Modelo para a formatação de artigos



Baixar 28.12 Kb.
Encontro02.07.2018
Tamanho28.12 Kb.


Título do Artigo Completo

Nome do 1º autor, titulação, sigla da instituição e e-mail

Nome do 2º autor, titulação, sigla da instituição e e-mail

Nome do 3º autor, titulação, sigla da instituição e e-mail
Resumo
Este trabalho apresenta os elementos que constituem a estrutura e a apresentação do artigo completo do V Colóquio Nacional de Hipertexto (V Chip): Multiletramentos e multimodalidade: questões de ensino e de pesquisa. O Resumo deve iniciar com uma descrição sucinta do objetivo do artigo e do objeto da pesquisa, enfatizando de forma clara sua contribuição para a comunidade a que se destina. Em seguida, deve ser caracterizada e descrita, também de forma sucinta, a fundamentação teórica e a metodologia empregadas. Por fim, sintetizam-se os principais resultados. O Resumo deve ter apenas um parágrafo e não deve ultrapassar 200 palavras.
Palavras-chave: Multiletramentos, Multimodalidade, Hipertexto. (pelo menos 3 palavras-chave; no máximo, 5)
Abstract
This paper presents the elements of the structure and formal layout of full paper the V Colóquio Nacional de Hipertexto (V Chip). The abstract should start with a brief description of the purpose of the article and the research object, clearly emphasizing its contribution to the community it is intended. It must then be characterized and described, briefly, the methodology applied. Finally, it summarizes the main results. The abstract should have only one paragraph and should not exceed 200 words.
Keywords: Multiliteracies, Multimodality, Hypertext. (as shown here).
1. Introdução
O objetivo deste documento é instruir os participantes sobre as normas de publicação do do artigo completo que fará parte dos Anais do V Colóquio Nacional de Hipertexto que será realizado nos dias 26 e 27 de outubro de 2016 na Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira, Campus da Liberdade (Redenção/CE).
2. Margens e Tamanho de Página
O documento deve ser escrito em tamanho A4, com margens superior e inferior: 3 cm, direita e esquerda: 2 cm.

3. Composição do texto
3.1 Artigo Completo

O resumo do artigo completo deve seguir os padrões estabelecidos no presente template, com fonte Times New Roman 12, alinhamento justificado com margem paragráfica recuada a 1 cm. O artigo completo deverá ter de 6 a 10 laudas. Deve conter o título, os autor(es), a titulação, a instituição e o endereço eletrônico de cada um. O trabalho deve ser enviado pelo e-mail ..., no formato MS Word.

Tanto a aceitação quanto a recusa dos artigos serão notificadas aos autores via correio eletrônico.
3.2 Título
A extensão do título não deve ultrapassar duas linhas de texto. O título deve estar formatado em Arial 16 e em negrito.
3.3. Idioma
Serão aceitos trabalhos escritos em Língua Portuguesa.
3.4. Resumo
O resumo não deve ultrapassar 200 palavras, e deve ser escrito tanto em Inglês quanto no idioma original do artigo.
3.5 Dados dos autores
Os nomes dos autores e o correio eletrônico devem estar em Times New Roman 10, centralizado e em negrito.
3.6 Texto Normal
O texto normal dos parágrafos deve ser em Times New Roman, tamanho 12, e com espaçamento simples.



  1. Referências e Citações

As referências deverão aparecer numa lista ao final do artigo. Essas referências devem estar ordenadas por ordem alfabética dos sobrenomes dos autores. Deve-se seguir a padronização estabelecida neste template, disposta ao final desse documento.

Com relação às citações, os autores citados no corpo do texto devem aparecer apenas com inicial maiúscula e, quando entre parênteses, com todas maiúsculas, por exemplo (JOYE, 2014). No corpo do texto, para dois autores usar “e”, segundo Alves e Silva (2009). Quando entre parênteses, usar ponto-e-vírgula (ALVES; SILVA, 2010; ANTUNES et al., 2010; FREIRE, 2005; TEIXEIRA, 1995).
Este é um exemplo de citação, com 4 cm de recuo da margem esquerda, tamanho 10 em Arial. A citação não deve conter aspas e deve terminar com sobrenome do autor (em caixa alta), com ponto após os parênteses, conforme este exemplo (CASSANY, 2014).
Para destacar partes do texto, não use negrito; prefira o itálico.


  1. Seções

O título da seção deve ser em Times New Roman 12, em negrito e em maiúsculo. As seções, subseções e sub-subseções devem ser numeradas e alinhadas à esquerda.




    1. Subseções

Os títulos das subseções devem estar em Times New Roman 12, negrito, e com a letra inicial em maiúsculo e as demais em minúsculo.


5.1.1 Sub-Subseções
Os títulos das sub-subseções devem estar em Times New Roman 12, negrito, e com a letra inicial em maiúsculo e as demais em minúsculo.


  1. Listas

Para as listas que requerem pontos, estas devem utilizar o estilo Normal e corresponder a mesma especificação do texto normal:



  • Espaço entre o ponto e a borda de 0 cm.

  • Espaço entre o texto e o ponto de 0,5 cm.




  1. Figuras e Tabelas

As figuras no texto devem estar em escalas de cinza, com uma resolução de pelo menos 200 dpi (dots per inch), e devem ser inseridas por meio de uma tabela, conforme exemplo da figura 1. As figuras devem estar em um formato padrão de imagem, como JPEG, e devem estar dentro de uma tabela.

Os títulos das figuras devem estar centralizados em uma linha da tabela abaixo da figura.




Figura 1. Exemplo de segmentação.


Tabela 1. A legenda de uma tabela deve estar acima desta, com fonte Times New Roman 12, centralizado.


Evento

Figuras

Tabelas

V CHIP

300 dpi

Normais

CHIP 2016

200 dpi

Formatadas


  1. Numeração, Cabeçalho e Notas de Rodapé

Uma vez que os artigos completos serão compilados nos Anais do Colóquio (seguindo o formato do CHIP 2016), os textos devem ser enviados sem cabeçalho e sem numeração de página.


9. Conclusões/Considerações Finais
Em caso de dúvida, por favor contate o comitê organizador do CHIP 2016 pelo e-mail ...

Referências
Artigo de periódico
JOSSO, M. C. O corpo biográfico: corpo falado e corpo que fala. Educação e realidade, Porto Alegre, v. 37, n. 1, p. 19-31, jan./abr. 2012.

LABOV, W. Some further steps in narrative analysis. The journal of narrative and life history, Volume 7, numbers 1-4, 1997.


Capítulo de livro
PASSEGGI, M. da C. Narrar é humano! Autobiografar é um processo civilizatório. In: PASSEGGI, M. da C.; SILVA, V. B. da. (Orgs.). Invenções de vidas, compreensão de itinerários e alternativas de formação. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010, p. 103-130.

PINEAU, G. As histórias de vida como artes formadoras da existência. In: SOUZA, E. C. de; ABRAHÃO, M. H. M. B. (Orgs.). Tempos, narrativas e ficções: a invenção de si. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2006, p. 41-60.


Livro
PINEAU, G.; LEGRAND, J.-L. As histórias de vida. Natal: EDUFRN, 2012.

GOFFMAN, E. A representação do eu na vida cotidiana. Petrópolis: Vozes, 2013a.

______. Alinhamento. In: RIBEIRO, B. T.; GARCEZ, P. M. (Orgs.). Sociolinguística interacional. São Paulo: Loyola, 2013b.

______. Ritual de interação: ensaios sobre comportamento face a face. Petrópolis: Vozes, 2011.



FOUCAULT, M. História da sexualidade: a vontade de saber. 3. ed. Rio de Janeiro: Graal, 1980.
Dicionário
FERREIRA, A. B. H. Aurélio século XXI: o dicionário da Língua Portuguesa. 3. ed. rev. e ampl. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1999.
Artigo de jornal
ADES, C. Os animais também pensam: e têm consciência. Jornal da Tarde, São Paulo, p. 4D, 15 abr. 2001.
Trabalho em anais
AMARAL, L. A. Atividade física e diferença significativa/deficiência: algumas questões psicossociais remetidas à inclusão/convívio pelo. In: Congresso Brasileiro De Atividade Motora Adaptada, 2001, Curitiba. Anais... Curitiba: Associação da Folha, 2001. p. 30-31.

Resumo
CASTRO, R. E. F.; MELO, M. H. S.; SILVARES, E. F. M. Avaliação da percepção dos pares de crianças com dificuldades de interação em uma sucursal da clínica-escola do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo. In: Congresso Interno Do Instituto De Psicologia Da Universidade De São Paulo, 2001, São Paulo. Resumos... São Paulo: Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo, 2001. p. 49.

Teses/Dissertações
KOMESU, F. C. Entre o público e o privado: um jogo enunciativo na constituição do escrevente de blogs da internet. 2005. 271 f. Tese (Doutorado em Linguística) – Instituto de Estudos da Linguagem, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2005.
Trabalho em CD
RIBEIRO, R. Psicologia social e desenvolvimento do terceiro setor: participação da Universidade. In: Congresso Norte Nordeste de Psicologia, 2001, Salvador. Anais... Salvador: Universidade Federal da Bahia, 2001. 1 CD.
Artigo em periódico eletrônico
MAIA-VASCONCELOS, S.; CARDOSO, M. N. F. Novas fronteiras linguísticas: um estudo sobre o gênero autobiográfico. Revista Eutomia, ano II, n. 1, p. 652-644, 2009. Disponível em: . Acesso em 2 dez. 2010.
Texto da internet
LEFFA, V. J. O jogo da aprendizagem: games na escola. Disponível em: http://www.ufrgs.br/pasta/jogo.htm. Acesso em: 20 maio 2010.





Compartilhe com seus amigos:


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal