O pastor Evangelista



Baixar 376.07 Kb.
Página5/7
Encontro05.12.2017
Tamanho376.07 Kb.
1   2   3   4   5   6   7

4. Discussão e aprovação dos planos: O evangelista submete os planos ao campo local . Discute-se e são feitas as sugestões. É apresentado os planos aos pastores envolvidos e são ouvidas suas sugestões. O mesmo se faz com a igreja.
5. Comunicação dos planos: Os planos aprovados são comunicados detalhadamente ao campo local, pastores, igrejas e obreiros.
6. Capacitação dos que participarão da campanha: Se na campanha participam pregadores leigos é necessário capacitá-los com antecedência . Também se faz necessário capacitar aos que preparam o terreno e aos que formam as comissões de equipes.
7. Preparação do terreno: As campanhas modernas são de colheita. Mas para que exista colheita deve ser precedida por uma semeadura, e esta se faz com meses de antecedência pela equipe ou pela igreja dirigida pelos pastores. O ideal é que ao começar as conferências, haja centenas de pessoas quase totalmente instruídas na verdade e praticando a maior parte das doutrinas. Então as conferências recapitulam a verdade e o levam à decisão

7.1. Formas de preparar o terreno para preparar candidatos:


  1. Carteiros missionários - cursos levados ao lar

  2. Classes batismais

  3. Pequenos grupos

  4. Estudos bíblicos por leigos


7.2. Meios de preparar o terreno antes das conferências, para conseguir público.


  1. panfleto intrigante que desperte a curiosidade do povo

  2. Pesquisa - Umas seis semanas antes a vizinhança deve ser visitada, fazendo-lhes uma pesquisa , na qual escolhem os temas que mais lhes interesse.

  3. Inscrição - Três semanas antes, os obreiros levam o cartão de inscrição dos cursos oferecidos pela campanha, tomando-lhes nome e endereço .

  4. Entrega dos convites - Com um ou dois dias de antecedência

  5. Grande campanha entre os membros da igreja para que levem visitas.



  1. Nomeação e organização das equipes: Pelo menos dois meses antes nomeiam-se as comissões que atuarão como suporte da campanha. Convém ter reuniões com cada comissão para explicar-lhes detalhadamente suas responsabilidades.




  1. Comissão de recepcionistas

  2. Comissão de música

  3. Comissão de equipamentos

  4. Comissão de preparação de terreno.

  5. Etc.


9. Propaganda:


  1. Interna - Operação André

  2. Externa - dividida entre os membros, obreiros, público que assiste e os desbravadores.


10. Série de Conferências: Que durará entre quatro a dez semanas, segundo os meios e o tempo disponível pelo evangelista. Geralmente a série se divide em duas partes.


  1. Introdução - Geralmente com dois ou três temas sociais , depois entra-se no tema religioso e cada semana se apresenta pelo menos um tema social

  2. Classe bíblica.



11. Batismos: Há duas formas de realizá-los:


  1. Batismo gigante - a vantagem é o efeito psicológico de algo grande levando impacto na comunidade. A desvantagem está na dificuldade para fazer apelos.

  2. Batismos contínuos - a vantagem é ter a oportunidade de fazer vários apelos aos quais sempre há interessados que respondem .


12. Continuidade:


  1. Programa de conservação

  2. Local da nova igreja.


13. Avaliação:


  1. Pontos altos da campanha

  2. Métodos e idéias que deram bons e maus resultados

  3. Avaliação da equipe

  4. Temas que não funcionaram bem

Recomendações para o futuro.

Programa diário

Oriente seu staff e todos que participarão na noite de abertura, incluindo os recepcionistas e operadores dos interruptores de luz, que cheguem com uma hora e meia no auditório, antes do início do programa. Certifique-se de que todos sabem onde deverão agir e como desempenhar sua tarefa. Todos deverão simular uma abertura e sincronizar os relógios para que cada parte dê seqüência à outra sem vazios ou maiores problemas.

Eis aqui uma lista de check-up do programa diário:
Toda equipe preparada para entrar em ação:


  • Evangelista

  • Diretor de cânticos com a lista de corinhos, lâminas de retroprojetor, playbacks, instrumentos,etc.

  • Equipe de apoio com lanternas em mãos e devidamente posicionados.

  • Recepcionistas com a devida literatura, furador de cartões, bloco de brindes, testes (V) ou (F),etc.

  • Operador de projetores com slides organizados e filmes preparados.

  • Técnico de som com equipamento testado e preparado.

  • Amplificadores ajustados.

  • Decoração no lugar: cadeiras, mesas, painéis, flores, etc.

  • Operador de luzes na posição : luzes ligadas tanto internas como letreiro de luzes externas.

 Literatura selecionada e pronta: lições bíblicas, terapias do Fumo, convites, etc. Circulação de ar funcionando: janelas, ventiladores.

 Relógios sincronizados.

 Programa diário nas mãos dos principais participantes

Abrindo a reunião
A abertura pode ser feita com a apresentação de um filme sobre a natureza ou saúde, e o evangelista aguarda o final do filme para dar as boas vindas e apresentar o programa.

Filme - Nestes dias de vídeos, muitos evangelistas acham que um bom filme é necessário para reunir uma multidão. Com planejamento, pode-se dividir o filme em seqüências a serem apresentadas diariamente, em exibições de 15 minutos. É preciso escolher o momento certo para a transição, e cortar o filme criando suspense para a próxima noite.

Antes da apresentação, tenha o filme posicionado no projetor e lentes focadas. Com o filme já projetado na tela, então diminua o foco de luz gradualmente até a penumbra.
Cânticos - Inclua sempre serviços de cânticos nas reuniões, com exceção da primeira noite. A música deve ser conduzida de forma viva e animada. O serviço de cânticos não deve durar mais que 15 minutos. Você pode distribuir coletâneas para este momento, porém , se for possível ter um retroprojetor, as músicas projetadas pouparão tempo, sendo o mais econômico e prático.
Oração - Dependendo do auditório, do tipo de audiência e das circunstâncias, o evangelista poderá convidar as pessoas para uma prece nos primeiros dias da campanha, ou deixar para o início da segunda semana. Já virou prática de evangelistas que trabalham com Católicos Romanos, rezar o Pai Nosso como transição para a oração. Isto quebra preconceitos e cria clima favorável. Ao iniciar a oração, propriamente dita, ore de forma curta e simples. Peça as bênçãos de Deus pela nação e seus líderes - isto denota patriotismo. Da mesma forma, ore pelas autoridades municipais, a quem foram confiadas a segurança e o bem-estar do povo. Ao orar pelo povo , seja específico - mencione suas necessidades. Os pais estão preocupados com os filhos. Os jovens com as tarefas escolares. Este povo nunca ouviu alguém orar por eles, e isto causará impressão. Não se esqueça de orar pelas autoridades religiosas da cidade - o padre e os líderes evangélicos. Finalmente, peça a Deus a bênção pelo estudo de Sua Palavra.
Anúncios - Pode ser realizado por uma apresentação de slides selecionados ou vídeo sobre as próximas atrações do dia seguinte. Faça o anúncio com um senso de caixeiro vendedor. Com energia, entusiasmo e livre uso de adjetivos, promova a idéia de que o melhor ainda está por vir! O melhor será amanhã!
Classe Bíblica - Após as primeiras noites e após um tema de transição, inicia-se a classe bíblico. O evangelista deve considerar com sua audiência, que após certo número de noites e de lições bíblicas, todos levarão suas bíblias para casa. Explique que as bíblias serão instrumentos de pesquisa , e que eles a encontrarão ali noite após noite. Haverá uma grande despesa em suprir suficientes Bíblias para a vasta audiência , mas se as pessoas vierem regularmente a estudar suas Bíblias, grande porcentagem aceitará a mensagem bíblica e serão batizados.

Durante o sermão, o evangelista identifica seus principais textos pelo número da página, bem como o capítulo e verso - isto facilitará descobrir a passagem.

As pessoas lembrarão melhor o que eles leram do que ouviram. Todo evangelista sabe que há uma bênção na leitura da Bíblia. Há um poder psicológico em manusear e ler por si mesmo diretamente da Bíblia. No final de cada noite, as Bíblias são deixadas com os recepcionistas.
Ordem do Programa Diário - A seguir darei uma seqüência sugestiva do programa tanto na fase inicial, bem como na classe Bíblica.
Semana de Temas Sociais ( Primeira semana)


  • 19:15h- Música clássica

  • l9:30h - Filme ( vídeo ou 16mm)

  • 19:45h- Vinheta, abertura, momentos da saúde.

  • 19:55h - Projeção de anúncios, sorteio, show de Marionetes.

  • 20:05h - Cânticos.

  • 20:15h - Palestras, slides.

  • 20:35h - Terapia Médica e testemunhos de ex-fumantes.

  • 20:45h - Filme.

  • 20:55h - Anúncios próximo tema

  • 21:00h - Despedida, trilha sonora.


Classe Bíblica ( Segunda semana)


  • 19:15h - Música clássica orquestrada.

  • 19:30h - Filme

  • 19:40h - Vinheta, abertura, momentos da saúde.

  • 19:50h - Anúncios, sorteio, marionetes.

  • 20:05h - Cânticos

  • 20:20h - Classe Bíblica

  • 20:45h - Slides tema e, ou Filme

  • 20:55h - Propaganda próxima noite

  • 21:00h - Despedida, trilha sonora



Encerramento da reunião e avaliação
Após o filme final ou a oração de despedida, lembre-se do próximo tema e convide-os a retornar, então dê--lhes uma boa noite, com um sorriso. O evangelista, o animador de cânticos e os recepcionistas deverão posicionar-se à saída para cumprimentar as pessoas que saem e entregar os convites para a próxima noite.

Então numa rápida reunião, a equipe evangelística poderá estudar cada item, avaliando de maneira crítica mas compassiva, a programação da noite. Foi boa a publicidade? Preparou realmente o serviço de cântico o povo para a mensagem? Foram os filmes apropriados? Foi o sermão tudo o que deveria ter sido? Teve o apelo a espécie de resposta que se esperava? Se assim foi, por que foi? Sentiu-se o povo bem acomodado? Era o lugar devidamente ventilado? Que foi que contribuiu para o êxito do programa? Houve coordenação do programa?.

Então talvez a questão mais importante de todos seja: Qual a atitude das pessoas ao saírem da reunião? Alguns ouvintes bem escolhidos e alerta espalhados pelo auditório e à saída , possibilitarão descobrir a reação do auditório.

Jamais houve uma reunião que não pudesse ser melhorada. Sócrates certa vez disse: “A vida não examinada não é digna de ser vivida”. Tendo descoberto pontos fracos, mãos à obra para fortalecê-los.



Maneiras de Aumentar a Assistência

Em muitas ocasiões, suas reuniões evangelísticas enfrentarão competição das mais variadas formas - as novelas da televisão, as locadoras de vídeo, o mau tempo, os bailes de final de semana, a oposição das igrejas, campanhas políticas e o desinteresse que leva à inércia.

A principal atração de suas reuniões, naturalmente, será a mensagem que você prega da Palavra de Deus. Em adição à apresentação desta mensagem da forma mais atrativa possível, há outras técnicas que podem ser usadas para manter e aumentar o interesse na medida em que a série se desenvolve. Diferentes pessoas são atraídas por diferentes maneiras, e até que elas sejam persuadidas pela mensagem, você precisa usar outro método para atrair e manter seu interesse.
1. Cartões de presença. A vantagem deste método é que eles mantém as pessoas vindo todas as noites ou maioria delas, na medida em que você fura ou marca noite a noite a sua presença. Eles fornecem o nome e endereço destas pessoas, que será valioso na visitação e dará oportunidade de conhecê-las melhor. Estes cartões têm uma sequência de números consecutivos de um até o numero de noites planejadas. Têm impresso o slogan da série e uma explicação de que o portador do cartão receberá a Bíblia ou um prêmio qualquer depois de frequentar um certo número de reuniões.

Oriente aos recepcionistas a aprender o nome das pessoas o mais cedo possível. Olhar para os rostos e depois para o registro dos seus nomes no cartão será a maneira fácil de fazê-lo.



2. Brindes de incentivo. Os recepcionistas entregarão às pessoas um número impresso num pequeno papel que lhes darão oportunidade de participarem de um rápido sorteio de literatura ou outros brindes. Pode-se anunciar com antecedência que a pessoa que trouxer novos amigos ( ao menos cinco deles ), receberão especial prêmio - livros, calendários, etc.. Providencie convites às pessoas para que tragam visitantes.

3. Filmes em vídeo. Escolha filmes que sejam instrutivos, não meramente para a diversão. Com um pouco de planejamento, você pode programar filmes que se encaixam perfeitamente com tema do sermão. Filmes religiosos como a “Vida de Cristo” , desenhos da Bíblia, ou filmes do Instituto Moody são excelentes. Há também séries sobre a natureza da National Geographic que agradam e são edificantes. Experimente também filmes sobre temperança - drogas, tabagismo, stress, etc.

Os filmes deverão ocupar no máximo 20’ do programa, para melhor aproveitamento do tempo destinado aos cânticos e sermão.


4. Teste de “V” ou “F”. Este simples estrategema cria interesse por a) despertar a curiosidade, b) envolver as pessoas desafiando sua inteligência, c) e oferecer oportunidade para um brinde. Também serve ao evangelista como meio de repetir verdades que ele ensinou e é a melhor forma de obter nomes e endereços.
5. Noites especiais. Acrescente variedade à sua série designando certas noites para honrar certos grupos ou idades. Pode se ter a noite da vovó, noite da mamãe, dia das crianças, etc. Reserve especial seção de cadeiras para eles e tenha um programa especial para este fim. Para os jovens, planeje o melhor “Saturday Night” da cidade, com um sermão curto, serviço de cânticos animados e uma hora de recreação. Ajudar os jovens a entender que eles podem ter alegria sem cerveja, fumo ou dança é parte da nossa obra.
6. Evangelismo infantil. O coração dos pais está ligado ao coração dos filhos. Evangelismo infantil tem sido efetivo nas escolas cristãs de férias e Escolas Sabatinas. Por que não usá-lo no evangelismo? Você pode ter um programa de crianças todos os domingos à tarde no auditório. Usando música, estórias, slides infantis, marionetes, flanelógrafos e outros recursos, muito se pode fazer. Caso seja possível. tente arranjar uma hora de estórias em outra sala, deixando a mãe livre para asssistir ao programa principal. Ou o evangelista poderá incluir uma estória, filmes ou slides no programa para as crianças que acompanham os pais.
7. Auxílios visuais. Desde os dias de Miller, painéis com pinturas dos símbolos de Daniel e Apocalipse têm sido usados com sucesso no evangelismo. Painéis mostrando a estátua de Daniel 2, os quatro animais de Daniel 7, as duas mulheres do Apocalipse, podem fazer uma impressão indelével na mente que fixarão os pontos da Verdade.

Pode-se usar quadros negros, objetos caseiros para ilustrar lições, diagramas , qualquer coisa que prenda atenção. O importante aqui é a criatividade, com certo controle.

Assisti à abertura de um evangelismo faz alguns anos, onde as reuniões eram realizadas numa tenda, e ao redor de todas as paredes desta tenda, o evangelista havia pendurado seus terríveis painéis das profecias apocalípticas. Era obviamente a obra de um amador, pois na noite da abertura, quando repórteres da TV local vieram fazer a cobertura do evento, focaram suas câmeras exatamente para a boca do dragão de Daniel 7. Não estranhei que os resultados tivessem sido nulos.

Gosto de lembrar do método usado pelo Pr. Bessa em cobrir as figuras com fitas e papel e descobri-las na proporção em que avança no tema. Este é um princípio pedagógico , em que a mente do estudante se concentra apenas no aspecto especial em que está sendo considerado. Deixar o painel descoberto faz com que a mente do ouvinte vagueie de uma a outra extremidade do diagrama.




  1. Slides. Eles nunca deveriam tomar o lugar do sermão. Mas os slides ajudam as pessoas a visualizarem a volta de Jesus, a maneira que as pessoas viviam no passado, etc. Eles fixam na mente as maravilhosas verdades da história bíblicas e da profecia.




  1. Serviços à comunidade. O programa de saúde não é a única maneira de fazer a comunidade feliz com a sua série de evangelismo. E. E. Cleveland provou o valor de conduzir serviços de assistência social adjunta à campanha. Neste programa, pessoas são encorajadas a trazer alimentos e roupas usadas para as reuniões, onde eles são depositados em receptáculos especiais. Durante o dia, membros do staff evangelístico e outros da igreja local distribuem estes donativos no auditório. A audiência recebe relatórios de tempo a tempo do está sendo feito. Naturalmente os recipientes (sacos plásticos) são oferecidos à saída. Se conduzida de maneira eficaz, a comunidade ficará desapontado ao ver a campanha evangelística terminar.




  1. Marionetes. Podem ser usados para motivar a pontualidade, aumentar a assistência, fazer anúncios, disciplinar, conseguir silêncio, etc.


Extraído do Livro “Vivam as Marionetes”, os dez mandamentos para orientar o “manejador de marionetes”.


  1. Entrarás e sairás caminhando - A marionete não aprece repentinamente pelo palco, a não ser que seu papel o requeira.

  2. Desempenharás o papel que te foi encomendado - Cada marionete tem o seu nome e responsabilidades e devem expressar qualquer estado de ânimo da seguinte forma:

  • - Alegria: batendo palmas e dando pulinhos;

  • - Dor: baixando a cabeça da marionete;

  • - Atenção: Pondo a mão em forma de concha por trás do ouvido;

  • - Pensamento profundo: pelo coçar da cabeça:

  • - Resposta positiva ou negativa: pelo mover da cabeça.

  1. Não permitirás que se veja a pessoa que te maneja.

  2. Falarás movendo a mandíbula, não a parte superior da boca.

  3. Abrirás a boca em cada vogal - pratique “es - co - la sa - ba - ti - na”.

  4. Olharás para aquele com quem falas.

  5. Observarás a quem te dirige a palavra.

  6. Manterás boa postura.

  7. Permanecerás vivo por meio de ações e reações.

  8. Imitarás ao ser que representas.

Há várias formas de fazer teatro para marionetes:



  1. Varal com lençol.

  2. Janela e porta.

  3. Biombo


A Festa Batismal

O batismo corretamente tem sido chamado a porta de entrada para a igreja É a festiva ocasião quando alguém reconhece a sua vitória sobre o mundo e seu companheirismo com Cristo e Seus santos. Precisa ser acompanhada pela morte do velho homem de pecado e a ressurreição para a nova vida em Cristo.

Por outro lado, batismo não é o equivalente à perfeição de uma vida sem defeitos. Não ouse esperar até que o candidato esteja perfeito para ser batizado. Batismo é a porta de entrada para a igreja, não a porta de entrada para o céu. Batismo marca a renúncia do mundo, mas o aperfeiçoamento precisa continuar até a morte.

0 candidato precisa ser instruído nos temas essenciais do plano da salvação, nos mandamentos de Deus, nos princípios da vida diária e nas responsabilidades como membro da igreja. Precisa também entender que o progresso para a santificação vem pela constante associação com Cristo, através do estudo da Bíblia, da oração e testemunho.



Pré-requisitos para o batismo
Há três coisa requeridas dos candidatos ao batismo: conversão, vitória sobre o pecado e aceitação das doutrinas da igreja. Alguns evangelistas advertem contra batizar um candidato no mesmo dia em que ele toma sua posição. Vitória sobre o cigarro e o álcool, por exemplo, deveria ser evidente por duas ou três semanas de uma vida consistente. Outros evangelistas, tão sinceros quanto àqueles, mantém que os obreiros humanos não podem limitar a obra do Espírito Santo ou duvidar de sua eficácia no coração humano.

Esta questão provavelmente nunca será finalmente resolvida. Há muitas variáveis envolvidas, tanto no candidato quanto na qualidade do ensino do evangelista, para resolver a questão. No entanto, o pastor local terá a responsabilidade de cuidar do novo membro, e à igreja será pedido que aceite o membro em sua comunhão. Ambos deveriam ter suficiente evidência de verdadeira conversão para que eles possam prontamente aceitar o candidato. A evidência da verdadeira conversão será encontrada na vida do candidato.

Ao pregar certos princípios relacionados com a dieta , vestuário, recreação, etc, é importante apresentar estes assuntos como princípios das Escrituras, não como regras impostas por homens. Ainda o candidato precisa ser levado a ser leal à igreja Adventista do sétimo dia. Batismo não é apenas batismo a Cristo, mas também batismo à igreja. O candidato precisa estar disposto a apoiar a igreja em sua obra mundial.

Ao candidato será necessário ser ensinado como clamar por vitória. Mostre a ele que o perdão dos pecados não é questão de sentimentos, mas aceitação da promessa de Deus do perdão. Oriente o candidato na compreensão da justificação pela fé - somos salvos não pelo que fazemos ou somos, mas por causa do que fez Jesus por nós e pode fazê-lo em nós.


Princípios de Orientação sobre o Batismo
Instrua o candidato a trazer para o batismo:


  1. Roupas íntimas

  2. Toalha, pente e chinelos.

  3. Muda de roupa para ser molhada junto com o roupão.

Duas a ou três noites antes do batismo, você pode providenciar uma etiqueta impressa em forma de cartão. De um lado, liste os ítens que precisam ser trazidos para o batismo. No outro lado, espaço para preencher o nome e o endereço. O candidato é instruído a trazer seus pertences numa bolsa ou sacola plástica (assim poderá levar roupas molhadas para casa). A etiqueta é presa na bolsa e deixada com o responsável, o qual não apenas organizará os pertences dos candidatos no auditório mas facilitará a identificação de quem foi batizado.

Mostre aos candidatos como exatamente você os batizará e o que eles precisam fazer. Ensine-os com prender o fôlego, como inclinar-se para trás e flexionar seus joelhos, e como se apoiar no braço do ministro.

Esteja certo de que todos os candidatos estejam prontos para o batismo. Note os seguintes pontos:




  1. Não batize os que não planejam se unir à igreja (alguns querem ser batizados como cristãos, mas não como adventistas do sétimo dia)

  2. Não batize aqueles que estão regularmente empregados no sábado, até que arranjos tenham sido feitos para que ele tenha o sábado livre.

  3. Oriente cuidadosamente, lembrando-o acerca do uso do tabaco, álcool, carnes imundas e maus hábitos.

  4. Cuidado com gente instável que entra em toda religião que se apresenta, ou os que buscarão se unir à igreja por causa da assistência social.

  5. É escrituristicamente possível aceitar pessoas em profissão de fé realizada aos que a) foram previamente batizados por imersão e b) nunca renunciaram sua fé em Cristo. Mas é melhor encorajá-los ao rebatismo, porque sua fé será mais forte e criará laços de compromisso com a igreja.


A Cerimônia do Batismo
O serviço batismal é como um casamento, é tanto um momento de alegria como de solenidade. Como um casamento, o batismo deve ser atrativo, uma ocasião em que ele possa se lembrar com felicidade. Deve ser uma atração para os visitantes, para que esses sejam influenciados a tomar uma decisão.

Como o evangelista estará ali apenas por um tempo curto, enquanto o pastor terá a responsabilidade de cuidar do novo membro, é melhor que o pastor tenha o privilégio de realizar a cerimônia batismal. Porém, é apropriado que ambos se unam no batismo.

O batismo pode ser realizado no batistério da igreja, num rio, numa piscina ou num tanque móvel.

Pode ser realizado num sábado pela manhã, ou melhor ainda, na reunião da noite. O importante é que seja num horário e local onde o máximo de pessoas assistam. Anuncie o batismo na comunidade e convide todos a virem.

Se for realizado num rio, selecione o sítio cuidadosamente. A água deverá ter a altura da cintura e o fundo deve ser com areia, para que o movimento não levante lodo e lama.

Sob certas circunstâncias, seria mais proveitoso realizar o batismo num tanque portátil situado na plataforma do auditório. Há várias forma de projetá-lo. Pode ser feito com chapa de alumínio que se parafusa nas extremidades, medindo 12x4, e com a lona plástica ao centro. Escadas devem ser providenciadas, com altura suficiente para alcançar as bordas do tanque, e descer para o seu interior. Ornamente com vasos de plantas ao redor do tanque e um painel ao fundo, com pintura de um rio.

Se a igreja tem roupões, use-os. Se não há suficiente para todos, distribua às mulheres primeiro. Os diáconos deverão estar disponíveis para assistir os homens, bem como as diaconisas em relação às mulheres. Instrua os candidatos com respeito a como deverão entrar na água, quando deixarão a água, onde trocarão de roupa, etc. Encoraje-os com a promessa de Isaías 43:2. Lembre-se que esta é uma nova experiência para eles, e não deverão ser deixados a se arranjarem por eles mesmos. E se errarem, poderão se sentir ridicularizados e embaraçados, podendo abandonar a igreja.

Quanto à profissão de fé, uma vez que os candidatos já foram examinados na classe bíblica, somente os principais pontos precisam ser perguntados, como por exemplo:




  1. Você crê em Cristo como seu Salvador pessoal?

  2. Crê que Cristo tem perdoado seus pecados?

  3. Deseja abandonar todos os pecados conhecidos, e viver para Cristo, de agora em diante?

  4. Você estar em harmonia com todos os ensinamentos da Igreja Adventista do Sétimo Dia?

  5. Deseja ser batizado por imersão e fazer parte da igreja local e mundial?

Este exame permite ao candidato dar testemunho público de sua fé, e assegura aos membros da igreja que eles foram instruídos em todos os pontos da fé.

O batismo não pode ser apressado, mas deliberado e bem planejado. Batize os idosos primeiro para que não se estressem com a espera, dependendo das circunstâncias. Familiares poderão entrar juntos no tanque, bem como amigos. Um obreiro ou diácono deverá estar aguardando a saída com uma toalha.

Dependendo do número de candidatos, o ministro poderá dizer umas poucas palavras sobre a experiência do candidato e poderá pedir aos familiares que se aproximem, ou a pessoa que mais o influenciou no conhecimento da verdade. Dê crédito ao irmão que primeiro deu a literatura ou convite que resultou em interesse pela mensagem.

O ministro poderá, então, pronunciar as palavras de compromisso que poderiam variar, por exemplo:

-“Meu querido irmão __________, de acordo com a sua profissão de fé no Senhor Jesus e a sua aceitacão dEle como seu Salvador pessoal, eu agora o batizo...” A referência à Trindade, naturalmente, é sempre incluída (Mat. 28:19). Lembre-se que o compromisso não é uma oração. Você poderá olhar para ele e encorajá-lo a fazer o mesmo, ou ele poderá ficar em atitude de oração.

Após as palavras, com a mão apoiando entre o pescoço e a cintura, gentilmente o conduza às águas. Não se apresse. Isso dá aparência de grosseria à audiência. Também não o conserve muito tempo imerso para não causar pânico. Lembre-se que os movimentos deliberados e vagarosos são essenciais para o sucesso.

Se fazemos referência a qualquer outra igreja, essa deveria ser feito com espírito bondoso. Assim: “Essa irmã durante muitos anos foi membro fiel da Igreja Batista. Ela era uma servidora sincera do Senhor Jesus, andando em toda luz que possuía. É uma alegria dar-lhe as boas-vindas na maior luz da mensagem de Deus para hoje”.

É bom arranjar que alguma música seja cantada ou tocada durante a cerimônia, e enquanto o ministro se prepara para o rito.

Então faça o apelo e tenha recepcionistas bem treinados para obter os nomes dos que forem à frente.



Após o Batismo

O Barão de Munchhausen vinha cavalgando velozmente, perseguido por um grupo de inimigos Os guardas da cidade, a postos no muro, resolveram baixar o pesado portão da cidade. Porém Munchhausen chicoteia o seu cavalo e felizmente chega a tempo. Não acaba de passar pela porta quando esta cai, ruidosa e velozmente. Mas ele continua a sua corrida até o poço do mercado. Ali detém o seu cavalo para beber e repousar do grande esforço. Logicamente o animal bebe e bebe. Sua sede parece insaciável. Finalmente Munchhausen olha para trás e descobre o que ocorreu: a grande porta gradeada de ferro caiu sobre o animal, bem detrás do celim e dividiu em dois o animal. Mas tanta era a pressa que vinha, que nem ele nem o ginete tomaram nota disto. Por isso o cavalo não se saciava - a água entrava por um lado e saía, diretamente pelo outro.

Este é um relato exagerado da Idade Média, mas podemos aplicá-lo positivamente em nosso assunto. Temos a porta aberta pela evangelização por onde entram milhares de almas à igreja. Mas devemos fazer uma pausa, olhar para trás e constatar se temos “aberta a porta da apostasia”.

Fatores que afetam a continuidade e o crescimento



1   2   3   4   5   6   7


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal