Nstituto metropolitano de ensino ime faculdade metropolitana de manaus fametro manual de orienta



Baixar 0.56 Mb.
Página1/11
Encontro06.02.2018
Tamanho0.56 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11



I

NSTITUTO METROPOLITANO DE ENSINO - IME

FACULDADE METROPOLITANA DE MANAUS - FAMETRO

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS

ALDEMIR PEREIRA JUNIOR

CARLOS BELCHIOR

WANILCE PIMENTEL

S

UMÁRIO



DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO ACADÊMICO 4

APRESENTAÇÃO GRÁFICA 5

ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS 5

ELEMENTOS TEXTUAIS 6

ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS 8

ASPECTOS GRÁFICOS 8

Paginação 10

Tabulação 10

DIRETRIZES METODOLÓGICAS PARA ELABORAÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO 14

APRESENTAÇÃO 14

CONSIDERAÇÕES INICIAIS 15

TIPOLOGIAS DO ARTIGO CIENTÍFICO 17

ESTRUTURA BÁSICA DO ARTIGO CIENTÍFICO 20

NORMAS TÉCNICAS DO ARTIGO CIENTÍFICO 22

DIRETRIZES METODOLÓGICAS PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA 33

CONSIDERAÇÕES INICIAIS 34

ESTRUTURA DE UM PROJETO DE PESQUISA 34

DESCRIÇÃO DA ESTRUTURA DO PROJETO 36

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO MONOGRAFIA 41

CONSIDERAÇÕES INICIAIS 41

ASPECTOS GRÁFICOS E CONTEÚDOS 45

Capa dura (na cor do curso) 45

Texto (modelos) 58

INTRODUÇÃO 58

CITAÇÃO 68

CITAÇÃO INDIRETA 68

CITAÇÃO DIRETA 70

CITAÇÃO DE CITAÇÃO 72

DEMAIS ORIENTAÇÕES PARA A CITAÇÃO 74

NOTAS DE RODAPÉ 77





DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO ACADÊMICO



APRESENTAÇÃO GRÁFICA

As normas e padrões recomendados nesta parte objetiva dar condições exigidas em uma apresentação uniforme dos trabalhos científicos elaborados no curso tanto de graduação, quanto de especialização, mestrado ou doutorado.



ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS

Os elementos pré-textuais compõem a apresentação do trabalho, indicando elementos que permitam a sua identificação, bem como possibilitar que o leitor tenha conhecimento sobre aspectos pessoais do autor e que constituem a obra a ser lida. Como parte integrante do trabalho, sua paginação deve ser contada a partir da folha de rosto, sem ser numerada. Abrange itens obrigatórios que são: capa, folha de rosto, folha de aprovação, resumo na língua vernácula, resumo em língua estrangeira e sumário e itens que são opcionais que são: lombada, errata dedicatória(s), agradecimento(s), epígrafe, lista de ilustrações, lista de tabelas, lista de abreviaturas e siglas e lista de símbolos.

CAPA (apêndice a)

Trata-se de um dos elementos obrigatórios do documento, cuja função é a proteção externa que reveste o trabalho, onde deve vir impressa informação indispensável para a identificação.

FOLHA DE ROSTO (apêndice b)

Elemento obrigatório onde deve constar o elemento essencial à identificação do trabalho.



SUMÁRIO (apêndice c)

Enumeração das principais divisões, seções e outras partes de um documento, apresentando a ordem em que a matéria tratada se sucede. É a relação dos capítulos e seções do trabalho, na ordem em que aparecem no texto e com indicação da página inicial correspondente. É normalizado pela NBR6027.



SUA APRESENTAÇÃO DEVE:

Figurar em folha distinta, com o título centralizado, em letras maiúsculas e sem pontuação;

Os capítulos e as seções do trabalho devem ser enumerados em algarismos arábicos;

O sistema de numeração progressiva para organizar as seções do trabalho deve estar em conformidade com a norma da NBR-6024 e os padrões apresentados no item Elementos Complementares, desse Guia;

Se houver mais de um volume, o sumário completo deverá ser apresentado em cada um deles.

ELEMENTOS TEXTUAIS

Os elementos textuais são constituídos pela parte do trabalho dissertativo onde o autor desenvolve o conteúdo do que está sendo abordado, construindo sua argumentação de modo a conduzir o leitor para o entendimento daquilo que está a afirmar.

A redação científica apresenta algumas características que a diferenciam de todos os outros tipos de redação. Possui uma formalidade facilmente perceptível, referendada pela utilização do argumento da autoridade. Cada informação importante deve ser validada e confirmada por uma autoridade no assunto, sendo essa é a razão pela qual os textos científicos têm tantas citações. Deve ser redigido em linguagem impessoal, clara e concisa, sendo recomendado o uso na terceira pessoa do singular e verbo na voz passiva. Pode ser dividido em capítulos ou seções e subseções, sendo que cada capítulo deve iniciar em folha própria.

Conforme o tipo de trabalho, área de conhecimento ou metodologia adotada, o texto é organizado de maneira distinta, mas sua estrutura básica normalmente abrange introdução, a fundamentação teórica (revisão bibliográfica), a descrição metodológica, a apresentação, análise e interpretação dos resultados e conclusões, não necessariamente com esta divisão, mas nesta seqüência.



INTRODUÇÃO

Trata-se da apresentação geral do trabalho, fornecendo uma visão global do assunto tratado (contextualização), com umas definições claras, concisas e objetivas do tema e a delimitação precisa das fronteiras de estudo em relação ao campo selecionado, isto é, do problema a ser estudado. Deve esclarecer aspectos do assunto a ser desenvolvido sem, entretanto, antecipar resultados. Na introdução também são descritos a justificativa/relevância do estudo e os objetivos do trabalho.



DESENVOLVIMENTO

Como o próprio nome diz, o desenvolvimento é a parte mais extensa e consistente do trabalho. Nele são expostas as principais idéias sobre o assunto, além dos aspectos metodológicos empregados, resultados e interpretação do estudo.

Como nas demais partes que compõem o trabalho, o desenvolvimento deve ter objetividade, clareza e precisão e sua exposição pressupõe o atendimento de três fatores essenciais para o texto de caráter científico: explicação, discussão e demonstração.

A decisão pela divisão dos capítulos deverá ser norteada pela construção racional do argumento científico de modo a tornar evidente o que está implícito, obscuro ou complexo, descrevendo, classificando e definindo a temática e comparando as várias posturas ideológicas que se contrapõem.

Da mesma forma que na introdução, os elementos que fazem parte do desenvolvimento do trabalho também podem ser alterados em função da natureza do mesmo e da área de conhecimento sob investigação. Entretanto, as partes essenciais que integram esta etapa do trabalho são: a fundamentação teórica (revisão bibliográfica); a descrição metodológica; a apresentação, análise e interpretação dos resultados.

CONCLUSÃO

Esta etapa trata das análises mais amplas observadas pelo pesquisador e que devem contribuir para novas pesquisas e para esclarecer as observações obtidas com o estudo.

As conclusões devem ser apresentadas de forma lógica, clara e concisa, fundamentando os resultados obtidos na discussão e apontar correspondência com os objetivos propostos pelo estudo. Com isso, deve reafirmar a hipótese, cuja demonstração constitui o corpo do trabalho, regressando, deste modo, a introdução, explicitando o que foi abordado.



Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal