Optativa X grupo nº obrigatória Carga horária: 30 Nº de Créditos: Nº de vagas: Pré-requisito : Nenhum



Baixar 2.08 Mb.
Página1/39
Encontro05.12.2017
Tamanho2.08 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   39


Disciplina: Tópicos em Música e Tecnologia: Análise Espectral Aplicada à Prática Musical

Optativa __X___ Grupo nº _5_____ Obrigatória ______

Carga horária: 30 Nº de Créditos: 2 Nº de vagas: ______

Pré-requisito : Nenhum

Ementa:

Conteúdo variável. Disciplinas que abordam os novos meios de composição musical, as novas técnicas de gravação e reprodução sonora, os princípios acústicos e a relação geral da música com a tecnologia.



Conteúdo Programático:

Estudo da Análise Espectral, conceitos básicos de acústica, e sua aplicação na prática musical.

Análise espectrográfica, Série harmônica e sua implicação nos diversos instrumentos, temperamento, Loudness, Técnicas de performance e o desenvolvimento da teoria acústica, aplicação da análise espectral nos instrumentos de cordas, madeiras, metais, percussão, piano, e voz, técnicas de composição, aplicações pedagógica, microfones e microfonagem.


Metodologia:

Aulas práticas e teóricas, revisão de literatura, e análise espectral em tempo real com projeção multimídia.



Procedimentos de Avaliação:

Prova, apresentação de trabalho em sala, trabalho escrito e participação nas aulas.



Bibliografia:

Campbell, Murray e Clive Greated. The musician’s guide to acoustics. London: J.M. dent & sons Ltd, 1987. 781.2 C189m 1987

Cogan. Sonic Design

New Images of Musical Sound

Voices

Fuks, Leonardo. From air to music. Estocolmo: Royal Institute of Technology, 1999.



Helmholtz, H. (1954). On the sensations of Tone as a Physiological Basis for the Theory of Music (Alexander J. Ellis, Trans.). New York: Dover Publications, Inc.

Garcia, Mauricio. Density 21.5 de Edgard Varèse. Anais do Encontro da ANPPOM 2001.

Menezes, Flo. A Acústica Musical em Palavras e Sons. São Paulo: Atelier, 2004.

Roederer, J. G. Introdução à Física e Psicofísica da Música. São Paulo: Edusp, 1998.

The New Grove Dicitonary of Music and Musicians.





Disciplina: Análise Musical I

Optativa: Grupo nº : Obrigatória : X

Carga horária: Nº de Créditos: 3 Nº de vagas: 20

Pré-requisito:

Ementa:

Estudo de obras musicais de diversos períodos históricos sob o ponto de vista da estruturação formal, ou seja, sua articulação em elementos constituintes e investigação das funções desses elementos no contexto da forma.



Conteúdo Programático:

Estudo de formas barrocas: Suíte e Fuga. Análise articulatória e motívica. Relações da harmonia com a macroforma. Estudo comparativo da transformação das formas Suíte e Fuga em repertório do século XX.



Metodologia:

Exposição teórica, análise de obras, avaliação por trabalhos escritos e apresentações em classe com data-show/computador.



Bibliografia:

BENT, Ian D.; POPLE, Anthony. “Analysis”. New Grove dictionary of music and musicians. London: Macmillan, 2001. v.1.

BERRY, Wallace. Structural functions in music. New Jersey: Prentice-Hall, 1976.

COOK, Nicholas (1992). A Guide to Musical Analysis. Bristol: Oxford University Press, 1994.

KATER, Carlos. Cadernos de Estudo – Análise Musical vol. 1-9. São Paulo: Atravez, 1989.

SCHOENBERG, Arnold. Le Style et l'Idée. Paris: Buchet/Chastel, 1977.






Disciplina: Análise Musical II

Optativa: Grupo nº : Obrigatória : X

Carga horária: Nº de Créditos: 3 Nº de vagas: 20

Pré-requisito: Análise Musical I




Ementa:

Estudo de obras musicais de diversos períodos históricos sob o ponto de vista da estruturação formal, ou seja, sua articulação em elementos constituintes e investigação das funções desses elementos no contexto da forma.



Conteúdo Programático:

Estudo da Sonata clássica: esquemas formais, harmonia, elaboração temática. Relações entre texto e música no Lied. As formas no Romantismo: Prelúdios de Chopin, exemplos de Wagner e Brahms.



Metodologia:

Exposição teórica, análise de obras, avaliação por trabalhos escritos e apresentações em classe com data-show/computador.



Bibliografia:

BENT, Ian D.; POPLE, Anthony. “Analysis”. New Grove dictionary of music and musicians. London: Macmillan, 2001. v.1.

BERRY, Wallace. Structural functions in music. New Jersey: Prentice-Hall, 1976.

COOK, Nicholas (1992). A Guide to Musical Analysis. Bristol: Oxford University Press, 1994.

KATER, Carlos. Cadernos de Estudo – Análise Musical vol. 1-9. São Paulo: Atravez, 1989.

SCHOENBERG, Arnold. Le Style et l'Idée. Paris: Buchet/Chastel, 1977.






Disciplina: Análise Musical III

Optativa: Grupo nº : Obrigatória : X

Carga horária: Nº de Créditos: 3 Nº de vagas: 20

Pré-requisito: Análise Musical II

Ementa:

Estudo de obras musicais de diversos períodos históricos sob o ponto de vista da estruturação formal, ou seja, sua articulação em elementos constituintes e investigação das funções desses elementos no contexto da forma.



Conteúdo Programático:

Estudo das principais tendências musicais do início século XX. Debussy: a libertação da harmonia funcional e os novos processos de estruturação formal; Stravinsky: o ritmo como elemento de construção, a forma montagem; Varèse: novos paradigmas de sonoridade e organização formal; Schoenberg, Berg e Webern: a atonalidade e o dodecafonismo. Exemplos de autores da segunda metade do século XX.



Metodologia:

Exposição teórica, análise de obras, avaliação por trabalhos escritos e apresentações em classe com data-show/computador.



Bibliografia:

BENT, Ian D.; POPLE, Anthony. “Analysis”. New Grove dictionary of music and musicians. London: Macmillan, 2001. v.1.

BERRY, Wallace. Structural functions in music. New Jersey: Prentice-Hall, 1976.

COOK, Nicholas (1992). A Guide to Musical Analysis. Bristol: Oxford University Press, 1994.

KATER, Carlos. Cadernos de Estudo – Análise Musical vol. 1-9. São Paulo: Atravez, 1989.

SCHOENBERG, Arnold. Le Style et l'Idée. Paris: Buchet/Chastel, 1977.




  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   39


©ensaio.org 2017
enviar mensagem

    Página principal