Clibson Alves dos Santos; Frederico Garcia Sobreira.
15: 50 – 16:05: DIAGNÓSTICO GEOAMBIENTAL DA BACIA DO CÓRREGO TENENTE EM MARILUZ, PR. Marta Luzia de Souza; Nelson Vicente Lovatto Gasparetto; Paulo Nakashima.

16:05 – 16:20: MAPEAMENTO DAS ÁREAS VERDES E DA VEGETAÇÃO LIGADA AO SISTEMA VIÁRIO EM TRÊS REGIÕES URBANAS DA CIDADE DE JUIZ DE FORA, MG. Renata Geniany S. Costa; Cássia de Castro M. Ferreira.

16:20 – 16:40: Intervalo


16:40 – 17:00: Divulagação dos Artigos escolhidos para submissão a Revista Brasileira de Geociências (RBG) e premiação.
17:00 – 18:00: MESA REDONDA – “APLICAÇÕES DA CARTOGRAFIA GEOTÉCNICA E GEOAMBIENTAL NO PLANEJAMENTO URBANO” - Debatedores: Celso dos Santos Carvalho (Min. Das Cidades); Nilson Gandolfi (EESC-USP); Josué Alves Barroso (UFRJ); Ricardo Vedovello (IG).
18:00 – ENCERRAMENTO DO 6º SBCGG.

MAPA GUIA SEI DE UBERLÂNDIA



: UFU: Local do 6° SBCGG

: Agência dos Correios

: Agências Bancárias

● : Prefeitura

● : Center Shopping

Hotéis

1: Hotel Sanare

5: Hotel Ipê

9 : Plaza Shopping Hotel

2: San Diego Suites Hotel

6: América Palace Hotel

10 : Hotel Abbas

3: JVA Park Hotel

7: Hotel Presidente

11 : Hotel Appolo

4: Villalba Hotéis

8:Grande Hotel Universo Palace

12: Comfort Uberlândia

Restaurantes

Miraku Cozinha Japonesa
Rua Cel Manoel Alves 23 - Centro - (34) 3235-1358

Restaurante Sahtten
Av. João Pinheiro 220 - Centro - (34) 3210-8677

Restaurante Don Giuseppe
Praça Cícero Macedo 118 - Centro - (34) 3210-0029

Restaurante Gold Fish
Av. João Pinheiro 412 - Centro - (34) 3236-8692

Restaurante Grand China
Av. João Naves de Ávila 160 - Centro - (34) 3236-2226

Cantina do Barão
Rua Agenor Paes 238 - Centro - (34) 3235-1340

Bambola Pizza e Vinho
Av. Princesa Izabel 798 - Centro - (34) 3234-2378

Cantina do Peixe
Av. João Naves de Ávila 574 - Centro - (34) 3219-3885

Restaurante Chimarrão
Av. João Naves de Ávila 790 - Centro - (34) 3236-5350



COMISSÃO ORGANIZADORA DO 6º SBCGG
PRESIDENTE - Luiz Nishiyama (UFU/IG)

COORDENADOR - Frederico Garcia Sobreira (UFOP/NUGEO))

SECRETARIA - Maria Elisa Borges Rezende (UFU/FECIV)

TESOUREIRO - Everson Beicher (UFU/FECIV)


COMISSÃO DE DIVULGAÇÃO E PATROCÍNIO

Ana Luiza Côsso Lima (CEMIG)

Claudia de Sanctis Viana (URBEL-BH)

José Franklin Moreira (PMU)

Laurenn Wolochate (CEMIG)

Leonardo Andrade de Souza (UFOP)

Maria Giovana Parizzi – UFMG

Rosyelle Cristina Corteletti (UFOP)


COMISSÃO DE SUPORTE TÉCNICO/OPERACIONAL

Grupo PET Engenharia Civil (UFU)

Grupo PET Geografia (UFU)

Fabiano Alves Borges (UFU/IG)

Valdemiro Paulino de Lima (UFU/IG)
COMITÊ TÉCNICO-CIENTÍFICO:

COORDENADORES:

Lázaro Valentin Zuquette (EESC – USP)

Reinaldo Lorandi (UFSCar)

Patrocinadores:



















Apoio:










Universidade Federal de Uberlândia / Instituto de Geociências


Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal